SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

12 março 2014

PRE ADOLESCENTES - Lição 11: Sem estresse

1º Trim. 2014 - PRE ADOLESCENTES - Lição 11: Sem estresse
PORTAL ESCOLA DOMICAL
PRÉ-ADOLESCENTES CPAD
1º Trimestre de 2014
Tema: Conhecendo a si mesmo e os outros
Comentarista: Ângela Sueli Silva da Costa



LIÇÃO 11 -  SEM ESTRESSE

Texto bíblico:  Mateus 6.25-30

25 Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?
26 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?
27 Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?
28 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam;
29 contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.
30 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?

Objetivos:
Após a lição seu aluno deverá:
- confiar  somente em Deus, em todo o tempo
- compreender que a ansiedade, sobretudo é q falta de confiança em Deus.


Introdução
Na lição 11 estaremos estudando o estresse. Sabemos que o ser um humano, é um ser que possui naturalmente faculdades emocionais, físicas, portanto esta sujeito as mais variadas situações,quer seja internas ou externas.

O estresse causado pela vida moderna é um dessas variações. Pois Deus criou o ser humano para viver bem em todos os aspectos e sentidos, contudo estamos sujeitos a isso.
Embora  sejamos  salvos em Cristo,  não estamos livres das conseqüências, de uma vida estressante, o que resulta em problemas, ansiedades, que por vezes nos tiram a paz.

Contudo a bíblia nos mostra que em todas as situações na vida, devemos depositar nossa confiança inteiramente em Deus. Embora alguns desses problemas são  cuidado com tratamentos médicos, em Deus teremos um pleno equilíbrio do nosso bem estar.

Abaixo, resumir algumas considerações acerca do estresse, bem como a ansiedade, assim o professor
Deve adicionar essas informações a aula, concluindo, com o conselho bíblico:

Devemos confiar inteiramente em Deus. Assim, poderemos vencer eficazmente a ansiedade, o estresse, todos os males que nos causam danos, a saúde, física,  mental, e conseqüentemente a espiritual.

I - O estresse
O que é estresse?
Estresse ou stresse pode ser definido como  a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos (estressores) e que permitem ao indivíduo superar determinadas exigências do meio-ambiente e o desgaste físico e mental causado por esse processo.

O termo estresse foi tomado emprestado da física, onde designa a tensão e o desgaste a que estão expostos os materiais, e usado pela primeira vez no sentido hodierno em 1936 pelo médico Hans Selye na revista científica Nature.

O estresse pode ser causado pela ansiedade e pela depressão devido à mudança brusca no estilo de vida e a exposição a um determinado ambiente, que leva a pessoa a sentir um determinado tipo de angústia. Quando os sintomas de estresse persistem por um longo intervalo de tempo, podem ocorrer sentimentos de evasão (ligados à ansiedade e depressão). Os nossos mecanismos de defesa passam a não responder de uma forma eficaz, aumentando assim a possibilidade de vir a ocorrer doenças, especialmente cardiovasculares.
Texto fonte: Wikipédia
O estresse é um componente da vida moderna e está cada dia mais presente, muitas vezes é um aliado na superação de desafios, mas cronicamente pode causar danos importantes para a saúde física e mental.

As facilidades e a agitação da vida moderna trouxeram consigo o estresse. O trânsito, a instabilidade no emprego, a violência, entre outras coisas, fazem com que recebamos doses diárias de estresse. Mas o estresse em si não é algo ruim, na verdade ele é uma importante resposta do organismo para a manutenção da vida. Temos que aprender, portanto, a lidar com ele, não permitindo que o estresse traga conseqüências danosas para a nossa saúde.

O estresse é uma resposta do organismo frente a um perigo, que prepara o corpo para fugir ou lutar. Está presente nos animais com a finalidade de preservação da espécie, como por exemplo, para fugir de um predador. Hoje não precisamos nos defender de predadores, mas há muitas outras coisas que disparam o gatilho do estresse, que podem ser externas ou internas, agudas ou crônicas. A externas incluem condições físicas adversas (como dor, frio ou calor excessivos) e situações psicologicamente estressantes (más condições de trabalho, problemas de relacionamentos, insegurança, etc). Entre as internas estão também as condições físicas (doenças em geral) e psicológicas.

O estresse agudo é uma reação a uma ameaça imediata, que pode ser qualquer situação que é experimentada como um perigo. Algumas pessoas, por exemplo, tem verdadeiro pavor de viajar de avião, e quando o fazem, apresentam um estresse passageiro. Na maioria dessas circunstâncias de estresse agudo, uma vez eliminado o fator estressante, a resposta do organismo se inativa e os níveis dos hormônios voltam ao normal. Entretanto, a vida moderna freqüentemente nos expõe a situações cronicamente estressantes, e a resposta do organismo ao estresse não é suprimida. Dentre os fatores estressantes crônicos, estão a pressão no trabalho, problemas de relacionamento, solidão, problemas financeiros e a insegurança.

Quais os efeitos biológicos do estresse?
O estresse tem um importante papel no desempenho de atividades como competições esportivas, reuniões importantes, ou em situações de perigo, em que o estresse pode ser um importante aliado proporcionando um aumento da capacidade física, raciocínio, memória e concentração através de alterações em todo o organismo. Entretanto, se o estresse se torna persistente todo esse aparato biológico pode ser danificado.

Algumas condições podem favorecer o aparecimento dos efeitos negativos sobre o organismo:
  • Um acúmulo de situações persistentemente estressantes, particularmente aquelas de difícil controle, como a pressão no trabalho, um relacionamento infeliz.
  • Estresse persistente seguido de uma resposta aguda a um evento traumático, como um acidente automobilístico.
  • Um relaxamento ineficiente ou insuficiente.
  • Um estresse agudo em pessoas com doenças graves.

Os efeitos danosos do estresse persistente:

Efeitos psicológicos.
Estudos sugerem que a incapacidade de se adaptar ao estresse, está associada ao início de depressão ou ansiedade. Parece que a liberação repetida do hormônio de estresse diminui a liberação de serotonina, uma substância importante para a sensação de sentimentos de bem estar. Certamente o estresse diminui a qualidade de vida reduzindo os sentimentos de prazer e realização, e os relacionamentos são freqüentemente prejudicados.

Efeitos físicos.
  • Aumento da pressão arterial;
  • Maior risco de derrame;
  • Maior susceptibilidade a infecções;
  • Distúrbios gastrointestinais, como diarréia e constipação;
  • Desordens alimentares, ganho ou perda excessivos de peso;
  • Resistência à insulina que está associada ao diabetes tipo 2, e exacerbação do diabetes;
  • Dor de cabeça do tipo tensional;
  • Insônia;
  • Diminuição do desejo sexual e impotência temporária nos homens;
  • Exacerbação da tensão pré-menstrual;
  • Diminuição da concentração, inibição do aprendizado e redução da memória;
  • Exacerbação de lesões de pele, como por exemplo, à acne.
Texto fonte; http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=4567&ReturnCatID=1801


II- Ansiedade
Ansiedade, ânsia ou nervosismo é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração etc.

Algum grau de ansiedade é perfeitamente normal. Todos nós experimentamos situações que nos causam medo e apreensão. No entanto, existem pessoas que se sentem ansiosas, mesmo quando não há nenhuma causa discernível. Nestes casos, a ansiedade torna-se esmagadora e pode interferir com as tarefas do dia-a-dia. As pessoas que regularmente têm um nível de ansiedade debilitante, sofrem do transtorno de ansiedade.

Depressão
Algumas pessoas descrevem a depressão como uma, pesada, cortina preta de desespero que envolve as suas vidas. A depressão afecta a sua vida, assim como as vidas daqueles ao seu redor. Pode perturbar gravemente o seu funcionamento como pessoa, a forma de comer, de dormir e de conviver com os outros. Embora a maioria das pessoas que sofrem de depressão pensem que sofrem sozinhos, cerca de 20% da população americana sofre de depressão. A depressão é uma doença, e como qualquer outra doença pode ser tratada e gerida.

A ligação entre a depressão e a ansiedade
Os transtornos da depressão e da ansiedade não são os mesmos, embora à primeira vista pareçam muito semelhantes. A depressão gera emoções como o desespero, desesperança e raiva. Os níveis de energia são geralmente muito baixos e as pessoas deprimidas (muitas vezes) sentem-se sobrecarregadas pelas tarefas do dia-a-dia e relacionamentos pessoais, tão essenciais à vida. Uma pessoa com transtorno de ansiedade, no entanto, sente pânico, medo ou ansiedade em situações onde a maioria das pessoas não se sentem ansiosas ou ameaçadas. O doente pode sentir pânico súbito ou ataques de ansiedade sem saber o que desencadeou essa situação e pode viver com uma preocupação ou ansiedade constante. Sem tratamento, tais distúrbios podem restringir a capacidade da pessoa trabalhar, manter relações, ou mesmo de sair de casa.

Tanto a ansiedade como a depressão são frequentemente tratadas da mesma maneira, o que pode explicar o por quê dos dois distúrbios serem confundidos. Frequentemente é utilizada medicação antidepressiva, para a ansiedade, enquanto a terapia comportamental, com frequência, ajuda as pessoas a superar ambas as condições.



 Conclusão
O que a Bíblia diz sobre Ansiedade?
   “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4: 6-7

A sociedade cada vez mais se desenvolve visando o bem estar e a comodidade do futuro, é crescente pessoas que trabalham visando especialmente o lado financeiro, e isso involuntariamente gera certa ansiedade. De crianças a adultos é notório a presença de preocupações, seja no âmbito escolar, familiar, sentimental, espiritual, e principalmente na área profissional.

Em vários trechos na Bíblia Sagrada Deus adverte seus filhos não ficarem apreensivo por qualquer que seja a situação, pois agindo dessa forma é declarar que a fé está abatida, e sem fé é impossível agradar a Deus. No livro de I Pedro, capítulo 5 e versículo 7 menciona: “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” Não há porque ter dúvidas, pois as Escrituras é a própria voz de Deus e a maior verdade na qual o homem pode confiar.

Outra referência se encontra no Evangelho de Lucas, capítulo 12 e nos versículos 22 e 23 que diz: “A seguir, dirigiu-se Jesus a seus discípulos, dizendo: Por isso, eu vos advirto: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Porque a vida é mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes.” Fica evidente que Deus não quer de forma alguma que seus filhos se preocupem com os aspectos que envolvam a vida terrena, mas tão somente deseja que se preocupem em ajuntar tesouros nos céus, pois lá será eterno.

Por fim, a ansiedade não levará a lugar algum, apenas deixará o sujeito receoso, resta a cada um seguir os conselhos contidos na Bíblia, porém é preciso lembrar que é necessário obedecer, para que viva tranquilo e tenha paz de espírito.

Por Bruna Trindade Pires

Colaboração para Portal Escola Dominical – Prof. Jair César S. Oliveira
fonte  portal ebd

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes