SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

14 junho 2011

Cristãos iraquianos não veem fim para a intolerância religiosa

  
 
Vila cristã na planície de Nínive 
IRAQUE (8º) - Um dos líderes, no Iraque, disse que os cristãos do país acreditam “não haver futuro” para eles, mas também não fogem para outros países vizinhos, porque a região vive em uma atmosfera de incerteza política.

Bashar Warda, arcebispo de Erbil (região norte do Iraque), descreveu os conflitos que ocorreram após a morte de Arakan Yacob, um cristão ortodoxo pai de quatro crianças. Yacob foi assassinado a tiros em uma terça-feira, 31 de maio, em uma cidade próxima de Mosul.

Yacob não foi o último a ser morto, em uma série de ataques contra cristãos. Segundo Dom Warda, desde 2002 mais de 570 cristãos foram mortos por violência política motivada pela religião. Em entrevista, o arcebispo Warda disse que, desde a morte de Yacob, muitos fiéis querem sair do país.

Mas a saída do país se tornou mais difícil, pois os países vizinhos, Síria e Turquia, vivem em clima de incerteza e fortes crises políticas. Ambos os países já haviam providenciado templos para os cristãos, que fugiam do Iraque desde 2003, quando a violência religiosa cresceu vertiginosamente, com a queda do então ditador, Saddam Hussein.

“O último assassinato aumenta ainda mais a visão de que não há futuro para o país. Não importa quantas vezes você diga às pessoas que as coisas estão melhorando. Elas olham ao redor e veem o que realmente está acontecendo.”

O arcebispo não faz segredo sobre os dados de violência no país. Ele apresentou o dado de que, desde 1980, o número de cristãos no Iraque despencou de 1 milhão e 400 mil para a quantidade mínima de 150 mil. Por esse motivo, muitos cristãos iraquianos fogem do país. Ele também disse que, entre 2006 e 2010, 17 sacerdotes iraquianos e dois bispos foram sequestrados, espancados e torturados por seus sequestradores.

Tradução: Lucas Gregório  PORTAS ABERTAS


Fonte: Aid to Church

Câmara faz homenagem ao Centenário das Assembleias de Deus


Solenidade aconteceu na manhã desta terça-feira

Câmara faz homenagem ao Centenário das Assembleias de Deus
Com o plenário lotado, a Câmara dos Deputados, em Brasília, realizou na manhã desta terça-feira uma sessão especial em homenagem ao Centenário das Assembleias de Deus no Brasil, celebrado em 18 de junho.

Parlamentares e pastores de todo o Brasil participaram da cerimônia que teve início pouco depois das 10 horas da manhã. Na solenidade, foi apresentado o vídeo em comemoração aos 100 anos, contando a chegada dos missionários suecos, Daniel Berg e Gunnar Vingren, e a trajetória da maior denominação evangélica do Brasil.

O evento foi proposto pelo pastor e deputado Paulo Freire (PR – SP), que dirigiu a sessão. Durante todo o período da solenidade, vários deputados evangélicos falaram da emoção e da importância da comemoração, entre eles, o deputado João Campos (PSDB – GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica, que destacou a importância do segmento evangélico para a construção do país e relembrou os nomes de diversos líderes que fizeram parte da história da AD. “Essa sessão é para a glória de Deus, mas é justo que também se faça uma homenagem aos homens de Deus que fizeram parte dessa história”, enfatizou o parlamentar, citando nomes como os de  Cícero Canuto de Lima, Alcebíades Pereira de Vasconcelos e Paulo Leivas Macalão. 

Para o pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), esta foi mais uma oportunidade de enaltecer e glorificar ao Senhor pela comemoração. “O ambiente está muito bonito. Estamos aqui com a presença de quase todos os nossos deputados federais e da liderança evangélica da AD. E nessa solenidade podemos, mais uma vez, enaltecer, glorificar e adorar Àquele que tem abençoado o Brasil e a AD, nos fazendo celebrar o Centenário de nossa igreja com muito júbilo”, comemorou.

Pastor José Wellington Costa Júnior, presidente do Conselho Administrativo da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), também falou da alegria daquele momento. “Essa solenidade, promovida pelo Congresso Nacional, vem ratificar a representatividade dos evangélicos e, particularmente, da Assembleia de Deus do Brasil. Este trabalho, certamente, estará demonstrando que hoje a AD tem representatividade política, social e acima de tudo, é um parâmetro espiritual para o povo brasileiro”, afirmou.

Presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (Conamad), pastor Manoel Ferreira falou do desenvolvimento da AD ao longo desses 100 anos. “São 100 anos de vitória, de desenvolvimento em todos os sentidos, tanto na questão espiritual e também na área social e material. A igreja, além de ter feito um grande trabalho na área espiritual, tem crescido também na área social, no desenvolvimento humano. A igreja tem acompanhado esse processo. Hoje, estamos marcando um passo muito importante na história dessa nação e na história da Igreja”, enfatizou.

Pastor Samuel Câmara, presidente da Assembleia de Deus em Belém do Pará, falou das celebrações que estão acontecendo em todo o Brasil e da movimentação que está acontecendo em Belém durante esses dias. O líder convidou ainda a todos os parlamentares e pessoas presentes no plenário para participarem das festividades. “Essa é uma festa do Brasil. A Assembleia de Deus é uma igreja esplêndida, a maior dessa nação, e todos devemos comemorar essa marca de 100 anos!”, concluiu pastor Samuel Câmara, que finalizou prestando uma homenagem especial ao pastor Firmino Gouveia, um dos pioneiros da AD em Belém.


Redação CPAD News

 

Paraenses veem a celebração dos 100 anos como honra de Deus


Cerca de 11 mil pessoas lotaram Estádio Baenão

Paraenses veem a celebração dos 100 anos como honra de Deus
Cerca de 11 mil pessoas lotaram o estádio Evandro Almeida, o Baenão, no culto de encerramento das festividades dos 100 anos da AD no Brasil, em Belém do Pará. Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Esaú Almeida, apesar do grande fluxo de pessoas. o movimento foi muito tranqüilo.

A reunião foi dirigida pelo deputado federal e pastor Ronaldo Fonseca, líder da AD em Taguatinga (DF), e contou com a presença da Mesa Diretora da CGADB, líderes de várias convenções do Brasil e exterior, parlamentares, além de caravanas de várias regiões do Brasil e do Pará. Os jovens e adolescentes também marcaram presença significativa na festividade. 

Na abertura do cerimonial, ocorreu a entrada das bandeiras do Brasil, Israel, Suécia, Estados Unidos, Pará, Comieadepa, Assembléia de Deus, CGADB, CPAD e Centenário. Dois jovens entraram carregando uma chama pentecostal. Eles passavam por grupos de outros jovens que corriam pelo gramado representando a disseminação do Evangelho no país. Ainda na abertura dezenas de adolescentes entraram com as bandeiras representando todos os municípios paraenses. Entre eles estava Malcon Souza, 15 anos. Ele não conseguiu esconder a emoção de estar lá. “Fui escolhido para fazer parte deste momento e não é qualquer adolescente que tem este privilégio. Louvo ao Senhor por esta honra”.

Pastor Orcival Xavier, líder da AD em Brasília (DF), fez a leitura oficial no Salmo 100. O juiz Abner Apolinário da Silva entoou o Hino Nacional e o hino 244 da Harpa Cristã. Na sequência, pastor Gilberto Marques saudou aos convencionais, os parlamentares, e a todos os presentes e agradeceu a Deus pela presença do Espírito Santo no Pará. "Nós tivemos um trabalho intenso por todos esses dias, mas eu confesso que estou rejuvenescido. Foi um prêmio do céu a presença da CPAD, CGADB  e dos colegas de todo o Brasil que enriqueceu e muito a festa do Centenário. O nosso coração está jubiloso e Jesus foi em tudo glorificado", enfatiza o pastor.

O louvor ficou por conta de cantores regionais, três bandas do Estado e os cantores Victorino Silva, Lilia Paz, Marcelo Santos, Alice Maciel, da Patmos Music, e Joe Vasconcelos, dos EUA.

No decorrer do culto, pastor José Wellington Bezerra da Costa, líder da CGADB, falou em nome da entidade e disse que se regozijava no Senhor pelos 100 anos da AD no Brasil. "Deus por sua bondade, pelo seu Espírito, derramou uma copiosa chuva de bênçãos sobre nós. O encerramento foi uma apoteose e parte da igreja permaneceu aqui e ficou com o coração cheio de alegria", afirma o presidente.

A Palavra foi pregada pelo pastor Joel Freire, líder da Confraceb (EUA).  Ele leu em Gênesis 21.5 e deixou uma palavra de renovo para a igreja. Fez uma comparação da chamada de Deus na vida de Abraão com a chamada de Deus na vida dos missionários Gunnar Vingren e Daniel Berg. “Há 40 anos, a AD era conhecida como um povo ignorante (um Zé povinho). Hoje, 100 anos depois, a AD mostra que conhece Deus que é o dono da Palavra. Creio que estamos começando uma nova etapa na AD e estamos orgulhosos em ser assembleianos e brasileiros”, declarou.

Durante a celebração, o diretor- executivo da CPAD, Ronaldo Rodrigues de Souza, recebeu homenagem pelos anos à frente da editora. "Foi uma festa que reuniu a liderança do Brasil com o objetivo de continuar servindo o Senhor e Salvador Jesus Cristo e a CPAD que faz parte da história da Assembleia de Deus vai continuar a servir a igreja a fim de caminhar por mais 100 anos ou até a volta do Senhor Jesus", destacou. 

Nem a forte chuva que caiu no período da festividade impediu que a o povo de Deus glorificasse e se sentissem honrados por fazer parte de um momento ímpar na história da AD. Para o pastor João Alberto de Almeida, representante do ministério de Madureira, a comemoração do Centenário vem marcar uma história de unção e oração. “Ao longo dos 100 anos são tantas maravilhas que não se pode contar. Esse. O amor permanece no coração dos assembleianos”, conclui.

Para pastor Firmino Gouveia, a emoção e o sentimento não podem ser descritos. “Só os céus podem traduzir o que vai ao meu coração. Não palavras que podem evidenciar a grandeza desta oportunidade. Sou um milagre fui salvo, estou vivenciado o centenário e tive a honra de pastorear a igreja pioneira no Brasil. Portanto, só os céus podem traduzir o que vai ao meu coração. Cem anos não são 100 dias. É muita glória”, declara o pastor Firmino muito emocionado.

 FONTE CPAD NEWS
Por Gilda Júlio

PASTOR RICARDO GONDIM NEGA A VINDA PESSOAL DE CRISTO E O ARREBATAMENTO DA IGREJA



Recebi aqui mesmo, neste blog, um comentário de um amigo chamado Isac Sena e juntamente com o comentário dois vídeos que estão no youtube, do Pastor e Escritor Ricardo Gondim, falando a pastores de sua igreja, Betesda. Nele, o pastor cearense, fala, baseado na obra de Jurgen Moltmann, a Teologia da Esperança, que a vinda de Jesus serve como, sendo utópica e apenas como força motivadora, uma esperança que se mobiliza para a ação. Ao negar a Vinda de Jesus e o arrebatamento da Igreja, como constam nas Escrituras e como largamente defendeu no passado, nega também a ressurreição que se dará antes do arrebatamento "dos que morreram em Cristo", relativiza o Bema, Tribunal de Cristo, a Grande Tribulação, o Julgamento das Nações e todo o contexto onde está inserido o anticristo, o falso profeta e salvação nacional dos judeus. É muita verdade para ser desprezada. Tudo o que Jesus revelou para Paulo em suas cartas e para João no Apocalipse acerca da Vinda do Senhor, o Mestre em Teologia resumiu em força motivadora. 

Lamento, mas o mestrado do Ricardo inverteu seus valores e hoje, infelizmente, não passa de um herege que a cada dia que passa se complica ainda mais em suas declarações e afunda mais na lama da mentira da teologia liberal e das vãs filosofias humanistas. A Vinda de Cristo é comparado a um horizonte utópico. Horizonte utópico seria "liberar o que você tem (...) para me colocar em movimento na direção dele (...) vou na direção dele (..) daquilo que a Bíblia desenha para mim sobre a volta de Jesus. Mas, a volta de Cristo está revelada nas escrituras não para gente esperar por Ele, mas (...) a agirmos, a dizermos que é chegado o Reino de Deus entre os homens. Tudo isso serve para mim como horizonte utópico". Afirma que crê na vinda de Cristo, mas não como se Ele voltasse hoje, mas"como um modelo motivador das ações da igreja para que se cumpra o Reino de Deus entres os homens"

Recebi outros emails que confirmam que a Igreja Betesda estaria discutindo coisas como a existência ou não do diabo, a veracidade da encarnação do Verbo e a ressurreição de Cristo. É fato, o Gondim, a cada dia que passa abraça mais a causa da teologia liberal e humanista.

