SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

02 maio 2012

2ª Cruzada Evangelística - "Quipapá para CRISTO"




     No último dia 28 de Abril, foi realizada a 2ª Cruzada Evangelística "Quipapá Para Cristo", organizada pela Assembleia de Deus Convenção Abreu e Lima em Quipapá.

    Estiveram abrilhantando o evento, o Pr. Roberto José dos Santos, Presidente das Igrejas Assembleia de Deus Convenção Abreu e Lima no Estado de Pernambuco, a cantora Sarah Farias - Maceió - AL, o cantor Wilian Nascimento - Rio de Janeiro - RJ, entre outros.

     Ministrando a Palavra de Deus, esteve o Pb. Marcos Cesar - AD Abreu e Lima,numa noite em que vimos  a manifestação do Espírito Santo de Deus, 17 vidas se renderam aos pés do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e , com toda certeza, aquela cidade ficou marcada para Honra e Glória de Deus.

      Queremos parabenizar a organização do evento pelo empenho e esforço em fazer o MELHOR para obra do Senhor, e fiquem certo que Deus  vos recompensará.

      Assista abaixo a Cobertura exibida no Programa Novas de Paz dia 02/05/2012.

      
Equipe: grupodelouvor.com   fonte  
http://www.grupodelouvor.com/

"ELE NÃO FOI HOMOFÓBICO". JUSTIÇA DIZ NÃO A CENSURA GAY: PASTOR SILAS MALAFAIA VENCE BATALHA JUDICIAL CONTRA MPF E ONG HOMOSSEXUAL.




O blog do jornalista e colunista da Veja, Reinaldo Azevedo, noticiou nesta terça-feira (1), que  o juiz federal Victorio Giuzio Neto, da 2º vara cível de São Paulo, extinguiu a ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal contra o pastor Silas Malafaia da Assembléia de Deus Vitória em Cristo.
O processo havia sido solicitado ao ministério público por uma ONG que defende os direitos dos gays, o Ministério Público Federal recorreu à Justiça, acusando o pastor de estar incitando a violência física contra os homossexuais por ter se pronunciado em seu programa ano passado contrário ao deboche realizado na parada gay aos Santos Católicos quando os integrantes desfilaram com imagens de santos seminus e em atitudes homoafetivas. Na ocasião, Malafaia disse: “É para a Igreja Católica entrar de pau em cima desses caras, sabe? Baixar o porrete em cima pra esses caras aprender. É uma vergonha!”. O MPF solicitava que o pastor e a emissora fizessem uma retratação e que a União passasse a fiscalizar o programa.

Na sentença, o juiz não considerou a frase “baixar o porrete” como incitação de violência e sim, apenas como uma expressão.

Reinaldo Azevedo, demonstrou por diversas vezes em seu blog que na realidade, o Ministério Público estava querendo era impor uma forma de censura e escreveu com relação a decisão de agora:
“A decisão é primorosa. Trata-se de uma aula em defesa da liberdade de expressão. Fico especialmente satisfeito porque vi no texto muitos dos argumentos por mim desfiados neste blog — embora tenha sido esculhambado por muita gente: “Você não entende nada de direito”. Digamos que fosse verdade. De uma coisa eu entendo: de liberdade. O juiz lembra que o Inciso IX do Artigo 5º da Constituição e o Parágrafo 2º do Artigo 220 impedem qualquer forma de censura, sem exceção. De maneira exemplar, escreve:“Permite a Constituição à lei federal, única e exclusivamente: “… estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no artigo 221, bem como da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser nocivos à saúde e ao meio ambiente”. Estabelecer meios legais não implica utilização de remédios judiciais para obstar a veiculação de programas que, no entendimento pessoal, individual de alguém, ou mesmo de um grupo de pessoas, desrespeitem os “valores éticos e sociais da pessoa e da família” até porque seria dar a este critério pessoal caráter potestativo de obstar o exercício de idêntica liberdade constitucional assegurada a outrem.” Mais adiante, faz uma síntese brilhante:
“Proscrever a censura e ao mesmo tempo permitir que qualquer pessoa pudesse recorrer ao judiciário para, em última análise, obtê-la, seria insensato e paradoxal.”Afirma ainda o magistrado:
“Através da pretensão dos autos, na medida em que requer a proibição de comentários contra homossexuais em veiculação de programa, sem dúvida que se busca dar um primeiro passo a um retorno à censura, de triste memória, existente até a promulgação da Constituição de 1988, sob sofismático entendimento de ter sido relegado ao Judiciário o papel antes atribuído à Polícia Federal, de riscar palavras ou de impedir comentários e programas televisivos sobre determinado assunto.”O juiz faz, então, uma séria de considerações sobre a qualidade dos programas de televisão, descartando, inclusive, que tenham influência definidora no comportamento dos cidadãos. Lembra, a meu ver com propriedade, que as pessoas não perdem (se o tiverem, é óbvio) o senso de moral porque veem isso ou aquilo na TV; continuam sabendo distinguir o bem do mal. Na ação, o MPF afirmava que os telespectadores de Malafaia poderiam se sentir encorajados a sair por aí agredindo gays. Lembrou também o magistrado que sua majestade o telespectador tem nas mãos o poder de mudar de canal: não é obrigado a ver na TV aquilo que repudia.
Giuzio Neto analisou as palavras a que recorreu o pastor e que levaram o MPF a acionar a Justiça:
"As expressões proferidas não são reveladoras de preconceito se a considerarmos como manifestação de condenação ou rejeição a um grupo de indivíduos sem levar em consideração a individualidade de seus componentes, pois não se dirigiu a uma condenação generalizada através de um rótulo, ao homossexualismo, mas, ao contrário, a determinado comportamento ocorrido na Parada Gay (….) no emprego da imagem de santos da Igreja Católica em posições homoafetivas.Diante disto, não pode ser considerado como homofóbico na extensão que se lhe pretende atribuir esta ação, no campo dos discursos de ódio e de incentivo à violência, pois possível extrair do contexto uma condenação dirigida mais à organização do evento - pelo maltrato do emprego de imagens de santos da igreja católica - do que aos homossexuais.
De fato não se pode valorar as expressões dissociadas de seu contexto.
E, no contexto apresentado, pode ser observado que as expressões “entrar de pau” e “baixar o porrete” se referem claramente à necessidade de providências acerca da Parada Gay, por entender o pastor apresentador do programa, constituir uma ofensa à Igreja Católica reclamando providências daquela.(…)
É cediço que, se a população em geral utiliza tais expressões, principalmente na esfera trabalhista, para se referir ao próprio ajuizamento de reclamação trabalhista (…) “vão meter a empresa no pau”. Outros empregam a expressão “cair de pau” como mera condenação social; “entrar de pau” ou “meter o pau”, por outro lado, estaria relacionado a falar mal de alguém ou mesmo a contrariar argumentos ou posicionamentos filosóficos.
Enfim, as expressões empregadas pelo pastor réu não se destinaram a incentivar comportamentos como pode indicar a literalidade das palavras no sentido de violência ou de ódio implicando na infração penal, como pretende a interpretação do autor desta ação."
Reinaldo Azevedo termina dizendo: 
Se alguém foi vítima de preconceito nessa história, esse alguém foi Malafaia. Não fosse um líder evangélico — e, pois, na cabeça de alguns, necessariamente homofóbico —, não teria sido importunado por uma ação judicial. Há um verdadeiro bullying organizado contra os cristãos, pouco importa a denominação religiosa a que pertençam. Infelizmente, a “religião” que mais cresce no mundo hoje é a cristofobia.
Com a sentença, extingue-se o processo contra Malafaia, a Rede Bandeirantes de Televisão e a União.

Con informações do Blog Reinaldo Azevedo
Leia na íntegra clicando aqui

fonte


Pastor Isaac Fabrício realiza culto de batismo e grande cruzada no feriado do dia 1º Maio



 A Assembleia de Deus de Marizopolis, realizou no feriado
do dia 1º de Maio grande culto na congregação do cunjunto Jose Vieira da Silva em Marizópolis.
Onde se realizou o trabalho a tarde e a noite uma cruzada.
Na tarde estiveram presentes os pastores Otaviano Oliveira e sua dignissima esposa e um PB. Davi Perreira
da cidade de  Santa Cruz, pastor Djacy e sua dignissima esposa da cidade de Poço Jose de Moura, como tambem
toda a igreja local e denominaçoes de outras igrejas evangelicas e nao evangelicas.
  A palavra oficial da tarde ficou com o PB. Manoel da Silva Melo, onde foi feito a leitura no livro que escreveu
Isaias cap.12,1...Todos estavam atentos a voz de Deus, e davam glorias a Deus
O pastor Djacy traz a primeira mensagem depois de cantar um louvor um verdadeiro adorador, ele abordou na leitura do salmos
119, 8 Deus faz a escolha, nos da mas tambem requer de nós regras, foi uma bençao e Deus falou poderosamente no meio do seu povo
Depois das pregaçoes 14 irmaos desceram as aguas para serem batizados, foi só bençao.
Ja a noite uma grande cruzada foi formada , onde os pastores continuaram presentes, e o preletor da noite foi o pastor de Cajazeiras
Luiz Décio, onde ministrou uma palavra poderosa a respeito de escolha, o reino das trevas ou o reino da luz, e pra abrilhantar a festa
tres pessoas fizeram sua decisão aceitando Jesus como Salvador de suas vidas.






Fonte: Veja Gospel




veja fotos

Culto Evangelístico de Integração da Mocidade promovido pela AD em Venha-Ver tem saldo de 5 vidas convertidas



m_DSC04173
Como havíamos informado, aconteceu ontem (1) na Vila Caldeirão, o Culto Evangelístico de Integração da Mocidade, das igrejas de Venha Ver e Coronel João Pessoa.
O trabalho foi presidido pelo pastor da AD em Venha-Ver, Charlles Oliveira, e foi desenvolvido em duas etapas:
Primeira Etapa: Visita e evangelização em todas as casas da “vila”, com entrega de literatura evangélica e exposição da Palavra de Deus;
Segunda Etapa: Grande Culto Evangelístico, com participação da banda Pentecostal “Deus é Fiel”, da AD em Coronel João Pessoa. Os pregadores foram os diáconos Lindomar (Venha-Ver) e Nildomar (Coronel João Pessoa).
As mocidades de ambas as igrejas louvaram ao Senhor com belos hinos de louvor. O Auxiliar de Trabalho Raimundo Nonato (Areia Branca-RN), também entoou louvores à Deus 
O saldo do trabalho foram cinco vidas convertidas à Cristo, um casal de anciãos aceitou durante a evangelização; e no apelo durante o culto, três pessoas também se renderam ao Salvador Jesus Cristo.
Oreis por nós!
FOTOS:
m_DSC04170m_DSC04171m_DSC04173m_DSC04174m_DSC04176m_DSC04177m_DSC04178m_DSC04180m_DSC04181m_DSC04184m_DSC04185m_DSC04187m_DSC04195m_DSC04196m_DSC04199m_DSC04200m_DSC04201m_DSC04202m_DSC04203m_DSC04206m_DSC04209m_DSC04211m_DSC04217m_DSC04218
m_DSC04218m_DSC04219m_DSC04233
m_DSC04246m_DSC04248m_DSC04254m_DSC04256m_DSC04257m_DSC04259m_DSC04260m_DSC04261m_DSC04262http://www.oassembleiano.com/m_DSC04264
fonte http://www.oassembleiano.com/

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes