SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

01 outubro 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 1


AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 1
(Revista: Central Gospel - nº 48)

Tema: A DITADURA DO ORGULHO

Texto Áureo: 1 Coríntios 4.7b
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesse início de trimestre comece apresentando o tema da revista e os temas das lições.
“mais emblemáticos”, quer dizer que a sua vida e atitudes caracterizam um tipo de pessoa, como um emblema ou rótulo.
“alcançou grande sucesso por seus feitos”, isso porque estava em integridade, assim como muitos obreiros, começam bem e depois desabam.
“orgulho que permitiu entrar”, aqui está um grande problema, ele deixou entrar um sentimento que não era de Deus pra sua vida.
_______________________________________________
1. OS DOIS SENTIDOS DA PALAVRA ORGULHO
- “quase que de forma inseparável”, é algo comum da natureza humana, que dentro do controle pode ser percebido na nossa vida.

1.1. Considerado positivamente
- “determinados objetivos alcançados”, depois de algumas lutas e privações o servo de Deus tem o direito e até mesmo o dever de se alegrar com seus irmãos e honrar o nome do Senhor pela vitória.
“senso de dignidade”, saber que é digno de estar com o Senhor no Seu Reino. A um tempo atrás haviam uns líderes que conduziam o povo a acreditar que não poderiam ter nada e que humildade era sinônimo de pobreza.

1.2. Considerado negativamente
“sentido em que o termo é aplicado”, quer dizer que sempre que o termo aparecer na Bíblia é usado com esse significado.
“superior aos outros, em algum sentido”, o orgulhoso ao perceber que possui uma área onde ele é destaque, ele começa a tentar se aparecer mais.
__________________________________________
2. A BÍBLIA TRATA O ORGULHO COMO UM PECADO ABOMINÁVEL
- “primeiro pecado na esfera humana”, na verdade esse foi o primeiro pecado a ser originado na criação de Deus ele surgiu no coração de Satanás, enquanto estava ainda no céu.

2.1. Foi elemento principal na queda de Lúcifer na esfera angelical  
“sua elevada condição”, ele era um querubim ungido, o que indica que estava mais alto do que os outros anjos.
“Lúcifer”, o nome significa “luzeiro”, ou “o que traz a luz”.
- “presunção”, significa “julgar ser algo que não é”. É definido pela expressão “estar se achando.”

2.2. Foi o fator predominante na queda de Adão e Eva
“se tornaria tão conhecedores...quanto Deus”, e de fato se tornaram conhecedores, porém isso não traria qualquer benefício a eles. As ciladas do inimigo são para atiçar nosso orgulho, fazendo-nos pensar que certas situações nos beneficiarão.

2.3. Leva ao desejo de tomar para si a glória que é exclusiva de Deus
“riquezas, beleza ou cargos”, essas coisas, ainda que a pessoa tenha se esforçado grandemente para conseguir, deve sempre reputá-las como dádivas de Deus.
“desejo de usurparem a posição que Deus reserva”, quando essas pessoas começam a acreditar que são alguma coisa, começam a ficar displicentes com suas vidas e correm o sério risco de perder essas coisas ou outras.
Existem coisas na vida que são muito importantes, mas as pessoas não se dão conta, até o momento que perdem, como Adão e Eva perderam a presença de Deus, alguns perdem famílias, empregos e também a presença do Espírito Santo. 

2.3. Leva ao desejo de tomar para si a glória que é exclusiva de Deus
“riquezas, beleza ou cargos”, essas coisas, ainda que a pessoa tenha se esforçado grandemente para conseguir, deve sempre reputá-las como dádivas de Deus.
“desejo de usurparem a posição que Deus reserva”, quando essas pessoas começam a acreditar que são alguma coisa, começam a ficar displicentes com suas vidas e correm o sério risco de perder essas coisas ou outras.

2.4. Está em rota de colisão com o caráter de Deus
“João, o discípulo amado”, o próprio evangelista João se denomina “aquele a quem Jesus amava”. Jo 13.23
“concupiscência dos olhos”, aquilo que a pessoa deseja demasiadamente por chamar a atenção aos olhos.
“ávida busca pelos aplausos”, assim estão muitos jovens obreiros, descobriram que o Evangelho pode dar muito sucesso, tanto financeiro como fama, e passaram a investir tudo nessa busca.

2.5. Deve ser combatido pelos salvos
- “coração humilde”, houve um tempo em que se confundiu humildade com falta de recursos, mas esse tempo passou. Humildade significa ter consciência das próprias limitações, modéstia e simplicidade, podemos dizer também que é a ausência de orgulho.
“nunca desejou de forma obstinada”, essa verdade pode ser comprovada ao ler a história da ascensão desse rei ao trono. Pelo contrário, encontramos Davi honrando Saul, por ser ungido do Senhor, estando em condições de matá-lo.

2.6. O orgulhoso será punido e humilhado
- “olhos altivos”, é o olhar do orgulho, a pessoa que olha os outros por cima, como se fosse melhor do que eles. Embora o nome seja “olhos altivos”, não é percebido nos olhar e sim na fala e nas atitudes.
“o orgulhoso deve arrepender-se e mudar”, nesse caso ele terá que mudar sua forma de ver as pessoas, deve enxergá-las como pessoas importantes que são, e acreditar que no meio do povo há pessoas que podem ser melhores do que ele no que faz.
- “humilhado diante dos olhos do mundo”, Deus pode permitir isso para na perder a pessoa para Satanás, pois algumas pessoas infelizmente só aprendem passando pela prova.

3. SINTOMAS DO ORGULHO

3.1. Possui um exagerado senso de superioridade
“precisa sentir-se melhor e maior”, no meio secular isso é até incentivado dentro de certos parâmetros, mas no meio cristão isso é inaceitável, pois um pouco desse sentimento pode corromper toda uma congregação.
“Deus possui um caráter constante”, quer dizer que Deus não mudou com o tempo, não passou a aceitar esse comportamento hoje, porque os tempos estão mudados.
“em hipótese alguma, faz acepção de pessoas”, Deus jamais aceitaria que alguém mantivesse esse orgulho, por ter posições elevadas no ministério ou por ter cargo de elevada honra.

3.2. Pensa estar sempre com a razão e os outros errados
“dificuldade em aceitar que está equivocada”, devemos todos compreender que ninguém está livre de erros, todos podem errar. Os líderes devem saber dizer para a equipe ou para a congregação que se equivocou e que vai consertar o erro.
- “relacionamentos bons e duradouros”, ninguém consegue conviver bem com pessoas que se julgam sempre certas em tudo.

3.3. Não tolera receber críticas
- “não recebe com naturalidade as críticas”, existem dois tipos de críticas, as construtivas e as destrutivas. As destrutivas são as que não contribuem com o bem daquilo que realizamos e não devemos dar importância a elas, porém as construtivas são feitas para melhorar o que fazemos.
- “tende a reagir agressivamente”, veja como reagiu o rei Uzias:
“Então Uzias se indignou; e tinha o incensário na sua mão para queimar incenso. Indignando-se ele, pois, contra os sacerdotes, a lepra lhe saiu à testa perante os sacerdotes, na casa do Senhor, junto ao altar do incenso.”
2 Cr 26.19 
Professor(a), leia o contexto no Texto Bíblico Básico para saber em que circunstâncias ocorreu o fato.

3.4. É resistente às mudanças necessárias
“resistente às mudanças”, em muitos casos algumas coisas erradas em nossas vidas só são afastadas se fizermos mudanças profundas.
“lógica perversa”, é a lógica de que se a pessoa se acha melhor, então não precisa mudar nada.

3.5. Incomoda-se com o sucesso dos outros
“sente-se confrontado”, ele se incomoda por não ser ele a pessoa a ter o sucesso.
“profundamente desconfortável”, alguns se esforçam para não parecer que estão incomodados com a notícia da conquista dos outros, principalmente no meio cristão. Algumas pessoas passam anos insatisfeitas com as vitórias de outras sem confessar ou deixar transparecer.

3.6. Costuma ser preconceituosa
- “embrião do preconceito”, preconceito é um conceito pré formado sobre algo ou alguém, os orgulhosos julgam as pessoas antes de conhecê-las bem e por isso ocorre sérios preconceitos.
“sentimento deletério”, deletério é aquilo que é danoso, nocivo, pernicioso, ou prejudicial.
“ignorância sobre si”, a pessoa não se conhece, não sabe que é pó, que uma hora pode estar bem e noutra pode estar num leito de hospital.

4. CONSEQUÊNCIAS DO ORGULHO NA VIDA DO REI UZIAS
“iguala-se a Lúcifer e a Adão”, na verdade podemos dizer que ele iguala-se mais a Lúcifer, pois o maior erro de Adão não parece ter sido o orgulho. Porém o erro de Lúcifer foi totalmente o orgulho, a altivez, a soberba.
“tornam-se apenas reedições”, não existe pecado tão novo que nunca tenha sido cometido no passado.
“levaram-no a destruição”, ele não mediu as consequências antes de agir, isso acontece com aqueles que estão com o orgulho enraizado no coração.
“severamente punido pelo Senhor”, Uzias era uma figura pública e se as atitudes dele ficasse sem uma severa punição, então o povo não repeitariam mais os sacerdotes do Senhor e nem o santo Templo.
“processo de exclusão social”, para aquele que queria tanto aparecer como grande diante da nação, só restava o anonimato.
______________________________________
CONCLUSÃO
“escritor teólogo Matthew Henry”, autor do famoso comentário bíblico de Matthew Henry, da CPAD, interessante uma editora fazer referência de um autor promovido por outra editora. Isso é raro até mesmo no meio cristão.
“ser despretensioso”, é não ter pretensão de ser algo a mais que os outros.
- Faça a revisão com a classe repassando os pontos mais importantes.
- Corrija o questionário.

Boa aula!


Marcos André – professor