SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (400) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (595) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

10 fevereiro 2012

JUVENIS - Lição 7: Salmos Falam de Amor à Bíblia


1º Trim. 2012 - JUVENIS - Lição 7: Salmos Falam de Amor à Bíblia
PORTAL ESCOLA DOMINICAL
JUVENIS – CPAD
TEMA: Edificando a vida cristã através dos Salmos
COMENTARISTA: Regia Carvalho
LIÇÃO 7 – SALMOS FALAM DE AMOR À BIBLIA
ENFOQUE BÍBLICO:
“E alegrar-me-ei em teus mandamentos, que eu amo.” (Sl 119.47)
OBJETIVOS:
Descrever a importância de meditar na Bíblia Sagrada como uma prevenção contra pensamentos e sentimentos desagradáveis a Deus.
Demonstrar que a Bíblia nos orienta a fugir da aparência do mal.
Explicar que Deus conhece o nosso limite e nos perdoa quando erramos.
INTRODUÇÃO:
Dizia o salmista: “quanto amo a tua lei! Nela medito o dia todo.” (Sl 119.97). É importante meditar na Palavra de Deus, amá-la de todo o nosso coração, assim poderemos fugir da aparência do mal, pois o avistaremos com discernimento reconhecendo que temos nossos limites. E se porventura viermos a fracassar, pecar, João disse que ele é fiel e justo para nos perdoar e a razão disto é que o Deus que servimos conhece o nossos limites, nos entende e nos perdoa quando falhamos.
A BÍBLIA.
Vamos antes conhecer a Bíblia como livro, trata-se de um livro antigo sendo originalmente escrita em forma de rolo, sendo cada livro um rolo. O livro sagrado não era reunido como temos agora a nossa Bíblia (coleção de livros). Isso só foi possível no século II quando os chineses inventaram o papel e em 1450 a.D. Gutenberg inventou o prelo e o primeiro livro a ser impresso foi a Bíblia. O livro é dividido em duas partes: Antigo e Novo Testamento, ao todo são 66 livros; 39 no AT, e 27 no NT, escritos em 16 séculos por 40 autores, Jesus Cristo é o tema principal da Biblia, os livros falam da: preparação em todo o AT, manifestação de Cristo nos Evangelhos, explanação nas cartas, consumação da obra redentora; o Apocalipse.
Em Genesis, Jesus é apresentado como o descendente da mulher (Gn 3.15)
Em Êxodo, ele é o Cordeiro Pascoal
Em Levítico, é o Sacrifício Expiatório
Em Números, ele é a Rocha Ferida
Em Deuteronômio, é o Profeta
Em Josué, é o Capitão dos Exércitos do Senhor
Em Juízes, ele é o Libertador
Em Rute, é o Parente Remidor
Em Reis e Crônicas, é o Rei prometido
Em Ester, é o Advogado
Em Jó, é o Redentor que vive
Em Salmos, ele é Socorro e alegria
Em Provérbios, ele é a Sabedoria de Deus
Em Cantares de Salomão, é o nosso Amado
Em Eclesiastes, é o Alvo Verdadeiro
Nos Profetas, é o Messias Prometido
Nos Evangelhos, é o Salvador do Mundo
Nos Atos, é o Cristo ressurgido e poderoso
Nas Epistolas, é a Cabeça da Igreja
No Apocalipse Ele é o Alfa e o Omega, e o Cristo que volta
(Pr Antonio Gilberto)
Apenas uma noção vista nossa aula não tratar de Bibliologia, nós não podemos ler a Bíblia sem noção de seus temas, mas também não podemo-nos esquecer da aplicação pessoal, como prevenção em nossa vida diária. 
A IMPORTANCIA DE MEDITAR NA BÍBLIA SAGRADA
Tomar o antídoto depois de atacado por uma epidemia não resolve muito, o correto é tomá-lo antes da epidemia. A Bíblia não deve ser lida como solução para nos livrar de um pecado já cometido, nesse caso a solução é outra, a confissão. A prevenção é importantíssima, lembro-me que viajando por uma perigosa estrada que eu conhecia muito bem, avisei o motorista do perigo da mesma e ele me disse: “meu irmão não existe perigo para um bom motorista”, eu então me calei, minutos depois ele em alta velocidade entrou em uma curva perigossima, a maioria dos acidentes aconteciam ali, foi quando eu ouvi os pneus cantando e derrapando. O motorista conseguiu equilibrar-se, mas falou: “meu irmão que curva hein”, insinuando que eu não o tinha avisado, eu simplesmente me calei. Pois ele havia me repreendido quando tentei avisar-lhe, muitas pessoas sofrem danos porque não escutam, não aceitam conselhos bíblicos, parecem donos de suas direções. A Bíblia deve ser lida diariamente, o leitor deve prestar muita atenção nos detalhes, pois são eles que nos ajudam a escapar de certas situações pecaminosas. Não podemos dizer que José caso tivesse pecado com a mulher de Potifar, não teria sido o governador do Egito, pois Deus o enviou lá para isso e na sua infinita misericórdia o perdoaria. Agora a diferença é o detalhe, ele não caiu e foi para a prisão de onde saiu triunfante para governar. A razão de um moço na sua tenra idade sair de uma situação tão convidativa foi os princípios aprendidos na casa de seus pais e a observação dos detalhes. Existem muitos crentes jovens e idosos que se acham conhecedores de toda a verdade a ponto de não mais lerem a Bíblia, não acham isso importante. Certa vez ouvi um velho pastor pregando sobre o Salmo 119.105, o trazia a seguinte explicação: “quando o salmista disse: lâmpada para os meus pés é a tua Palavra é como um carro que nas curvas das estradas e nos perigos, nas ultrapassagens aciona a luz baixa do veiculo é usada nos momentos de perigo ou que é preciso ter mais atenção, mas há momentos dizia o velho pregador podemos andar com mais liberdade, então o salmista dizia: “luz para o meu caminho”, são momentos quando podemos acionar a luz alta e andar com mais velocidade sem muita tensão”. Sempre que leio esse versículo lembro-me dele e analiso o seguinte, não há um momento sequer em que o crente seja ele jovem ou idoso deva ficar sem a Palavra de Deus. As mensagens que ouvimos em cada culto é alimento para o momento, mas também previsão estava eu em um culto na cidade de Nova Cantu no Paraná, um pastor amigo meu estava ministrando a Palavra de Deus, por se tratar de uma pessoa muito experiente num dado momento ele falou sobre o olhar do crente na luz e contou que o cavalo quando correndo em frente a um carro ou um trem com a luz acesa, as faixas ou os trilhos aumentam que o animal não consegue sair da pista, eis a razão dos acidentes. Não vou entrar em detalhes da pregação, mas uns dois anos depois eu viajava com mais dois irmãos em uma rodovia na velocidade permitida, mas acima de cem, derrepente um cavalo saiu em nossa direção, eu dirigia o carro e em questão de segundos lembrei-me da pregação e apaguei as luzes do carro, passei coisa de centímetros do cavalo, os irmãos que estavam comigo deitaram o máximo que puderam, ficaram sem entender, depois expliquei que estava em um culto quando ouvi a mensagem, caso não tivesse prestado atenção, poderia não estar aqui hoje. Portanto não deixe de ler, ouvir essa palavra, para que ajam livramentos físicos e espirituais, para que aja crescimento, se a cabeça e o coração estiverem cheio da Palavra, não haverá espaço para os maus pensamentos, nem para qualquer coisa que desagrade a Deus. Portanto as Escrituras Sagradas tem como propósito:
a)    Preparar o crente para responder aqueles que lhe pedem a razão da esperança que nele há (1Pe 3.15)
b)    Preparar o obreiro para o manejo correto da Palavra da Verdade (2 Tm 2.15)
c)    A leitura diária acresce a fé, isso acontece por serem as Escrituras a infalível Palavra de Deus (Is 34.16)
d)    As Escrituras dão luz e entendimento aos simples (Sl 119.130).
ORIENTAÇOES BIBLICAS
Já falamos em outra lição que os exemplos de alguns servos de Deus que fracassaram estão na Bíblia, não é para humilhá-los. É para que tenhamos cuidado de não cometermos os mesmos erros. Quantos usam o fracasso de Davi para pecarem, como se assim fosse correto proceder. A Bíblia manda fugir da aparência do mal, aparência é aquilo que tem aspecto, feitio. A expressão: “não está na Bíblia!” é muito semelhante a dos coríntios “tudo é licito”, Nietzsche, um filosofo sem Deus dizia: “Deus não existe, o homem tem que escapar é do outro homem que se acha no direito de poder, escapando disso ele é livre para fazer o que quiser”. Infelizmente alguns crentes agem como loucos, pensando que Deus não existe, Deus alem de existir deixou-nos a sua Bendita Palavra, a Bíblia como conhecemos, para nos orientar. O jovem às vezes tem na memória a primeira vez em que ele (a), disse a alguém: Oh! Quanto eu ti amo, que expressão bonita essa, tanto para quem fala, quanto a quem ouve. Mas quantas vezes dissemos Oh! Deus quanto eu amo a tua Palavra, bem poucos tem a Bíblia, se a tem esta enfeitando alguma estante, pois já faz tempo que sua Bíblia não vem a Igreja. Se não há amor nas Escrituras Sagradas, como ser orientado (a), por ela? Em um gráfico com 157 respostas, sendo 34 homens e 123 mulheres, quanto à leitura da Bíblia desses; 20% lêem todos os dias, 27% lêem uma vez por semana e 53% uma vez por mês. Então ai tem a resposta do porque do crescimento das heresias, do culto do “tanto faz”, do envolvimento de muitos jovens com o pecado é a falta da Bíblia que nos ensina a fugir do mal, se não a lemos, como vamos saber o que é o mal? Tem gente pensando como os tele-jornalistas fantasiosos, para eles basta ficar em casa, proceder como bom cidadão, já esta do lado de Deus, mas não é bem assim, o mancebo de qualidade era um moço do bem, assim também era o Dr Nicodemos. Jesus sabia disso, mas conversão é outra coisa, não vai pensando que ao dar uma moedinha a quem pede esmola, uma roupa, vir à igreja, pronto agora é uma pessoa do bem, tem muita coisa que se faz no mundo dos bons que ofende a Deus. No mundo dos bons tem idolatria, bebidas alcoólicas, usada como social, tabagismo, prostituição, namoro sem temor de Deus, filhos fora do casamento, relacionamentos extras, todos são do bem. Mas lá no mundo secular eles não conhecem a Bíblia, agora o que dizer da situação daqueles que deveriam ser exemplos, mas que não fogem da aparência do mal, por desconhecer o mal, por falta da leitura da Palavra de Deus. Daniel e seus companheiros foram vitoriosos na Babilônia, devido à orientação da Palavra a eles pregada, embora os pregadores estivessem fracos, pois a ida ao cativeiro foi exatamente a desobediência a palavra divina, aqueles moços conseguiram guardar em seus corações e agora numa terra distante, foram escolhidos para serem cidadãos importantes, mas não esqueceram seus princípios, fugindo do mal. Não pareciam mal, uma comida saborosa, iguarias que talvez eles nunca tivessem visto certamente um cheiro que aguçava o paladar, mas Daniel viu o mal que aquelas iguarias ia lhe fazer, não comeu isso é fugir da aparência do mal. Fugir de algo feio é até elogiável, mas fugir da mulher de Potifar? Que isso Jose? Daniel, você não vai comer dessas iguarias? Um bom vinho servido a mesa, talvez até tivesse outros judeus por lá que não vai aparecer nunca, porque não deve ter passado no teste final. Que triste! Quantos não conseguiram escapar das ciladas, estão parados envergonhados, não conseguiram vencer os desejos, alguns foram avisados (Pv 22.3). Que Deus nos ajude a agir como Jó 1.8.
O LIMITE HUMANO E O PERDÃO DE DEUS.
Não há ninguém infalível, os grandes homens de Deus falharam, fracassaram em algum momento. Elias chegou ao absurdo de pedir a morte, eu imagino a situação de Elias, um desafiante do sistema político e religioso do rei Acabe devido a isso pela palavra dele por mais de três anos não choveu, o que dizer do enfrentamento no Monte Carmelo? Mas a visão que temos de um homem forte, infalível termina debaixo de um pé de zimbro, quarenta dias depois numa caverna, lá esta alguém desanimado, triste, se achando o máximo, mas deitado, cansado e por incrível que pareça é Elias (1 Rs 18 e 19 – não esqueça de ler Tg 5.17a).  Podemos citar outro exemplo bíblico, o de João Batista, corajoso, desafiante determinado, teve a ousadia repreender em publico o tetrarca Herodes (Lc 3.1-20), todavia seu limite é revelado na prisão quando ele demonstra duvida com respeito à pessoa de Jesus (Mt 11.1-3). Não existem super homens, todos são limitados, imaginar que nunca vamos errar é desfiar a Deus. Às vezes ouvimos afirmações arrogantes como: ah! Se fosse eu teria resistido; eu não faria isso nunca? Será? Temos sempre algo escondido, não revelamos a ninguém as nossas fraquezas, porem não pode escondê-las sempre derrepente ela aparece ou será que você já não ouviu essa frase: “eu não conhecia esse seu lado”, mesmo que seja por brincadeira é uma revelação de fraqueza. Não há ninguém que possa escapar dessa situação por ele mesmo, somos dependentes da graça de Deus, necessitamos do perdão divino. O salmista disse: “é ele quem perdoa” (Sl 103.3), Jesus avisou a Pedro, que ele o negaria, o valente pescador, corajoso disse: “ainda que seja necessário morrer contigo, de modo nenhum te negarei” (Mt 26.35 EC), Pedro estava falando de coração aquelas palavras, porem se esqueceu de que era finito, horas depois estava ele negando o Mestre e com muito medo. Bem ele saiu daquele lugar com uma impressão horrível, seu mestre amado ensangüentado cheio de hematomas, sendo espancado sem misericórdia e Pedro com aquela sensação de impotência diante do olhar de Jesus. “È ele quem perdoa”, dias depois Pedro esta no mar pescando, sabe lá o que passava pela sua cabeça, todos estavam decepcionados haviam seguido um homem que não era o que pensavam, parecem calados, ninguém queria falar sobre o assunto. Somos assim quando erramos não queremos nem se lembrar do erro, mas aquela noite promissora, que para a pescaria seria típica não foi: nada pescaram. Como Deus é bom, teve muita razão quem disse “tudo o que faz, faz bem”, Jesus se dirigem a eles com a expressão “filhos”(Jo 21.5), eles conheciam a esse chamado, mas Jesus esta ali por uma razão, buscar um homem humilhado, envergonhado, sem coragem, desgarrado da fé. Depois da refeição Jesus foi ao lado de Pedro, sentou-se e começou a perguntar-lhe: “Simão, filho de João” para quem estava acostumado a ser chamado de Pedro (rocha), ser chamado de “bambu” (Simão - ouvindo), mas ele havia falhado, não havia como fugir dessa realidade, na terceira vez que Jesus perguntou, Pedro abriu o coração ao dizer “tu sabes que eu te amo”. Ao procurar Pedro Jesus estava demonstrando que não ficara nem um pouco magoado, embora todo pecado ofenda a Deus, mas ao abrir o coração Pedro estava revelando o quanto era limitado, ele não gostava de falar sobre seus limites, mas a resposta dele para Jesus era: o Senhor sabe que eu fui lá para desafiar, brigar, mas não deu, Pedro se encontrava um trapo. Sabe aquela decepção que da dor de cabeça, cólica intestinal, aquela que nos leva a pescar para distrair um pouco, era a de Pedro. Jesus o fez um grande homem, pregador imponente, corajoso, o maior ganhador de almas que a historia da igreja já registrou. Reconheçamos os nossos limites e voltamos a Deus com um coração contrito e ele perdoara nossas iniqüidades e fará de nos grandes instrumentos para o uso em sua obra.
RESUMO.
A Bíblia é a bussola do cristão, quem não a lê é como um navio sem direção, nunca encontrara o cais. Termino com um texto bíblico que diz: “Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; afim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente preparado para toda boa obra.” (2Tm 3.15,16 EC)
Obras consultadas:
Introdução ao estudo da Biblia (EETAD) – Pr Antonio Gilberto da Silva
Bíblia de Edição Contemporânea – Editora Vida
Colaboração para o Portal Escola Dominical - Pr Jair Rodrigues