SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

26 dezembro 2015

Lição 13 - Um convite para semear a Palavra de Deus



Na parábola do semeador esta contido um ensinamento acerca do Reino de Deus, especificamente quanto ao seu crescimento. De certo haviam muitas pessoas que seguiam ao Senhor, por diversas razões, porem  se distinguiam umas das outras,  haviam aqueles que seguiam apenas porque buscavam bens materiais, outros seguiam porque criam que Ele era realmente o messias esperado, outros seguiam por seguir. 
PORTAL ESCOLA DOMINICAL
QUARTO TRIMESTRE DE 2015
ADOLESCENTES - Tema: A Bíblia, um livro atual
Comentarista: Robson Rocha
Comentário: Prof.ª Jaciara da Silva
ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP


LIÇÃO 13 - UM CONVITE PARA SEMEAR A PALAVRA DE DEUS

Texto Bíblico: Mc 4.1-9, 13-20

Para refletir
"Outras pessoas são como a semente lançada em boa terra: ouvem a palavra, aceitam-na e dão uma colheita de trinta, sessenta e até cem por um". (Mc 4.20 - NVI)

A parábola do semeador
Nela esta contido um ensinamento acerca do Reino de Deus, especificamente quanto ao
seu crescimento.
De certo haviam muitas pessoas que seguiam ao Senhor, por diversas razões, porem  se distinguiam umas das outras,  haviam aqueles que seguiam apenas porque buscavam bens
materiais, outros seguiam porque criam que Ele era realmente o messias esperado, outros seguiam por seguir.
Esta parábola explica de forma simples a razão de muitos ditos cristãos, não conseguirem ter uma vida espiritual plena, bem como crescer espiritualmente.
Pois tudo depende de seus corações, ou seja, do “terreno “ em que a boa semente foi semeada.
Essa parábola de Jesus,  denominada parábola do Semeador. Embora esta envolva a palavra semente; ela difere da parábola do joio e o trigo. A parábola do joio e do trigo abordava a questão da convivência dos filhos do reino e os filhos do maligno no mundo, já a parábola do semeador mostra que embora muitos recebem a Palavra, ou seja , a boa semente, porem não progridem., não dão o devido  fruto.
A parábola também mostra a razão do fracasso espiritual de alguns.
De um modo amplo a parábola explica a razão de muitos não conseguirem produzir frutos,  por esta parábola também  entendemos o porque muitos voltam atrás e desistem de seguir o mestre.
E mesmo entre os que permanecem firmes, há alguns que produzem mais do que outros.
A parábola do semeador contém três elementos básicos
  1. o semeador
  2. a semente
  3. os solos

O semeador e a semente são constantes, pois o semeador é habilidoso e espalha a semente por igual. A semente é, indiscutivelmente, boa.
Mas o trabalho hábil do semeador e a capacidade de germinação da semente dependem para seu sucesso da natureza do solo, e aqui é focalizada a parábola, ou seja, o resultado que cada solo apresenta.

O Semeador
O trabalho do semeador é colocar a semente no solo. Uma vez que a semente for deixada no celeiro, nunca produzirá uma safra, por isso seu trabalho é importante. Mas a identidade pessoal do semeador não é. O semeador nunca é chamado pelo nome nesta história. Nada nos é dito sobre sua aparência, sua capacidade, sua personalidade ou suas realizações. Ele simplesmente põe a semente em contato com o solo. A colheita depende da combinação do solo com a semente.
Isto aplicando-se espiritualmente nos leva a entender a importância de semear, pois o resultado final não dependeria do semeador e nem de sua habilidade.
Naquele momento O Senhor poderia ser comparado a este semeador, pois Ele estava anunciando o Evangelho, esta semeando a boa Palavra de Deus por diversos lugares e solos.
Mas a figura do semeador também diz respeito a nós que anunciamos o Evangelho, o semeador, não fez acepção do solo, mas semeou livremente por todos os lugares.
Assim também devemos anunciar o Evangelho, não temendo  o trabalho, pois o resultado não dependerá da nossa capacidade, mas cada semente gemina e cresce segundo o solo.
De modo que o  importante é semear, o apostolo Paulo conhecia bem esta verdade, quando afirmou:
 "Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de Deus. De modo que nem o que planta é alguma cousa, nem o que rega, mas Deus que dá o crescimento" (1 Co 3:6-7).

A boa semente
Na parábola a semente representa a Palavra de Deus, isto o próprio Senhor declara em
Lucas 8.11;
Esta é, pois, a parábola: a semente é a palavra de Deus;
Como já falamos antes a semente é de boa qualidade, o apostolo Paulo se refere à Palavra como viva e eficaz: portanto a semente é de boa qualidade.
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”  (Hb 4:12).
O apostolo Pedro também ressalta a qualidade da semente quando fala da incorruptibilidade da Palavra:
 “Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre”  (1 Pd 1:23).

Em todos esses versículos mencionados acima, vemos que a semente que o semeador estava lançando era de excelente qualidade, mas o resultado seria conforme o solo. Embora a Palavra de Deus seja eficaz para toda boa obra, ela como semente, precisa germinar, brotar e crescer
Para que em seu devido tempo possa produzir frutos, é neste ponto que o tipo de solo a qual a semente é semeada  é importante.
Ao observamos a simbologia dos tipos de solo, entendemos o porque muitas pessoas seguiam ao Senhor , mas eram poucos o que realmente o entendiam.


Tipos de solo
Na parábola , o solo representa o coração do homem, que ouve a Palavra de Deus e segundo o seu coração reage a mensagem do evangelho.
A mesma semente foi plantada em todo  tipo de solo, porem os resultados foram diferentes.
A mesma Palavra de Deus pode ser plantada em nossos dias; mas os resultados serão determinados pelo coração daquele que ouve.

Na parábola encontramos 4 tipos de solos que possuem características diferentes, de modo que interferem no resultado final da seara. Vejamos:

  1. Beira do caminho - É o coração endurecido por se deixa transitar ensinamentos (heresias), que contrariam os princípios da palavra de Deus, se tornando duro e impenetrável. Desta forma, a semente fica exposta e vulnerável ao pássaro (Satanás), que tira a palavra semeada . Eles não têm uma mente aberta e receptiva para permitir que a palavra de Deus os transforme. O evangelho nunca transformará corações como estes porque eles não lhe permitem entrar

  1. Solo rochoso - É o coração divido, ou melhor, um coração que mantêm uma capa de falsidade. Evidencia aparência de fertilidade, contudo, sob ele as pedras impedem a semente de enraizar, crescer e produzir frutos. Este tipo de pessoa recebe a Palavra de Deus com entusiasmo, dando a impressão que houve arrependimento e salvação. No entanto, no primeiro momento de angústia ou perseguição, se escandalizam e apostatam da fé. As raízes das plantas, no solo pedregoso, nunca se aprofundam. Durante os tempos fáceis, os brotos podem parecer interessantes, mas abaixo da superfície do terreno, as raízes não estão se desenvolvendo. Como resultado, se vem uma pequena temporada seca ou um vento forte, a planta murcha e morre.

  1. Entre espinhos - É o coração atribulado com as coisas do mundo, colocando-as no lugar de Deus. O texto diz: “Os cuidados do mundo, a fascinação da riqueza e as demais ambições, concorrendo, sufocam a palavra, ficando ela infrutífera”. A cobiça, quando não extinguida do coração, se transforma em praga mortífera que sufoca e impede o desenvolvimento da planta , de cumprir seu papel que é crescer e produzir frutos. De igual modo quando se permite que ervas daninhas cresçam junto com a semente pura, nenhum fruto pode ser produzido. As ervas disputam a água, a luz solar e os nutrientes e, como resultado, sufocam a boa planta.

  1. Boa terra - A parábola termina dizendo: “E os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a Palavra e a recebem, e dão fruto, um a trinta, outro a sessenta, outro a cem, por um”. O propósito de Deus para cada homem é vê-lo salvo, livre da opressão maligna, curado, transformado, crescendo em conhecimento bíblico e obediência à sua palavra e sobre tudo, frutificando. Portanto a boa terra é o coração aberto com fome e sede da Palavra de Deus. Que ouve atentamente e se deixa convencer pelo Espírito Santo sobre a autenticidade e eficácia da Palavra rica e poderosa para orientar  por caminhos seguros. Segue os mandamentos da Palavra, se arrepende dos pecados e busca o perdão através de Jesus Cristo.

Somos semeadores do Reino de Deus
Semeador é  aquele que recebe do Senhor a missão de anunciar o evangelho aos necessitados de salvação. O apostolo Paulo escreveu aos cristãos de Roma: “Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas”  (Rm 1:15b).
O semeador da parábola saiu semeando sem importar como o tipo de solo que a semente caia, para ele o importante era espalhar a semente. Isto nos mostra que a pregação do evangelho é para todas as pessoas , não fazendo distinção alguma. A Bíblia afirma:  “pregai o evangelho a toda criatura”.
Sabemos que o Senhor quando mencionou a parábola, também se colocava na posição do semeador, pois estava em seu ministério  anunciando o Reino de Deus, mas esta missão foi também conferida a nós. “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações (semeando a boa semente), batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém” (Mt 28:19,20)
Nos dias de hoje somos esse semeador, ate mesmo na condição de professores da EBD. Todos os domingos estamos a semear a boa semente, na classe; os mais diversos solos, que receberam a palavra conforme a característica de cada um.
Porem podemos ser também “agricultores” a quais preparam o “solo”, removem as pedras, arranca as ervas daninhas, regam a planta; afim de que ela tenha um bom desenvolvimento.

Conclusão
Concluímos nossa lição, orando a Deus para que possamos ser fieis semeadores da sua Palavra. E que desta semeadura advenha uma grande seara, para gloria de Deus. Que o Senhor lhes abençoe.

Colaboração para o Portal Escola Dominical – Profª. Jaciara da Silva
http://www.portalebd.org.br/index.php/adolescentes/18-adolescentes-licoes/732-licao-13-um-convite-para-semear-a-palavra-de-deus