SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

24 agosto 2015

Dinâmica: Hábitos de Estudo

Objetivo: Estimular o hábito de estudar.
Material:
Quadro ou cartolina
Material digitado sobre hábitos de estudo(vejam no procedimento) para cada aluno
Procedimento:
1 - Perguntem: Como vocês se organizam para estudar? Aguardem as respostas e anote-as no quadro ou cartolina.
2 - Depois, peçam para que os alunos façam uma encenação de algumas formas de estudar relatadas pelos alunos.
3 - Analisem as respostas e as encenações, questionando se dessa forma está havendo boa assimilação dos conteúdos.
4 - Agora, peçam para que os alunos apontem atitudes que podem melhorar a forma de estudar.
5 - Falem: Vamos ver agora algumas ações importantes para que haja maior aproveitamento nos estudos(entreguem estas orientações por escrito para cada aluno):
- Planeje o que vai estudar e siga cuidadosamente seu planejamento.
- Organize um horário fixo de estudo, crie uma rotina diária.
- Procure um local de estudo com iluminação adequada e tranquilo, onde não circulem pessoas, onde haja silêncio(desligue a TV, rádio, MP3, celular).
- Procure manter o foco de sua atenção na leitura, não se distraia.
- Tenha perto de você o que vai usar, como: papel, caderno, lápis, caneta, dicionário etc.
- Evite ler deitado, o mais adequado é utilizar uma mesa ou uma escrivaninha, pois facilita fazer anotações.
- Leia de preferência durante o dia.
- Leia o texto em voz alta e depois procure escrever as ideias principais.
- Organize uma pasta ou fichário com suas anotações e dúvidas.
- Realize pesquisas em livros, revistas e sites confiáveis.
- Revise a matéria no dia da explicação do professor.
- Fazer um cronograma com as atividades e avaliações a serem realizadas.
6 – Perguntem: Qual ou quais destas ações você tem mais dificuldade?
Aguardem as respostas e mostrem a importância dessas ações, lembrando-lhes dos resultados positivos que aparecerão, dessa forma vocês estarão estimulando os alunos a criar hábitos de estudo.
Por Sulamita Macedo.
Dinâmica: A Máscara caiu
Objetivo: Refletir sobre a falsa aparência de alguns cristãos e líderes.
Material:
01 máscara
03 alunos
Procedimento:
1 - Antes do início da aula:
- Escolham 03 alunos ou outros que voluntariamente participem da atividade.
- Falem para o aluno 01 que deverá falar para a turma características pessoais(não físicas) e do que gosta de fazer, do que já fez, do que pretende realizar,  relatar acontecimentos ocorridos com ela. Este relato deverá ser de forma exagerada, mas que seja moderado para não levantar suspeitas se as afirmações são verdadeiras e ou falsas. Tudo deve ser expresso de forma que convença os ouvintes.
- Falem para o aluno 02 e 03 para que forneçam informações pessoais de forma verdadeira.
- Orientem que eles vão usar uma máscara, quando chegar o momento de falar para a turma.
- Peçam para que eles não divulguem para os colegas as orientações dadas a eles.
2 – No momento da realização da dinâmica:
- Chamem os 03 alunos para se posicionar na frente da classe.
- Solicitem para que falem sobre o combinado anteriormente. À medida que cada um falar, coloquem a máscara nele.
- Depois, perguntem: Vocês acham que estão falando a verdade ou mentira?
Aguardem a manifestação dos alunos e perguntem o porquê das respostas, isto é, o que lhes convenceu disto.
Coloquem a máscara no aluno que a turma afirma que ele está mentindo.
- Falem: Os 03 usaram máscara, mas a quem cabe realmente a máscara?
- Peçam, agora, para que eles falem para o grupo se estavam mentindo ou falando a verdade. Coloquem a máscara no aluno que mentiu e falem: Sua máscara caiu, sua farsa foi descoberta!
- Falem: Assim também acontece com o cristão que tem falsa aparência, mostram-se exteriormente de uma forma, mas o seu interior não está em consonância com a Palavra de Deus.
- Depois, leiam:
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniquidade”(Mateus 23: 27 e 28).
- Falem: Estas são as características dos tempos trabalhosos:
“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus. Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te”(II Timóteo 3:1-5).
- Para finalizar, enfatizem a importância dos valores cristãos nestes tempos trabalhosos.
- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.

Por Sulamita Macedo.
Dinâmica: Missão Social
Objetivos:
Introduzir o estudo sobre a missão social da igreja.
Refletir sobre ajuda aos necessitados
Material:
Chocolates para a metade da turma
 Obs: vocês se desejarem podem substituir o chocolate por pãezinhos, fatia de bolo etc.
Procedimento:
- Distribuam chocolates somente para a metade da turma. E, continuem falando sobre o tema da aula e observem as reações dos alunos.
Alguém certamente falará que não recebeu, outro vai dizer que quer receber, outro vai questionar porque não tem para todos etc.
Então, falem: As condições financeiras não são iguais para todos, há pessoas que tem o que comer diariamente, outras que estão passando por situações difíceis.
- Mas, perguntem: Como podemos resolver esta situação dos chocolates vivenciada, agora, por vocês?
Aguardem que algum aluno tenha a iniciativa de repartir o chocolate com o colega, caso isto não aconteça, solicitem que os alunos dividam o chocolate com os que não possuem.
- Depois, falem: É assim que deve ser nosso comportamento com aqueles que estão passando necessidade, o amor em ação nada mais é que a solidariedade.
- Agora, trabalhem os pontos levantados na lição.
- Para finalizar a aula, organizem, com seus alunos, ações para atendimento a pessoas necessitadas, quer seja de alimento, de visita, de remédio, de roupas etc. Espera-se que esta ação social não seja pontual, mas algo sistemático a ser realizado pela classe ou individualmente. Creio que há resistência de realização de um trabalho dessa forma, pois é comum atender aos necessitados em situações eventuais.

Por Sulamita Macedo.
Dinâmica: O Sofrimento de Cristo
Objetivo: Iniciar o estudo sobre o sofrimento de Jesus.
Material:
01 corrente confeccionada de papel ou EVA
01 Chicote ou um cinto ou um cinturão
01 alfinete ou agulha
01 folha de papel madeira ou cartolina
Procedimento:
- Perguntem:
.  Alguém aqui passou por uma situação em que ficou trancado sem poder sair de algum lugar? Como você se sentiu?
Para este aluno que vai relatar este caso, entreguem uma corrente, para representar a situação vivenciada.
. Alguém já sofreu uma agressão física de algum colega numa discussão ou briga? Como você se sentiu quando apanhou?
Para este aluno que vai relatar este caso, entreguem um cinto, para representar a situação vivenciada.
. Alguém já se furou com algo perfurante, como prego, alfinete etc?
Para este aluno que vai relatar este caso, entreguem uma agulha, para representar a situação vivenciada.
- Falem: Todas estas situações causaram sofrimento, tristeza etc. Mas, hoje vamos estudar sobre uma pessoa que sofreu muito e nem se compara com o que vocês relataram.
- Falem: Vocês já sabem que antes da crucificação de Jesus, aconteceram várias situações que provocaram muito sofrimento para Ele.
- Apresentem uma folha de madeira ou cartolina com um desenho de uma cruz em tamanho grande.
- Falem que a cruz vai representar o sofrimento de Jesus.
- Peçam para que os alunos citem estes fatos que eles lembram que causaram sofrimento de Jesus antes de sua morte na cruz. As respostas devem ser escritas ao redor da cruz.
Preso
Acusado com falsas testemunhas
Chicoteado
Torturado
Cuspiram no rosto dele
Coroa de espinhos na cabeça
Morte na cruz
- Perguntem: Por que Jesus passou por este sofrimento além da morte de cruz?
Enfatizem que a morte de Jesus foi para nos salvar e nos dá vida abundante.
- Leiam: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando”(Jo 15.13 e 14).
- Agora, trabalhem os pontos levantados na lição.

Por Sulamita Macedo.

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes