SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (71) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (146) CLASSE MATERNAL (103) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (505) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (284) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (9) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (147) MODISMOS (2) Mundo (608) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (229) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (110) REVISTA CLASSE JUNIORES (242) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (185) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (391) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (592) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

28 outubro 2011

Brasileira é finalista de prêmio da ONU



Patrícia Paz, da Moura e Paz - Soluções Ambientais, concorre com outras nove indicadas ao Empretec para Mulheres Empresárias

Brasileira é finalista de prêmio da ONU
A brasileira Patrícia Paz Silva Giordani, sócia proprietária da empresa Moura e Paz - Soluções Ambientais, na cidade de Vilhena, em Rondônia, é uma das dez finalistas do Prêmio Empretec para mulheres empresárias 2012, que é promovido pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). A indicação foi anunciada no mês passado, e a empresária concorre com mulheres do Equador, El Salvador, Etiópia, Jordânia, Nigéria, Panamá, Uganda, Vietnã e Zimbabwe.

A terceira edição do evento acontecerá durante o 3º World Investment Forum (WIF) em Doha, no Qatar, em abril de 2012, junto com a 13ª Conferência Ministerial da UNCTAD. As três primeiras colocadas receberão como prêmio uma ajuda financeira para investir na melhoria da empresa. “Me sinto muito emocionada com essa indicação. Isso só dá mais visibilidade a nossa empresa. Também mostra que todo o esforço e trabalho que fizemos foi acertado”, diz Patrícia.

O prêmio foi criado como forma de incentivo ao empreendedorismo das mulheres que participaram do Empretec. O objetivo é motivar as empresárias que fazem a diferença nos seus países. Os especialistas encarregados da seleção das finalistas levam em conta critérios como talento empreendedor, desempenho da empresa, a liderança da mesma na comunidade em que atua, a singularidade e superioridade dos produtos e serviços prestados. A brasileira foi reconhecida por propor medidas ecológicas para a coleta, o transporte e o tratamento final de resíduos perigosos.

Patrícia Paz conquistou o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios edição 2010/2011 e foi uma das três escolhidas pelo Sebrae Nacional para concorrer ao prêmio internacional. A UNCTAD é composta por 32 países e cada um deles faz suas indicações.

Superação

A Moura e Paz - Soluções Ambientais, criada por Patrícia Paz, é uma empresa de incineração de resíduos sólidos e que atua há pouco mais de dois anos no estados de Rondônia e Mato Grosso. Mas até chegar ao ramo de incineração, a empresária passou onze anos da sua vida trabalhando como dentista num consultório.

“Posso dizer que a Moura e Paz foi criada a partir das dificuldades que eu sentia, como dentista, de não poder descartar o lixo produzido pela clínica de forma segura e adequada”, explica. Após receber uma multa, Patrícia começou a pensar em soluções e viu que outras clínicas e hospitais passavam pelos mesmos problemas. Foi aí que a dentista largou a profissão e passou a buscar informações sobre seu novo empreendimento.

No início, a empresária se deparou com muitas dificuldades. Precisou voltar a estudar, fez um curso de pós-graduação em gestão, auditoria e pericia ambiental. Também venceu a resistência do marido à ideia e convenceu um amigo a ser sócio. Outro obstáculo foi montar uma equipe multidisciplinar com engenheiro sanitarista e químico, projetistas, economista e biólogo. “Sofri discriminação em muitos lugares. Depois que inauguramos a empresa passamos uns seis meses sem clientes”, lembra Patrícia.

Peregrinação

Para não deixar seu negócio morrer na casca, a empresária começou uma peregrinação em cidades vizinhas, levando seu projeto e tentando vencer as resistências. “As pessoas, principalmente meus colegas da área da saúde, eram contra pagar por este serviço diferenciado. Mas eu fui em frente e não desisti. Hoje trabalhamos com a coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos perigosos. Poucos estados possuem este serviço. Preservamos o meio ambiente e fazemos tudo absolutamente dentro da legislação. Conseguimos mudar a cabeça das pessoas sobre o assunto”, comemora.

A destinação correta de resíduos químicos, lixo hospitalar e combustíveis são a atividade principal da Moura e Paz, que atualmente conta com 22 colaboradores e uma cartela de 700 clientes. Mas a empresária também realiza palestras de educação ambiental para clientes e prefeituras e recebe estudantes que desejam conhecer a empresa e se interar sobre as novas tecnologias usadas no tratamento de resíduos sólidos.
 

Fonte: Exame.com

AD Joinville realiza Seminário de Gestão de Instituições Religiosas e Igrejas



Evento reuniu cerca de 350 obreiros da região

AD Joinville realiza Seminário de Gestão de Instituições Religiosas e Igrejas
Aconteceu no dia 25 de outubro no Templo Central da Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Joinville (IEADJO) o Seminário de Gestão de Instituições Religiosas e Igrejas.

O evento foi organizado pela Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus de Santa Catarina e Sudoeste do Paraná (CIADESCP) e realizado pela IEADJO.

A CIADESCP, preocupada com as novas legislações e normas contábeis, convidou os pastores presidentes de todo estado, bem como as pessoas atuantes na área contábil, financeira e jurídica das Igrejas, para participar do curso “Gestão de Entidades Religiosas e Igrejas”.

Os palestrantes convidados foram Sérgio Monello, advogado, contabilista e professor;  e Marcelo Monello, contador, professor e engenheiro. Os dois são do Estado de São Paulo e abordaram os temas: Organização Jurídica das Igrejas e Organizações ReligiosasOrganização administrativa, financeira e patrimonial; Imunidade e isençõesContrato de trabalho nas Igrejas e Organizações religiosas;Contabilidade das Igrejas e Organizações Religiosas.

O seminário recebeu 290 inscritos e no total participaram mais de 350 pessoas. O anfitrião do evento e presidente da IEADJO, pastor Sérgio Melfior, agradeceu aos presentes. "Queremos agradecer a diretoria da nossa convenção, presidentes de conselhos e os companheiros de ministério que fizeram-se presentes". 

Sobre os convidados, o pastor Melfior expressou o excelente debate. "Nós tivemos o privilégio de receber aqui os palestrantes convidados. Doutor Sérgio Monello, que há mais de 40 anos palestra sobre o assunto para instituições religiosas e legislação de igrejas e doutor Marcelo Monello, que é engenheiro civil e advogado, onde todos ouviram e compartilharam suas dúvidas", declarou o anfitrião.

O presidente da CIADESCP, pastor João Ceno Ohweiller, ficou feliz em acompanhar o trabalho. "Ficamos felizes em receber no templo central da Assembléia de Deus de Joinville muitos pastores, contadores, advogados e gestores de todos estado de Santa Catarina e sudoeste do Paraná, ouvindo as palestras concernente às orientações das leis", salientou o presidente.

Pastor Isamar Ramalho, presidente da Convenção em Roraima, também participou e destacou a importância do evento.  "Um seminário como este é de grande valia, dado que a maioria absoluta dos nossos ministros e obreiros não têm o conhecimento de nossa legislação, e muitas vezes erram por não serem advertidos como num seminário como este, acredito que hoje não perdemos tempo, antes, ganhamos muito tempo de nossa vida para administrar com mais cuidado e lisura as entradas financeiras de nossas igrejas. Parabéns a diretoria deste estado pelo excelente trabalho", agradeceu o pastor Isamar.

O responsável pelo departamento jurídico da CIADESCP e CEADESCP resumiu o seminário,. "Eles deram uma alavancada futurística para a realidade que as nossas igrejas terão que se organizar, como também as que deveriam ter feito, caso ainda não fizeram. E isso veio corroborar o que há 10 anos estamos tentando introduzir na Convenção e Caixa e algumas igrejas que advogamos, conforme já vimos em um encontro com a CGADB, com isso se coadunando com as administrações anteriores que estão tendo com as responsabilidades civis e tributárias que as igrejas terão com seus líderes", concluiu.

Para o contador geral da Convenção Catarinense, "analisamos que as informações passadas para os presentes é de extrema importância, visto as alterações e mudanças da legislação e que a Igreja e as organizações religiosas, associações e entidades do Terceiro Setor precisam estar atentas e se adequar aquilo que a lei está encaminhando", declarou o pastor Eliel Batista.

Dos seminaristas presentes, muitos agradeceram o curso oferecido pela CIADESCP.  "Tem sido uma benção participar deste seminário onde nós estamos tirando as nossas dúvidas com respeito a área jurídica da igreja e também contábil, e as vezes encontramos muitas dificuldades nas leis e na interpretação delas, e agora com este seminário podemos diluir todas as dúvidas", salientou o presidente da IEAD Guaramirim (SC), José Almir Angewicz. 

"O mais completo possível, muito importante porque abrangeu todas as áreas, inclusive administrativa, contábil e jurídica. Aprendemos muito e foi de grande valia para todos nós", destacou pastor Giovane do Rosário, tesoureiro da IEAD Florianópolis.


Fonte: IEADJO

Cristã mãe de cinco filhos é morta na Nigéria



Soldados foram convocados para conter conflitos religiosos entre jovens muçulmanos e cristãos

Cristã mãe de cinco filhos é morta na Nigéria
Soldados nigerianos convocados para conter conflitos religiosos entre jovens muçulmanos e cristãos, na semana passada, atiraram e mataram uma mãe cristã de cinco filhos na área de Bauchi, de acordo com fontes da família e da igreja.

Os soldados foram chamados para restaurar a calma, após os combates que eclodiram em uma partida de futebol na quinta-feira (20 de outubro). Depois, três soldados muçulmanos atiraram e mataram Charity Agostine  Agbo e um menino cristão.

“Não havia nenhuma razão justificável para que os soldados disparassem contra a mulher”, disse o reverendo Lawi Pokti, presidente da Associação Cristã da Nigéria (CAN), no estado de Bauchi.

Pokti confirmou o inicialmente relatado disparo contra o garoto,  que, segundo disseram, foi ressuscitado em um hospital.

Augostine  Agbo, marido da mulher assassinada, disse aos repórteres que os três soldados atiraram em sua esposa depois de terem invadido sua casa, que se localiza em Lagos, na área de Yelwa.

“Três soldados chegaram em um veículo com uma sirene estridente, assustando todos nós, que corremos para nossas casas. Quando entramos, trancamos a porta, mas eles a arrombaram e  atiraram duas vezes em minha esposa.”

Agbo relatou os disparos ao comandante do exército e seus soldados mais tarde foram até a sua casa para levar sua esposa para uma clínica da região que é de propriedade da Igreja de Cristo na Nigéria, disse ele.


Fonte: Portas Abertas

Pastor que queimou Alcorão quer chegar à presidência dos EUA



Anúncio da campanha foi feito nesta quinta-feira (27)

Pastor que queimou Alcorão quer chegar à presidência dos EUA
O pastor evangélico americano Terry Jones, cuja igreja queimou publicamente um exemplar do Alcorão, está preparando sua campanha para se candidatar à presidência dos Estados Unidos, informou em um comunicado nesta quinta-feira.

A campanha, denominada “Se levante agora Estados Unidos”, propõe sete pontos centrais em sua agenda entre os quais destaca-se “deportar todos os ilegais”.

“Temos que começar imediatamente a deportação dos 20 milhões de cidadãos ilegais que estão vivendo em nosso país”, diz o comunicado de campanha. A estimativa oficial de ilegais nos Estados Unidos é de 11 milhões.

Jones propõe também reduzir os impostos às corporações porque são um “dos mais altos no mundo” e diz que se estes forem reduzidos, impulsionará a abertura de novos negócios, e as corporações já existentes poderão “se expandir, portanto criar mais postos de trabalho”.

Entre sua oferta de reduzir o gasto militar, equilibrar o orçamento da nação e cortar os gastos, oferece também diminuir a burocracia tanto no Estado como nas companhias.

“Estamos nos afogando em burocracia, regras e regulações”, afirmou.

O pastor Terry Jones, que dirige a igreja Dove World Outreach Centre em Gainesville, centro da Flórida, despertou a atenção mundial em setembro de 2010 por seu plano de queimar exemplares do Alcorão em sua igreja no aniversário dos atentados terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos.

Após fortes reações no mundo muçulmano e condenações de líderes internacionais, entre eles do presidente americano Barack Obama, Jones desistiu de sua ideia e disse que nunca mais voltaria a tentar, mas não cumpriu sua promessa.

O controverso pastor Jones presidiu a queima do Alcorão em sua igreja em 20 de março deste ano, uma ação que ameaçava levar à prática há tempos, apesar de ter sido advertido, inclusive pelo governo americano, sobre o risco que significaria esse fato para as tropas dos Estados Unidos e outras no Afeganistão.


Fonte: O Verbo com informações AFP

Aitolá iraniano pressiona pastor Yousef Nadarkhani



Apesar da pressão do governo iraniano, pastor Yousef permanece firme nas suas convicções em Jesus

Aitolá iraniano pressiona pastor Yousef Nadarkhani
Agentes do Ministério de Inteligência e Segurança Nacional do Irã visitaram o pastor Yousef na prisão e lhe entregaram impressos de propaganda islâmica. Os agentes pediram que o pastor Yousef lesse e refletisse sobre os materiais, que diziam que o Islã é a única fé verdadeira, e eles voltariam em outro dia para falar com ele.

Não está claro se a intenção dos agentes é de fazer o pastor criticar o Islã, e assim adicionar punições contra ele como a blasfêmia ou se eles estão tentando acabar com o escândalo internacional e dar mais uma oportunidade para o pastor voltar para a fé islâmica.

Podemos, no entanto, ter a certeza que essas informações são o resultado da crescente pressão internacional sobre o regime iraniano. O caso do pastor Yousef prossegue nas mãos do aiatolá do país, e não seria nenhuma surpresa se os agentes de segurança que o visitaram estivessem tentando tornar Yousef culpado.

Apesar do governo do Irã tentar manter sigilo, sabemos que o pastor Yousef permanece vivo e firme nas suas convicções em Jesus. As orações direcionadas ao caso do pastor estão sendo ouvidas e, apesar das condições terríveis, ele continua com boa saúde física, emocional e espiritual.

Um representante especial das Nações Unidas  pediu publicamente ao governo do Irã para libertar o pastor  Yousef Nadarkhani, que enfrenta possível enforcamento por não negar sua fé em Cristo.

Em discurso na Assembleia Geral de Assuntos Sociais, comitê Cultural de Assuntos Humanitários, também conhecidos como Terceira Comissão, o representante da ONU, Ahmed Shaheed, expressou nesta quinta-feira (20/out) sua preocupação pelas reiteradas violações do Irã aos direitos humanos.

“Estamos preocupados com uma recente decisão do Supremo Tribunal (do Irã) de ter sustentando uma sentença de morte para Yousef Nadarkhani, um pastor protestante que supostamente nasceu de pais muçulmanos, mas se converteu ao cristianismo quando tinha 19 anos”, disse Shaheed.


Fonte: Portas Abertas

Justiça libera pastor preso por pregar contra o homossexualismo


Um grupo LGBT acusou o pastor José Linares de ser o responsável pela morte de um jovem gay


Justiça libera pastor preso por pregar contra o homossexualismo
O pastor peruano José Linares, fundador do Movimento Pro-Família (International CIPROFAM) corria o risco de ser condenado a 45 anos de prisão nos Estados Unidos por pregar contra o homossexualismo. O pastor foi preso pelo “Crime de Ódio” e de acordo com um de seus advogados ele “estava sendo incentivado pela leitura de sua Bíblia, falando de Cristo para seu companheiro de cela”.

“Estamos preocupados com a violência dos manifestantes gays e do Estado. E como a imprensa tem sido indiferente sobre este caso, estamos tomando medidas, se tudo for favorável, ele está fora do país o mais rápido possível”, disse o Dr. James Lockett para a agência La Voz dias antes do julgamento.

José Linares é casado com Iris Linares com quem tem dois filhos. Nos últimos meses sua família tem sido alvo de ataques de militantes gays. O processo contra ele foi movido por uma organização LGBT que o acusa de ser o responsável pela morte de um jovem gay, depois que fez um comentário sobre o homossexualismo em uma rádio.

“Tudo é uma armação dos ativistas LGBT, que sempre buscaram silenciá-lo e trancá-lo em uma prisão com falsos argumentos”, disso o advogado alegando que o grupo de homossexuais tem muito espaço na mídia.

Mas depois de passar pelo julgamento o Tribunal do Distrito de Lawrence declarou que Linares era inocente e a denúncia de “Crime de ódio” foi desfeita pelos juízes mesmo com o protesto da comunidade LGBT.

“Me sinto honrado por padecer pela causa de Cristo. Me sinto feliz por pregar o evangelho integral, obrigado a todos pelas orações. Para aqueles que me seguem, saibam que não é a primeira vez que os inimigos da família e da vida tentam me silenciar”, escreveu o pastor em sua página do Facebook.

Linares e sua família vão voltar para Peru, país que esta prestes a aprovar o projeto que caracteriza “Crimes de ódio”. A proposta foi apresentada e está sendo analisada pela Comissão de Justiça e Direitos Humanos.

Fonte: Gospel Prime

LIÇÃO 09 - A MORDOMIA DO TRABALHO / SLIDES / CLASSE ADULTOS

BAIXAR OS SLIDES