SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

10 novembro 2016

MENOS DE 40% DOS CRISTÃOS PRATICANTES LEEM A BÍBLIA


Apesar de continuar sendo o livro mais impresso e vendido no mundo, menos da metade dos cristãos praticantes passam tempo envolvidos com a Bíblia, afirma a American Bible Society (ABS). Foram feitas entrevistas, por amostragem, de mil pessoas adultas, de ambos os sexos e diversas faixas etárias e de renda.

Em uma conferência do Movement Day Global Cities, no início do mês, Samuel Harrell, diretor do Projeto Ignição, ligado à ABS, apresentou dados de um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas Barna Group ao longo de seis anos.
O material, que fala sobre como os cristãos lidam com a Bíblia, mostra que apenas 18% da população – com 18 anos ou mais – lê a Bíblia diariamente. Dentro desse grupo, os que afirmam ser cristãos praticantes, apenas 37% têm contato com as Escrituras diariamente – fora dos horários de culto.
“Temos a honra de caminhar por vários anos com o Barna Group analisando o estado da Bíblia na América. Eu sei que todos estamos sentindo os ventos de mudança e as tendências que estão nos afetando, então você provavelmente já conversou com as pessoas sobre a maneira como elas veem a Bíblia em nossa cultura atualmente”, explicou Harrell. Os índices são semelhantes a outro estudo sobre o assunto divulgado em 2012.
Fergus Macdonald, do Centro para o Envolvimento com as Escritura, sediado na Universidade Taylor, explicou: “É o Espírito Santo que permite que o texto fale por si mesmo, quando o texto fala é a voz de Deus Pai que foi ouvida. É Jesus Cristo que, através do texto, faz uma reivindicação única sobre quem lê e quem ouve”.
De acordo com Harrell, o estudo encomendado pela ABS mostrou que apenas 38% dos americanos se consideravam “amigos da Bíblia”. Entre aqueles que afirmaram ler a Bíblia seguidamente, 14% são homens e 22% são mulheres.
Quando divididos por idade, nota-se que os mais novos, (abaixo de 31 anos) estão menos envolvidos, representando apenas 12% dos leitores da Bíblia. Por outro lado, entre os adultos mais velhos o índice mais que dobra, chegando a 26%. Harrell acredita que os que pertencem à geração atual provavelmente se aproximarão mais de suas Bíblias quando verem o impacto do livro sagrado nas vidas de outras pessoas.
Por outro lado, no levantamento de 2016, 77% dos católicos praticantes e 84% dos evangélicos praticantes expressaram o desejo de ler mais a Bíblia. Curiosamente, apenas 45% do total geral acredita que a Bíblia oferece “tudo que uma pessoa precisa para viver uma vida plena”. Eram 53% em 2011.
De acordo com o Christian Post, a porcentagem de entrevistados que veem a Bíblia como “um livro de ensinamentos escritos por homens” aumentou de 10% para 22% nos últimos seis anos. Neste mesmo período, a porcentagem dos que acreditam que a Bíblia é “literatura sagrada” caiu de 86% para 80%. Onze por cento consideram o Alcorão igualmente “sagrado”.

Via: Gospel Prime