Confirmado!!!!!!!!!!! AD Piancó Apresenta O Cantor Marcos Antonio & Banda . Data: 31 de Maio de 2014 Local: Em Praça Pública.

POR FAVOR SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

terça-feira, 19 de abril de 2011

Pessoas queimadas vivas na Costa do Marfim


Recebi este vídeo na noite de ontem, fiquei impressionada com as cenas. Muita crueldade e selvageria. Por favor não deixem crianças assistirem.

A situação na Costa do Marfim é séria.
Entenda:.


Há uma década, a Costa do Marfim, era considerada um país pacífico e próspero da África ocidental.
Mas a nação sempre teve profundas divisões étnicas, religiosas e econômicas.
O político Laurent Gbagbo, cristão, foi o quarto presidente marfinense, cargo que ocupou oficialmente desde 26 de outubro de 2000. Ele disputou a reeleição no pleito do segundo semestre de 2010, do qual saiu como um dos candidatos que se proclamam vencedores. Ele tem sua base de apoio na metade Sul da Costa do Marfim, e pertence ao partido da Frente Popular. Alassane Ouattara, mulçumano, é o outro político marfinense que disputou a presidência e que se considera vencedor do pleito de outubro de 2010. Ouattara, que ocupou o cargo de primeiro-ministro da Costa do Marfim de 7 de novembro a 9 de dezembro de 1993.Ele é presidente do partido oposicionista republicano marfinense.
A disputa pela presidência deu início a uma série de conflitos, após a vitória ter sido declarada a Alassane Outtara e o então presidente Laurent Gbagbo se recusar a deixar o cargo. A ONU e a França apoiam a vitória de Outtara.
No dia 18 de abril Gbagbo foi preso. Após a detenção de Laurent Gbagbo os militares da Costa do Marfim foram jurar lealdade ao presidente Ouattara.
Contudo a insegurança continua nas ruas devido à existência de muitas armas nas mãos dos civis e muitos residentes continuam a abandonar as cidades. A cidade de Abidjan vive uma verdadeira crise humanitária há várias semanas, mas o Programa Alimentar Mundial suspendeu os voos por falta de condições de segurança. O ex-presidente detido na segunda-feira foi colocado sob prisão domiciliar, mas ainda não se sabe onde.

Oremos pelos nossos irmãos em Cristo, que têm sido duramente perseguidos.

Nenhum comentário: