SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

21 outubro 2016

Lição 4 - A provisão de Deus no monte do sacrifício V


Nessa lição teremos a oportunidade de refletir sobre a provisão de Deus na experiência do patriarca Abraão, compreender que o sacrifício exigido por Deus, era uma prova para com o seu servo e que Deus revela seus propósitos e atributos no monte do sacrifício

PORTAL ESCOLA DOMINICAL
QUARTO TRIMESTRE DE 2016
ADULTOS - O DEU DE TODA PROVISÃO - Esperança e sabedoria divina para a Igreja em meio às crises
COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL
COMENTÁRIO: SUPERINTENDÊNCIA DAS EBD'S DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS EM RECIFE/PE


LIÇÃO 04 – A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO
(Gn 22.1-3)

INTRODUÇÃO
Nessa lição teremos a oportunidade de refletir sobre a provisão de Deus na experiência do patriarca Abraão, compreender que o sacrifício exigido por Deus, era uma prova para com o seu servo e que Deus revela seus propósitos e atributos no monte do sacrifício. Abraão nos ensina como encarar e tratar as provas de nossa vida para a glória de Deus.

I – PROVAÇÃO DIVINA NA VIDA DE ABRAÃO
A despeito de sua comunhão com Deus, o patriarca Abraão passou por uma experiência nunca antes vivida. Nessa passagem bíblica, encontramos o pai da fé sendo provado. Deus fez um teste com Abraão, não para fazê-lo tropeçar e assistir a sua queda, mas para aprofundar sua capacidade de obedecer a Deus e verdadeiramente desenvolver seu caráter.
1.1 Definição de provação. Segundo o Aurélio (2004, p. 1649) o termo prova significa: “Aquilo que atesta a veracidade ou autenticidade de alguma coisa”. No hebraico o termo é “nasah” que significa: “testar, tentar, provar, examinar, pôr a prova, fazer uma tentativa”. Na maioria dos contextos a palavra “nasah” tem a ideia de testar ou provar a qualidade de algo ou alguém, às vezes por meio de adversidades ou dificuldades. A tradução “tentar” em geral significa “provar”, “testar”, “pôr a prova”, e não no sentido que a palavra também admite de “atrair para cometer erro” (HARRIS, et all, 1998, p. 1373 – grifo nosso).
1.2 Diferenças entre provação e tentação. “E aconteceu depois destas coisas, que tentou Deus a Abraão” (Gn 22.1). “A expressão “tentou” no hebraico “nasah” aparece aproximadamente quarenta vezes no Antigo Testamento e de forma frequente se refere a Deus testando a fé e a fidelidade de seres humanos, incluindo Abraão (Gn 22.1); a nação de Israel (Êx 15.25; 16.4; 20.20; Dt 8.2,16; 13.3; Jz 2.22; 3.1,4); Ezequias (2Cr 32.31); e Davi (Sl 26.2) (PALAVRA CHAVE, 2011, p. 800). Embora, a ideia de testar ou pôr a prova, sugere algumas vezes tentar ou atrair alguém ao pecado,  dependendo do contexto. Abaixo destacaremos a diferença entre provação e tentação:
Para continuar a ler o artigo CLIQUE AQUI
COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROF. PAULO AVELINO

LIÇÃO 08 - A IGREJA DE CRISTO / SLIDES DA LIÇÃO / REVISTA CLASSE ADULTOS

BAIXAR SLIDES LIÇÃO 08 - A IGREJA DE CRISTO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS VISITADAS