30 agosto 2011

Cruz Vermelha diz que 127 mil pessoas precisam de ajuda em Uganda



Segundo a entidade, 28 pessoas morreram na segunda-feira

Cruz Vermelha diz que 127 mil pessoas precisam de ajuda em Uganda
A Cruz Vermelha de Uganda anunciou nesta terça-feira que mais de 120 mil pessoas precisam de ajuda urgente no leste de Uganda, onde chuvas torrenciais provocaram numerosas inundações e deslizamentos de terra, deixando dezenas de mortos.

Segundo a entidade, 28 pessoas morreram na segunda-feira, no deslizamento das encostas nas montanhas de Eldon, em Bulambuli, embora vários outros relatórios apontem que pelo menos 40 pessoas tenham falecido.

"No total em Bulambuli, mais de 26,1 mil famílias e mais de 127 mil pessoas se viram desabrigadas por avalanches ou inundações, e necessitam de ajuda urgente", afirmou nesta terça-feira a assessora da Cruz Vermelha de Uganda, Catherine Ntabadde.

A organização apontou também que mais de 7,7 mil pessoas e 1,5 mil famílias se viram desabrigadas pelo deslizamento de segunda-feira, alguns dos quais foram soterrados e "outros muitos, que estão em torno do local do ocorrido, choram em suas fachadas", assegurou a representante da Cruz Vermelha.

No início do mês de agosto, sete pessoas morreram e outras seis ficaram feridas por uma avalanche de rochas na localidade ugandense de Naoyagum (nordeste).

Nos últimos dois anos, as autoridades pediram que os moradores dessas zonas de risco abandonassem suas moradias, mas sempre se encontrando resistências.

Em março de 2010, um desastre similar na região de Bududa, também no leste de Uganda, sepultou mais de 350 pessoas.

Fonte: EFE

Lição 1, Daniel ora por um despertamento - 05 de Julho de 2020

Ajuda para a Lição -

Wikipedia

Resultados da pesquisa