SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

06 novembro 2015

Número de muçulmanos refugiados se convertendo aumenta no Iraque, diz missionário

Muçulmanos que testemunharam as inúmeras brutalidade cometidas pelo Estado Islâmico em nome de Alá, entraram em conflito com sua fé.

Cada vez mais refugiados muçulmanos, abrigados nos campos da ONU no Iraque, estão adotando a fé em Jesus Cristo e expressando repugnância à sua antiga religião, relatam os missionários da organização Christian Aid Mission.
"Eles estão doente do Islã. As pessoas estão com muita fome de saber sobre Cristo, especialmente quando ouvem sobre milagres, cura, misericórdia e amor", disse um missionário que não teve identidade revelada, segundo o site Gospel Herald.
O diretor ministério, que também não quis ser identificado por razões de segurança, disse que muitos muçulmanos testemunharam as inúmeras brutalidade cometidas pelo Estado Islâmico em nome de Alá, e entraram em conflito com sua fé. 
"A ação terrível e horripilante do EI nos fez um grande favor, porque eles vieram e mostraram aos muçulmanos toda a matança, dizendo que tudo está nos versos do Alcorão. Portanto, agora não temos que dizer muito, apenas a verdade", disse o diretor.
A região curda do Iraque abriga cerca de 900 mil refugiados — sendo que destes, cerca de 233 mil vieram da Síria e de outras regiões do país, informou um relatório emitido pelas Nações Unidas emitidos em janeiro deste ano.
Missões nos campos
O diretor conta que além do abrigo, a Christian Aid Mission auxilia os refugiados muçulmanos com a entrega de comida, cobertores, aquecedores e fraldas para bebês. Os voluntários também distribuem exemplares da Bíblia aos refugiados que manifestam interesse em saber mais sobre Jesus Cristo.
"Acreditamos no poder da Palavra de Deus. Não temos muitos pregadores, não temos muitos missionários, mas nós temos a Palavra de Deus que somos capazes de imprimir, comprar e entregar para as pessoas e suas crianças", disse o diretor.
Amor irresistível
Ele lembrou do caso de um muçulmano, que demonstrou resistência no primeiro momento em que recebeu a Bíblia.
"Ele disse: 'Ok, mas eu sou muçulmano, eu não posso me tornar cristão. Eu tenho uma grande família, e meu pai é um extremista radical'", relata o diretor. "Eu disse: 'Eu não pedi para você ser cristão. Eu não estou tentando mudar a sua religião aqui. Eu só quero que você leia a Bíblia e saiba quem é Jesus Cristo. Eu quero que você tenha um relacionamento com Deus'".
O muçulmano concordou e começou a ler a Bíblia junto com sua esposa e seus filhos.
Depois de algum tempo, o refugiado muçulmano se dirigiu até o líder do ministério com uma lista de perguntas levantadas durante a leitura da Bíblia. Ele descobriu que o muçulmano não sabia muito sobre Maomé, o profeta do Islã, e que algumas de seus perguntas eram sobre quem Maomé realmente era.
Então, o diretor da Christian Aid Mission deu a ele informações básicas sobre Maomé, sem tomar um posicionamento contrário ao profeta do Islã. Diante das informações, o muçulmano deu a ele uma resposta surpreendente.
"Ele disse: 'Quer saber? Eu não gosto mais de Maomé'. Eu fiquei feliz, mas surpreso, então eu perguntei: 'E agora?'. Ele disse: 'Eu quero ser um cristão'. Eu disse: 'Eu pensei que você tivesse dito antes que não queria ser cristão'. Ele disse: 'Oh, eu mudei de idéia'. Assim, ele foi salvo", relata o diretor.
Fonte:http://www.cpadnews.com.br/

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 8

AULA EM 20 DE AGOSTO DE 2017 – LIÇÃO 8 (Revista: Editora Betel) Tema:  Jesus o missionário excelente Texto Áureo:   Jo 12.4...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS VISITADAS