SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

13 setembro 2011

Palestinos irão a ONU pedir adesão como membro pleno



Esta é a primeira vez que a OLP revela suas estratégias para pedir reconhecimento como Estado com as fronteiras de 1967

Palestinos irão a ONU pedir adesão como membro pleno
Os palestinos pedirão ao Conselho de Segurança das Nações Unidas sua admissão como membro de pleno direito, declarou nesta terça-feira (13) o negociador palestino Mohammed Shtaye em encontro em Ramala com jornalistas.

Shtaye, membro do Comitê Político da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), assinalou que irão ao Conselho de Segurança para pedir adesão como membros de pleno direito e "com as fronteiras de 1967".

Em declaração na qual não se referiu ao provável veto dos Estados Unidos, o negociador palestino explicou que o presidente Mahmoud Abbas submeterá a solicitação ao Conselho antes de seu discurso na ONU, previsto para 23 de setembro.

Trata-se da primeira vez que a OLP revela suas intenções na estratégia de pedir o reconhecimento da comunidade internacional para um Estado com as fronteiras de 1967.

Até agora se especulava também a possibilidade de buscar uma declaração política na Assembleia Geral para não ter de enfrentar o veto americano.

"São coisas que não podem ser feitas ao mesmo tempo", matizou Shtaye sobre ambas as possibilidades, e acrescentou que "se não passar pelo Conselho, então veremos o que vamos fazer".

Na segunda-feira, o presidente Barack Obama confirmou que os Estados Unidos se oporão "firmemente" ao pedido de ingresso pleno como Estado, porque recorrer à ONU só serviria de "distração e não resolveria o problema".

No encontro com os jornalistas, o último do negociador palestino antes da delegação da OLP viajar a Nova York, Shtaye minimizou a importância da possibilidade de não serem aceitos, e lembrou que no passado outros países tiveram de tentar várias vezes.

"A decisão de ir à ONU faz parte de uma estratégia para passar de um marco bilateral de conversas a um marco multilateral", abundou.

"Não é o final do mundo, é abrir uma janela ao processo de paz", considerou sobre uma estratégia que conta com o apoio de mais de 140 países, mas com a rejeição dos EUA, Israel e alguns países da União Europeia, que apóiam a opção negociadora como única solução possível ao conflito de Oriente Médio.

Segundo Shtaye, "não há nenhuma contradição entre ir à ONU e as negociações com Israel, às que estamos abertos se houver termos claros de referência".

Também descartou que, a esta altura, a OLP possa voltar atrás se o Quarteto de Madri, que poderia reunir-se nos próximos dias, emitisse uma declaração para o início de negociações.


Fonte: EFE

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes