Cerca de oito anos desde que a primeira unidade do Airbus A380 começou a operar, em 2007, o primeiro pouso comercial de um desses colossos no Aeroporto Internacional de Guarulhos aconteceu no sábado (14). Contando com 72 metros do comprimento, envergadura de 79 metros, 24 metros de altura e 845 metros quadrados de área das asas, o maior avião comercial do mundo pode ser visto chegando ao Brasil e sendo batizado no vídeo acima.
Para comparação, a aeronave que pode ser vista taxiando à frente do A380 na gravação, um Boeing 737-800 da Gol, tem 39,5 metros de comprimento, 34,3 metros de envergadura e 12,6 metros de altura. O gigante pertence à Emirates Airline e, em uma configuração para três classes (econômica, executiva e primeira classe), tem capacidade para transportar nada menos do que 525 pessoas. O 737-800, por sua vez, transporta um máximo de 189 passageiros.
O Airbus A380 tem um peso aproximado de 560 mil kg quanto totalmente carregado, mas seu valor máximo para decolagem é de 575 mil kg – deixando bons 15 mil kg de folga. Com velocidade de cruzeiro de 910 km/h, máxima de 970 km/h, limite de altura de voo de 13.136 metros e autonomia para viagens com até 15,7 mil km de distância.

CONSTRUINDO O GIGANTE

A fabricação desse monstruoso avião é feita praticamente inteira na cidade de Toulouse, no sul da França – onde também fica o escritório central da Airbus. Embora o interior e a maior parte da pintura sejam feitos em uma fábrica na cidade alemã de Hamburgo, a montagem também ocorre no município francês.
Enquanto algumas peças do A380 são transportadas por meio de outro gigante da Airbus, o Beluga, outras são movidas por meio de navios e até mesmo por vias terrestres. No caso dessas últimas, elas costumam ser tão grandes que até chegam a exigir a mobilização de cidades inteiras, com evacuação de veículos das vias públicas e até mesmo a retirada de placas de trânsito em seu caminho até Toulouse.

Matéria extraída do TECH MUNDO