SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

09 novembro 2015

Oração: nós recebemos a ajuda, Deus recebe a glória

oraca-nos-recebemos
Uma das características únicas de Deus é que ele mostra a sua glória ajudando em vez de exigir ajuda. “. . . Nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha para aquele que nele espera.” (Isaías 64:4). “Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma coisa precisasse” (Atos 17:25). “Ele ainda se levantará para mostrar-lhes compaixão” (Isaías 30:18).

Isso muda a forma como oramos.
Quando pedimos ajuda a ele, sabemos que ele vai nos dar por causa de seu nome, não porque merecemos. Sua ajuda a nós destaca suas riquezas. “Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” (Filipenses 4:19). Jesus morreu para obter toda a ajuda que precisamos. Assim, não apenas os nossos louvores, mas também as nossas petições, tornam-se formas de glorificar a Deus. Elas chamam a atenção para suas riquezas, e não para nossos direitos.
O princípio é este: Nós recebemos a ajuda; ele recebe a glória.

Atenção para Suas Riquezas, Não para Nossos Direitos

Por exemplo, o salmista ora:
Ajuda-nos, ó Deus da nossa salvação,
pela glória do teu nome;
e livra-nos e perdoa os nossos pecados,
por amor do teu nome. (Salmos 79:9)
Nós recebemos ajuda, libertação e expiação; ele recebe um nome exaltado. Por isso, repetidamente aparece no Antigo Testamento:
Por amor do teu nome, SENHOR,
perdoa a minha iniquidade, pois é grande. (Salmos 25:11)
Vivifica-me, SENHOR, por amor do teu nome! (Salmos 143:11)
Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa;
Ó Senhor, atende-nos e age;
Não te retardes, por amor de ti mesmo. (Daniel 9:19)

Dando Ajuda, Não Exigindo-a

Da mesma forma, quando Jesus vem, a primeira coisa para a qual ele nos diz para orar é a glória do nome de Deus: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome” (Mateus 6:9).
E quando Paulo ora, todos os seus pedidos são para este mesmo fim:
E peço isto: que . . . (sejam) cheios de frutos de justiça, que são por Jesus Cristo,para glória e louvor de Deus (Filipenses 1:9-11).
Não cessamos de orar por vós, para que o nosso Deus . . . cumpra com poder todo propósito de bondade e obra de fé, a fim de que o nome de nosso Senhor Jesus seja glorificado em vós (2 Tessalonicenses 1:11-12).
Isso é maravilhoso. Deus exalta sua graça e poder ao conceder ajuda ao invés de exigi-la. Ele projeta a vida cristã para que tenhamos a alegria enquanto ele recebe a glória.
Mas isso exige que nasçamos de novo.

Feliz por Deus ser Deus

Antes do novo nascimento, somos alérgicos a tal humildade. Nós não só queríamos ser felizes, queríamos ser felizes por ser alguém. Nós não gostamos da ideia de que Deus recebe toda a glória, enquanto tudo que nós recebemos é a ajuda dele e alegria nele.
Mas quando nascemos de novo, estamos felizes por Deus ser Deus. Estamos contentes por Deus receber toda a glória, enquanto permanecemos alegremente suplicando por misericórdia. Então, ore sem cessar e coloque a glória de Deus para ser vista.
Ao seu Rei você vai chegando,
Grandes petições vai carregando;
Pois sua graça e poder são tais
Que ninguém pode pedir demais. (John Newton)