SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

19 janeiro 2017

ESCOLA DOMINICAL CPAD - Conteúdo da Lição 4 - Revista CPAD - JOVENS



O Ministério da Igreja
22 de Janeiro de 2017



TEXTO DO DIA

“E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai, a ele, glória e poder para todo o sempre. Amém!” Ap 1.6



SÍNTESE

O ministério da Igreja é um lugar para os servos de Deus, visando o aperfeiçoamento dos santos.


TEXTO BÍBLICO



1 Pedro 2.1-10.

1 — Deixando, pois, toda malícia, e todo engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações,
2 — desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que, por ele, vades crescendo,
3 — se é que já provastes que o Senhor é benigno.
4 — E, chegando-vos para ele, a pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa,
5 — vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo.
6 — Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido.
7 — E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, a pedra que os edificadores reprovaram, essa foi a principal da esquina;
8 — e uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.
9 — Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;
10 — vós que, em outro tempo, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia.


INTRODUÇÃO

Muitas pessoas dizem que desejam ter um ministério. E o que é, essencialmente, ministrar? É dar ordens, ter prerrogativas de privilégio, ou estar em uma plataforma falando às pessoas? Não. Ministrar é servir. Aquele que ministra o faz porque é servo de Deus em primeiro lugar, e servo de seus irmãos, pois assim foi comissionado por Deus.
Nesta lição, trataremos da importância do ministério na Igreja e do ministério de todos os crentes diante de Deus e dos homens.


I. O QUE É MINISTÉRIO



1. Ministério é uma forma de adorar a Deus.

Adorar é uma manifestação de fé, uma forma de aproximar a criatura de seu Criador. Por meio da adoração, demonstramos nosso apreço e afeição pelo nosso Deus, sem precisar pedir nada em troca. Nossas petições ficam na esfera de nossas orações, ao passo que, na adoração, simplesmente nos regozijamos na presença de Deus e agradecemos a Ele por sua presença entre nós, por suas bênçãos e pela salvação manifesta ao seu povo.


2. Ministério, adoração e fé.
A adoração como manifestação da nossa fé, é um serviço, um ministério. A expressão hebraica abad traz a ideia de “trabalhar, servir, adorar”. A expressão grega latreuo traz a mesma ideia de serviço e adoração (dessa expressão vem as palavras “idolatria”, adoração ou serviço a um ídolo). Aquele que ministra a um ídolo, o idólatra, também o adora, ignorando o verdadeiro Deus.
Nesse contexto, precisamos entender que quando servimos ao Senhor, devemos igualmente ter um comportamento que demonstra que o adoramos também.


3. Ministério é serviço.
Quando falamos que uma pessoa trabalha em um ministério dentro da igreja local, estamos igualmente falando que essa pessoa está fazendo um trabalho específico dentro daquela igreja. Os obreiros da igreja, por exemplo, exercem seu ministério, seu serviço a Deus, servindo à igreja para a qual foram chamados a pastorear. Pessoas que lidam com departamentos infantis também estão prestando um serviço a Deus quando estão instruindo crianças em suas classes. Ministério, nessa acepção, é serviço.
Há três palavras gregas que designam o termo ministro: leitourgos, um funcionário público que prestava um serviço ao Estado; hūperetes, a pessoa que trabalhava em um navio de escravos, e diaconos, aqueles que serviam às mesas. Por essas informações, podemos perceber que o ministro é um servo, uma pessoa que, por força de suas atribuições, tem mais obrigações e deveres do que necessariamente privilégios. Cremos, com isso, que devemos cuidar bem daqueles que são chamados por Deus para servir aos seus irmãos e à Igreja, pois o serviço cristão é mútuo, uns servindo aos outros.


Pense!

De que forma temos sido pessoas que levam a sério um ministério ou uma vocação dada por Deus?


Ponto Importante

Servir é uma forma de demonstrar aos que nos cercam a nossa adoração a Deus. Quando amamos a Deus nos tornamos servos dEle.


II. O MINISTÉRIO SACERDOTAL DOS CRENTES



1. Ministério no Antigo Testamento.
No Antigo Testamento, o ministério era tido como uma atividade espiritual. Os sacerdotes e levitas integravam o ministério religioso em Israel, e posteriormente, Deus levantou profetas que também tinham um ministério. Enquanto os levitas e sacerdotes oficiavam no sentido de intermediar a aproximação do homem para com Deus, os profetas falavam em nome de Deus ao povo.


2. Ministério no Novo Testamento.
No Novo Testamento, a palavra ministério traz a ideia de serviço, e de forma peculiar, apresenta aqueles que são salvos em Cristo como pessoas que atuam em um ministério como sacerdotes de Deus aos homens. Esse ministério é conhecido como “sacerdócio universal dos crentes”.


3. O cristão como um sacerdote.
Pela ideia do sacerdócio universal dos crentes queremos dizer que todos aqueles que já experimentaram a salvação são chamados a servir ao Senhor como sacerdotes, como mediadores da mensagem da salvação. Essa premissa, baseada em 1 Pedro 2.9 foi criada na Reforma Protestante, e é atribuída a Lutero, para contrapor a ideia de que apenas os sacerdotes da igreja romana eram detentores da salvação e da autoridade divina. Por ocasião da Reforma, Lutero ensinou que Deus chama a todos para que sejam sacerdotes do Deus Altíssimo.
Essa definição não deve ser confundida com o ministério pastoral de nossas igrejas. Lutero nunca disse que não poderia haver pastores, ou que todas as pessoas seriam pastores na igreja, pois o ministério pastoral é para pessoas com vocação e formação para ministrar ao rebanho de Cristo. Deus chama pastores para que possam ser responsáveis pelo rebanho do Senhor, e eles são nossos sacerdotes. Isso não significa que todos os crentes são pastores! Nem todos possuímos a vocação ao ministério pastoral, de conduzir o rebanho do Senhor. Esse ministério é reservado a pessoas que Deus chama com essa finalidade específica. Entretanto, diante dos homens, somos sacerdotes, ou seja, representamos a Deus neste mundo que carece da salvação. Por isso, pregamos e oramos pelos que ainda não conhecem Jesus.


Pense!

Como cristão, represento e apresento Deus junto a este mundo carente de ver o poder do Senhor transformando vidas?

Ponto Importante
O sacerdócio de todos os crentes é uma premissa da Reforma Protestante.


III. O MINISTÉRIO DA COMUNHÃO E DA RECONCILIAÇÃO



1. A reconciliação.
Essa expressão retrata a união de duas ou mais pessoas depois que barreiras foram removidas. Quando vemos os efeitos do pecado na vida das pessoas, entendemos também a separação que há entre o homem e Deus.


2. A reconciliação é obra divina.
A reconciliação entre Deus e o homem foi iniciada por Deus, pois “Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados, e pôs em nós a palavra da reconciliação” (2Co 5.19). A Igreja tem a mensagem da reconciliação, e deve fazer dessa mensagem e de sua prática um ministério. O mesmo deve ser feito em relação aos que, em algum momento, tropeçaram na caminhada cristã e se afastaram do convívio dos santos. Enquanto não formos arrebatados e chamados para estar com o Senhor, vivemos sujeitos ao pecado e aos ataques deste mundo, que buscam a todo custo nos afastar da presença do Senhor. Nossa postura, como servos e servas de Deus, é fazer com que esses irmãos afastados sejam reconciliados com a igreja local e estejam na comunhão dos santos.


3. A comunhão.
A palavra comunhão traz a ideia de atos de fraternidade, de companheirismo. A Igreja de Cristo não pode ser marcada por partidarismo e dissensões, pois um reino dividido não subsiste (Mc 3.24). A comunhão é inspirada pelo amor, e este é o adesivo que une duas partes que de outra forma entrariam em atrito.


Pense!

Até que ponto você tem sido uma pessoa que busca efetivamente, em atitudes, a reconciliação entre outras pessoas e Cristo?


Ponto Importante

Reconciliação e comunhão costumam andar juntas na vida cristã. Primeiro partes opostas se reconciliam, para depois manterem a fraternidade da comunhão.


CONCLUSÃO

Em Cristo, vemos todos os exemplos de que a Igreja precisa para efetuar seu ministério. Ele foi servo, é nosso Sumo Sacerdote, busca a reconciliação e faz com que tenhamos comunhão com Deus. Que nossas vidas sejam pautadas no exemplo de Jesus.


QUESTIONÁRIO



1. Segundo a lição, o que é adorar?

Adorar é uma manifestação de fé, uma forma de aproximar a criatura de seu Criador.


2. O que é ministério?

É um serviço, trabalho específico realizado dentro daquela igreja.


3. Quais são as 3 palavras gregas que designam o termo ministro? Quais são os seus significados?

As três palavras gregas são: leitourgos, um funcionário público que prestava um serviço ao Estado; hūperetes, a pessoa que trabalhava em um navio de escravos, e diaconos, aqueles que serviam às mesas.
http://marcosandreclubdateologia.blogspot.com.br/

4. Como era o ministério no Antigo Testamento?

O ministério era constituído pelos sacerdotes e levitas, e posteriormente, os profetas. Enquanto os levitas e sacerdotes oficiavam no sentido de intermediar a aproximação do homem para com Deus, os profetas falavam em nome de Deus ao povo.


5. Qual a ideia de sacerdócio universal dos crentes?

Significa dizer que todos aqueles que já experimentaram a salvação são chamados a servir ao Senhor como sacerdotes, como mediadores da mensagem da salvação.

Extremista que perseguia cristãos se converte após visão: “Ouvi o chamado de Deus”

  SEMADUP MISSÕES   terça-feira, maio 23, 2017   Criado no hinduísmo, Pradhan era líder de um grupo extremista que perseguia cr...

AS 10 MAIS VISITADAS