Fiz acima um resumo da palestra, mas caso queiram ver em sua totalidade, cliquem abaixo:

DÊ UMA PAUSA NA RÁDIO DO BLOG PARA OUVIR MELHOR.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.http://pastorguedes.blogspot.com

Veja a participação da cantora Damares no domingo Legal Sbt

Veja a participação da cantora Damares no domingo Legal Sbt
A cantora Damares foi atração musical do programa Domingo Legal exibido no SBT. Sua participação foi marcada pela apresentação de alguns sucessos de sua carreira, com destaque para a música " Um novo vencedor" do álbum Diamante, lançado pela Sony Music.

Guiame
Para cópia deste conteúdo, é obrigatória a publicação integral do texto e a divulgação do link www.amigodecristo.com

BATISMO DO CENTENÁRIO: 35 descem às águas na AD Sousa


terça-feira, 14 de junho de 2011

Na noite de ontem, no Templo Central da AD Sousa, foi realizado o batismo de novos crentes para comemoração das festividades alusivas ao centenário das Assembleias de Deus no Brasil.

O batismo ocorreu por volta das 19hs30min no Templo Central e foi realizado pelo Pastor Alexandre Duarte da Costa, na oportunuidade foram batizados novos irmãos do Templo Central, da congregação do Jardim Sorrilândia, Currais Velho, Mutirão, Núcleo III, Núcleo II e Núcleo I, perfazendo um total de 24 novos crentes batizados na noite de onte.
Ainda durante o mês de maio/2011, por ocasião da inauguração da Congregação dos Currais Velho foi realizado um batismo em águas só com irmãos da referida congregação e foram batizados 11 novos crentes, que somando-se ao batismo de ontem à noite, perfaz um total de 35 crentes batizados até o momento (junho/2011) na AD Sousa.
Ao final do batismo em águas o Pastor Alexandre Duarte da Costa, ainda dentro do tanque batismal, alçou as redes fazendo o convite para as pessoas que ainda não eram crentes aceitarem a Jesus como salvador e um senhor aceitou a Jesus Cristo como único e suficiente salvador.

Logo após a realização do batismo, foi realizado o culto de santa ceia do mês de junho de 2011. Deste culto de santa ceia os novos crentes que foram batizados em águas também participaram ceiando juntamente com a igreja do Senhor Jesus Cristo.

Para ver a cobertura fotográfica do batismo em águas clique AQUI ou no link abaixo.   fonte AD SOUSA

Batista torturava à noite presos da ditadura e de dia lhes falava da Bíblia




O pastor batista e capelão Roberto Pontuschka era um assíduo frequentador dos porões da ditadura militar (1964-1985). À noite ele torturava os presos políticos, no pau de arara, e de dia os consolava falando de Deus e lhes dava exemplares do Novo Testamento. Entre os presos, havia evangélicos, como o presbiteriano Rubem Cesar Fernandes, 68.

Fernandes foi preso em 1962 pelos policiais da Oban (Operação Bandeirantes) por ser militante estudantil. Ele disse ter sido dedurado por pastores por ser considerado “elemento perigoso”. Até hoje o antropólogo não se conforma: “Não é justificável usar o poder militar para prender irmãos”.

Outras histórias como a de Fernandes estão vindo à tona a partir do exame das cópias de documentação de tribunais militares que o CMI (Conselho Mundial de Igrejas), organização internacional ecumênica, acaba de repatriar ao Brasil. Mais de um milhão de páginas estavam protegidas em Chicago, noCenter For Research Libraries. Sem que os militares suspeitassem, as cópias foram feitas quando os advogados dos presos retiravam dos tribunais os processos para examiná-los por 24 horas.

Os militantes de oposição à ditadura sempre acusaram as igrejas evangélicas de terem dado apoio à repressão, diferentemente da Igreja Católica de dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo de São Paulo, que se colocou na linha de frente da resistência ao regime.

A documentação do CMI confirma a conivência institucional dos evangélicos.

Anivaldo Padilha (foto), hoje com 71 anos, foi denunciado pelo pastor José Sucasas Jr. e pelo bispo Isaías Fernandes Sucasas, ambos metodistas e já falecidos.

