SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

11 novembro 2016

Adultos: O Deus de toda provisão – Esperança e sabedoria divina para a igreja em meio às crises Lição 07: José: Fé em meio às Injustiças


Professoras e professores, observem estas orientações: 
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais,deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: José: Fé em meio às Injustiças.
- Falem: Vamos estudar sobre o personagem bíblico José. 
- Peçam para que os alunos abram a Bíblia no livro de Gênesis 37:3,4:
“E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores. Vendo, pois, seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos eles, odiaram-no, e não podiam falar com ele pacificamente”.
- Depois, perguntem: É correto os pais demonstrarem que gostam mais de um filho em detrimento dos demais?
Aguardem as respostas.
Observação: Este é um exemplo do método Estudo de Caso. Se desejar, conhecer mais sobre ele, leiam o texto pedagógico, postado abaixo.
- Lembrem-se de que ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Semente da fé”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Semente da Fé
Objetivos: 
Entender o que significa a expressão “Se tiveres fé como um grão de mostarda”.
Refletir sobre a fé.    
  Material:
01 envelope de sementes da mostarda.
Observações:
 - Vocês poderão encontrar as sementes de mostarda em supermercados e em lojas que vendem produtos agrícolas.
- A semente de mostarda é muito pequena e fácil de perdê-la. Então, para entregá-la aos alunos, coloque-a num pedaço de durex transparente, passando por cima dela outro pedaço de durex.
Procedimento:
- Leiam com os alunos: Lc 17. 05 e 06
“Disseram então os apóstolos ao Senhor: Acrescenta-nos a fé. E disse o Senhor: Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: Desarraiga-te daqui e planta-te no mar; e ela vos obedecerá”.
- Entreguem para cada aluno uma semente da mostarda e solicitem que a observem.
- Comentem que o versículo fala que a fé não é do tamanho da semente, mas como a semente. Não devemos observar a pequenez da semente, porém a dimensão do que ela pode produzir.
- Leiam: Mc 4.31 e 32.
“É como um grão de mostarda, que quando se semeia na terra é a menor de todas as sementes que há na terra; mas tendo sido semeada, cresce e faz-se a maior de todas as hortaliças, e cria grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se debaixo da sua sombra”.
- Falem: Para que a semente germine, cresça, ela deverá ser plantada em solo fértil. Nossa fé cresce em comunhão com o Senhor e guardando Sua palavra.
- Para concluir, leiam o texto “Plante a Semente no Lugar Certo”.
À beira do caminho estavam duas sementes de alface à espera de que um vento as levasse para a horta, que ficava muito distante dali, a fim de germinarem. Logo à frente existia um lindo pomar, com grandes árvores frutíferas. Disse uma das sementes: “Eu não vou esperar o vento me levar. Vou ficar aqui mesmo, neste pomar”.
E assim, para ficar no meio das grandes árvores frutíferas, desistiu de unir-se às hortaliças. Porém as sombras das árvores não permitiram que o sol aquecesse aquela pequena semente que, por isso, nunca chegou as germinar.
A outra semente, no entanto, com paciência esperava o vento levá-la até a horta.  Assim, depois de um tempo, conseguiu chegar ao seu destino. Lá o sol era abundante e ela logo germinou, tornando-se um lindo pé de alface.
Plantemos a semente da fé em terreno fértil, para que possa germinar em tempo oportuno.
Autoria do Texto desconhecida.
Dinâmica elaborada por Sulamita Macedo.

Texto Pedagógico

Método de Ensino: Estudo de Caso

Estudo de Caso é um método de ensino que tem sido utilizado em diversas áreas do conhecimento, por ter se revelado extremamente útil para estudo de um assunto, através da análise de um fato ou situação-problema. Na Educação Cristã, também há possibilidades de utilização.
O Estudo de Caso consiste na apresentação de um problema, análise e apresentação de soluções. A situação-problema apresentada, mesmo sendo um recorte da realidade, deve fazer parte de um contexto maior, apresentando pontos similares com outros fatos; é importante ressaltar que o caso deve ser bem elaborado, contendo detalhes e pontos relevantes, para que possa ser utilizado a contento em situação de ensino e aprendizagem.
Observem este exemplo de Estudo de Caso para trabalhar com professores:
“Trim... Trim.... Trim... Trim...Trim. Insistentemente toca o despertador.
O professor da EBD, Fulano de Tal, com um olho aberto e outro fechado, olha para o relógio. São 8:00 horas. Ele se lembra que é domingo, pula da cama e observa no agendamento feito com os colegas professores  que hoje é seu dia de  ensinar. Começa a procurar a revista de lições bíblicas, olha qual o assunto e pensa: Vai ser moleza! E chega à Igreja pontualmente às 9:30 horas”.
Após a apresentação, procede-se com a análise do caso. Neste exemplo, embora apresente uma situação hipotética, há elementos reais que acontecem com os professores, que devem ser analisados, tais como: planejamento pessoal, plano de aula, organização de tempo, pontualidade, assiduidade, compromisso etc.
Este método de ensino pode ser apresentado de diversas formas:
- Oralmente: o professor ler para o grupo a situação-problema de forma que haja compreensão e possibilidade de prosseguir na investigação do caso, sem que seja necessária sua repetição por mais de duas vezes.
- Por escrito: o professor escreve a situação-problema em uma cartolina ou entrega digitada para os alunos ou mesmo apresenta através de slides.
- Através da contação de história: o professor deve ler de forma que haja entendimento do que se quer analisar. É importante que a história não seja longa.
- Apresentação de um filme: é importante a escolha de um trecho do filme, tendo em vista o tempo de aula; se o filme for curto, então há condições de exibi-lo em sua totalidade.
- Encenação: antes da apresentação, procure passar o texto com os “atores”.
- Reportagem ou documentário: neste caso pode ser escrito ou oral, observe então as orientações para apresentação dessas duas formas, como também as indicações de utilização de filme, apontadas acima.
- Através de foto: o professor deverá apresentar a foto e lançar uma pergunta.
- Apresentação da situação-problema para o grande grupo: o caso será apresentado de forma única e analisado por todos, requerendo do professor habilidade de liderança, não deixando que o tema seja desviado. As soluções apresentadas deverão ser escritas num quadro, cartolina ou outro meio visível para todos do grupo.
- Apresentação da situação-problema para fracionamentos de um grupo: o grupo deverá, neste caso, ser dividido em pequenos grupos para analisar o caso. Aqui também é importante o controle do tempo e liderança habilidosa, tanto no momento da análise do caso, como na apresentação de cada grupo.
É recomendável utilizar o Estudo de Caso antes da discussão de um tema a ser estudado, dessa forma possibilitará a diversidade de elementos para estudo, como também apontará caminhos e direção para o aprofundamento do assunto.
O Método Estudo de Caso pode ser agregado à aula expositiva, possibilitando a participação do aluno. Então, que tal utilizá-lo na EBD?

Por Sulamita Macedo.

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 8

AULA EM 20 DE AGOSTO DE 2017 – LIÇÃO 8 (Revista: Editora Betel) Tema:  Jesus o missionário excelente Texto Áureo:   Jo 12.4...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS VISITADAS