SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

21 dezembro 2015

Lição 13 - José, a Realidade de Um Sonho 4º trimestre de 2015 - O Começo de Todas as Coisas - Estudos Sobre O Livro de Gênesis

Comentarista da CPAD: Pr. Claudionor Correa de Andrade
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
AQUI VOCÊ VÊ PONTOS DIFÍCEIS DA LIÇÃO - POLÊMICOS
Veja - Lições Jovens E Adultos 4ºTrim.2002 - Abrão - Êxitos E Fracassos Do Amigo De DEUS - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/estudos2.htm
Veja estudo importante http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/alianca.htm
 
 
TEXTO ÁUREO"E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um varão como este, em quem haja o ESPÍRITO de DEUS?" (Gn 41.38)
 
 
VERDADE PRÁTICAEscravo, ou senhor, José sempre se destacou por uma vida de excelência e fidelidade a DEUS.
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - Gn 37.3 - José, o filho amado e preferido do pai
Terça - Gn 37.5 - José, um jovem que ousou sonhar os sonhos de DEUS
Quarta - Gn 37.23-28 - A angústia de José diante da maldade de seus irmãos
Quinta - Gn 39.7-20 - José, um jovem que escolheu fazer o que era certo
Sexta - Gn 39.21.23 - José nos mostra que os que são de DEUS prosperam em qualquer lugar
Sábado - Gn 41.38-46 - De escravo José se torna governador do Egito
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Gênesis 45.1-8
1 - Então, José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele; e clamou: Fazei sair daqui a todo varão; e ninguém ficou com ele quando José se deu a conhecer a seus irmãos. 2 - E levantou a sua voz com choro, de maneira que os egípcios o ouviam, e a casa de Faraó o ouviu. 3 - E disse José a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque estavam pasmados diante da sua face. 4 - E disse José a seus irmãos: Peço-vos, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então, disse ele: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. 5 - Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque, para conservação da vida, DEUS me enviou diante da vossa face. 6 - Porque já houve dois anos de fome no meio da terra, e ainda restam cinco anos em que não haverá lavoura nem sega. 7 - Pelo que DEUS me enviou diante da vossa face, para conservar vossa sucessão na terra e para guardar-vos em vida por um grande livramento. 8 - Assim, não fostes vós que me enviastes para cá, senão DEUS, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como regente em toda a terra do Egito.
 
OBJETIVO GERAL
Saber que os sonhos de José foram concedidos pelo Senhor
 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Conhecer a história de José;
Analisar a vida de José como escravo;
Mostrar que DEUS providenciou, por intermédio de José, um lugar de refúgio para Jacó e sua família
 
INTERAGINDO COM O PROFESSORCom a graça de DEUS chegamos ao final do estudo do livro de Gênesis. Com certeza a sua fé, e a de seus alunos foram edificadas por intermédio de cada lição. Como é bom saber que o DEUS que tudo criou é o nosso Pai. Um DEUS que nos ama, cuida de nós e nos faz sonhar.
Na lição de hoje estudaremos a respeito da vida de José. Este jovem foi um sonhador. Seus sonhos o levaram até uma cova. Mas, a interpretação de alguns sonhos o levaram ao palácio e o fizeram governador do Egito. Com José aprendemos que os sonhos que DEUS estabelece em nossos corações, não podem ser frustrados, embora, isso não nos impeça de passarmos por várias situações difíceis.
 
Resumo da Lição 13 - José, a Realidade de Um Sonho
I - A HISTÓRIA DE JOSÉ José era bisneto de Abraão, amigo de DEUS. À semelhança de seu pai, Jacó, e do avô, Isaque, era um homem de profundas experiências com o Senhor. A seu modo, era um profeta e um especialista em sonhos. 
1. Filho da afeição.
2. Filho da decisão.
3. Filho dos sonhos.
II. UM ESCRAVO CHAMADO JOSÉ
Se em casa era o mais querido dos filhos, no exílio, José teria de experimentar as angústias de um escravo. O Senhor, porém, era com ele.
1. O preço de um jovem.
2. A pureza de um jovem.
3. A prisão de um jovem.
III. UM LUGAR DE REFÚGIO PARA ISRAEL
José não se limitava a sonhar; também interpretava sonhos. O seu ministério era parecido com o de Daniel.
1. O intérprete de sonhos.
2. Um economista de excelência.
3. O salvador de seu povo.
 
SÍNTESE DO TÓPICO I - A história de José nos mostra que é DEUS quem estabelece alguns sonhos no coração do homem.
SÍNTESE DO TÓPICO II - A inveja e o ciúme levaram os irmãos de José a vendê-lo como escravo
SÍNTESE DO TÓPICO III - José foi usado pelo Senhor para providenciar livramento para sua família e para o povo de DEUS.
 
SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO top1"A história de José nos revela como os descendentes de Jacó vieram a ser uma nação dentro do Egito. Esta seção de Gênesis não somente nos prepara para a narrativa do êxodo do Egito, como também revela a fidelidade que José sempre teve para com DEUS, e as muitas maneiras como DEUS protegeu e dirigiu a sua vida para o bem doutras pessoas. Ressalta a verdade de que nos justos podem sofrer num mundo mau e iníquo, mas que, por fim, triunfará o propósito de DEUS reservado para eles"(Bíblia de Estudo Pentecostal. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p. 90).
 
CONHEÇA MAIS
José - "A história de José nos revela como os descendentes de Jacó vieram a ser uma nação dentro do Egito. A túnica ricamente ornamentada que José recebera de seu pai, contrasta fortemente com as túnicas comuns usadas por seus irmãos. Ela revela uma posição especial de favoritismo e honra diante de seu pai." Para conhecer mais leia, Bíblia de Estudo Pentecostal, CPAD, p. 90.
 
SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO top2
1."José tipo de CRISTO
Muitos tomam José como um tipo de CRISTO; uma pessoa inocente que sofreu por causa da maldade dos outros e, através do qual, o povo escolhido foi liberto da morte certa. O silêncio de José enquanto seus irmãos deliberam seu destino (Gn 37.12-35) prefigura o silêncio de CRISTO perante seus juízes (1 Pe 2.23).
2.A mulher de PotifarO contraste entre Judá e José é forte. Ambos foram tentados sexualmente. Judá procurou o sexo ilícito, enquanto José recusou repetidos apelos da mulher de seu senhor. José lembra-nos que nunca podemos dizer que o sexo nos leva a pecar. A escolha é nossa, agir como Judá ou como José" (RICAHRDS, Lawrence. Guia do Leitor da Bíblia: Uma Análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. 10.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p. 45).
 
SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO top3"As Escrituras deixam claro que a separação entre José e o seu povo estava sob o controle de DEUS. O Senhor estava operando através de José e das circunstâncias deste, a fim de preservar a família de Israel e reuni-la segundo as suas promessas.
Quatro vezes no capítulo 39 está escrito que 'o Senhor estava com José' (vv. 2,3,21,23). Porque José honrava a DEUS, DEUS honrava a ele. Aqueles que temem a DEUS e o reconhecem em todos os seus caminhos têm a promessa de que DEUS dirigirá todos os seus passos (Pv 3.5,6) "(Bíblia de Estudo Pentecostal. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p. 39).
 
PARA REFLETIR - A respeito do livro de Gênesis:Quem foi José?
José era bisneto de Abraão, amigo de DEUS. À semelhança de seu pai, Jacó, e do avô, Isaque, era um homem de profundas experiências com o Senhor. José era filho de Raquel, a esposa amada de Jacó (Gn 29.18-20,30).
Qual o significado dos sonhos de José?
Que ele dominaria sobre seu pai e seus irmãos.
Como você descreveria o caráter de José?
Como um caráter ilibado.
Que lição traz-nos as tribulações de José?
Quem serve a DEUS prospera em qualquer circunstância (Sl 1.3). Se fizermos a vontade de DEUS, até as adversidades redundarão em bênçãos e livramentos aos que nos cercam.
O que representou a região de Gósen para Israel?
Distante da influência dos cananeus e dos egípcios, os
 
CONSULTE
Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 64, p. 42.
 
SUGESTÃO DE LEITURA
A Família no Antigo Testamento, O Plano Divino Através dos Séculos e A Origem da Bíblia
 
Lições Bíblicas CPAD -  1º Trimestre de 1991 - A VIDA DE ABRAÃO - Comentários: EURICO BERGSTEN
JOSÉ E O ÁRDUO CAMINHO DA VITÓRIA
TEXTO ÁUREO
"Porquanto o Senhor estava com ele, e tudo o que ele fazia o Senhor prosperava "(Gn 39.23).
VERDADE PRÁTICA
O Senhor era com José e isto foi o segredo de todo o progresso que ele experimentou.
LEITURA DIÁRIA
Segunda-SI 91.15 Estarei com ele na angustia
Terça-SI 46.1 Socorro presente na angustia
Quarta-SI 13 Tudo que fizer, prosperará
Quinta-Is 41.10 Não temas, eu te ajudo
Sexta - Jr 15.20 Sou contigo para guardar
Sábado -SI 37.5 Confia nele, ele tudo fará
TEXTO BÍBLICO BÁSICO Gn 37.2-4; 39.1-2,9; 41.25,38,40; 45.1,5,28
Gn 37.2 - Estas são as gerações de Jacó: Sendo José de dezessete anos, apascentava as ovelhas com seus irmãos, e estava este mancebo com os filhos de Bila, e com os filhos de Zilpa, mulheres de seu pai; e José trazia uma má fama deles a seu pai. 3 - E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores. 4 - Vendo pois seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos os seus irmãos, aborreceram-no, e não podiam falar com ele pacificamente.
Gn 39.1 - E José foi levado ao Egito, e Potifar, eunuco de Faraó, capitão da guarda, varão egípcio, comprou-o da mão dos ismaelitas que o tinham levado lá. 2 - E o Senhor estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. 9 • Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, porquanto tu és sua mulher; como pois faria eu este tamanho mal e pecaria contra Deus?
Gn 4125 • Então disse José a Faraó: O sonho de Faraó é um só; o que Deus há de fazer, notificou-o a Faraó. 38 - E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um varão como este, em quem haja o espírito de Deus? 40 - Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo; somente no trono eu serei maior que tu.
Gn 45.1 • Então José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele, e clamou: Fazei sair daqui a todo o varão; e ninguém ficou com ele, quando José se deu a conhecer a seus irmãos. 5 - Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque para conservação da vida Deus me enviou diante da vossa face.28 - E disse Israel: Basta; ainda vive meu filho José; eu irei e o verei antes que morra.
COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
A história de José nos mostra quanto vale ser crente desde a infância; e prova que a presença do Senhor na vida do crente é a solução para todos os problemas que surgem, sejam eles quais forem. (SCR e CB)
I. JOSE CONHECEU A DEUS NO SEU LAR
1.José, o filho predileto de Jacó. José, o décimo primeiro filho de Jacó, era o primogênito de Raquel, a esposa que Jacó amava. Raquel faleceu quando José era ainda criança, mas ele cresceu cercado de amor. Certamente teve grande repercussão sobre a vida de José o encontro que seu pai Jacó teve com Deus no Vau de Jaboque, quando exclamou: "A minha alma foi salva". José tambéin teve  o seu encontro com Deus. É absolutamente necessário que os lares dos crentes sejam verdadeiros viveiros espirituais. Onde impera o verdadeiro dcspertamento, o coração dos pais converte-se aos filhos (Lc 1.17).
2. José, o Jovem predestinado por Deus. José. experimentou a manifestação do Espírito Santo em toda sua vida. Ainda nuíto jovem teve dois sonhos proféticos, os quais lhe deram a certeza de queDeus tinha alguma coisa preparada para ele,(Gn 37.5-10). Já adulto, recebeu de Deus preparo para interpretar sonhos (Gn 40.8-22). Deus prepara o crente para a obra que tem a fazer, através da operação do Espírito Santo.
II. JOSÉ AJUDA SEU PAI NA ADMINISTRAÇÃO DOS NEGÓCIOS
l. As excelentes qualidades de José.
Embora ainda muito novo, com apenas 17 anos, foi colocado pelo pai na administração de seus grandes rebanhos. Talvez tivesse sido mais apropriado colocar neste cargo a Rubem, o primogênito, mas este por causa de problema de.ordern moral perdeu o direito à primogenitura (Gn 49.4). José, o primogénito de Raquel, assumiu esse cargo com muita eficiênca. Isto explica a túnica de várias cores que Jacó deu a Jose. Era o tipo de túnica compatível com um cargo de gerência.
2. Os irmãos de José o odiavam. 0 motivo era inveja. Não suportavam a lembrança dos sonhos que José tivera. É interessante observar que o ódio que os irmãos nutriam por José, não o prejudicou em sua vida espiritual. Isto é uma evidência de que antes de este ódio se manifestar, José já vivia em íntima comunhão com Deus. Uma experiência com Deus em profundidade é a mais grandiosa solução para cada jovem. Vivendo perto de Deus, o crente vence qualquer forma de ódio e de resistência.
III. JOSÉ É VENDIDO COMO ESCRAVO
1. A traição dos irmãos de José.  Um dia Jacó enviou José a ver o estado de seus rebanhos (Gn 37.12-17). Seus irmãos, vendo-o de longe, sugeriram matá-lo. Porém. Rubem conseguiu impedi-los (Gn 37.21-22). Passando por aquele local, àquela hora, uma caravana de ismaelitas a caminho do Egito, venderam José como escravo àqueles mercadores. Para ocultar o que haviam feito, tingiram a túnica de José com sangue e enviaram-na a Jacó com a mensagem: "Conhece agora se esta será ou não a túnica de teu filho'' (Gn 37.32). Deus estava com José. Deus conosco é garantia de que todas as coisas que possam vir a acontecer, cooperam para o bem (Rm 8.28). Deus guardou José de um mal pior que o ódio e a perseguição; Deus guardou José de dar lugar à raiz de amargura (Hb 12.15). A história de José mostra que ele não foi acometido por este mal. Ver Gn 42.21 -24.0 crente em comunhão com Deus não sofre dano em consequência de males que aparecem em seu caminho (Lc 10.19).
2. José na casa de Potífar. José foi comprado por Potifar, capitão da guarda palaciana (Gn 39.1). O que Potifar não sabia era que, junto com José, a bênção do Senhor havia entrado em seu lar (Gn 39.2). Tudo prosperava nas mãos de José, e logo ele foi colocado sobre toda a casa de Potifar(Gn 39.4) Na casa de Potifar aguardavam José mais provações. A mulher de Potifar. pessoa sem moral, quis seduzir José. Mas, José, como homem de Deus, rcpeliu- a dizendo: "Como pois faria eu este tamanho mal. e pecaria contra Deus?" (Gn 39.9). Irada com a recusa, a mulher de Potifar arquitetou uma armadilha para José, e falsamente acusou-o. Potifar. crendo nas mentiras da mulher, mandou lançar José na prisão (Gn 39.10-20).
3. José na casa do cárcere. O Senhor entrou com José no cárcere (Gn 39.21). O Senhor lhe deu graça diante dos olhos do chefe do cárcere, e logo este o investiu de autoridade sobre os demais presos (Gn 39.21-23). Ali no cárcere José teve oportunidade de interpretar o sonho de dois presos. "Não são de Deus as interpretações?" (Gn 40.8). E da forma como José interpretou, assim aconteceu. Quando o copeiro-mor saiu do cárcere. José lhe disse: "Lembra-te de mim quando te for bem...faça menção de mim a Faraó*' (Gn40.14).
IV. JOSÉ É LEVADO À PRESENÇA DE FARAÓ
Passaram-se dois anos inteiros desde que o copeiro-mor deixou o cárcere, então ele lembrou do pedido de José (Gn 41.1).
l. José interpreta o sonho de Faraó (Gn 41.25-32). Faraó teve dois sonhos. os quais perturbaram o seu espírito e ele não encontrava quem os interpretasse. Foi então que o copeiro-mor lembrou-se de José, e contou acerca dele a Faraó. Imediatamente, José foi conduzido à presença do soberano, que lhe contou os sonhos e José os interpretou. A interpretação dos dois sonhos era uma só: Sete anos de fartura seriam seguidos de sete anos de fome, e que Deus estava dando o aviso a fim de que nos anos de fartura se ajuntassem alimentos para suprir os anos de fome (Gn 41.25-37).(SH) Faraó, impressionado com a revelação divina, disse: "Acharíamos um varão como este, em quem haja o espírito de Deus?" (GrT41.38). E nomeou José governador de todo o Egito, com a incumbência de administrar o armazenamento e a distribuição de alimentos. José assumiu imediatamente o encargo. As abundantes colheitas foram devidamente armazenadas, a ponto de não ser possível numerar os estoques de trigo ajuntado (Gn 41.46-49).
2. José governa o Egito. A escalada de José até o palácio não foi fácil. Quando finalmente chegou à posição de governador do Egito e foi o administrador do salvamento dos egípcios e de nações vizinhas, José pôde entender a lógica das diferentes etapas de seu árduo caminho, e de fato experimentar que muitas vezes "o Senhor tem o seu caminho na tormenta" (Na 1.3). Assim dizem as Escrituras: "Todos os seus caminhos juízos são" (Dt 32.4), e. ainda: "Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade" (SI 25.10). Deus havia feito José entender a razão de seus muitos sofrimentos, por isso ele pôde dizer a seus irmãos: "Porque para conservação da vida Deus me enviou diante da vossa face"(Gn45.7).(SDeDB)
V. JACÓ ENVIA SEUS FILHOS AO EGITO
l. O reencontro de José com seus irmãos. Tendo ouvido que Faraó estava vendendo trigo a todos os povos, Jacó mandou seus filhos ao Egito a fim de se abastecerem do cereal. Benjamim ficou com o pai. enquanto os dez se dirigiam ao Egito. Apresentarem-se a José. o qual facilmente reconheceu seus irmãos sem ser deles reconhecido. José os interrogou acerca da família deles, e eles lhe contaram acerca do irmão mais moço. Para prová-los, José reteve a Simeão como refém ate que voltassem a ele trazendo a scu rmão Benjamim.
2. O estratagema de José. Os filhos de Jacó voltaram ao Egito na companhia de Benjamim e José ficou muito emocionado ao ver seu irmão, o filho mais moço de sua mãe Raquel. Quando seus irmãos se preparavam para retomar a Canaã José os submeteu a mais uma prova. Mandou esconder seu copo de prata nó saco de Benjamim. E quando eles já estavam a caminho, enviou atrás deles emissários dizendo que o copo do governador estava desaparecido, que eles eram os suspeitos, e que aquele em cuja bagagem o copo fosse encontrado, ficaria no Egito como escravo de José. O copo foi achado na bagagem de Benjamim, e todos voltaram à presença de José. Judá, então, fez a José uma emocionante súplica, oferecendo-se para ficar como escravo no Egito em lugar de Benjamim, porque: "Como subirei eu a meu pai se o moço não for comigo? Para que não veja eu o mal que sobrevirá a meu pai" (Gn44.18- 34). E fora justamente Judá aquele que havia proposto que José fosse vendido como escravo aos ismaelitas...José entendeu que a natureza de seus irmãos havia verdadeiramente mudado. E deu-se a conhecer a seus irmãos: "E levantou a sua voz com choro...Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não puderam responder porque estavam pasmados diante da sua face" (Gn45.1-3). Logo os irmãos retomaram o caminho para Canaã, não só levando consigo trigo, mas também levando consigo a incumbência de preparar a mudança de toda a família para o Egito. Ao anunciarem a Jacó que José ainda vivia e que era o governador do Egito, o seu coração desmaiou porque não os acreditava. Mas vendo os carros que José enviara para levá-lo ao Egito, reviveu o seu espírito (Gn 45.26-27). Não demorou muito até que toda a família, um grupo de 70 pessoas, estava descendo para o Egito (Gn 46. l-4). (SG, SH e SA).
VI. JOSÉ CUIDOU DE SEU PAI ATÉ QUE ESTE MORRESSE
José fez isto de forma a constituir-se em um exemplo para todos os tempos. Não somente deu a Jacó o sustento material, mas deu-lhe carinho e seu cuidado! É realmente melhor mostrar o nosso amor e o nosso cuidado aos nossos velhos pais enquanto os temos em vida, do que prestar-lhes homenagens junto à sepultura. "Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa" (Ef6.2).
Lições Bíblicas CPAD -  1º Trimestre de 1991 - A VIDA DE ABRAÃO - Comentários: EURICO BERGSTEN

 
Referências Bibliográficas (outras estão acima)
Bíblia de estudo - Aplicação Pessoal.
Bíblia de Estudo Almeida. Revista e Atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2006.
Bíblia de Estudo Palavras-Chave Hebraico e Grego. Texto bíblico Almeida Revista e Corrigida.
Bíblia de Estudo Pentecostal. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida, com referências e algumas variantes. Revista e Corrigida, Edição de 1995, Flórida- EUA: CPAD, 1999.
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
www.ebdweb.com.br - www.escoladominical.net - www.gospelbook.net - www.portalebd.org.br/
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/alianca.htm
Dicionário Vine antigo e novo testamentos - CPAD
Dicionário Bíblico Wycliffe - Charles F. Pfeiffer, Howard F. Vos, John Rea - CPAD
GÊNESIS - Introdução e Comentário - REV. DEREK KIDNER, M. A. - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova ,Caixa Postal 21486, São Paulo - SP, 04602-970
Gênesis a Deuteronômio - Comentário Bíblico Beacon - CPAD - O Livro de Gênesis - George Herbert Livingston, B.D., Ph.D.
Revista CPAD - Lições Bíblicas - 1995 - 4º Trimestre - Gênesis, O Princípio de Todas as Coisas - Comentarista pastor Elienai Cabral
Gênesis - Comentário Adam Clarke
Revista CPAD - Lições Bíblicas - 1995 - 4º Trimestre - Gênesis, O Princípio de Todas as Coisas - Comentarista pastor Elienai Cabral
Revista CPAD - Lições Bíblicas 1942 - 1º trimestre de 1942 - A Mensagem do Livro de Gênesis - LIÇÃO 2 - 11/01/1942 – A CRIAÇÃO DO HOMEM - Adalberto Arraes 
Estudo no livro de Gênesis - Antônio Neves de Mesquita - Editora: JUERP
ABRAÃO - ÊXITOS E FRACASSOS DO AMIGO DE DEUS - 4º TRIMESTRE DE 2002 - COMENTÁRIOS DE Pr. ELIENAI CABRAL
Lições Bíblicas CPAD -  1º Trimestre de 1991 - A VIDA DE ABRAÃO - Comentários: EURICO BERGSTEN

 http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao13-ctc-4tr15-jose-a-realidade-de-um-sonho.htm