Padilha foi torturado por 20 dias no DO-Codi (Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna) de São Paulo entre fevereiro e março de 1970. Estava com 29 anos. Era metodista e estudava ciências sociais na USP (Universidade de São Paulo). O trauma quase o levou ao suicídio. Viveu 13 anos no exílio.
Preso em 1969, Leonildo Silveira Campos foi torturado por dez dias. Estava com 21 anos e era seminarista da Igreja Presbiteriana Independente. Hoje é teólogo e professor de ciências da religião na Umesp. Ele também não se esqueceu das “pregações” de Pontuschka, o pastor torturador.

Zwinglio Mota Dias, 70, hoje pastor emérito da IPU (Igreja Presbiteriana Unida do Brasil), foi expulso em 1962 do Seminário Presbiteriano de Campinas porque defendia que a salvação das almas passava pelas questões sociais. Outros 38 seminaristas foram expulsos.

Na Faculdade de Teologia de São Paulo, da Igreja Metodista, o pastor Boanerges Ribeiro, presidente na época da denominação, “convidou” alunos e professores a se retirarem.

Anivaldo Padilha afirmou que vários evangélicos colaboraram com a máquina da repressão, delataram irmãos e assumiram o discurso dos militares. “Eu acreditava ser impossível que alguém que se dedica a ser padre ou pastor, cuja função é proteger suas ovelhas, pudesse dedurar alguém.”

Ele contou que anos depois se encontrou com um de seus torturadores em um Carnaval e o perdoou. “O perdão, para mim, foi uma forma de exorcizar os demônios das torturas que me causaram pesadelos durante quase seis anos”.

Mas nem por isso os torturadores devem ficar impunes, disse.

“A punição deles é importante para resgatar a dignidade dos que foram torturados, da memória dos assassinados, das famílias que não puderam ainda sepultar seus membros desaparecido.”

Com informação da Istoé.  fonte paulopes weblog

Cristãos temem por suas vidas na Primavera Árabe


 
 
Milhares de egípcios vão às ruas protestar contra o governo durante "Primavera Árabe". 
MUNDO MUÇULMANO - A Primavera Árabe – esse movimento crescente de desabrochar político de países árabes, iniciado no ano passado, em busca da democracia – pode significar a sentença de morte para os cristãos em algumas partes do norte da África e do Oriente Médio, segundo os relatos de ativistas dos direitos humanos.

Os casos de perseguição têm aumentado drasticamente desde que o presidente Hosni Mubarak foi derrubado do poder, no início deste ano no Egito, onde vivem cerca de 10 milhões de cristãos.

A International Christian Concern (ICC), entidade global que luta pelos direitos dos cristãos, disse: “Pelo menos, Mubarak mantinha o fundamentalismo islâmico encostado. Agora que ele se foi, não existe nenhuma proteção.”

“Os cristãos no Egito estão extremamente temerosos. Estamos ouvindo cada vez mais histórias preocupantes de perseguição contra eles”, disse a ICC.

Na Síria, existe 1 milhão e meio de cristãos, a segunda maior população de cristãos das nações árabes, mas eles enfrentam um dilema moral. Até agora, eles têm apoiado o presidente Bashar al Assad contra as reformas pró-democracia, pois têm medo de que um novo regime possa varrer o cristianismo do país.

Os cristãos sírios são vistos como quem apoia o governo de Assad, pois durante 11 anos de governo eles desfrutaram de grande liberdade religiosa. O fato de eles se recusarem a ir contra Assad pode ser crucial para a salvação deles.

Dr. Habib Malik, professor do Instituto Americano do Líbano, disse: “Mesmo nas áreas que estão fora da Primavera Árabe, os cristãos estão fugindo. No Iraque, mais da metade dos esquerdistas do país fugiu após a Guerra do Golfo, pois eram acusados de colaboração com as forças de coalizão da época”.

Tradução: Lucas Gregório

portas abertas
Fonte: Express

Estrangeiros são sequestrados e mortos

    
 
Vista de Sana, capital do Iêmen 
IÊMEN (7º) - Domingo, 12 de junho de 2011, marcou o aniversário de dois anos do sequestro de nove estrangeiros em Saada, norte do Iêmen, que culminou no assassinato de três deles, pouco depois. Dois foram libertos no dia 17 de maio de 2010.

Ainda não existem notícias sobre Johannes e Sabine (casal alemão), Simon (filho do casal, de aproximadamente três anos) ou de Tony (homem britânico). Lydia e Anna (5 e 6 anos, filhas de Johannes e Sabine) foram libertadas em maio de 2010, vivem com seus parentes na Alemanha, estão com boa saúde e crescendo normalmente.

