SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

08 janeiro 2016

Sinais que antecedem a volta de Cristo

Por Eliseu 
Antonio Gomes

Algum tempo antes de retornar ao Pai celestial, Jesus Cristo
 esteve com seus discípulos e fez com que soubessem sobre
 os sinais, pistas, a respeito de sua triunfal volta a este mundo.

Mateus 24.1 - 25.46. No último discurso em Mateus,
 Jesus fala sobre a destruição do templo e sobre a Vinda
 do Filho do Homem, sobre o sofrimento e perseguições
dos últimos tempos e também sobre a importância de vigiar
(25.1-13) e ser fiel (24.45.51; 25.14-30), enquanto se
espera o juízo final (25.31-46).


Jesus ensinou como devemos viver até que Ele venha. "Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas. As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas" - Mateus 25.1-4.

A parábola As Dez Virgens (25.1-13) ensina claramente a necessidade de vigilância. Somente os crentes que estiverem preparados para a vinda de Cristo entrarão no reino.

Havia duas fases no casamento judaico. Na primeira, o noivo ia à casa da noiva para buscá-la e cumprir certas cerimônias religiosas. Depois, ele a levava para sua casa a fim de dar prosseguimento às festividades. Cristo levará a sua Noiva, a Igreja, para o céu antes da tribulação; depois voltará com ela em sua segunda vinda para as Bodas do Cordeiro, a festa do casamento a ser realizada na terra.

Nos últimos dias surgirão espíritos enganadores. "Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência" - 1 Timóteo 4.1-2. Textos correlatos: Tiago 3.15; 1 João 4.1;  2 João 7.

Queiramos e nos esforcemos para seguir a orientação de Paulo, capitulado em Romanos 12.1-2. Vivamos com toda disposição para ser convertido de verdade, tenhamos o pleno entendimento para recusarmos a viver como vivem as pessoas deste mundo. Porque tal objetivo, realizado com consciência do que se faz, é o sacrifício que agrada a Deus. Apenas quando convertidos é que passamos a ser uma pessoa que agrada ao Senhor, nos tornamos cristãos aptos a experimentar tudo que há de bom, perfeito e agradável que o Senhor preparou para nós.

Ao escrever sua primeira carta ao jovem pastor Timóteo, Paulo afirmou que vivemos nos últimos tempos, época caracterizada pela falsidade e maldade (Mateus 24.6-22; 2 Tessalonicenses 2.3-12; 2 Pedro 3.3; Judas 17-19). Outro sinal que os últimos tempos chegaram é a presença de falsos mestres na igreja, que levarão alguns a abandonar a fé. Os ensinamentos desses mestres devem ser rejeitados, pois são instruções de demônios (Tiago 3.15; 1 João 4.3; 2 João 7).

Sobre o ato da cauterização, na época em que Paulo escreveu a carta, era costume marcar os criminosos e os escravos fugitivos com um ferro em brasa. Alguns donos punham em seus escravos a sua própria marca. Desta situação, podemos fazer uma alusão: a insensibilidade perante às mensagens da Palavra de Deus produz um efeito parecido ao de uma cicatriz de queimadura na mente do ser humano que despreza a fé.

Os crentes fiéis ao Senhor serão odiados e sofrerão perseguição. "Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome" - Mateus 24.9.

Em seus ensinamentos particulares no monte das Oliveiras (Mateus 24.3-14), Jesus respondeu a duas perguntas dos discípulos, relacionados à sua segunda vinda e sobre o fim dos tempos. E momento imediatamente antes, falou sobre a destruição do templo e de Jerusalém (versos 1 e 2), o que se cumpriu de maneira cabal no ano 70 d.C., quando o exército romano, comandado pelo general Tito, invadiu Jerusalém.

No capítulo 24 de Mateus, encontramos o registro de Jesus descrevendo uma série de fatos que antecederiam seu retorno: falsos cristos (verso 5); guerras e rumores de guerras, fome, pestes, terremotos em vários lugares (verso 7), porém, esses sinais representam apenas o começo dos tempos do fim, descrito como princípio de dores (verso 8). Neste tempo, os seguidores de Cristo serão perseguidos, haverá falsos profetas, iniquidade em extremo e falta de amor. Todavia, a salvação será daqueles que permanecerem fiéis até o fim (verso 13).

Antes da segunda vinda de Jesus e do fim haverá catástrofes naturais. "E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu" - Lucas 21.11.

O sermão profético de Jesus, cujo registro encontra-se em Lucas 21.5.36, é um resumo da mesma preleção encontrada em Mateus, capítulo 24. Embora menos extenso, sua narrativa contém pormenores exclusivos, como por exemplo "os sinais no céu" do versículo 11; a "boca e sabedoria" do versículo 15; "não perecerá nem um cabelo da vossa cabeça", do versículo 18; Jerusalém cerceada por exércitos, versículo 20, os dia da vingança do Senhor, versículo 22; e, a informação em detalhes no versículo 24.

Jesus prometeu vir outra vez e nos levar para vivermos junto dEle"Jesus disse: Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim. Na casa do meu Pai há muitos quartos, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito. E, depois que eu for e preparar um lugar para vocês, voltarei e os levarei comigo para que onde eu estiver vocês estejam também" - João 14.1-3 (NTLH).

As palavras de Jesus indicam que o caminho para a vida eterna, mesmo sendo invisível, é seguro, tanto quanto a nossa confiança em Deus. Cristo já preparou o caminho, a única coisa que ainda pode ser incerta é a prontidão do crente para permanecer fiel até o fim.

Existem poucos versículos nas Escrituras que descrevem a vida eterna, porém, cada um deles contém preciosas promessas. Aqui, Jesus promete preparar o aconchego da nossa morada e voltar para buscar os discípulos. Podemos aguardar a vida eterna, porque Jesus a prometeu a todo aquele que nEle crer.

A segunda vinda do Senhor Jesus será rápida"Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem" - Mateus 24.26-27.

Em tempos de perseguição, até mesmo os cristãos mais convictos estarão sujeitos enfrentar dificuldades para manter sua fidelidade. Para evitar que sejamos enganos por falsos messias, as Escrituras informam que a segunda vinda de Cristo será inconfundível (Marcos 13.26). Nesta ocasião, ninguém duvidará da identidade de Jesus. Portanto, se alguém lhe disser que o Messias chegou, este alguém é uma pessoa mentirosa, pois a volta dEle será evidente para todos (Mateus 24.27).

E.A.G.http://belverede.blogspot.com.br/

A Bíblia Anotada - Expandida - Charles C. Ryrie, página 945, edição 2007, Barueri (Mundo Cristão/SBB). 
Bíblia de Estudo Almeida, página 313, edição 2006, Barueri (SBB).
Bíblia de Estudo NTLH, páginas 966, 1128,  edição 2005, Barueri (SBB).
Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, página 1448, edição 2004, Rio de Janeiro (CPAD).
Bíblia de Estudo Explicada - S. E. McNair, página 1160, edição 2014 Rio de Janeiro (CPAD).