SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADOLESCENTES (3) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) ADULTOS (9) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇARIO (10) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE BETEL JOVENS (37) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (74) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (155) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Fome (1) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3156) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (191) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (411) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (601) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

10 janeiro 2011

COMUNICANDO-SE  COM  OUTROS  MUNDOS

Durante a Segunda Guerra Mundial, o capitão Eddie Rickenbacker com 7 companheiros, estava sobrevoando o Pacífico. Eles se perderam, e terminou a gasolina do avião. Foram forçados a descer colocando o avião sobre a água. A sua esperança era de que o mar estivesse calmo. Porém encontraram ondas da 4 metros de altura. Tiveram que abandonar o avião com tanta pressa, que não tiveram tempo para pegar comida, água, e roupas necessárias. Entraram em 3 botes de borracha – 8 homens boiando sobre o Pacífico.
Sua única comida eram 4 laranjas, entre os 8. Estavam com pouca roupa, uma corda de pescar, alguns anzóis, e 2 facas. Quando a primeira noite chegou, 8 homens molhados tremeram com o frio. Sentiram enormes tubarões se encostando no bote de borracha. Parecia que aquela noite nunca terminaria. O segundo dia raiou frio. Resolveram comer uma laranja. Cortaram-na ao meio, em quatro, depois cortaram cada quarto em 2 pedaços. Cada homem comeu o seu pedacinho com casca e tudo. Resolveram comer uma laranja de 2 em 2 dias.
Então o tempo melhorou – o Sol saiu! Ficou tão quente que durante o dia aguardavam a noite – mas as noites eram tão frias, que almejavam o raiar do dia. A água salgada lavava as suas queimaduras, aumentando a miséria e a dor. No 4º dia comeram a segunda laranja. Agora já estavam 72 horas com pouca comida e sem água. Eles podiam ver muitos peixes, mas era impossível pegá-los por falta de isca. Não sabiam onde estavam. Estavam com tanta sede que chegavam a chorar como crianças por água! Um deles carrega uma pequena Bíblia no bolso. Com os 3 botes juntos, leram as seguintes palavras:
Mateus 61:31 a 34 "Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, que beberemos, e com que nos vestiremos? De certo vosso Pai Celestial bem sabe que necessitais da todas estas coisas. Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a Sai justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas."
Homens que antes não acreditavam em Deus, agora oravam. O capitão Rickenbacker não havia orado desde a sua infância. Depois da ovação os outros olharam com espanto e viram um grande pássaro que se assentou na cabeça dele, e ele levantou a mão e pegou a ave pelos pés. Comeram quase tudo, usando o intestino da ave como isca. Conseguiram também pegar peixes.
Aquela noite choveu. Eles estenderam as suas roupas para pegar a água. Mais tarde o capitão Rickenbacker escreveu: "Era a água mais doce que tomei na minha vida!"
No 13° dia às 3 horas dia manhã, um deles morreu. Colocaram o seu corpo na água, depois de fazer um pequeno culto. Os outros continuaram naquela condição, sempre orando. Um dia um peixe pulou da água, e caiu dentro de um dos botes. E depois de 21 dias um avião os apanhou.
Deus havia mandado comida para eles, mas não foi a primeira vez que Ele fez isto por alguém.
§  Pássaros levavam comida para o profeta Elias no deserto.
§  Com 5 pães e 2 peixes Jesus alimentou 5.000 pessoas num morro da Galiléia.
§  Durante 40 longos anos Deus mandou comida para os filhos de Israel, em forma de maná.
Um dos meus textos prediletos é: Sal. 116:1"Amo ao Senhor porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica."
Eu creio na oração! Creio que Deus ouve as nossas orações. Tenho tido muitas experiências pessoais de orações atendidas e posso dizer junto com o salmista: "Amo ao Senhor porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica."
 Jesus nos mostrou um grande exemplo de uma vida de oração.
§  Às vezes Ele orava a noite inteira.
§  Antes de ordenar os 12 discípulos, Ele orou a noite inteira.
§  Antes de subir para o monte da transfiguração, também orou a noite inteira.
§  Antes de chamar Lázaro do sepulcro Ele orou.
§  No Jardim do Getsêmani Ele orou por nós.
§  Na cruz Ele orou por seus inimigos.
Ele mostrou o exemplo e por isso podia dizer com autoridade: "sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer." Lucas 18:1.
Uma escritora moderna disse: "Oração é abrir o coração a Deus, como a um amigo." "A oração é a chave na mão da fé para abrir os depósitos dos céus".
Hebreus 4:16 – "...."
A Bíblia diz: "Orai sem cessar."
Não é preciso estar numa igreja para orar. Qualquer lugar serve. Deus está sempre atento. À noite, na nossa cama, quando tudo está quieto, podemos ouvir somente o tique-taque do relógio, podemos falar com o nosso Deus.
Sal. 4:4 – "...."
Sal. 46:10 – "...."
A Palavra de Deus está cheia de exemplos de orações respondidas.
§  Josué orou, e o sol parou – a sombra mudou.
§  Os 3 jovens hebreus oraram e não sentiram o calor fogo em que foram jogados.
§  Daniel orou e Deus fechou a boca dos leões.
§  Elias orou e não choveu por 3½ anos. Orou novamente e choveu!
§  Os apóstolos oraram e muitas pessoas se converteram.
§  A igreja orou e a prisão se abriu, e Pedro saiu.
§  Paulo e Silas oraram e Deus abriu a prisão e converteu o guarda.
Todas essas pessoas podiam dizer junto com o salmista: "Amo ao Senhor porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica."
Deus nos deu a promessa: S. Mateus 7:8 – "...."
Deus está sempre escutando para ouvir a oração do Seu povo.
Mateus 21:22 – "...."

·        Pode alguém ser cego que não possa ler a Bíblia – mas pode orar.
·        Pode ser surdo que não possa ouvir um sermão – mas pode orar. 
·        Pode faltar inteligência ou preparo ou pode ser analfabeto – mas pode orar.
II Crônicas 7:14 e15 – "...."
Uma família no oeste do Canadá se mudou para um novo lugar. Estavam sem dinheiro e a comida acabou. Não podiam fazer pão sem farinha, e não havia dinheiro para comprar a farinha. Aquela noite antes da dormir a família Berg orou. As crianças oraram pedindo a Deus para mandar a farinha. Bem cedo de manhã a Sra. Berg abriu a porta e viu um saco de farinha na varanda. Havia caído neve durante a noite, e não se podia ver passos de alguém que poderia ter deixado a farinha.
O Sr. Berg foi para as mercearias da vila para ver se alguém havia entregue a farinha por engano, mas ninguém sabia algo a respeito!
"Amo ao Senhor porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica."
Filipenses 4:19 – "...."
Há muitos incrédulos que não crêem na possibilidade da oração. Por que devo ser tão impossível?
Em nossos dias as comunicações entre várias partes do mundo são quase perfeitas, tendo em vista a Internet.
Conta um evangelista que quando menino leu uma propaganda numa revista que dizia: "Monte o seu rádio em casa. Mandamos as peças e as instruções por um dotar e meio." Ele correu para falar com o papai, e mandou o pedido. Como ficou alegre quando chegou o pacote! Continha fones de ouvidos, alguns fios, uma galena. Ligou as peças da maneira indicada e ouviu uma emissora distante.

Se alguns componentes tão simples podem trazer vozes tão distantes para nossas casas, porque devemos pensar que Deus não tem poder para se comunicar conosco e ouvir as nossas orações?
Os discípulos disseram a Jesus: "Senhor, ensina-nos a orar!"

A Bíblia nos ensina as regras que garantem sucesso na oração.
1) Em 1º lugar: Precisamos ter fé.
Hebreus 11:6   "...."
Tiago 1:6 – "...."
Marcos 11:24 – "...."
Suponhamos que haja aqui uma fonte cristalina. Estou viajando e estou com muita sede. Vou para a fonte com o meu copo e encho-o com água. Meu colega vai com um litro. "Mas não é justo. Eu recebi só um copo! Ele recebeu um litro!" Mas é porque ele tem uma vasilha maior.
As bênçãos que Deus tem para nós dependem do tamanho da nossa fé! Nós temos fé em Deus? Quanta fé temos?
Nas Cataratas do Niágara muitas pessoas já perderam a sua vida.
Um dia um homem anunciou que ia andar num fio de um lado para outro do rio bem em cima da catarata. Para tornar ainda mais difícil o seu ato, ele disse que empurraria um carrinho de mão em sua frente. O dia anunciado chegou, e uma multidão se ajuntou no lugar. O artista perguntou: "Quantos crêem que eu posso passar de um lado para o outro empurrando este carrinho?" Muitos estavam em dúvida, mas um homem levantou a mão e disse: "Eu creio!"
"Crê mesmo?" perguntou o artista. "Então entra no carro!" O cidadão não concordou. Isto era demais; ele não tinha fé!
Quanta fé em Deus tem você, meu amigo? Suficiente para embarcar com fé no seu plano?
I S. João 5:14 – "...."
Nas orações de Jesus Ele falava: "Não a minha vontade mas a Tua seja feita."

