SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

25 outubro 2014

4º Trim. 2014 - JUVENIS - Lição 4: A Bíblia e a Ciência

4º Trim. 2014 - JUVENIS - Lição 4: A Bíblia e a Ciência

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

Juvenis – CPAD

TEMA: O perigo da falsa ciência e das filosofias antibíblicas
COMENTARISTA: Silas Daniel


LIÇÃO 4 - A BÍBLIA E A CIÊNCIA


 TEXTO BÍBLICO

 Colossenses 2.4-8.

 ENFOQUE BÍBLICO

 “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo  os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo”  (Cl 2.8).

 OBJETIVOS


Provar que a Bíblia e a Ciência não são adversárias, mas, muito pelo contrário, de certa forma  uma completa a outra.
Alertar seus alunos  a não se deixarem seduzir pelos argumentos dos grupos científicos que desprezam a Deus e as Sagradas Escrituras.
Estimular os alunos a buscarem a boa ciência.


INTRODUÇÃO


Hoje, verificaremos se existe fundamento no ataque à Bíblia por alguns grupos em nome da Ciência.

Sugestão.

Pedir aos alunos que destaquem, por que, na opinião deles, muitos atacam a Bíblia.
Solicitar aos alunos por que muitos são contra a ciência. Que ciência?
Mostrar que muitos fatos científicos foram antecipados pela Bíblia, apesar de este não ser seu principal objetivo

A Bíblia não é um compêndio científico

A Bíblianão é um compêndio de ciência. Entretanto, muitos fatos de natureza científica são abordados por ela, porém  na linguagem do povo. Este, ao referir-se a certos fatos não se preocupa com a linguagem específica da ciência.

O objetivo primordial da Bíblia não é ensinar ciência, mas comunicar as verdades espirituais e conduzi-lo a Deus. È de se esperar que o ser humano, ao observar a Criação, também veja a mão potente de Deus: “Levantai ao alto ao alto e vede quem criou estas coisas, quem produz por conta o seu exército, quem a todas chama pelo seu nome; por causa da grandeza das suas forças  e pela fortaleza do seu poder, nenhuma faltará” (Is 40.26).

A Bíblia responde às perguntas fundamentais do ser humano, trata do problema do pecado e da salvação. Mais do que tudo, a Bíblia dá esperança, consolo e orientação ao ser humano.

Como exemplo de críticas infundadas, sem base  estão aqueles que destacam o “dia longo de Josué” , quando ordena ao Sol que pare, (Js 10.12) desejando encontrar erro, por afirmar que o Sol gira em torno da Terra. Mas , ele não estava preocupado com a linguagem científica. Todos afirmam: “O Sol nasce” ou se “põe”, não afirmamos que a Terra deu “outra volta”.

O curioso é quando cientistas pra fazerem cálculos das coordenadas celestes referentes ao passado, notaram a falta de “um dia” tiveram de recorrer à Bíblia.: notou-se que o tempo referente era de 23 horas e 20 minutos. Os cientistas observaram:  “O sol  não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro” (Js 10.13). O tempo restante foi encontrado em 2 Rs 20.8-11. Por meio da oração de Isaías, no relógio de Acaz, a sombra recuou 10 graus, que são equivalentes aos 40 minutos restantes.  O fato  aconteceu, conforme  o jornal “Folha da Tarde” de 30de setembro de 1974, no Centro deGreen Balt, Maryland..

Ainda  a oração de Josué, conforme o sentido original, pode ser traduzido por “Sol, cala-te”, ou “aquieta-te”. O Sol, ao enviar suas irradiações, provoca um sol musical, não percebido pelos ouvidos.

OBS:  “Admite-se, também que a ação do Sol sobre a Terra é a causa de sua evolução em torno do seu próprio eixo. Assim, as palavras de Josué demonstrariam  uma tremenda exatidão científica,  e a Terra teria diminuído a velocidade de seu movimento de rotação, em virtude de um temporário enfraquecimento da ação do Sol sobre ela. O grande Newton demonstrou quão rapidamente a velocidade da Terra poderia ser diminuída sem choque apreciável para seus habitantes”

O importante é que a linguagem da Bíblia é compreensível a qualquer pessoa e todos podem  fortalecer-se por uma oração respondida de tal forma! Só um milagre!

A Bíblia sempre tem razão


Quantoà Terra

Existiam várias concepções sobre a Terra. Para os gregos, o deus Atlas a sustentava. Já a Bíblia salienta sobre Jesus: “O qual, sendo o resplendor de sua glória, e a expressa imagem de sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra de seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade nas alturas”  (Hb 1.3). A palavra de Deus trouxe que trouxe à existência todas as coisas e as sustenta: elas estão firmes.

Só Ele pode sustentar, segurar a Criação. Na natureza existem árvores com cinco, dez e até vinte metros de altura; pesando milhares de quilos que estão apoiadas em apenas 25 ou 30 centímetros de fibras e raízes.

Os egípcios acreditavam que a Terra que  estava apoiada sobre cinco colunas, outros sustentavam que o planeta Terra havia sido chocado de um grande ovo cósmico.

Outras idéias sobre a forma da Terra:

  • Tales de Mileto (640-546 a.C.). Para ele, a Terra possuía a forma de um pires.
  • Anaximandro: Afirmava que a Terra era cilíndrica, sua base era igual a um terço da sua altura; para ele a Terra se mantinha imóvel no centro do universo devido à igual pressão do ar por todos os lados.

Pitágoras foi o primeiro a afirmar que a Terra era redonda. Isaías já declarara: “Ele é o que está assentado sobre o globo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; ele é o que estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar”(Is 40.22).

Muitas outras afirmações que a Ciência veio conformar estão contidas na Bíblia.  A Terra suspensa no espaço. Assim está registrado em Jó: “O norte estende sobre o vazio; suspende a terra sobre o nada”  (Jó 26.7).

Jó, como podemos perceber, existem várias observações científicas como o peso do ar: “Quando deu peso ao vento e tomou a medida das águas”  (Jó 28.25).

Também podemos destacar o fogo na crosta interior da Terra:  “A terra, de onde procede o pão, embaixo é revolvida como por fogo”  (Jó 28.5).

Ainda no livro de Jó, temos a procedência do frio: “Das recâmaras do sul sai o pé de vento e, do norte, o frio” (Jó 38.7)

O envelhecimento do Universo: “Desde a antiguidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como uma veste, envelhecerão; como roupa os mudarás, e ficarão mudados. Mas tu és o mesmo, e os teus anos não terão fim”  (Sl 102.25-27).

Alguns, no passado, tentarm contar as estrelas, no entanto, a Bíblia já afirmava: “Então, o levou fora e disse: Olha, agora para os céus e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente”  (Gn 15.5).

Muitos contradisseram as Escrituras, pois elas afirmam que criou o mundo do nada.  Um dos que contribuíram para tentar desacreditar as Escrituras foi Lavoisier (1743-1794) com sua “lei”. Era chamada a lei de Lavoisier: “Na natureza nada se perde, nada se cria; tudo se transforma”. Quando os Estados Unidos explodiram sua primeira bomba em 1945, não ocorreu conservação da matéria, mas sua parcial desintegração

A Bíblia e a Ciência

Existem muitos debates acerca da Bíblia e da Ciência. Para alguns, os cristãos são retrógrados e inimigos da  Ciência.

Podemos destacar a confusão entre razão e racionalismo. Os cristãos utilizam a razão, sua capacidade de pensar, refletir, analisar., porém também possuem fé em Deus. Sabemos que nos aproximamos de Deus pela fé e muitos fatos somente podem ser explicados pela fé: “Pela fé, entendemos que os mundos pela palavra de Deus,  foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”  (Hb 11.3).

Já o racionalismo é a negação de tudo que não pode ser explicado pela razão, como se os homens fossem os detentores da sabedoria e ciência.

OBS: “Racionalismo é um termo aplicado à escola de pensamento que diz não haver nenhum conhecimento válido fora da razão humana. Em palavras mais simples, aquilo que não puder ser explicado de forma racional deve ser rejeitado. Nesse caso, a revelação, que se encontra nos domínios da fé, não pode ser aceita como forma de conhecimento válido. Essa forma de pensar, que é filha da modernidade, é de fato a mãe do materialismo e do ateísmo”  (José GONÇALVES.. Razão e revelação não devem ser colocadas em oposição. Mensageiro da paz, agosto 2008, pág. 16).

Por outro lado, Deus é que permitiu que o homem obtivesse conhecimento. Os cristãos não são contra a ciência. Esta possibilitou que fronteiras fossem diminuídas, avanço da Medicina, combate a doenças. 

O que existem são distorções. O homem deveria agradecer a Deus pela oportunidade de conhecimento. Não se comportar como se ele fosse capaz de sozinho obter suas conquistas. O homem devera curvar-se adorar o Criador.  Se alguém em nome da ciência, voltar-se contra Deus e usar a ciência como tal, isso significa que estamos diante da falsa ciência, pois há muitos cientistas que crêem em Deus.

Muitos declaram que a ciência refutou, abalou o Cristianismo, porém como afirma :Charles Colson  “O Cristianismo fez a ciência possível”. As grandes descobertas da Ciência constituem um argumento apologético na defesa do Cristianismo.

Muitos cristãos, inclusive cientistas, realizaram suas pesquisas par defender a fé.  Isac Newton era um cristão que declarou que seu estudo científico era motivado pelo desejo de defender a fé. Cada detalhe, cada pormenor que um cientista sem preconceitos examina, descobre como Deus é grande!

Newton enfatizou que a ciência nos mostra “quem é causa primeira, que poder Ele tem sobre nós e que benefícios recebemos dEle”. Assim, “nosso dever para com Ele,  assim como de uns para com outros, se manifestará a nós por meio da natureza”. Para ele, o trabalho da ciência é “deduzir as causas a partir dos efeitos, até que cheguemos à causa primordial, que certamente não é mecânica”; “Esse lindíssimo sistema de sol, planetas e cometas somente poderia proceder do conselho e domínio de um Ser inteligente e poderoso”  (Charles COLSON & Nancy PEARCEY CITANDO Newton em E Agora como Viveremos?, pág.500).  

Muitos livros didáticos mostram a ciência como causadora da morte da religião. Entretanto, muitos cristãos têm defendido a sua fé diante de falsas alegações “científicas.”.

Colson cita o caso de um Juvenil de 15 anos no Coloradoque argumentou contra um vídeo que estava sendo exibido na sala de aula.  A exibição se iniciava destacando que a vida se originara há bilhões de anos, quando “Ventos poderosos reuniram aleatoriamente moléculas da atmosfera”. O aluno argumentou, respeitosamente, contra o vídeo que destoava, sem provas, que a vida na terra acontecera por mero caso. A diretoria da escola concordou com a argumentação, entretanto  a escola foi obrigada a mudar sua posição diante de pressões. O estudante Danny então ofereceu um vídeo para a classe, para que todos refletissem sobre as afirmações do Darwinismo.

Assim, é necessário separar alegações filosóficas da ciência. Também é fundamental não desestimular os jovens cristãos do interesse pela ciência, ao lado da Bíblia.  Um cientista cristão é algo valioso.

Devemos examinar as bases do que é apresentado utilizarmos as nossas armas contra qualquer oposição  a Deus: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos e toda altivez que ser levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo entendimento à obediência de Cristo”  (2 Co 10.4-5).

CONCLUSÃO

A Palavra de Deus não falha! O Arquiteto do Universo sabe como ele funciona!
Continuemos a ensinar esta precisa mensagem e a defender nossa fé das investidas de Satanás.
Louvemos a Deus: “Da verdade, levantemos o estandarte,/Arvoremos o estandarte de Jesus,/Proclamemos com valor,/por toda parte,/A mensagem soleníssima da cruz./O mundo está sem luz, sem paz;/Levemos paz, consolação,/A quem na dor, no luto jaz,/ Sem luz, sem paz, sem salvação” (1aestrofe e estribilho do hino 162 da Harpa Cristã).

Colaboração para o Portal Escola Dominical:  Profª. Ana Maria Gomes de Abreu (In Memorian).
 http://www.portalebd.org.br/classes/juvenis/item/3574-juvenis.html

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes