SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (71) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (146) CLASSE MATERNAL (103) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (505) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (284) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (9) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (147) MODISMOS (2) Mundo (608) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (229) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (110) REVISTA CLASSE JUNIORES (242) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (185) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (391) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (592) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

30 setembro 2011

Metodistas organizam vigília pelas crianças



`Sinalizar o Amor de Deus! Tô Dentro´ é o lema deste ano

Metodistas organizam vigília pelas crianças
A Igreja Metodista do Brasil realiza neste sábado, 1 de outubro, a Vigília Nacional de Oração pela Crianças, que este ano tem por lema “Sinalizar o Amor de Deus! Tô Dentro”.

“As crianças, em nossa sociedade, não têm recebido o cuidado necessário, é preciso estar atentos e lutar por elas, pois são frágeis e correm riscos diariamente”, anotou a coordenadora do Departamento Nacional de Trabalho com Crianças (DNTC), Elci Pereira Lima. 

A vigília envolve também país, porque as crianças aprendem com os exemplos das pessoas de seu convívio. “Infelizmente, muitas estão convivendo com pessoas que não reconhecem o amor. Elas vivenciam a falta de respeito que acontece no trânsito, a falta de diálogo no seu lar, as agressões presentes no cotidiano e também nos programas televisivos”, arrolou Elci. 

Educadores e educadoras têm que mostrar que existe uma forma diferente de se viver em ambiente de paz e união, frisou a coordenadora do DNTC. Bem por isso, professores e professoras refletiram, no 19º Encontro Nacional de Pessoas que Trabalham com Crianças e Adolescentes, como se relacionar com esse público em tempos de pós-modernidade.

“É difícil educar os adultos a economizar água, fazer a coleta do lixo. Acredito que se conseguirmos passar isso às crianças, o mundo pode ser melhor. Imaginar que em 2015 pode faltar água nos faz querer aprender um pouco mais aqui para passar às crianças”, disse a professora Rosimar da Silveira Santana, de Juiz de Fora, Minas Gerais, uma das participantes do encontro, reunido de 23 a 25 de setembro na Faculdade de Teologia Metodista, em São Bernardo do Campo, São Paulo.

O programa do evento contemplou oficinas e palestras sobre o papel da educação nas igrejas locais. Na abertura, o bispo assistente do DNTC, Luiz Vergílio Batista da Rosa, disse que o trabalho com crianças e adolescentes é uma prioridade da Igreja Metodista. “A criança também é protagonista da história da salvação, por isso, encontros desse tipo são muito significativos”, afirmou.


Fonte: ALC

Igrejas retomam maratona de evangelismo no Rock in Rio



Após primeira semana, igrejas contabilizam testemunhos e bênçãos do festival

Igrejas retomam maratona de evangelismo no Rock in Rio
Após uma primeira semana de transtornos, o Rock in Rio recomeçou nesta quinta-feira (29), com a perspectiva de que nenhum imprevisto aconteça.

Com um público de aproximadamente 300 mil pessoas no fim de semana passado, não faltaram problemas com transportes, roubos ou objetos perdidos. Os organizadores prometem para estes próximos quatro dias, reforço na segurança e aumento no número de ônibus para o local.

No entanto, quem não percebeu todos esses contratempos e se já está atuando em mais uma maratonade divulgação da Palavra de Deus, são os grupos de diversas denominações evangélicas do Rio de Janeiro que se dispuseram a propagar o Evangelho de Cristo aos milhares de jovens que estão na Cidade do Rock. O evangelismo ganhou destaque em diversos veículos de comunicação.

Nos acessos ao local dos shows, centenas de jovens e líderes utilizam cartazes, panfletos e banners com mensagens que utilizam a ideia do slogan do Rock in Rio – Por um mundo melhor – para mostrar que um mundo melhor só é possível com Jesus Cristo. 

Testemunhos de salvação e reconciliação

A Juventude Batista Carioca (JBC) iniciou o trabalho de evangelização já no início da tarde de ontem. Foram horas divulgando o amor de Deus e contabilizando o que foi feito no último final de semana. Até o próximo domingo (2), outras milhares de vidas terão acesso à Palavra de Deus.

De acordo com o diretor-executivo da JBC, Luiz Carlos de Souza Rodrigues, cerca de 220 jovens se apresentaram voluntariamente para evangelizar durante o Rock in Rio, alguns destes, de outras cidades do Estado.

Ele conta que a abordagem tem sido feita de maneira tranqüila e demonstrando bastante alegria. “Nosso objetivo é chamar a atenção das pessoas e criar um relacionamento. A partir do espaço que recebemos, inserimos ao amor de Deus. Compartilhamos experiências e muitas pessoas têm parado para conversar e também fazer fotos com o grupo”.

Luiz Carlos conta o testemunho de uma jovem que saiu de São Paulo para o Rock in Rio em busca de uma experiência diferente. “A partir do momento em que ela foi evangelizada, testificou que a experiência que ela buscava estava ali, ao encontrar-se com Deus”. Outro testemunho é de um ex-pastor, desviado, que já se comprometeu em levar um grupo neste sábado para auxiliar na evangelização. 

Apesar de não ter a atenção de todas as pessoas, Luiz Carlos diz que “elas são respeitadas em sua decisão”. “A gente só vai falar de Jesus para aqueles que querem ouvir”.

Segundo Luiz Carlos, o grupo de evangelismo recebe a cobertura de cerca de mil intercessores, distribuídos por diversas igrejas, que buscam a Deus durante os períodos dos shows. “Temos vividos experiências tremendas. Pessoas que se voluntariaram para abençoar vidas estão sendo abençoadas. E muitas vidas que se entregam para Jesus verdadeiramente”, testifica.


Por Sandra Freitas
Redação CPAD News

Evangelismo transforma corações na Suécia



Operação Mobilização Suécia realizou festival evangelístico no país, marcado pelo ateísmo

Evangelismo transforma corações na Suécia
Suécia tem paisagens esplendorosas, desejadas por muitos. Mais de 9,4 milhões de habitantes do país desfrutam de um alto padrão de vida, com uma das gerações de renda mais elevadas do mundo. 

Mas há séculos a Suécia não está forte na fé cristã, como Brad - um sul-africano que não voltava ao país após 17 anos - observou: "eu nunca conheci tanta gente em um mesmo lugar que não acredita que há um Deus”.

Em maio passado, a Operação Mobilização Suécia solicitou a equipe de Karen Daniels, da África do Sul, para organizar uma ação de evangelismo. O nome "Ignite! Suécia” foi sua inspiração, nascido de um desejo de ver esta terra em chamas para Deus, mais uma vez. Após orientação e treinamento na base de Jönköping, 20 participantes de 12 países formaram a equipe. Um grupo viajou para o Malmö, no extremo sul, e um foi para Estocolmo, no norte. 

A equipe, em Malmö, engajados em um esforço multi-igreja chamado "Church Street" durante o festival anual desta cidade, distribuiu versículos da Bíblia e Livros de Salmo, ajuda prática e contatos para as igrejas locais. Eles logo descobriram que os transeuntes mais abertos a pegar a literatura e a ouvir sobre Deus não eram normalmente suecos de nascimento.

Conhecida por seu bem-estar, pelos asilos e por ter a imigração política mais generosa da Europa, a Suécia têm atraído uma onda de cerca de 100 mil novos imigrantes no país a cada ano. Entre os moradores de Malmö, 300 mil são imigrantes, e 60 mil são muçulmanos. O subúrbio de Rosengård é conhecido localmente como "gueto" e é o lar de quase 20 mil imigrantes, quase metade deles desempregados. Graças a um trabalho missionário realizado há 17 anos, uma igreja foi realmente plantada nesta área.

Após longas horas tentando testemunhar às multidões por meio do Festival, um australiano membro da equipe de Katy afirmou. "Foi muito difícil, muitos passaram por nós e nos ignoraram".

Ambos os pastores afirmam que a "Ignite!" foi uma bênção. Pastor Areia Markus, em Rinkeby, disse que ter mais pessoas lhes permitiu experimentar algumas novas abordagens. Além de trabalhar com um mini-clube e com grupos de idosos, fizeram a distribuição de literatura e evangelismo em Rinkeby Square. Também organizaram uma noite criativa de Pancake após o jejum do Ramadã. Esse foi o destaque da semana, pois muitas conversas produtivas foram iniciadas a partir das panquecas grátis!

Em dos frutos gerados foi o coreano-americano Ja-Kyung, que entrou na conversa profundamente perturbado por causa de um sueco-italiano chamado Rocco, que tentou tirar sua vida seis vezes. Há 18 anos ele quis saber sobre a equipe, pois eram diferentes, e ele precisava de uma nova vida. 

"Eu disse a ele que ele poderia ser transformado ali mesmo", disse Ja-Kyung. "Oramos com ele e depois ele nos disse que sentiu uma paz que nunca tinha experimentado antes. Nós o apresentamos ao pastor local e a um crente italiano da igreja", comemora.
 

Fonte: Charisma News/Redação CPADNews

Família asiática se converte após libertação de filho



Menino foi liberto de um espírito maligno que o perseguiu por dois anos

Família asiática se converte após libertação de filho
Sanjeev Trivedi estava sob o controle de um espírito maligno havia dois anos. Seus pais, Bindusar e Vasanti, o tinham levado a curandeiros e a feiticeiros. Eles gastaram uma grande soma de dinheiro à procura de uma cura para ele. Mas ninguém conseguia ajudar. 

Porém, Bindusar conheceu um homem chamado Chandresh Maddala, o qual lhe ensinou sobre Jesus, que tem o poder de fazer milagres. Chandresh é um missionário do Evangelho para a Ásia. 

Quando ele disse a Bindusar sobre Jesus, o pai desesperado declarou que se seu filho fosse curado do espírito do mal, toda a sua família daria suas vidas a Cristo. Bindusar então concordou em levar seu filho à igreja para a oração no domingo seguinte. 

Pastor Chandresh foi para casa e começou a jejuar e orar pela libertação de Sanjeev. Domingo chegou, e Bindusar e Sanjeev vieram à igreja. Todos os crentes oraram juntos, pedindo a Deus por libertação, e foi o que aconteceu. Logo depois, Sanjeev e seus pais depositaram sua confiança n'Aquele que tem o poder de libertar, tanto física como espiritualmente. 

Bindusar, Vasanti e Sanjeev pediram oração para que eles continuem firmes em sua fé e que eles continuem a crescer no amor de Cristo.

Pastor Chandresh também pede oração para que muitas pessoas sejam acrescentadas à sua igreja.  
 

Fonte: Charisma News/Redação CPADNews

Lição 1: O Filho de Deus no Mundo - JARDIM DE INFÂNCIA


4º Trim. 2011 - JARDIM DE INFÂNCIA – CPAD - Lição 1: O Filho de Deus no Mundo

Texto BíblicoLucas 2.8-16
Objetivo
Ao ministrar sua aula a criança deve ter a certeza que Jesus é o nosso único Salvador, que Ele veio ao mundo para nos libertar do pecado.
Aprendendo a Bíblia:
“Na cidade de Davi, nasceu o Salvador de você – o Messias, o Senhor!”   (Lucas 2.11).
Palavra do dia...
Filho de Deus.
Fonte:www.jovensnovauncao.blogspot.com
Explorando a Bíblia
Antes de mandar Jesus ao mundo, Deus escolheu uma moça boa para ser a mãe de seu filho. A moça chamava-se Maria. Ela era noiva de um moço chamado José. Um dia, um anjo apareceu e falou a Maria:
__ Maria, tenho boa notícia para você. Quando viu aquele anjo Maria sentiu medo. Mas o anjo lhe disse:
__Não tenha medo, Maria. Venho dizer-lhe que Deus escolheu você para ser mãe de seu filho. Você vai ter um nenenzinho e vai dar-lhe o nome de Jesus. Maria ficou assustada. Ela falou: - Como posso ter um bebê? Eu ainda não sou casada. Apenas sou noiva de José.
Ah! Mas o filho que você vai ter não vai ser filho de homem nenhum. Ele será o filho de Deus. Deus pode tudo.
Então Maria disse:
__Tudo bem. Estou pronta para fazer o que Deus quer.
Depois foi a vez de José receber a mesma notícia.
Um anjo lhe falou:
__ José, sua noiva Maria está esperando um neném. Case-se com ela. O neném que ela está esperando é o filho de Deus. Seu nome será Jesus. Ele vem ao mundo para ser o Salvador de todas as pessoas.
Maria e José conversaram muito sobre essas notícias.
Eles se casaram. E começaram a preparar as coisas para o nenenzinho que ia nascer.
Maria e José viviam felizes em seu lar em Nazaré.
Eles estavam contentes porque Deus ia mandar seu filho viver no seu lar. Maria preparava roupinhas e outras coisas para o neném que ia nascer.
Um dia José falou:
__ Maria temos que fazer uma viagem.
O imperador de Roma ordenou que todas as pessoas escrevam seu nome num livro. Mas tem que ser na cidade onde nasceram nossos pais e avós.
Por isso, nós temos que ir a Belém.
José e Maria viajaram. Um, dois, três dias eles viajaram.
Finalmente chegaram a Belém.
Ih! A cidade estava cheia de gente.
Eram muitas pessoas que tinham vindo escrever seu nome no livro do imperador.
José procurou e procurou um lugar para eles ficarem.
As casas e hospedarias estavam todas ocupadas e cheias. Eles tiveram que ficar numa estrebaria, o lugar dos animais. Ali não havia cama. Mas havia muito capim macio.
José ajeitou um bom lugar e eles foram descansar.
Naquela noite nasceu o neném que Deus havia prometido. José ajeitou o capim na manjedoura. (manjedoura era uma espécie de bacia de madeira onde os animais comiam capim e palha.) Maria forrou o capim com uma coberta macia e deitou ali o seu nenenzinho, Maria e José agradeceram a Deus:
__ Obrigado, bondoso Deus, pelo deu filho que nasceu.
Na noite em que o nenenzinho Jesus nasceu alguns pastores estavam no campo, cuidando das ovelhas.
As ovelhas dormiam sossegadas sobre a grama. Os pastores não dormiam. Estavam vigiando o rebanho. De repente, uma grande e forte luz brilhou no céu.
__ Que luz é esta? O que está acontecendo? Os pastores disseram.
Um anjo apareceu e falou:
__Não fiquem com medo.
Venho dar a vocês uma notícia muito boa! Esta noite, na cidade de Belém, nasceu o filho de Deus.
Os pastores olharam espantados uns para os outros. Mas o anjo continuou:
__Vocês podem ir e ver o nenenzinho. Ele está enrolado em panos e deitado numa manjedoura.
Naquele instante, o céu ficou cheio de anjos.
Eram muitos, muitos anjos. Eles, alegres, cantaram e cantaram, louvando o neném Jesus que havia nascido. Cantaram um hino lindo, muito lindo.
Depois, os anjos voltaram para o céu.
Os pastores então disseram:
__ Vamos ver o filho de Deus que nasceu!
Vamos depressa! Vamos vê-lo!
E os pastores correram até a cidade. Encontraram o nenenzinho na manjedoura. Os pastores curvaram a cabeça e agradeceram a Deus pelo nascimento do Salvador. Depois voltaram para o campo.

Vieram cantando e cantando. Eles também queriam dar louvores ao bebê Jesus.
E foram contando a todos a grande notícia:
__Jesus nasceu! O filho de Deus nasceu!
E graças a Ele, hoje estamos libertos do pecado. Esse Deus maravilhoso é por isso que devemos orar e agradecer por tudo que Ele tem feito por todos nós.            
Oficina criativa
Amplie o desenho abaixo para os pequenos colorir
 

Fonte: www.freigilvan.blogspot.com
Fontes Consultadas:
·         Bíblia na linguagem de hoje
·         Bíblia da galerinha
·         Bíblia de estudo pentecostal.
·         Clássicos da Bíblia
Colaboração para o Portal Escola Dominical – Profª Cristina Araújo

Lição 1: Tudo o que o Senhor Mandar - PRIMÁRIOS


4º Trim. 2011 - PRIMÁRIOS - CPAD - Lição 1: Tudo o que o Senhor Mandar

Texto Bíblico
Êxodo 24.1-7; Juízes 1.27-2.23.
Objetivo:
Ministre sua aula de forma que os alunos compreendam que, devemos nos afastar de pessoas que nos influencie a fazer o mal, agindo assim estaremos fazendo a vontade de Deus. 
Frase do dia
Tudo o que o Senhor mandar faremos.
4trim2011_Prim_licao1_fig 1.jpg
Fonte: www.amigodecristo.com
Memória em ação
“Que a vontade seja feita aqui na terra, como é feita no céu!”(Mt 6.10)
Explorando a Bíblia
Vocês se lembram da história de Moisés? E de como Deus foi fiel ao povo de Israel?
Quando o Senhor mandou que Moisés falasse ao povo o que Ele havia ordenado eles disseram que obedeceriam.
Durante algum tempo, eles obedecia ao que Deus tinha ordenado; Certo dia o Senhor disse a Moisés: Chame a Arão, Nadabe, Abiú, e mais setenta líderes de Israel, venha com eles se apresentar ao Senhor e eles devem me prestar culto de longe só você chegará perto de mim.
Moisés transmitiu todas as palavras e leis do Senhor a Israel, e todo povo respondeu dizendo:
__ Faremos tudo o que o Senhor mandar.
Durante muito tempo, eles fizeram direitinha a vontade de Deus, mas depois da morte de Moisés e Josué, esqueceram de muita coisa e começaram a desobedecer a ás ordens do Senhor.
A coisa mais importante que Deus  havia ordenado, era que ao entrar na terra de Canaã era para que os Israelitas expulsassem todos os povos que viviam ali.
Deus não queria que eles fizessem amizade com aquelas pessoas, eles faziam coisas erradas e não era para os Israelitas cometerem os mesmos erros.
Infelizmente os Israelitas não fizeram totalmente a vontade de Deus.
Eles expulsaram somente algumas pessoas, mas não todas.
A tribo de Manasses não pôde expulsar os habitantes da cidade de Bete-Seã, e suas respectivas aldeias, assim os cananeus permaneceram nesses lugares.
E assim várias tribos ficaram morando ali. E o povo de Israel começou a se misturar e fazer tudo o que eles faziam, comiam, bebiam, e adoraram deuses que eles adoravam.
Com tudo isso acontecendo, Deus lá do céu se entristeceu com os Israelitas.
Um dia o anjo do Senhor apareceu e disse:
__ Eu trouxe vocês do Egito á terra que prometi aos seus antepassados e disse que nunca iria quebrar o meu trato com vocês, mas isto se vocês fizessem a sua parte e não assinassem nenhum tratado de paz com os moradores desta terra. Ordenei que destruíssem os altares deles. Porque vocês não obedeceram?
Agora, como vocês romperam o trato também não vou expulsar eles daqui.
Eles ficarão aí como espinho nos lombos de vocês, e os deuses deles serão uma tentação para vocês.
O povo de Israel começou a ser perseguidos, e em todas as guerras eram derrotados, Deus não os ajudava mais.
Deus fez isso para que eles se lembrassem do pacto que haviam feito, de obedecer ao Senhor e ser abençoado por ele.
Assim o povo sofreu muito, mas chegou um dia que eles se arrependeram pediram perdão a Deus e voltaram a fazer tudo quanto Ele mandava.
E Deus voltou a protegê-los e á abençoá-los.
E assim Deus levantou vários líderes para governar o povo, foram vários juízes que o Senhor escolheu para os ajudarem.
Crianças nosso Deus é fiel e cuida de nós, mesmo nós sendo desobedientes Ele nos ama e nos protege que possamos obedecer a ás ordens de Deus.
E se alguns de vocês estão sendo influenciados a fazer o mal, fuja o mais rápido possível dessa pessoa.
O Senhor não quer que seus filhos se percam se afastem dessas pessoas más, e só assim o Senhor te abençoará.   
Oficina criativa
Amplie o desenho abaixo para os pequenos colorir
4trim2011_Prim_licao1_fig 2.gif
Fonte:www.12apostoles.com
Fontes Consultadas:
·         Bíblia na linguagem de hoje
·         Bíblia da galerinha
·         Bíblia de estudo pentecostal.
·         Bíblia Viva
Colaboração para o Portal Escola Dominical – Profª Cristina Araújo

Lição 1: Vida de Profeta é Dificil - JUNIORES


4º Trim. 2011 - JUNIORES – CPAD - Lição 1: Vida de Profeta é Dificil

Ao Mestre
Prezado (a), com a graça de Deus estamos iniciando um novo trimestre.
No 2º Trimestre estudamos acerca dos lideres levantados por Deus para liderar e libertar o povo israelita, porém era um governo Teocrático, ou seja, Deus era quem governava.
No 3º Trimestre abordamos a uma nova fase da nação israelita, na qual o povo pediram que fossem governados por reis humanos como os demais povos.
Neste Trimestre estaremos estudando acerca dos profetas.
Os profetas no Antigo Testamento, eram porta voz de Deus, para proclamar à Sua Palavra. Os profetas se levantavam para exortar tanto os reis, como o povo a se voltarem para Deus, pois em muitas ocasiões estavam desviados da vontade de Deus e adorando a ídolos.
Outro motivo da presença dos profetas era falar contra as injustiças sociais que cada dia aniquilava o mais pobre condenando-o a uma prisão de miséria e de fome. Leia abaixo as palavras do profeta Amós, contra a idolatria e abandono da fé e as injustiças com os pobres:
“Assim diz o Senhor: Por três transgressões de Judá, e por quatro, não retirarei o castigo, porque rejeitaram a lei do Senhor, e não guardaram os seus estatutos, antes se deixaram enganar por suas próprias mentiras, após as quais andaram seus pais.  Assim diz o Senhor: Por três transgressões de Israel, e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro, e o necessitado por um par de sapatos, Suspirando pelo pó da terra, sobre a cabeça dos pobres, pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o meu santo nome.”  (Am 2.4,6- ARC)
As transgressões de reis e do povo foram aumentando, sem dar ouvidos a voz dos profetas, cada dia se afastavam mais de Deus e de seus preceitos, até chegar ao ápice do cativeiro babilônico.
Aprimore-se nos assuntos históricos de cada lição, extraindo lições espirituais e práticas para seus pequenos, onde possam estar crescendo mais na graça e no conhecimento de Deus.
Deus abençoe grandemente seu ministério.
Texto Bíblico:1 Reis 17.1; 18.15
Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conhecer a função de um profeta. Suas responsabilidades e risco. Sua coragem em se opor contra a maioria, para defender a verdade e a vontade de Deus.
Exercitando a memória
“Confiem no SENHOR seu Deus, e estarão seguros, confiem nos profetas DELE, e tudo o que vocês fizerem dará certo” (2 Cr 20.20 – NTLH).
Encontramos nas  Escrituras,  vários textos que nos aconselham a confiar em Deus. Confiar nem sempre é algo que traga resultados imediatos, na maioria das vezes, é preciso esperar pacientemente no SENHOR.
Sabemos que Deusé cheio de compaixão, seu eterno amor e fidelidade estão acima da nossa compreensão humana, e ELE nunca nos deixa sem uma palavra de ânimo, de conforto que nos orienta. Para isso usa seus servos, não devemos nos desanimar, mas confiarmos e esperar em Seu cuidar
Crescendo no conhecimento
Crianças, vocês se lembram que estavámos estudando sobre os reis de Israel?
Conhecemos reis bosn e corajosos, não é mesmo. Que rei vocês gostarm mais?
Mas, havia também uns reis que não agiram certo. Vocês se lembram que havia alguns reis que eram teimosos e desobedientes a Deus e faziam coisas erradas e más, que desagradava ao SENHOR?

Pois é, por causa das injustiças cometidas por certos reis contra o povo, e também suas ações faziam o povo se afastar de Deus, é que o SENHOR enviou os profetas, para falarem ao povo em Nome DELE. Denunciarem o pecado e proclamar ao povo qual é a vontade de Deus.
Mas vamos ver como era um profeta. Se olharmos nos dicionários, veremos que a palavra profeta pode significar a pessoa que é capaz de predizer acontecimentos futuros; ou ainda uma pessoa que fala por inspiração divina ou em nome de Deus.
O livro do Antigo Testamento, revela antes de serem comumente chamados profetas, tais pessoas eram chamados de videntes, (1 Sm 9.9). É um nome sugestivo que descrevia as pessoas a quem Deus revelava os acontecimentos futuros, por meios de sonhos, visões ou aparições de anjos. Eram escolhidos por Deus e tinham enorme autoridade religiosa e influência. Normalmente, eles eram tidos como conselheiros e instrutores da Lei de Deus. A expressão "filhos dos profetas", designava todos aqueles que se tornavam discípulos e ministros ajudantes (ou seja, servidores) dos profetas do Antigo Testamento.
Tanto para o judaísmo como para o cristianismo, há vários profetas, conforme o Antigo Testamento e o Novo Testamento. Ser profeta no cristianismo é ser aquele que fala por Deus
O profeta sempre estava atento para ações e palavras que demonstrava descuido para com o cumprimento da Palavra de Deus. O profeta possuía sensibilidade diante do pecado (Jr 2.12,13,19). O profeta não somente ouvia a voz de Deus como sentia a tristeza que Deus estava (Jr 6.11; 20.9). Tal sentimento era consequência de um estreito relacionamento com Deus (Am 3.7); assim, compreendia melhor do que ninguém os propósitos de Deus para o povo com quem tinha um pacto.
A mensagemdos profetas normalmente continha advertências para as pessoas que colocavam sua confiança em outras coisas e não em Deus, tais como na sabedoria humana, (Jr 8.8, 9; 9.23, 24); na riqueza, (Jr 8.10); na autoconfiança, (Os 10.12,13); no poder opressor;  em outros deuses.
Constantemente o profeta desafiava a falsa santidade do povo judeu e tentava desesperadamente encorajar sincera obediência à Deus.
Os profetas eram homens totalmente dedicados a Deus. Detestavam que as pessoas não tivessem um compromisso sincero para com Deus. A fidelidade ao Senhor deveria ser total. Isso implicava em esforçar-se para levar o povo a uma completa submissão a Deus. Os profetas não aceitavam uma sociedade injusta, mas lutavam pela manutenção dos princípios ordenados por Deus para que façamos.Condenavam especialmente a opressão social, ou seja, não admitiam que os mais ricos explorassem os que nada tinham (Am 4.1). Também pregavam contra a bajulação a pessoas desonestas, usada para conseguir qualquer favor, (Am 6.1). Por esses posicionamentos, vemos que o povo de Deus tinha e tem de ser comprometido com o seu Deus e não com o homem. A mensagem profética é muito atual.
Os profetas, na sua maioria, abandonaram as atividades corriqueiras da vida a fim de viverem exclusivamente para Deus. Protestavam intensamente contra a idolatria, a imoralidade e iniqüidades cometidas pelo povo, bem como a corrupção praticada pelos reis e sacerdotes. Suas atividades visavam mudanças santas e justas em Israel. Suas investidas eram sempre em favor do reino de Deus e de sua justiça. Lutavam pelo cumprimento da vontade divina, sem levar em conta os riscos pessoais.
Aplicação da Lição
Professor (a) enfatize aos pequenos que todos os que servem a Deus foi comissionado por Jesus, Mc 16. 15, para transmitir ou expor sua mensagem, segundo a Bíblia a apresenta, falando em nome de Deus.
A maioria das pessoas ainda não conhece e nem vive essas verdades e Deus está esperando que seus pregadores se despertem e anunciem sua santa vontade. Todos nós somos servos de Deus, chamados para falar a Sua Palavra para as pessoas.
Fontes Consultadas:
·         Bíblia de Estudo de Aplicação Pessoal – Editora CPAD – Edição 2003
·         Bíblia Shedd – Editora Mundo Cristão – 2ª Edição
·         Bíblia de Recursos para o Ministério com crianças – Editora Hagnos – Edição 2009
·         365 Lições de vida extraídas de Personagens da Bíblia - Rio de Janeiro - Editora CPAD
·         Richards – Lawrence O. – Guia do leitor da Bíblia – Editora CPAD – 8º Edição/2009
Colaboração para o Portal Escola Dominical - Profª. Jaciara da Silva

Lição 1 - O perigo do ocultismo - JUVENIS


4º Trim. 2011 - JUVENIS- CPAD - Lição 1 - O perigo do ocultismo


Neste trimestre vamos estudar o perigo do envolvimento com obras satânicas, tais como: Ocultismo, adivinhação, horóscopo, magia negra etc. Oxalá, possamos ter o coração aberto para aceitar a Palavra de Deus e jamais nos envolvermos com qualquer prática por ela condenada.
Texto bíblico. Dt.18: 10-13.
10-       Entre ti se não achará quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua  filha, nem  adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro.
11-       Nem encantador de encantamentos, nem que consulte um espírito adivinhante, nem mágico, nem quem consulte os mortos.
12-       Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor; teu Deus, as lança fora de diante de ti.
12-       Perfeito serás, como o Senhor, teu Deus.
                        Quando Deus tirou Israel do Egito e o conduziu quarenta anos pelo deserto, foi lhes dando instruções a respeito de sua santa vontade e de sua doutrina. Todas as nações pagãs estavam seriamente envolvidas com falsas religiões, com idolatria, feitiçaria etc. Ao seu povo Deus não permitiu e ainda não permite e nunca permitirá tais coisas.
                        O versículo 10 começa dizendo: “Entre ti se não achará quem faça passar pelo fogo seu filho seu filho ou sua filha.” A princípio esta expressão nos choca. Teria porventura alguns pais que tivessem coragem de lançar seus filhos à fogueira, ou sacrifica-los de outra qualquer maneira em oferenda aos seus deuses?  Por incrível que pareça, esta era uma prática comum na cultura dos povos pagãos na antiguidade. Ainda hoje em muitos países existe esta prática. E esporadicamente ouvimos notícias de tais acontecimentos no Brasil. Deus nunca aceitou sacrifício humano.
                        No livro de Gênesis capítulo 22, temos a história de Abraão oferecendo a Deus seu filho Isaque Deus aceitou tal sacrifício? Foi Ele mesmo quem o ordenou. Gn. 22: 1-2. Façamos aqui algumas considerações: 1ª: O sacrifício não foi consumado por intervenção do próprio Deus. 2ª :Tratava-se de uma figura profética apontando para o sacrifício de Nosso Senhor Jesus Cristo como o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.Jo. 1: 29. Para Isaque houve o cordeiro substituto. Gn. 22: 13. Para Jesus Cristo não houve quem o substituísse pelo contrário, Ele foi o nosso vigário, o nosso substituto. Temos ainda o caso de Jefté, um juiz de Israel que fez um voto ao Senhor e para cumprir este voto ofereceu sua própria filha em holocausto; Jz. 11: 30-31,  39-40. E agora surge a pergunta: Deus aceitou o sacrifício de Jefté? É evidente que não, Deus não contraria nunca a sua própria Palavra. Este foi um voto precipitado e desnecessário de Jefté; Deus já lhe havia prometido vitória era somente confiar e partir para a conquista. Este voto de Jefté foi um voto de tolo. Ec. 5: 1. Continuando no mesmo versículo e entrando no v. 11, encontramos mais oito práticas de ocultismo proibidas por Deus.
                        Hoje somos tão assediados por estas práticas nos meios de comunicação, na mídia, nos jogos eletrônicos, com os colegas de trabalho, colegas de escola, este mal está disseminado por toda a sociedade. Já existe até certas empresas que para contratar um funcionário quer saber o seu horóscopo, numerologia, etc. Moças e rapazes quando querem se casar procuram saber se o seu pretendido ou pretendida combina com sua casa astral. Esta doutrina altamente perniciosa, infernal e diabólica, está sendo cada vez mais difundida. Tomemos bastante cuidado para não nos envolvermos nem mesmo em pensamento com coisas tão nefastas e abomináveis. E com tristeza dizemos que até mesmo dentro das igrejas evangélicas temos visto manifestações desta natureza. Pessoas que se intitulam profetas de Deus fazendo prognósticos, adivinhando o nome das pessoas, o nº dos documentos e coisas parecidas. Seguramente, tais operações não procedem de Deus. Se o pastor anunciar uma reunião de consagração e oração, ou de estudo da palavra de Deus, são poucos os freqüentadores de tais reuniões;  mas se o pastor anunciar a vinda de um pregador que pode falar do teu passado, do presente e do futuro, então a audiência para tais reuniões são sempre muito expressivas. Que diferença existe entre tais crentes de pessoas que não conhecem a Deus e consultam cartomantes, necromantes, adivinhos, etc. Nenhum cristão deve ser envolver com estas coisas nem mesmo quando tais elementos se apresentam  como crentes,  evangélicos, gospel, ou qualquer coisa parecida. Atentemos para a advertência do apóstolo São João. “Filhinhos, não creias a todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus”.I Jo. 4: 1. O filhos de Deus não devem se preocupar tanto com o futuro, deixe-o nas mãos de Deus e descansa nele. I Pe. 5: 7. Ao longo deste trimestre se o Senhor nos permitir estaremos estudando este assunto, oremos para que o Espírito Santo ilumine nossas mentes e possamos crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. IIPe 3: 17-18. Não nos esqueçamos que é nosso dever movidos pelo amor de Deus ajudar outras pessoas a conhecerem os ensinamentos da palavra de Deus para não caírem em laços e ciladas do diabo.      
Colaboração para o Portal Escola Dominical - Pr. José Serafim de Oliveira.

LIÇÃO 09 - A MORDOMIA DO TRABALHO / SLIDES / CLASSE ADULTOS

BAIXAR OS SLIDES