SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

29 janeiro 2016

Presidente do Irã vai ao Vaticano e pede ao Papa Francisco que "ore por ele"

Rouhani teve uma reunião privada com o Papa durante sua viagem de quatro dias à Europa, o que analistas dizem que se destina a restabelecer laços com potências ocidentais depois que sanções econômicas contra a República Islâmica foram suspensas.

O presidente iraniano, Hassan Rohani reuniu-se com o Papa Francisco no Vaticano na última terça-feira (26), e pediu orações ao pontífice, enquanto seu país no Oriente Médio tenta melhorar sua relação com a comunidade internacional.

Rouhani teve uma reunião privada com o Papa durante sua viagem de quatro dias à Europa, o que analistas dizem que se destina a restabelecer laços com potências ocidentais depois que sanções econômicas contra a República Islâmica foram suspensas.

Durante sua visita, Rouhani teria pedido ao papa que orasse por ele, acrescentando que visitar o local sagrado católico era um "verdadeiro prazer".

"Peço-lhe que ore por mim", disse Rouhani ao papa após a sua reunião privada, segundo o Washington Post.

Segundo relatos da CNN, a conversa de 40 minutos entre o papa e Rouhani provavelmente centrou-se nas conturbadas relações do Oriente Médio com os Direitos Humanos - como por exemplo as constantes violações da liberdade religiosa.

"As partes salientaram a importância do diálogo inter-religioso e da responsabilidade das comunidades religiosas para promoverem a reconciliação, a tolerância e a paz", disse o Vaticano em um comunicado após a reunião.

O Vaticano acrescentou em sua declaração de que "durante os cordiais colóquios, valores espirituais comuns surgiram e fez-se referência ao bom estado das relações entre a Santa Sé ea República Islâmica do Irã, a vida da Igreja no país e a ação da Santa Sé para favorecer a promoção da dignidade da pessoa humana e da liberdade religiosa".

A declaração da Santa Sé acrescentou que o papa e o líder iraniano também discutiram a importância global do Irã, reduzindo seu programa nuclear.

"Passou-se então à conclusão e aplicação do Acordo Nuclear e do importante papel que o Irã é chamado a desempenhar, juntamente com outros países da região, promovendo soluções políticas adequadas para os problemas que afligem o Oriente Médio, para lutar contra a propagação do terrorismo e do tráfico de armas", disse o Vaticano.

A reunião com o presidente do Irã vem depois de as Nações Unidas e a União Europeia determinarem que as sanções econômicas impostas à nação poderiam ser suspensas depois de cumpridos os regulamentos para seu programa nuclear.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Itália, Paolo Gentiloni disse à CNN que ele acredita que a recente visita do líder iraniano a Roma é indicativo da tentativa do Irã em restaurar as relações com as potências mundiais.

"Eu acho que a reunião do presidente Rouhani com o papa é um dos sinais do fato de que, após o acordo nuclear, temos a possibilidade de uma participação relevante do Irã em um quadro regional e global", disse Gentiloni.

Na sequência do recente acordo nuclear, Rouhani disse em um comunicado que o acordo foi uma "página de ouro" na história da nação.

"O acordo nuclear é uma oportunidade que devemos usar para desenvolver o país, melhorar o bem-estar da nação, e criar estabilidade e segurança na região", disse Rouhani ao parlamento, após a assinatura do acordo.

Segundo a NBC News, Israel ainda permanece desacreditado de que o acordo nuclear venha a promover alguma mudança eficiente na atitude do Irã com relação ao respeito aos Direitos Humanos e também com os países vizinhos.

Saeed Abedini

Recentemente, o Irã esteve no foco das críticas de ativistas do combate à perseguição religiosa. A "gota d'água" foi a prisão do pastor Saeed Abedini, que passou mais de 3 anos e meio detido no país e sofrendo com sessões de tortura e espancamento, que visavam forçá-lo a negar sua fé cristã.

A libertação de Saeed não chegou a ser um colocado na negociação deste novo acordo nuclear.

Guiame