Investigadores alemães e britânicos entenderam que deveriam parar com as buscas pelo casal. No entanto, algumas pessoas mais próximas da família e da situação continuam mantendo suas esperanças diante de Deus, crendo que os desaparecidos estão bem e vivos e que, um dia, serão libertados do cativeiro desses sequestradores.

Alguns mantêm a esperança de que os atuais eventos no Iêmen, embora preocupantes, possam dar mais informações sobre o paradeiro dessas pessoas desaparecidas.

Cristãos do Iêmen e outros que estão próximos dessas situações agradecem pelas orações e pedem que continuem intercedendo.

Pedidos de oração
• Pelos quatro desaparecidos (se estiverem vivos), para que tenham paz e sintam a presença de Jesus diariamente. Ore para que eles sejam libertos o mais rápido possível.

• Para que se consigam informações sobre a localização deles.

• Para que a família e os amigos das pessoas desaparecidas conheçam a paz do Senhor, mesmo em meio a especulações e incertezas.

• Para que Deus proteja todos os cristãos estrangeiros que trabalham no Iêmen.

• Para que os sequestradores possam ser tocados pelo Espírito Santo e atraídos para uma vida de amor, perdão e verdade, que Jesus oferece.

Tradução: Lucas Gregório
portas abertas

Fonte: Givengain

Cristãos sofrem repressão na Argélia


Comunidade protestante na Argélia é estimada em quase 12 mil pessoas, em uma população de cerca de 33 milhões

Cristãos sofrem repressão na Argélia
O antagonismo sentido pelas comunidades cristãs em vários países do Oriente Médio e Norte da África parece ter chegado à Argélia.

Um cristão acusado de proselitismo foi preso e uma ordem foi emitida para o fechamento de muitas igrejas. Relatórios feitos ao longo dos últimos meses por cristãos argelinos comprovaram um cerco significativo impondo restrições religiosas.

Um tribunal do país na semana passada condenou a cinco anos de prisão um cristão que tentou conversar com seu vizinho muçulmano sobre o cristianismo, dando-lhe um CD cristão. A comunidade protestante na Argélia é estimada em quase 12 mil pessoas, em uma população de cerca de 33 milhões. Segundo uma nova lei aprovada em 2006, não é permitida a conversão do islamismo para o cristianismo, os cristãos só podem se reunir em locais definidos pelo governo e, além disso, todos os pedidos recentes para a construção de novas igrejas foram rejeitados pelas autoridades.

Na opinião da Anistia Internacional, as leis que afetam os cristãos da Argélia podem prejudicar o direito de todos os não-muçulmanos e consequentemente da liberdade de religião. As restrições previstas na lei parecem ter sido criadas sobretudo para reprimir as igrejas protestantes, que são constantemente acusadas de proselitismo pelos meios de comunicação nacional.

A constituição na Argélia define que a religião oficial do país é o Islã, e as leis do país criminalizam os não-muçulmanos de cometerem proselitismo entre os muçulmanos, e não o inverso. 

 

Fonte: Church Times/Missão Portas Aberta

Cristãos criticam documentário que promove a eutanásia no Reino Unido


Grupos antieutanásia acusam a BBC de promover o suicídio assistido

Cristãos criticam documentário que promove a eutanásia no Reino Unido
Um documentário do escritor Terry Pratchett sobre o suicídio assistido de um milionário britânico de 71 anos na Suíça fez ressurgir nesta terça-feira (14) o ácido debate sobre a eutanásia no Reino Unido, onde cristãos e outros opositores acusaram a BBC de promover a o suicídio assistido.

"Choosing to Die" (Escolhendo morrer), o filme exibido na noite desta segunda-feira pela segunda maior rede de televisão pública britânica, segue o hoteleiro Peter Smedley, acometido por uma doença dos neurônios motores, até a clínica Dignitas, perto de Zurique, na qual, diante das câmeras, põe fim aos seus dias com uma dose letal de barbitúricos.

Pratchett, um popular escritor britânico de livros fantásticos de ficção científica, de 63 anos e doente de Alzheimer, defendeu o documentário, que disse ser o resultado de sua "consternação diante da situação atual". Ele, que milita há anos pela legalização da eutanásia, afirmou que Smedley queria "mostrar ao mundo o que estava acontecendo e a razão de fazer isso". 

No entanto, cristãos e outros grupos antieutanásia criticaram a modo como o documentário apresenta o suicídio assistido e afirmam que a BBC ajuda a promovê-lo.

Alistair Thompson, da Care Not Killing Alliance, denuncia a transmissão como uma "propaganda ‘pró-suicídio assistido’ vagamente disfarçada de documentário".

"Os testes mostram que quando mais se retrata, mais suicídios existem", acrescentou Thomson, explicando que a rede transmitiu nos últimos três anos cinco programas apresentados por um ativista ou simpatizante pró-eutanásia.

Fonte: AFP / Redação CPAD News
 

Batismo Centenário e Pentecostal, 6094 descem ás águas na AD no Belenzinho

20 mil superlotaram o novo Templo-Sede do Ministério em
São Paulo para grande celebração


Com uma festa bastante alegre, espiritual e inesquecível um dos dias mais esperados da Celebração Nacional do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil que completa 100 anos em 18 de Junho de 2011 aconteceu neste dia 12 de Junho, pela manhã, no novo templo sede em construção da Assembleia de Deus em São Paulo, Ministério do Belém.

O pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente do ministério e também da CGADB, juntamente com o vice-presidente, pastor José Wellington Costa Junior foram os responsáveis pela celebração histórica do batismo do centenário, onde 6.094 novos crentes, através de 60 pastores desceram as águas batismais, obedecendo assim mais uma vez, desta historicamente a ordenança de Jesus.

Foi um momento único e sublime, cerca de 20 mil pessoas superlotaram o templo e as redondezas da igreja, quem passava pelos corredores onde os candidatos se organizavam para ingressarem a fileira do batismo do centenário era contagiado pela alegria dos novos irmãos em participar de um momento tão histórico para igreja em São Paulo, bem como em todo Brasil.

Milhares de pastores e membros de toda igreja na capital e grande São Paulo, bem como milhares de acompanhantes glorificavam e exaltavam o nome do Senhor a todo instante, a partir das 5h da manhã milhares adentravam o novo templo, foi realmente um momento histórico.

O pastor José Wellington ministrou uma rápida mensagem aos presentes, e o pastor Alton Garrison, vice-presidente da Convenção das Assembleias de Deus nos Estados Unidos, que esteve acompanhado de sua esposa, interpretado pelo pastor e missionário do Ministério do Belém nos EUA, Joel Freire da Costa também pregou a igreja.

Para o pastor José Wellington esta grande festa se constitui uma grande alegria e a realização de um grande sonho, batizar milhares no centenário e isto no novo templo do Ministério do Belém, que mesmo ainda não acabado pode dar conforto aos presentes "quero agradecer a Deus por que Ele nos premiou com um tempo maravilhoso, com um dia quente, o sol brilhando sobre todos nós, quero agradecer a cooperação de todos os nossos pastores, os nossos obreiros e a cooperação de toda a amada igreja, pois todos nós trabalhamos para realização desta batismo que estamos chamando BATISMO do CENTENÁRIO, Deus abençoe a todos vocês, a todos nós em nome de Jesus" finalizou dizendo "estamos no centenário, o Centenário da sua, da nossa Assembleia de Deus no Brasil".

O vice-presidente, pastor Wellington Junior, bem como todos os pastores não escondiam a alegria de ver a igreja em São Paulo envolvida completamente na celebração do centenário. Irmã Wanda Freire, líder da União feminina da igreja e também da União Nacional das Esposas de Ministros das ADs, UNEMAD, também participou ativamente do evento. Todos os batizandos puderam receber assim que eram batizados o certificado do batismo.

Assim que o ultimo candidato passou pela recepção organizada pelo secretaria geral do ministério, o tão esperado número de candidatos foi entregue ao presidente que com muita alegria divulgou a todos o número de 6.094 (seis mil e noventa e quatro) novos crentes descendo as águas.

candidatos sendo recepcionados pela equipe da secretaria geral

Pastor Wellington Junior abrindo cerimonial de batismo

Irmã Wanda Freire, pastor Wellington e templo lotado





Pastor Alton Garrison recebe placa alusiva ao centenário


Pastor Joel Costa interpretando pastor Garrison







Pastores orando para iniciar o batismo

Pastor presidente, José Wellington batizando


Poder pentecostal marcando o batismo

Texto: Tiago Bertulino
Fotos: Ariadny Brito e Tiago Bertulino  FONTE

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes