SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

08 novembro 2016

POLICIAIS INVADEM IGREJA NA CHINA: “PAREM DE ADORAR A CRISTO”

Chinese authorities surrounded a house church in Beijing before raiding the building and ordering congregants to stop meeting - or face legal action.

Autoridades chinesas cercaram uma igreja doméstica em Pequim, invadindo posteriormente o local e ordenando que os membros da congregação parassem com a adoração a Jesus Cristo. Se desobedecessem, enfrentariam consequências legais, incluindo a prisão.


De acordo com a missão China Aid, que defende a liberdade religiosa e a garantia dos direitos humanos na China, o cristão Xu Yonghai reunia em sua casa um grupo de pessoas, numa igreja subterrânea – não reconhecida pelo governo. Eles estavam no meio de um culto quando algum vizinho os denunciou para a polícia, que imediatamente deslocou cerca de 30 oficiais para lá.

Nos últimos dois anos, centenas de cristãos, pastores e defensores dos direitos humanos foram presos pelo Partido Comunista por protestarem contra a repressão nacional contra as igrejas. Nunca na história tantas igrejas foram fechadas e demolidas.

Citando violações do código de construção, funcionários do governo vem removendo à força as cruzes do alto das igrejas registradas. No entanto, a China Aid vem divulgando que se trata de uma campanha premeditada que visa travar o crescimento do cristianismo no país.

Recentemente, um documento oficial vazou para a imprensa. Ele descreve o plano organizado do governo chinês para controlar e fechar todas as igrejas na chamada “Zona de Desenvolvimento”. O roteiro inclui registrar apenas as igrejas oficiais, que se submetem a intervenção do governo. Depois, colocam todas as outras sob “supervisão temporária” e, por fim, proíbem os encontros dos grupos que se recusam a cooperar.

Zhang Mingxuan, pastor e presidente da Aliança de Igrejas nos Lares da China, disse à China Aid que essas restrições são sintomáticas e crescentes. Estima-se que, na última década, a perseguição aumentou em 700%.

No mês passado, o governo implementou a Revisão de Regulamentos sobre Assuntos Religiosos. Isso inclui proibições de que cidadãos participem de qualquer reunião religiosa organizada em solo chinês, incluindo conferências e atividades no estrangeiro. Também restringe a pregação pela internet.

A justificativa para as novas regras é um “combate ao terrorismo e a influência de potências estrangeiras”. No entanto, não há notícias de que o governo venha agindo contra islâmicos, preferindo coibir apenas o culto cristão. Com informações Gospel Herald



Por Jarbas Aragão - Gospel Prime