SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

18 novembro 2015

Na lição de hoje estudaremos a parábola dos trabalhadores na vinha (plantação de uvas).Esta lição apresenta uma das mais extraordinárias lições sobre o caráter de Deus. Nesta analogia o Senhor é comparado a um pai de família que sai de madrugada a fim de recrutar trabalhadores para sua vinha.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL
QUARTO TRIMESTRE DE 2015
JUNIORES – Tema: As histórias de Jesus
Comentarista: Patricia Almeida
Comentário: Prof. Jair César S. Oliveira
ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP


LIÇÃO 8 - PLANTAÇÃO DE UVAS

 Texto Bíblico   Mt 20.1-16
"Pois o Reino dos céus é como um proprietário que saiu de manhã cedo para contratar trabalhadores para a sua vinha.
Ele combinou pagar-lhes um denário pelo dia e mandou-os para a sua vinha.
"Por volta das noves hora da manhã, ele saiu e viu outros que estavam desocupados na praça,
e lhes disse: ‘Vão também trabalhar na vinha, e eu lhes pagarei o que for justo’.
E eles foram. "Saindo outra vez, por volta do meio dia e das três horas da tarde e nona, fez a mesma coisa.
Saindo por volta da cinco horas da tarde, encontrou ainda outros que estavam desocupados e lhes perguntou: ‘Por que vocês estiveram aqui desocupados o dia todo? ’
‘Porque ninguém nos contratou’, responderam eles. "Ele lhes disse: ‘Vão vocês também trabalhar na vinha’.
"Ao cair da tarde, o dono da vinha disse a seu administrador: ‘Chame os trabalhadores e pague-lhes o salário, começando com os últimos contratados e terminando nos primeiros’.
"Vieram os trabalhadores contratados por volta das cinco horas da tarde, e cada um recebeu um denário.
Quando vieram os que tinham sido contratados primeiro, esperavam receber mais. Mas cada um deles também recebeu um denário.
Quando o receberam, começaram a se queixar do proprietário da vinha,
dizendo-lhe: ‘Estes homens contratados por último trabalharam apenas uma hora, e o senhor os igualou a nós, que suportamos o peso do trabalho e o calor do dia’.
"Mas ele respondeu a um deles: ‘Amigo, não estou sendo injusto com você. Você não concordou em trabalhar por um denário?
Receba o que é seu e vá. Eu quero dar ao que foi contratado por último o mesmo que lhe dei.
Não tenho o direito de fazer o que quero com o meu dinheiro? Ou você está com inveja porque sou generoso? ’
"Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos".

Objetivos 
Após a aula seus alunos devem compreender que a graça de Deus é dada a todos igualmente, pois Deus é Justo.

Introdução
Na lição de hoje estudaremos a parábola dos trabalhadores na vinha (plantação de uvas).Esta lição apresenta uma das mais extraordinárias lições sobre o caráter de Deus.
Nesta analogia o Senhor é comparado a um pai de família que sai de madrugada a fim de recrutar trabalhadores para sua vinha.
Na parábola é demonstrada toda a justiça e misericórdia de Deus, observamos isto não apenas na chamada a todos que estavam ociosos na praça, mas também ao final do dia, o pagamento é dado igualmente a todos, mesmo os últimos. Esta é uma parábola de ensino, concernente ao trabalho e obediência na obra do Senhor.
                                                                   
I - Ensinando uma lição
As parábolas do Senhor Jesus tinham como propósito ensinar verdades espirituais aos discípulos, a parábola dos trabalhadores não e diferente.
A parábola foi proferida pelo Senhor logo após um triste episódio, certo jovem rico procura Jesus para pergunta toque deveria fazer para alcançar a vida eterna.
E eis que se aproximou dele um jovem, e lhe disse: Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?
Respondeu-lhe ele: Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é bom; mas se é que queres entrar na vida, guarda os mandamentos.
Perguntou-lhe ele: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho;
honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado; que me falta ainda?
Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me.
Mas o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste; porque possuía muitos bens.(Mt 19.16-22)
Admirados com essa palavra de Jesus, Pedro tomando a  palavra,  pergunta  sobre o que  eles receberiam, visto que tinham abandonados tudo e seguido a Jesus. Foi a partir daí que o Senhor passar a conta a parábola.
No texto bíblico acima, fica evidente que o Senhor, não impôs ao jovem a condição e deixar todos os seus pertences, isto seria afirmar que somente os pobres herdariam o reino de Deus, o Senhor revelou os segredo do coração do jovem, pois ele dava muito mais importância ao bens que possuía do que a sua salvação pois o  seu coração estava em sua riquezas.
De uma forma egoísta Pedro logo pergunta, pois ele mesmo como os demais discípulos tinham largando tudo para seguir ao Senhor, que recompensa receberiam?
A resposta do Senhor demonstrou todo o caráter de Deus, nos seus atributos de justiça e misericórdia.

II- Dono de uma plantação de uvas
A parábola apresenta um pai de família que cultiva uma vinha para sustento  de sua casa, figuradamente representa Deus que para manter a sua obra contrata os trabalhadores.

A parábola mostra a autoridade do dono da vinha, pois o destacando como o “pai de família”  revela a sua autoridade de liderar a sua casa contratando  trabalhadores, assim é Deus , pois Ele é  o pai da grande  família chamada Igreja.

Ele tem o poder de chamar trabalhadores  para sua obra, por sua justiça  dar o justo pagamento a cada um , independentemente da quantia de serviço, por essa razão, os últimos trabalhadores recebem o mesmo valor daqueles  primeiros.

Na parábola  as palavras Reino e vinha tem um destaque especial, ela se inicia dizendo o ‘reino de Deus “, isto significa o domínio de Deus sobre todas as coisas, assim vemos que Deus plantou uma “vinha” neste mundo e conta conosco  parta cultivá-la afim de que produza abundantes frutos.
No Antigo Testamento, Israel é apresentado com o povo eleito de Deus, sendo comparado a uma vinha:

Pois a vinha do Senhor dos exércitos é a casa de Israel, e os homens de Judá são a planta das suas delícias; e esperou que exercessem juízo, mas eis aqui derramamento de sangue; justiça, e eis aqui clamor. (Is 5.7)
Muitos pastores destruíram a minha vinha, pisaram o meu quinhão; tornaram em desolado deserto o meu quinhão aprazível. (Jr 12.10
Já no Novo Testamento  a palavra vinha é usada para ilustrar a Igreja de Cristo
Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o viticultor.
Toda vara em mim que não dá fruto, ele a corta; e toda vara que dá fruto, ele a limpa, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado. Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas. Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. (Jo 15.1-8).

III- Hora do pagamento
A justiça divina não é baseada em critérios humanos, os trabalhadores da ultima hora são tratados com igualdade em relação aos que começaram nas primeiras horas do dia.
Se levarmos em conta a justiça dos homens, que é falha, poderiam concluir que a reclamação dos primeiros trabalhadores estava certa, pois eles tinham trabalhado muito mais do que aqueles que trabalharam apenas um  pouco.
 Porem a justiça divina é perfeita, no demais, ao vermos o acertando entre as partes, o dono de família pagou aos primeiros trabalhadores aquilo que haviam combinado, ele tinha todo o direito que recompensar de igual modo aqueles que  trabalharam somente um pouco, isto demonstra a sua grande generosidade.
Todavia a parábola revela uma verdade, que cada trabalhador receberá aquilo que fizer jus, a obra, ou trabalhão feito não será medido pelo tempo de execução, mas sim pela qualidade do trabalho. Por isso o Senhor disse:
“os derradeiros serão os  primeiros, e os primeiros serão os derradeiros” (MT 20.16)
O apostolo Paulo na sua carta aos Corintios explanou sobre as qualidade se trabalho na obra do Senhor, assim definiu também a recompensa de cada obra; E, se alguém sobre este fundamento levanta um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha,
a obra de cada um se manifestará; pois aquele dia a demonstrará, porque será revelada no fogo, e o fogo provará qual seja a obra de cada um.
Se permanecer a obra que alguém sobre ele edificou, esse receberá galardão.
Se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele prejuízo; mas o tal será salvo todavia como que pelo fogo. (1 Co 3.12-15)

Conclusão
No reino de Deus não discriminação, nem favoritismo, os trabalhadores da  ultima hora são tão importantes quanto os da primeira, pois o mérito do Serviço aos olhos de deus não depende da quantidade, depende do espírito com que é feito o trabalho.
 Fonte consultada:  Revista CPAD – Jovens e adultos – 2º trimestre de 2005

Colaboração para o Portal Escola Dominical - Prof Jair Cesar S. Oliveira
http://www.portalebd.org.br/index.php/juniores/16-juniores-licoes/615-licao-8-plantacao-de-uvas