Amamos muito as nossas crianças. Às vezes não podemos dar para elas tudo o que pedem. A criança de dois anos pede uma faca mas não lhe damos porque sabemos que não é uma coisa boa para ela.
Deus sabe que certas coisas não são boas para nós.
Existem 3 maneiras de uma oração ser respondida: Sim, Não, Espere!
Pastor Barbosa estava ansioso para chegar em Mato Grosso. A sua esposa estava lá muito doente. Ele orou para que Deus o ajudasse. Era uma longa viagem de trem. Mas ele achou um pequeno avião que ia para lá, e o piloto disse que havia um lugar para ele. Estava certo que a sua oração fora atendida. Mas atrasou-se na ida para o aeroporto, e chegou em tempo para ver o avião saindo! Como ficou triste! Teve que viajar de trem! Quanto tempo levou! Viajou a noite inteira.
Durante a noite o trem parou Todos desceram para ver o que havia sobrado de um avião que caíra. Todos os passageiros a bordo morreram no desastre. A sua oração foi atendida? Deus sabia o que era melhor para ele? Ele poderia dizer: "Amo ao Senhor porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica."
Deus tem várias maneiras de responder as nossas orações.
A oração do Senhor diz: "O pão nosso de cada dia nos dá hoje." Às vezes não estamos satisfeitos com o pão. Queremos bolo. Mas Deus nos fala: "O pão é melhor para você, meu filho."
Às vezes pedimos um Santana, mas Ele fala: "Não! Uma Parati leva aonde você precisa ir; você não precisa de um Santana.
Uma poesia inglesa fala de um soldado que
-         pediu força para alcançar - recebeu fraqueza para obedecer.
-         pediu saúde para fazer coisas maiores, - recebeu enfermidade para fazer coisas melhores.
-         pediu riquezas para ser feliz - recebeu pobreza ser sábio.
-         pediu força para receber a honra dos homens - recebeu a fraqueza para sentir a necessidade de Deus.
-         pediu todas às coisas para gozar a vida - recebeu a vida para gozar todas as coisas.
-         não recebeu nada que pediu - mas tudo o que desejava,
A sua ovação foi respondida. Ele foi mais feliz.
Meu texto bíblico predileto é Romanos 8:28 – "...."
Não disse que todas as coisas são boas. Às vezes temos que aceitar coisas ruins. A doença não é uma coisa boa.
Conta um pregador que há alguns anos seu sogro faleceu repentinamente. Não foi uma coisa boa. Sua esposa foi à América, e ele ficou 3 meses em casa sozinho. Ele conta que não era bom cozinheiro. Comeu ovos – ovos fritos, ovos quentes, ovos mexidos! Uma manhã ficou com vontade de tomar Nescau quente. Achou um lata marcada "leite em pó". Mas quando fez a mistura, estava com um aspecto estranho. Experimentou e tinha um gosto horrível. Desistiu de fazer Nescau quente.
Quando sua esposa chegou em casa, ele perguntou o que havia naquela lata, e ela lhe informou que ali guardava o "Fermento Royal". "Mas para que ter uma coisa tão ruim em casa?" Ah, disse ela, "Você não gosta de bolo? Uso esse fermento para fazer bolos." E quando olhou a receita de um bolo gostoso, ele descobriu também ovo cru! E tem outras coisas que ele não gostava. Mas quando tudo está misturado, o bolo é gostoso!
Deus precisa usar ingredientes amargos como os doces, na confecção da nossa vida. Não disse que todas as coisas são boas, mas que todas contribuem.
Um estudante quando estudava no Colégio, trabalhava à noite das 10:00 hs até às 7:00 hs da manhã. Até hoje ele tem a tendência de ser coruja. Mas achou o trabalho muito difícil, e pediu a Deis que lhe arrumasse outro trabalho. Ele não o fez, mas me deu força para suportar o trabalho.
"Amo ao Senhor porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica."
O apóstolo Paulo teve Sua resposta negativa à sua oração.
II Coríntios 12:7-9 "...."

2) Outra regra para a oração é: Orar em nome de Jesus.
S. João 14:13 – "...."
Devemos usar o nome de Jesus.
3) Há mais uma regra muito importante se queremos atendidos em nossas orações: Obediência.
Salmo 66:18 "Se eu atender a iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá."
A obediência é importante. Precisamos seguir a Sua lei, os Seus mandamentos,
Provérbios 28:9 – "...."
I S. João 3:21 e 22 – "...."
Às vezes nós nos esquecemos que Deus cuida dos Seus. Pensamos que Ele lá nos Céus está tão ocupado com coisas grandes dirigindo nações, reis, controlando terremotos e furacões, com todos os astros e sóis na Sua mão, que não pensará em mim. Quem sou eu, tão pequeno e insignificante para Deus pensar em mim?
A uma menina foi perguntado: "Você crê que Deus cuida de você? Você é tão pequena!" "Mas meu irmão é menor do eu – disse ela – e minha mãe passa mais tempo cuidando dele do que cuidando de mim. Se eu sou pequena, tanto mais motivo para Deus cuidar de mim."
S. Mateus 6:25-34 – "...."
Somos filhos de Deus, e Ele cuida de nós. Que privilégio ser Filho de Deus! Mas também é uma responsabilidade!

Na Europa, depois da Segunda Guerra Mundial, uma professora primária lecionava para 40 meninos. Foi uma tarefa difícil, pois meninos são sempre meninos. Sempre havia problemas. Às vezes brigavam e desrespeitavam a professora. Mas ela com muita freqüência procurava cuidar de seu rebanho da melhor maneira possível.
Ela, porém, notou que um menino era completamente diferente dos outros. Ele também tinha vida como os outros, mas havia uma diferença grande entre ele e os outros. Quando as crianças estavam brigando, ele nunca estava na briga. Quando havia trabalho para fazer, ele sempre estava pronto a ajudar.  Um dia, ela chamou o menino a um lado e disse: "Joãozinho, você é um menino tão bom, tão diferente dos outros! O seu pai e sua mãe devem ser pessoas maravilhosas! Como gostaria de conhecê-los."
O menino não respondeu, mas ficou muito triste, e olhou para o chão. Ela pensou que ele poderia vir de uma família muito pobre, e que estava com vergonha. Por isso ela insistiu um pouco. Disse ela: "Deixe-me ir com você a sua casa, para conhecer os seus pais." "Não posso, professora, sinto muito. É impossível."
Ela notou uma lágrima correndo no rosto do menino. Mas ela continuou a insistir, não sabendo que estava mexendo com uma ferida na vida do menino. Diz: "Joãozinho, se sua mãe não pode vir, então traga seu pai para eu conhecê-lo." O menino disse: "Professora, não posso, não tenho pais; ambos morreram!"
Ela se arrependeu por ter entrado no assunto, mas ela achou por bem deixá-lo contar a sua história. Ele contou que morava num pequeno país da Europa. Morava num palácio pois seu pai era rei. Mas logo veio a guerra com todas as coisas terríveis que a guerra traz. Um dia soldados estrangeiros entraram no palácio e levaram os seus pais presos. João correu atrás, enquanto os seus pais marchavam com os soldados. Numa certa altura o seu pai conversou com o comandante dos soldados, pedindo licença para conversar com o filho. O capitão lhe concedeu 5 minutos. A mamãe o abraçou chorando.
João disse: "Então, o meu pai se colocou na posição de sentido diante de mim. Eu também me coloquei na posição de sentido como ele me havia ensinado. Ele fez a continência. Eu também fiz continência. Então ele se ajoelhou ao meu lado, e ele disse: 'Joãozinho, eu e sua mãe seremos mortos hoje. Estes soldados vão nos matar! Você precisa ser forte. Não sei o  que acontecerá com você, mas se escapar com fida, peço apenas uma coisa. Lembre-se que você é filho de um rei. Sempre se comporte como o filho de um rei.'
"Professora, os soldados deram um sinal, e os meus pais voltaram para a fileira. Eles marcharam um pouco mais, e então pararam. Eu vi quando os soldados levantarem as suas armas. Eu ouvi os tiros! Eu ouvi também meus pais caírem no chão! Eu comecei a correr. Passei dias viajando a pé, sozinho, às vezes sem ter o que comer.
"Às vezes pessoas me ajudavam. Aqui achei pessoas boas que estão cuidando de mim. Professora, a senhora não sabe por que sou diferente dos outros? Não sabe, professora? É porque eu sou filho de um rei, e não posso desonrá-lo."

Que bom saber que todos nós somos filhos de um Rei, o Rei dos Reis!
Qual é a nossa conduta, sabendo que temos esta grande responsabilidade?