SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

17 novembro 2015

François Hollande Fará Coalizão Com Putin E Obama Contra Estado Islâmico

O presidente François Hollande revelou, nesta segunda-feira (16/11), a resposta que a França dará ao Estado Islâmico após os atentados de Paris em um histórico discurso ao parlamento francês. Hollande pediu que os parlamentares  prorroguem o estado de emergência decretado na França por três meses, durante um discurso solene diante dos legisladores reunidos em Versailles, três dias após os atentados que sangraram Paris.

"O Parlamento será acionado na quarta-feira sobre um projeto de lei prorrogando o estado de emergência por três meses", declarou Hollande, que também anunciou que a Constituição será revisada para permitir aos poderes públicos "agir contra o terrorismo de guerra".


Além disso, o chefe de Estado anunciou que irá encontrar nos próximos dias seus colegas americano e russo, Barack Obama e Vladimir Putin, para formar "uma grande e única coalizão" contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que reivindicou os atentados que fizeram ao menos 129 mortos na sexta-feira à noite na capital francesa.

Ainda sobre a luta contra o EI, Hollande anunciou que a França irá "intensificar suas operações na Síria", após os ataques realizados domingo à noite contra Raqa, reduto do EI.

Ele ressaltou que o presidente sírio, Bashar al-Assad, "não pode ser uma solução para o conflito, mas o nosso inimigo na Síria é o Daech".

"O porta-aviões Charles de Gaulle será enviado na quinta-feira ao leste do Mediterrâneo, o que triplicará nossas capacidades de ação. Não haverá hesitação e nenhuma trégua", acrescentou diante do Parlamento.

Além do encontro com Putin e Obama, Hollande também anunciou que irá pedir ao Conselho de Segurança da ONU uma resolução destacando "a vontade comum de lutar contra o terrorismo."

Os atentados de Paris, que fizeram ao menos 129 mortos e mais de 350 feridos, "foram decididos, planejados na Síria, preparados e organizados na Bélgica e perpetrados em nosso território com a cumplicidade de franceses", detalhou o presidente, enquanto cinco dos sete terroristas já foram identificados.

Face ao trauma desses novos atentados, dez meses após o choque dos atentados contra a revista satírica Charlie Hebdo e a um mercado kosher, o chefe de Estado pediu aos franceses "perseverança, união, lucidez, dignidade" após esses "atos de guerra" que fizeram vítimas de 19 nacionalidades.

Sobre ações concretas na França, ele anunciou a criação de cerca de 8.500 postos para reforçar as forças de ordem e a administração da justiça.

"Nós erradicaremos o terrorismo porque nós estamos comprometidos com a liberdade, com a influência da França no mundo", concluiu o presidente Hollande, muito aplaudido pelos parlamentares, que logo depois entoaram o hino nacional, La Marseillaise.

Os atentados de Paris são os mais graves já realizado em solo francês.


Correio Braziliensehttp://rembrandtcarvalho.blogspot.com.br/2015/11/francois-hollande-fara-coalizao-com.html