SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

18 fevereiro 2016

Lição 8, A Grande Tribulação 1º trimestre de 2016 - O Final de Todas as Coisas - Esperança e Glória Para os Salvos


Comentarista da CPAD: Pr. Elinaldo Renovato de Lima
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
AQUI VOCÊ VÊ PONTOS DIFÍCEIS DA LIÇÃO - POLÊMICOS
ESTUDOS PARA AJUDAR
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao7-vemofim-ofimvem-amanifestacaodoanticristo.htm
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao8-vemofim-ofimvem-agrandetribulacao.htm
VÍDEOS DA GRANDE TRIBULAÇÃO ('Lições de 2004)
https://www.youtube.com/playlist?list=PL9TsOz8buX1_pTgXgYKO02OzcqSCGghEj
 
 
TEXTO ÁUREO"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra." (Ap 3.10)
 
 
VERDADE PRÁTICADepois que os crentes em JESUS CRISTO tiverem sido arrebatados, a Grande Tribulação começará na Terra
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - Mt 26.41 O crente precisa estar sempre em constante oração e vigilância
Terça - Mt 24.21 Haverá um tempo de muita aflição na Terra
Quarta - 1 Ts 1.10 A Igreja de CRISTO não passará pela Grande Tribulação
Quinta - Ap 13.1 A besta que subiu do mar será um dos cúmplices de Satanás
Sexta - Ap 13.11,18 O número da besta é número de homem: 666
Sábado - Is 13.11 DEUS, o justo Juiz, visitará e julgará a maldade do mundo com poder e glória
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Mateus 24.21,22; Apocalipse 7.13,14
Mt 24.21- porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.
22 - E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias.
Ap 7.13 - E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são e de onde vieram?
14 - E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram de grande tribulação, lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.
 
OBJETIVO GERAL - Mostrar que depois do arrebatamento da Igreja terá início a Grande Tribulação.
 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Saber o que será a Grande Tribulação;
Explicar a manifestação da trindade satânica na Grande Tribulação;
Compreender como será o juízo de DEUS sobre o mundo
 
INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Basta ler as manchetes dos jornais ou assistir aos noticiários para saber que as aflições deste mundo estão a cada dia pior. Temos visto o terror que os milhares de refugiados, vindo de diferentes nações, têm enfrentado para conseguir abrigo nos países europeus. Milhares de pessoas, inclusive crianças, morrem diariamente em busca de um lugar seguro e digno para viver. Todavia, nada se compara com a grande aflição que virá sobre a Terra durante a Grande Tribulação. Será um tempo de aflição e angústias incomuns. Porém aqueles que fazem parte da Igreja do Senhor não mais estarão neste mundo. A Grande Tribulação será o juízo de DEUS sobre as nações ímpias que não se arrependeram de seus pecados. Este período de aflição vai durar sete anos e os que ficarem aqui na terra verão a manifestação do governo do Anticristo.
Que possamos viver em santidade, mantendo sempre as nossas vestes alvas, a fim de sermos arrebatados por CRISTO.
 
PONTO CENTRAL - Depois que a Igreja do Senhor subir aos céus para se encontrar com Ele, na Terra terá início a Grande Tribulação.
 
Resumo da Lição 8, A Grande Tribulação
I - A GRANDE TRIBULAÇÃO
1. O que é a Grande Tribulação?
2. A Igreja passará pela Grande Tribulação?
II - A MANIFESTAÇÃO DA TRINDADE SATÂNICA NA GRANDE TRIBULAÇÃO
1. A manifestação do Anticristo.  
2. Um governo único.
3. O falso profeta.
III - O JUÍZO DE DEUS SOBRE O MUNDO (Ap 6.1-17; 8.1-14)
1. O livro selado e sua abertura (Ap 5.1).    2. O segundo selo.  
3. O terceiro selo.    4. O quarto e quinto selos.  
5. O sexto e o sétimo selo.   
6. As sete trombetas e as sete taças da ira de DEUS (Ap 8 -11; 15-16).
 
SÍNTESE DO TÓPICO I - A Grande Tribulação será um tempo de angústia e aflição que virá sobre a Terra.
SÍNTESE DO TÓPICO II - A trindade satânica será revelada ao mundo durante a Grande Tribulação
SÍNTESE DO TÓPICO III - DEUS julgará o mundo
 
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO top1 - "Grande Tribulação
JESUS alertou seus discípulos de que os últimos dias, aqueles imediatamente anteriores à sua segunda vinda, iriam compor o período de tempo mais tenebroso e traumático do que qualquer outro na história humana (Mt 24.21).
Os discípulos estavam familiarizados com o tempo de angústia descrito nesta profecia, pois muitos profetas já haviam alertado Israel sobre a vinda de um tal período de intenso sofrimento. Jeremias o chamara de 'tempo de angústia para Jacó' (Jr 30.7). O AT e o NT referem-se a ele por diversos nomes, como 'Dia do Senhor', 'Septuagésima Semana', 'Dia da Desolação', 'Ira Vindoura', 'Hora do Julgamento', 'Tribulação' e 'Grande Tribulação'.
Tanto o profeta Daniel como o apóstolo João foram claros ao especificarem que esta fase durará sete anos. O perverso 'príncipe que há de vir' (o Anticristo, em Dn 9.26) firmará aliança com Israel, dando início a um tempo de sete anos. Ele então romperá esta aliança após três anos e meio, profanando o Templo reconstruído em Jerusalém. A Grande Tribulação será o mais terrível período de sofrimento e terror já experimentado pela humanidade. Apesar de perdurar por sete anos, a devastação neste tempo parecerá interminável para aqueles que perderam o arrebatamento e foram deixados na terra.
Diversas passagens bíblicas proféticas explicam que a Grande Tribulação incluirá:
1. Juízo sobre aqueles que rejeitaram o Salvador;
2. O fim da condescendência para com aqueles que se rebelam contra DEUS;
3. Uma decisão para aqueles que devem escolher entre CRISTO e o Anticristo;
4. Caos, a ponto de pôr em dúvida o ilusório sentimento de segurança do homem;
5. Um reavivamento sem precedentes e a maior colheita de almas na história humana" (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p.247-48).

CONHEÇA MAIS
A Grande Tribulação
"Tanto Daniel quanto JESUS viram um cumprimento mais importante. Daniel 12.1 dá um pulo para frente, para o tempo da Grande tribulação, e a identifica como 'um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo'. JESUS também identificou aquele tempo como a 'grande aflição' (Mt 24.21). No mundo presente, muitos crentes já estão sofrendo aflição, mas a Grande Tribulação será marcada pela ira de DEUS mais do que qualquer coisa que o mundo já tem conhecido, conforme indica Apocalipse 6-8. Naquele período, também surgirá um ditador mundial, o Anticristo" Leia mais emTeologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal, CPAD, p.636
 
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO top2 - "A HEGEMONIA DO ANTICRISTO
Daniel foi o primeiro profeta a escrever sobre o empenho do Anticristo em formar um governo mundial. Durante o último século, diversos grupos têm trabalhado febrilmente nos bastidores em prol de um governo mundial único, sempre em nome da paz mundial. Tais condições estabelecerão as bases para a subida do Anticristo ao poder.
O vácuo espiritual deixado pelo desaparecimento de milhões de crentes também possibilitará que o Anticristo promova seus planos para estabelecer uma religião mundial única. Esta religião pagã reunirá todas as crenças, com exceção do cristianismo bíblico. Todavia, com a operação do ESPÍRITO SANTO por meio dos 144.000 evangelistas e das duas testemunhas em Jerusalém, muitos virão a CRISTO durante a Grande Tribulação, não obstante tal escolha, muito provavelmente, resulte em morte.

A MARCA DA BESTA

O Anticristo romperá seu tratado com a nação de Israel, profanará o Templo reconstruído em Jerusalém e matará as duas testemunhas que vinham proclamando o evangelho. Então assumirá o controle total do sistema monetário mundial, exigindo que todos levem sua marca; ou seja, a marca da besta (Ap 13.16,17)"
(LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, pp.249,50).

SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO top3 - "A Ira Divina

Até este ponto, os juízos infligidos à terra durante a Grande Tribulação são, em grande medida, consequências de atos humanos. Daqui em diante, contudo, os juízos são claramente sobrenaturais. Apocalipse 6.12-15 descreve um terremoto tão poderoso que 'todos os montes e ilhas foram removidos do seu lugar'. Aparentemente, também ocorrem colossais erupções vulcânicas, escurecendo o céu e fazendo a lua parecer vermelha. O apóstolo João também escreve sobre objetos semelhantes a meteoritos caindo sobre a terra. As pessoas terão plena consciência de que testemunham a mão de DEUS em ação (Ap 6.15-17).
Então saraiva, fogo e sangue cairão do céu, incendiando um terço das árvores e plantas da terra. Mais dois meteoros cairão do céu, matando um terço da vida marinha, destruindo um terço dos navios e envenenando um terço da água potável da terra. As trevas envolverão a terra, com a luz do sol e da lua sendo diminuída em um terço.
Apocalipse 9 descreve uma praga de criaturas semelhantes ao gafanhoto e picam as pessoas. Por cinco meses, essas criaturas atormentarão os incrédulos, mas não os matarão" (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, pp.249,250).

PARA REFLETIR - A respeito da Escatologia Bíblica, responda:
O que é a Grande Tribulação?
Segundo o Dicionário de Profecia Bíblica, a Grande Tribulação é um "período de aflição e angústias incomuns que terá início após o arrebatamento da Igreja. DEUS, o justo Juiz, estará enviando sobre o mundo o seu juízo" (Is 13.11).
Quanto tempo vai durar a Grande Tribulação?Terá a duração de sete anos.
Quando ocorrerá a Grande Tribulação?Ela ocorrerá, entre o arrebatamento da Igreja e a vinda de JESUS em Glória (segunda fase, para reinar).
A Igreja passará pela Grande Tribulação?A Igreja não passará pela Grande Tribulação.
Como é formada a trindade satânica?O falso profeta, juntamente com o Diabo e o Anticristo.
 
CONSULTE a  Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 65, p40.
SUGESTÃO DE LEITURA - Comentário Bíblico Apocalipse, O Calendário da Profecia e Uma Igreja Apaixonante
 
 
Comentários de vários autores com alguma modificações do Ev. Luiz Henrique
Pontos difíceis e polêmicos discutidos durante a semana em nossos grupos de discussão no WhatsApp (minhas conclusões)
 
NÓS VAMOS SUBIR ANTES DA GRANDE TRIBULAÇÃO, NO ARREBATAMENTO
Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado; 2 Tessalonicenses 2:7
DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO O ESPÍRITO SANTO SERÁ RETIRADO DA TERRA - AQUELES QUE ACREDITAM QUE VÃO PASSAR PELA GRANDE TRIBULAÇÃO ESTÃO DIZENDO QUE DEUS VAI RETIRAR DELES O ESPÍRITO SANTO - MAS COMO? JESUS, POR ACASO MENTIU? JESUS DISSE: "E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre" João 14:16???
COMO VEMOS ISSO É FALÁCIA DAS IGREJAS HISTÓRICAS QUE NÃO ENTENDEM SOBRE O ESPÍRITO SANTO.
Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu ESPÍRITO SANTO. Salmos 51:11
 
Não seja influenciado por irmãos de outro grupo que seguem livros de igrejas históricas, mas veja a verdade - NÓS VAMOS SUBIR ANTES DA GRANDE TRIBULAÇÃO
Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados; 2 Pedro 2:9
E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, JESUS, que nos livra da ira futura. 1 Tessalonicenses 1:10
Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Apocalipse 3:10.
 
Infelizmente muitas Assembleias de DEUS estão deixando o verdadeiro ensino da Palavra de DEUS e se enveredando por ensinos distorcidos de igrejas históricas, pois teem colocado professores dessas denominações em seus seminários de teologia. Ao invés de estarem esperando JESUS vir nos buscar, esses estão esperando o Anticristo aparecer.
 
Somos Pré-tribulacionistas, este ponto de vista cremos que o arrebatamento da Igreja ocorrerá antes da Grande Tribulação (1Ts 1.10; 5.9; Ap 3.10). “A igreja, o corpo de Cristo, em seu todo, será, por ressurreição e por transferência, retirada da terra antes de começar qualquer parte da septuagésima semana de Daniel.
1-A Igreja não está destinada a ira divina, e sim, a salvação (I Ts 1.9,10; 5.9,10; Hb 9.28).
2-A ira de Deus é para os ímpios, e não para a Igreja (Jo 3.36; Ap 6.17).
3- À Igreja de Filadélfia foi prometido livramento da "hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro" (Ap3.10). E, profeticamente falando, a Igreja de Filadélfia é uma representação da Igreja do Arrebatamento!
4- Antes de Deus exercer juízo sobre os ímpios, Ele avisa e livra os justos, como ocorreu com Noé, antes do dilúvio (Gn 6.13,14); e com Ló, antes da destruição de Sodoma e Gomorra (Gn 19.12-30). Veja o que o apóstolo Pedro dizem (II Pe 2.6-9).
E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; E livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis (Porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, por isso via e ouvia sobre as suas obras injustas); Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados; 2 Pedro 2:6-9
 
NÓS VAMOS SUBIR ANTES DA GRANDE TRIBULAÇÃO, NO ARREBATAMENTO - ESSA É A VERDADE.
 
QUANTO À RESSURREIÇÃO:
Os mortos salvos ressuscitarão no arrebatamento para receberem galardão e participarem das bodas do cordeiro e do milênio junto com CRISTO, em corpos gloriosos, morando na Nova Jerusalém, enquanto na terra estarão os judeus e os povos diversos que escaparam da Grande Tribulação. Já os que morrerem salvos durante a Grande Tribulação ressuscitarão no final da Grande Tribulação e também reinarão com CRISTO e morarão na Nova Jerusalém.
Já os que morreram em todos os tempos até o fim do milênio e não são justificados, ou não são salvos, ressuscitarão no dia do juízo final para serem condenados e lançados no lago de fogo e enxofre.
 
SOBRE O ANTICRISTO ASSUMIR O GOVERNO DA TERRA DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO
Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado; E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;
A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. 2 Tessalonicenses 2:7-10
EXPLICAÇÂO - 1- mistério da injustiça opera - isso quer dizer que desde que JESUS ressuscitou Satanás está com alguém sempre pronto para assumir o lugar de anticristo. 2- somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado - Esse que impede que o anticristo assuma é o ESPÍRITO SANTO que está na Igreja, está dentro de nós e conosco. 3- E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; - Isso quer dizer que assim que o ESPÍRITO SANTO sair com a Igreja no arrebatamento o anticristo assumirá o governo da Terra até que no final da Grande Tribulação o JESUS virá e o vencerá e amarrará por mil anos.
 
MUITA PREGAÇÃO E SALVAÇÃO DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃO
144 MIL
Mateus: 24. 14. E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
"E porei entre eles um sinal, e os que deles escaparem enviarei às nações, a Társis, Pul, e Lude, flecheiros, a Tubal e Javã, até às ilhas de mais longe, que não ouviram a minha fama, nem viram a minha glória; e anunciarão a minha glória entre os gentios." Isaías 66.19
Para saber mesmo exige toda uma exegese bemn feita da bíblia para se chegar à conclusão de que serão pregadores durante a Grande Tribulação. Na verdade se chegou a esta afirmação depois de uma revelação de DEUS e aceita por todos os analistas desse assunto.
A PROCLAMAÇÃO DOS 144 MIL Também, na primeira metade da “Grande Tribulação”, apesar de o Espírito Santo não mais oferecer resistência ao Anticristo, 144 mil homens escolhidos de Israel proclamarão com grande pujança o Evangelho do Reino, não tendo por preciosas as suas vidas. 1. A identidade dos 144 mil. São chamados de “servos do nosso Deus” (Ap 7:3), provenientes das tribos dos filhos de Israel (Ap 7:4-8). Talvez sejam os primeiros convertidos de uma grande colheita de almas ganhas para Deus, dentre todas as nações e tribos e povos e línguas, durante a Tribulação (Ap 7:9). São servos anônimos, a exemplo daqueles sete mil que serviram a Deus no tempo de Elias (1Rs 19:18), os quais não deixaram nem permitiram que a apostasia de Israel fosse total; ou como os crentes anônimos de Chipre e de Cirene que, sem serem identificados, iniciaram a evangelização dos gentios na igreja primitiva (At 11:20,21). Estes homens serão os responsáveis pela pregação da Palavra de Deus e pela salvação de muitos na Grande Tribulação. O texto bíblico diz que estes homens não se contaminarão com o mundo e se manterão fiéis ao Senhor (Ap 14:3-5), mas, também, como são vistos na glória, juntamente com o Cordeiro (Ap 14:3), é percebido que também irão ser mortos pelo Anticristo e pelo Falso profeta no desempenho de seu ministério. 3. A elevada posição dos 144 mil. Os 144 mil escolhidos receberão um “selo” na testa, algo visível (Ap 7:3) da parte de Deus, que os protegerá de maneira sobrenatural durante algum espaço de tempo. Deus assinalará ou marcará as suas testas para indicar a sua consagração a Deus e que pertencem a Ele (cf Ap 9:4; ler Ez 9:1-6). Todavia, isso não os protegerá das perseguições e do martírio, haja vista o que está escrito em Apocalipse 7:13,14. Tal marcação denota a proteção que eles terão quanto aos juízos divinos sobre o mundo (Ap 9:4). O Cordeiro os honrará por sua fidelidade, como lemos em Apocalipse 14:3-5: “E cantavam um cântico novo diante do trono e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. Estes são os que não estão contaminados com mulheres, porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vai. Estes são os que dentre os homens foram comprados como príncipes para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus”.
Além disto tem o anjo pregando o evangelho eterno - E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo, Apocalipse 14:6.
Além disto tem as duas testemunhas - E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Apocalipse 11:3
São multidões salvas durante a Grande Tribulação - E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Apocalipse 7.14
 
REMANESCENTE DE ISRAEL
O remanescente de Israel não são só os 144 mil. Já pensou sobre isto? Israel entraria no milênio só com 144 mil homens e nenhum, a mulher ou criança. Houve algum engano aí por parte de alguns. O remanescente de Israel é todo judeu que estiver vivo no final da grande tribulação e clamar pela vinda do Messias. Sei que no livro do trimestre existe este erro. Deve ser erro dos copistas ou dos editores. ###Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e prantearão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito. Zacarias 12:10
E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. Zacarias 14:4
Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. Atos 1:11
Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. Apocalipse 1:7
 
 
SETE SELOS
Primeiro Selo - o primeiro é aberto na hora que termina o arrebatamento - cavalo Branco - Falsa Paz - Saída do ESPÍRITO SANTO - chegada do Anticristo.
Segundo Selo - o segundo selo é aberto na hora que termina os 3 anos e meio da primeira fase da Grande Tribulação - cavalo Vermelho - Guerra - Israel quebra a aliança com o Anticristo porque ele coloca uma imagem dentro do templo em Jerusalém e exige adoração.
Terceiro Selo - o terceiro selo é aberto - cavalo Preto - Fome desesperadora - Mães comem seus próprios filhos - Ninguém poderá comprar nada ou vender sem a marca do anticristo - 666.
Quarto Selo - O quarto selo é aberto - cavalo Amarelo - mortes decorrentes da abertura dos selos segundo e terceiro - Resultado das guerras e fome.
 
 
 
Lição 7 - Vem O Fim, O Fim Vem - A Manifestação Do Anticristo
4º Trimestre De 2004 - VEM O FIM, O FIM VEM  A Doutrina Das Últimas Coisas
COMENTÁRIOS Pr. Claudionor Corrêa De Andrade
Extras - Ev. Luiz Henrique De Ameida Silva - 99-99152-0454 Cel E Whatsapp
 
Leitura Diária :
Segunda 1 Jo 2.18 O Anticristo aparecerá neste mundo na última hora
18 Filhinhos, esta é a última hora; e como ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos têm surgido, pelo que conhecemos que é a última hora.
2.18 MUITOS... ANTICRISTOS. Um anticristo ou falso CRISTO virá, perto do fim dos tempos, para governar o mundo e liderar uma grande rebelião contra CRISTO e a fé cristã (ver Ap 13.1,8,18; 19.20; 20.10; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO). Mas João também diz que "muitos anticristos" já penetraram na igreja. São crentes professos que amam o mundo e seus prazeres pecaminosos e distorcem o evangelho e sua mensagem da cruz, opondo-se assim a CRISTO e sua justiça

Terça 1 Jo 2.22 O Anticristo nega o Pai e o Filho
22 Quem é o mentiroso senão aquele que nega que JESUS é o CRISTO? Esse mesmo é o anticristo, esse que nega o Pai e o Filho.
1 João 4 3 e todo espírito que não confessa que JESUS CRISTO veio em carne não é de DEUS; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que está já no mundo.
 2 João 1 7 Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que JESUS CRISTO veio em
carne. Este tal é o enganador e o anticristo.
1Jo 4.1 PROVAI... OS ESPÍRITOS. O motivo para provar todo espírito (i.e., pessoa impelida ou inspirada por algum espírito), é que "muitos falsos profetas" se abrigarão na igreja. Isso acontecerá, principalmente, pelo aumento da tolerância da igreja quanto a doutrinas anti-bíblicas, perto do fim dos tempos (ver Mt 24.11; 1 Tm 4.1; 2 Tm 4.3,4; 2 Pe 2.1,2). O cristão deve testar todos que, sendo cristãos professos, são mestres, escritores, pregadores e profetas, e mesmo todo indivíduo que afirma que sua obra ou mensagem provém do ESPÍRITO SANTO. O crente nunca deve crer que certo ministério ou experiência espiritual é de DEUS, somente porque alguém afirma isto. Além disso, nenhum ensinamento, nem doutrina, devem ser aceitos como verdadeiros somente por causa de sucesso, milagres, ou unção aparente da pessoa (Mt 7.22; 1 Co 14.29; 2 Ts 2.8-10; 2 Jo 7; Ap 13.4; 16.14; 19.20). (1) Qualquer ensino deve ser testado, comparando-o com a revelação da verdade de DEUS, nas Escrituras (ver Gl 1.9). (2) É o conteúdo do ensino que precisa ser testado. O ensino tem o mesmo tipo de conteúdo e sentido do ensino apostólico segundo o NT? Deve ser recusado qualquer ensino que alguém afirma ter recebido do ESPÍRITO SANTO ou de anjo, mas que não pode ser confirmado pela sã exegese bíblica. (3) A vida do mestre deve ser averiguada quanto ao seu relacionamento com o mundo ímpio (ver v. 5), e quanto ao senhorio de CRISTO na vida da pessoa (vv. 2,6; Rm 10.9)
 
Quarta 1 Jo 4.3 O Anticristo não reconhece a obra vicária de CRISTO 3 mas todo espírito que não confessa a JESUS não é de DEUS. Este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e agora já está no mundo.
2 Tessalonicenses 2.7 Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado;
2.7 JÁ O MISTÉRIO DA INJUSTIÇA OPERA. O "mistério da injustiça" é uma atividade secreta dos poderes malignos no decurso da história da humanidade, preparando o caminho para a apostasia e o "homem do pecado". (1) É um processo enganoso, que ilude os incrédulos, e induzirá muitos crentes a se desviarem da verdadeira fé e aceitar a mentira personificada na igreja apóstata. Implica um espírito ou movimento contra a verdadeira fé bíblica e a lei divina; procura liberar-se das restrições morais, e deleita-se no pecado (vv. 10-12; ver v.12). (2) Embora essa tendência maligna já operasse nos dias de Paulo, ela será comum e geral no mundo e no cristianismo, perto do fim da presente era (ver Mt 24.11; 2 Tm 4.3,4)
 
Quinta 2 Jo v.7 O Anticristo é o enganador
7Muitos enganadores têm saído pelo mundo, os quais não confessam que JESUS CRISTO veio em carne. Tal é o enganador e o anticristo.

Sexta 2 Ts 2.9 O Anticristo virá segundo a eficácia de Satanás
9A vinda desse iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais e prodígios da mentira,
19.20 FALSO PROFETA... FIZERA OS SINAIS. João volta a descrever o falso profeta e a sua religião mediante uma só característica destacada: enganava a muitos, operando sinais, maravilhas e milagres (cf. 13.13-15; cf. 2 Ts 2.9,10). A conclusão é óbvia: nos últimos dias, aqueles que forem fiéis a CRISTO e aos seus mandamentos (cf. 14.12) não devem avaliar a verdade tão somente por haver sucesso ou milagres. O próprio Senhor adverte solenemente: "Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos" (Mt 24.24; ver o estudo A GRANDE TRIBULAÇÃO)

Sábado Ap 19.20 O Anticristo será lançado no lago de fogo
20 E a besta foi presa, e com ela o falso profeta que diante dela fizera os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta, e os que adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.
19.20 FALSO PROFETA... FIZERA OS SINAIS. João volta a descrever o falso profeta e a sua religião mediante uma só característica destacada: enganava a muitos, operando sinais, maravilhas e milagres (cf. 13.13-15; cf. 2 Ts 2.9,10). A conclusão é óbvia: nos últimos dias, aqueles que forem fiéis a CRISTO e aos seus mandamentos (cf. 14.12) não devem avaliar a verdade tão somente por haver sucesso ou milagres. O próprio Senhor adverte solenemente: "Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos" (Mt 24.24; ver o estudo A GRANDE TRIBULAÇÃO)
 
Leitura Bíblica Em Classe: 2 TESSALONICENSES 2.1-14
1 Ora, irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor JESUS CRISTO e à nossa reunião com ele, rogamo-vos 2 que não vos demovais facilmente do vosso modo de pensar, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como se procedesse de nós, como se o dia de CRISTO já tivesse chegado. 3 Ninguém de maneira alguma vos engane, pois isto não acontecerá sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição. 4 Ele se opõe e se levanta contra tudo o que se chama DEUS ou é objeto de culto, de sorte que se assentará, como DEUS, no templo de DEUS, querendo parecer DEUS. 5 Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? 6 E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. 7 Pois já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o detém até que seja afastado. 8 E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo sopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda. 9 A vinda desse iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais e prodígios da mentira, 10 e com todo engano da injustiça para os que perecem. Perecem porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. 11 Por isso DEUS lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira, 12 e para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade. 13 Mas devemos sempre dar graças a DEUS por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque DEUS vos escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do ESPÍRITO e fé na verdade, 14 para o que também vos chamou pelo nosso evangelho, a fim de alcançardes a glória de nosso Senhor JESUS CRISTO.
 
Objetivos: Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a:
1- Explicar quem é o Anticristo.
2- Definir a missão do Anticristo.
3- Relacionar o Anticristo a Israel.
  
INTRODUÇÃO
A maneira do Anticristo se manifestar (ou se preparar para assumir seu reino), é discreta e imperceptível aos olhos humanos, pois só é discernida espiritualmente.
A maior arma de Satanás é acostumar, ou adaptar suas idéias e modismos, sem ser percebido; quando nós percebemos, já a "moda" pegou; já o povo se adaptou e está usando e fazendo o que foi ditado pelos demônios que estão a serviço de Satanás. é assim na moda do vestuário, que é desenhado por Gays e lésbicas; é assim na política, com suas artimanhas e corrupção extrema; é assim nas escolas que sorrateiramente vão difundindo ensinos heréticos, tais como Teoria da Evolução e humanismo. Também é patente a intromissão de Satanás nas religiões e nos altos escalões mundiais da economia e da política, bem como em organismo humanitários que se destacam; tudo com o fim de preparar espaço para seu futuro representante, o Anticristo.

Segundo a Bíblia, está para vir o Anticristo (cf. 1Jo 2.18); aquele que trama o derradeiro ataque furioso de Satanás contra CRISTO e os santos, pouco antes do tempo em que nosso Senhor JESUS CRISTO estabelecerá o seu reino na terra. As expressões que a Bíblia usa para o Anticristo são “o homem de pecado” e “o filho da perdição” (2.3). Outras expressões usadas na Bíblia são “a besta que sobe do mar” (Ap 13.1-10), a “besta de cor escarlate” (Ap 17.3) e “a besta” (Ap 17.8, 16; 19.19,20; 20.10).

I. QUEM É O ANTICRISTO
É revelado à Igreja, através da bíblia, como o Anticristo será e como governará, durante seu império, que será manifestado durante a Grande Tribulação. Essa pessoa que representará Satanás, na terra, será ao mesmo tempo o arquiinimigo de DEUS e seu CRISTO, o representante maior do Diabo e é conhecido pela bíblia como "A Besta".
 
A- Os principais objetivos do anticristo serão:
a) Levantar-se contra o CRISTO de DEUS; e
b) Postar-se em lugar de CRISTO, como se fora ele o messias que haveria de trazer a libertação a Israel e a salvação a toda a humanidade (Jo 5.43; 2 Ts 2.4). Aliás, é exatamente isto o que significa a partícula grega anti: “contra e em lugar de”. O Anticristo, pois, é aquele que se coloca no lugar de CRISTO e contra CRISTO se levanta.
 
B- O anticristo, apesar de ter poderes sobrenaturais dados por Satanás, será um ser humano como outro qualquer (Ap 13.12).
 
C- Algumas referências a Satanás,na bíblia, indicam a que ele veio:
a) O príncipe que há de vir (Dn 9.26);
b) O que vem em seu próprio nome (Jo 5.43);
c) Aquele que se assentará no templo de DEUS (2 Ts 2.4);
d) O homem do pecado (2 Ts 2.3).
 
D- O anticristo é denominado A Besta por que sua natureza, arrogância e prepotência o fará se erguer contra DEUS, intentando a perpetuação de seu império e a anulação do Reino de CRISTO. Assim como o Diabo, no início, usou a serpente para enganar Eva, usará agora o anticristo que tem como personalidade a figura de um animal de feroz aparência para ludibriar as nações logo após o arrebatamento da Igreja. Nesta ocasião, manifestar-se-á ele plenamente (2 Ts 2.6), pois o que o impedia de agir era o ESPÍRITO SANTO, que fazia morada nos crentes, ou seja, na Igreja.

II. A MISSÃO DO ANTICRISTO

A missão primordial do anticristo será assumir o controle de todo o mundo para Satanás, o que aliás já era um fato certo, porém não total, por causa da presença da Igreja.
As tarefas principais do anticristo são:
1. Incentivar o ecumenismo, unindo as religiões em torno de um único senhor, o Diabo, que será reverenciado por todos através do anticristo, com suas mentiras e enganos, ajudado pelo falso profeta (Ap 13.11-18).
2. Estabelecer um único mercado econômico mundial, para que tenha o total controle sobre o consumo de todos os povos e assim os forçar a servir ao seu reino diabólico; quem for contrário a esse sistema sofrerá graves conseqüências, todos serão forçados a aceitarem o sinal da besta (Ap 13.17,18).
3. Ele desviará a todos da Palavra de DEUS, torcendo a verdade para que ele, o anticristo, seja reconhecido como o "Messias"; para isso fará com que seus admiradores o adorem, através de uma imagem que possivelmente será colocada no templo em Jerusalém. “O qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama DEUS ou se adora; de sorte que se assentará, como DEUS, no templo de DEUS, querendo parecer DEUS” (2 Ts 2.4).
4- Ele fará de tudo para enganar a Israel, passando-se pelo messias prometido por DEUS, tudo isso para frustrar os planos de DEUS em relação aos filhos de Abraão na formosa terra (Dn 9.27; Ap 12.12-17).
5. Destruir os que se hão de converter durante a Grande Tribulação, objetivando desarraigar da terra quaisquer testemunhos concernentes ao DEUS Único e Verdadeiro e ao seu Unigênito (Ap 7.9-17).
6. Multiplicar a iniqüidade no mundo. Afinal, o Anticristo é conhecido como o homem do pecado e o iníquo (2 Ts 2.3). Ele, portanto, é o grande promotor da iniqüidade.

III. A DOUTRINA DO ANTICRISTO
Eis as bases da doutrina a ser implantada pelo homem do pecado:
1. Substituir DEUS pelo Diabo. Em muitos centros de estudos cristãos, o Senhor DEUS já foi substituído pelo homem. Haja vista as teologias liberais, divorciadas da Palavra de DEUS que se enveredaram pelo antropocentrismo, afirmando ser o homem a medida de todas as coisas (Sl 10.4; Ez 28.2). E, agora, já se busca substituir, descaradamente, DEUS pelo próprio demônio!
A estratégia final de Satanás de trazer o engano total sobre a humanidade não seria possível sem a invasão bem sucedida das igrejas evangélicas com a feitiçaria de Magia Branca, muito bem disfarçada, é claro, para se parecer com o cristianismo.
O mundo está prestes a presenciar a mentira final de Satanás e de suas coortes, que trabalham para trazer a enganação a todo o mundo. Uma trindade profana, em que o Diabo posa como DEUS, com seu falso CRISTO e uma falsa unção espiritual, produzirá uma mentira tão cativante e impressionante que os próprios eleitos se chocarão com assombro. Essa mentira final deverá ser o plano mais grandioso que Satanás já criou; será sua obra-prima de todos os tempos.
 
O apóstolo Paulo falou sobre essa mentira e nos alertou sobre o mistério da iniqüidade que há de vir. Juntamente com a descrição da excessiva iniqüidade dos últimos tempos, ele também menciona a "remoção daquele que o detém" para que essa mentira possa ser materializada e atingir as alturas. Leia as palavras do apóstolo Paulo atentamente.
 
"E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; e então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; a esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.E por isso DEUS lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade." [2 Tessalonicenses 2:6-11]

2. Criar um messias para Israel, visando promover um pseudo-salvador para toda a humanidade. Quando os judeus perceberem que o Anticristo não é, de fato, o seu CRISTO, mas um impostor, tentará ele destruir a descendência de Abraão (Dn 9.27).
Dizer que acreditamos que Israel sairá de tudo isso vitorioso seria um erro grosseiro! Estamos certos que os eventos estão rapidamente caminhando rumo ao que irá, por fim, provar ser a maior vitória militar já alcançada por aquela pequena nação. Mais uma vez Davi conquistará Golias, mas dessa vez Davi não estará sozinho, nem trará uma simples funda como arma. Entretanto, (e eis o ponto delicado que queremos enfatizar) estamos certos que por meio desse evento, Satanás manipulará Israel e os judeus de todo o mundo para levá-los a uma posição em que darão as boas-vindas e receberão um falso Messias.
 
Prevemos que em algum momento da guerra que agora toma forma, Jeová DEUS intervirá em favor de Israel novamente (assim como acreditamos que fez repetidamente nas quatro guerras após o ressurgimento de Israel como nação) e o livrará daquilo que parecerá, naquele tempo, ser uma derrota garantida. E, do meio da poeira e das cinzas da conflagração surgirá um homem que realizará milagres aos olhos de todo o mundo (provavelmente por meio da CNN) e afirmará ser o Messias de Israel - o verdadeiro responsável pelo seu livramento na guerra.
Sustentamos que esse homem assumirá o poder e confirmará um "pacto" firmado com Israel por "uma semana" - o período de sete anos da "angústia de Jacó" - que alguns rabinos afirmam que já começou. Esse homem afirmará ser o Messias que os judeus esperam há tanto tempo em sua história nacional; no entanto, os eventos provarão que se trata do Anticristo bíblico.
cada um dos eventos que estão acontecendo agora farão sua parte para eventualmente apresentar um falso Messias a eles - um homem que, sem dúvidas, realizará milagres e "cumprirá" todas as profecias messiânicas necessárias para convencer até mesmo o mais cético rabino ou estudioso ortodoxo. Eles acreditarão que a era dourada do milênio chegou e que seu "Messias" lhes dará um grau de tratamento benevolente não experimentado desde os dias de Salomão. A paz finalmente prevalecerá e eles "morderão a isca, o anzol e a linha" - reunindo-se novamente em Israel às centenas de milhares.
 
3. Concretizar o que, desde que fora expulso do céu, o Diabo intenta fazer. Colocar o Diabo no lugar de DEUS, a fim de que ele receba uma adoração que é exclusiva do Todo-Poderoso. A resposta de DEUS para todas essas maquinações do Maligno está no Salmo 2. Ler também 2 Ts 2.8; Ap 19.19,20.
 
É muito importante que entendamos quem é o mestre dessa mentira. O Anticristo é chamado de mistério da iniqüidade, mas o texto declara claramente que a vinda dele será "segundo a eficácia de Satanás"; ele é um projeto de Satanás no sentido similar que o Messias, o CRISTO, era o Filho amado de DEUS. Em outras palavras, Satanás está prestes a produzir o "falso CRISTO" (Mateus 24:24) usando sua "falsa unção", resultando, assim, na maior mentira da história da humanidade. Satanás é um imitador e essa será sua imitação final. Um deus impostor e um CRISTO impostor acompanhado por um Falso Profeta disfarçado, deixarão o mundo mesmerizado.
 
O disfarce de Satanás em sua mentira final será acompanhado por milagres incríveis. O apóstolo Paulo disse que a vinda do Anticristo será "com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira". Satanás é uma criatura tão poderosa que é capaz de produzir acontecimentos paranormais que convencerão completamente os incautos. Observe que Paulo definiu as atividades do Maligno como "prodígios de mentira". Isso descreve claramente todos os assim chamados milagres de Satanás; eles não são sobrenaturais, mas paranormais. Somente DEUS é sobrenatural (que ultrapassa o natural; que não é atribuído à natureza - Novo Dicionário Aurélio), mas Satanás pode apenas fabricar o paranormal (Definição do Novo Dicionário Aurélio: Diz-se de pessoa a quem se atribuem grau de experiência e ações incomuns, fora do ordinário da capacidade humana de sentir e fazer; que está fora dos limites da experiência normal ou dos fenômenos explicáveis cientificamente). As atividades de Satanás não são nada além de truques brilhantes e mentiras disfarçadas que enganam. Elas parecem ser sobrenaturais, mas sob cuidadosa investigação, não são nada além de mentiras enganosas. Sim, esses truques terão de parecer sobrenaturais, mas na verdade são distorções da realidade. 
http://www.espada.eti.br

IV. O ANTICRISTO NO TEMPLO DE DEUS
    Já que a Besta e o Falso profeta atuarão como anti-deuses, o reino de Satanás haverá de funcionar como o anti-reino de DEUS. Portanto, o momento de maior triunfo de Satanás será introduzir o seu representante no SANTO Templo em Jerusalém. Ele assim agirá, a fim de que:
1. Os judeus aceitem o Anticristo como o seu messias. “Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis” (Jo 5.43).
2. A verdade seja erradicada. “E com todo engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E, por isso, DEUS lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira” (2 Ts 2.10,11).
3. Sejam suspensos os sacrifícios de DEUS. “E ele firmará um concerto com muitos por uma semana; e, na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador” (Dn 9.27). Quando isto acontecer, será deflagrada toda a ira de DEUS tanto sobre o Anticristo como sobre os seus adoradores. Mostrará DEUS, uma vez mais, que não dividirá a sua glória com ninguém.
 
Em algum momento durante essa alegre fase inicial, acreditamos que a Rússia ou o império do norte, ou magogue e seus aliados tentarão invadir Israel, que estará vivendo em "aldeias não muradas" [Ezequiel 38:11], uma metáfora para um povo que vive em paz. No entanto, Jeová DEUS protegerá Israel, destruindo os invasores "nos montes de Israel" [Ezequiel 39:4] e, sem dúvida, o falso "Messias" reivindicará o mérito! É claro que isso apenas aumentará sua credibilidade e, como resultado, um número ainda maior de judeus retornará à sua terra - o que é exatamente a intenção do plano do Diabo para finalmente exterminá-los por completo!!! Sua presente diáspora torna impossível para qualquer um matar todos os judeus espalhados pelo mundo. Portanto, é óbvio que concentrá-los nas fronteiras de Israel será necessário para que o plano tenha alguma chance de sucesso. Os Illuminati restituíram Israel à sua terra para que, quando todos os judeus ao redor do mundo deixarem suas casas nos países em que vivem e retornarem a Israel, possam aniquilá-los a todos!
 
O mal finalmente será exposto quando esse homem cometer a "abominação desoladora" de Daniel 11:31. Então os olhos espirituais de Israel se abrirão para a verdade e o povo terá de fugir para salvar sua vida, sendo caçado e morto como um animal [Zacarias 13:8-9 e Apocalipse 12:6-17].

http://www.espada.eti.br
 


 
CONCLUSÃO e RESUMO
1ª fase do reinado do anticristo - falsa paz (Daniel 9:27).
1.     A aliança com as dez nações. (Apocalipse 17:3, 12-9).
2.     A aliança com a grande prostituta (Apocalipse 13:7-9; 17:1-9).
3.     A aliança com Israel e a reconstrução do templo (Daniel 9:25-27).
 
2ª fase do reinado do anticristo - dores (Apocalipse 9:1-12).
1.     A guerra entre as dez nações (Daniel 2:42-43).
2.     A destruição da grande prostituta (Apocalipse 17:15-17).
3.     A marca da besta e a tecnologia atual (Apocalipse 13:16-18).
 
JESUS
ANTICRISTO
Ele é justo e santo (1 Jo 2.1)
Ele é o “iníquo” e profano (2 Ts 2.3,8)
Nasceu sob a lei e a cumpriu (Gl 4.4)
Opor-se-á a toda lei (2 Ts 2.4; Dn 7.25)
Veio para fazer a vontade de DEUS (Hb 10.9)
Vem para fazer a sua própria vontade (Dn 8.24)
Não foi recebido pelos judeus (Jo 1.11)
Será aceito pelos judeus (Dn 9.27)
Amava o povo de Israel (Mt 23.37)
Fará guerra contra Israel (Dn 7.21,25; 8.24; Ap13.7)
Recebeu a glória do Pai (Jo. 17.24)
Recebeu a glória do Diabo (Ap 13.2-4)
Glorifica a DEUS (Jo 17.4,26)
Glorifica ao Dragão (Ap 13.2-4; Dn 7.25)
Seu reino será eterno (Dn 8.27)
Seu reino será destruído (Dn 7.26; Ap 19.19-21)
Reinará eternamente (Dn 7.27; Ap 19.6)
Será lançado no lago de fogo (Ap 20.10)

A Trindade Satânica 
Durante a grande tribulação o mundo estará sob o domínio, da trindade satânica:
1. Dragão, (Satanás - será o anti-pai)
2. Anticristo, (será o anti-filho)
3. E o Falso Profeta, (será o anti-espirito)
1. O Dragão, (Satanás ou Diabo)
a) Satanás e seus anjos que se encontram nos lugares celestiais serão lançados à terra, com grande ira, porque sabem, que já tem pouco tempo no período da Grande Tribulação, para perseguir os homens, principalmente os judeus.
b) Serão desalojados dos lugares celestiais, Ef 6.12;
c) Será precipitado na terra, Apoc 12.9;
d) Anjos malignos o acompanhará, Apoc 12.9;
e) Virá com grande ira, porque, sua permanência é por pouco tempo, Apoc 12.12.
2. O Anticristo
a) Será um homem normal;
b) Será revestido de poderes malignos para execução das suas obras nefastas, nunca vistas;
c) Será satânicamente usado para fazer sinais maravilhosos, II Ts 2.9 e Apoc 13.3;
d) Será um ditador, Apoc 13.16-17;
e) Usará a religião para atingir seus objetivos, II Ts 2.4 e Ap 13.8-12;
f) Promoverá feroz perseguição, aos que não se submeterem, Apoc 13.7;
h) Seus nomes revelam quem ele é e o seu caráter:
Anticristo, Iníquo, Besta, Filho da Perdição, Homem do Pecado.
O anticristo terá um auto grau de capacidade (a) Na área religiosa, e Política, Apoc 13.8, 2 Tm 2.4;
b) Na área comercial, Apoc 13.16-17, Dn11;
c) Na área militar, Apoc 6.2 e 19.19;
d) Na área intelectual, Apoc 13.24 e Dn 8.23;
e) Na área política, Apoc 17.11,13 ,17;
f) Impressionará com a sua oratória, Dn 11.36.
((O Anticristo e algumas de suas atividades (a) Fazer a vontade de Satanás; b) Promover a expansão da apostasia e da impiedade; c) Opor-se a DEUS;
d) Controlar os exércitos e lavá-los ao Armagedom
e) Reinará por sete anos.
3. O Falso Profeta
a) Será semelhante a qualquer outro homem, Apoc 13.11;
b) Sua principal missão, será projetar o anticristo, Apoc 13.13;
c) Tornará compulsório o sinal da besta, Apoc 13.16-17.e 14.9;
d) Será revestido de poderes satânicos, Apoc 13.12;
e) Esconde na aparência , sua verdadeira identidade, Apoc 13.11;
f) Induzirá os homens a adorar o Anticristo e operará grandes milagres.
http://www.mspalancio.ubbi.com.br/
 
LIÇÃO 1º - A Doutrina Das Últimas Coisas – Um Ensino Necessário E Confortador; 
LIÇÃO 2º - A Apostasia Dos Últimos Tempos;
LIÇÃO 3º - Os Sinais Da Volta De CRISTO;
LIÇÃO 4º - O Arrebatamento Da Igreja;
LIÇÃO 5º - A Reconstrução Do SANTO Templo;
LIÇÃO 6º - O Renascimento Do Império Romano;
LIÇÃO 7º - A Manifestação Do Anticristo;
LIÇÃO 8º - A Grande Tribulação;
LIÇÃO 9º - A Volta Triunfal De CRISTO;
LIÇÃO 10º - O Milênio – O Reino Do Messias;
LIÇÃO 11º - O Julgamento Final;
LIÇÃO 12º A Formosa Jerusalém Celestial 
LIÇÃO 13º - Estarás Tu Vigiando, Quando JESUS Vier?
 

O PERÍODO DO ANTICRISTO (BEP - CPAD)
2Ts 2.3,4 “Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama DEUS ou se adora; de sorte que se assentará, como DEUS, no templo de DEUS, querendo parecer DEUS.”

Segundo a Bíblia, está para vir o Anticristo (cf. 1Jo 2.18); aquele que trama o derradeiro ataque furioso de Satanás contra CRISTO e os santos, pouco antes do tempo em que nosso Senhor JESUS CRISTO estabelecerá o seu reino na terra. As expressões que a Bíblia usa para o Anticristo são “o homem de pecado” e “o filho da perdição” (2.3). Outras expressões usadas na Bíblia são “a besta que sobe do mar” (Ap 13.1-10), a “besta de cor escarlate” (Ap 17.3) e “a besta” (Ap 17.8, 16; 19.19,20; 20.10).
 
SINAIS DA VINDA DO ANTICRISTO. Diferente do arrebatamento da igreja, a vinda do Anticristo não ocorrerá sem sinais precursores. Pelo menos três eventos deverão ocorrer antes dele surgir na terra: (1) o “mistério da injustiça” que já opera no mundo, deverá intensificar-se (2.7); (2) virá a “apostasia” (2.3); (3) “um que, agora, resiste”, deve ser afastado (2.7).
(1) O “mistério da injustiça”, i.e., a atividade secreta dos poderes do mal, ora evidente no mundo inteiro (ver 2.7), aumentará até alcançar seu ponto máximo na total zombaria e desprezo a qualquer padrão ou preceito bíblicos. Por causa do predomínio da iniqüidade, o amor de muitos esfriará (Mt 24.10-12; Lc 18.8). Mesmo assim, um remanescente fiel permanecerá leal à fé apostólica conforme revelada no NT (Mt 24.13; 25.10; Lc 18.7; ver Ap 2.7). Por meio desses fiéis, a igreja permanecerá batalhando e manejando a espada do ESPÍRITO até ser arrebatada (ver Ef 6.11).
(2) Ocorrerá a “apostasia” (gr. apostasia), que literalmente significa “desvio’’, “afastamento’’, “abandono’’ (2.3). Nos últimos dias, um grande número de pessoas da igreja apartar-se-á da verdade bíblica.
(a) Tanto o apóstolo Paulo quanto CRISTO revelam um quadro difícil da condição de grande parte da igreja — moral, espiritual e doutrinariamente — à medida que a era presente chega ao seu fim (cf. Mt 24.5, 10-13, 24; 1Tm 4.1; 2Tm 4.3,4). Paulo, principalmente, ressalta que nos últimos dias elementos ímpios ingressarão nas igrejas em geral.
(b) Essa “apostasia” dentro da igreja terá duas dimensões. (i) A apostasia teológica, que é o desvio de parte ou totalidade dos ensinos de CRISTO e dos apóstolos, ou a rejeição deles (1Tm 4.1; 2 Tm 4.3). Os falsos dirigentes apresentarão uma salvação fácil e uma graça divina sem valor, desprezando as exigências de CRISTO quanto ao arrependimento, à separação da imoralidade, e à lealdade a DEUS e seus padrões (2Pe 2.1-3,12-19). Os falsos evangelhos, voltados a interesses humanos, necessidades e alvos egoístas, gozarão de popularidade). (ii) A apostasia moral, que é o abandono da comunhão salvífica com CRISTO e o envolvimento com o pecado e a imoralidade. Esses apóstatas poderão até anunciar a sã doutrina bíblica, e mesmo assim nada terem com os padrões morais de DEUS (Is 29.13; Mt 23.25-28). Muitas igrejas permitirão quase tudo  para terem muitos membros, dinheiro, sucesso e prestígio (ver 1Tm 4.1). O evangelho da cruz, com o desafio de sofrer por CRISTO (Fp 1.29), de renunciar todo pecado (Rm 8.13), de sacrificar-se pelo reino de DEUS e de renunciar a si mesmo será algo raro (Mt 24.12; 2Tm 3.1-5; 4.3).
(c) Tanto a história da igreja, como a apostasia predita para os últimos dias, advertem a todo crente a não pressupor que o progresso do reino de DEUS é infalível na sua continuidade, no decurso de todas as épocas e até o fim. Em determinado momento da história da igreja, a rebelião contra DEUS e sua Palavra assumirá proporções espantosas. No dia do Senhor, cairá a ira de DEUS contra os que rejeitarem a sua verdade (1Ts 5.2-9).
(d) O triunfo final do reino de DEUS e sua justiça no mundo, portanto, depende não do aumento gradual da igreja professa, mas da intervenção final de DEUS, quando Ele se manifestará ao mundo com justo juízo (Ap 19—22; ver  2Ts 2.7,8; 1Tm 4.1; 2Pe 3.10-13; Jd).
(3) Um evento determinante deverá ocorrer antes do aparecimento do “homem do pecado” e do Dia do Senhor começar (2.2,3), que é a saída de alguém (2.7) ou de algo, que “detém”, resiste, ou refreia o “mistério da injustiça” e o “homem do pecado” (2.3-7). Quando o restringidor do “homem do pecado’’ for retirado, então poderá começar o Dia do Senhor (2.6,7).
(a) O que agora o detém é, sem dúvida, uma referência ao ESPÍRITO SANTO, pois somente Ele tem poder de deter a iniqüidade, o homem do pecado e Satanás (2.6). Esse que agora o detém ou resiste (2.7), leva no grego o artigo definido masculino e ao mesmo tempo o artigo definido neutro, em 2.6 (“o que o detém”). De modo semelhante, a palavra “ESPÍRITO” na língua grega pode levar pronome masculino ou neutro (ver Gn 6.3; Jo 16.8; Rm 8.13; ver Gl 5.17, sobre a obra do ESPÍRITO SANTO a restringir o pecado).
(b) No começo dos sete anos de tribulação, o ESPÍRITO SANTO será “afastado” (v. 7). Isso não significa ser Ele tirado do mundo, mas que cessará sua influência restritiva à iniqüidade e ao surgimento do Anticristo. Todas as restrições contra o pecado serão removidas, e começará a rebelião inspirada por Satanás. O ESPÍRITO SANTO, todavia, agirá na terra durante a tribulação, convencendo pessoas dos seus pecados, convertendo-as a CRISTO e dando-lhes poder (Ap 7.9, 14; 11.1-11; 14.6,7).
(c) Retirando-se o ESPÍRITO SANTO, cessará a inibição à aparição do “homem do pecado”, no cenário terreno (2.3,4). DEUS então liberará uma influência poderosa enganadora sobre todos os que se recusam a amar a verdade de DEUS (ver 2.11 ); os tais aceitarão as imposturas do homem do pecado, e a sociedade humana descerá a uma depravação jamais vista.
(d) A ação do ESPÍRITO SANTO restringindo o pecado é levada a efeito em grande parte através da igreja, que é o templo do ESPÍRITO SANTO (1Co 3.16; 6.19). Por isso, muitos expositores da Bíblia acreditam que a saída do ESPÍRITO SANTO é uma clara indicação de que o arrebatamento dos santos ocorrerá nessa ocasião (1Ts 4.17). Noutras palavras, a volta de CRISTO, para levar a igreja e livrá-la da ira vindoura (1Ts 1.10), ocorrerá antes do início do Dia do Senhor e da manifestação do “homem do pecado” (ver o estudo O ARREBATAMENTO DA IGREJA).
(e) Entende-se, nos meios eruditos da Bíblia, que o restringente em 2.6 (no gênero neutro) refere-se ao ESPÍRITO SANTO e seu ministério de conter a iniqüidade, ao passo que em 2.7, “um que, agora” (no gênero masculino) refere-se aos crentes reunidos a CRISTO e tirados daqui, i.e., arrebatados ao encontro do Senhor nos ares, a fim de estarem sempre com Ele (1Ts 4.17).

AS ATIVIDADES DO ANTICRISTO. Ao começar o Dia do Senhor, “o iníquo” aparecerá neste mundo. Trata-se, no meios
eruditos da Bíblia, de um governante mundial que fará aliança com Israel por sete anos, antes do fim da presente era (ver Dn 9.27).
(1) A verdadeira identificação do Anticristo será conhecida três anos e meio mais tarde, quando ele romper sua aliança com Israel, tornar-se governante mundial, declarar ser DEUS, profanar o templo de Jerusalém, proibir a adoração a DEUS (ver 2.4, 8,9) e assolar a terra de Israel (ver Dn 9.27; 11.36-45).
(2) O Anticristo declarará ser DEUS, e perseguirá severamente quem permanecer leal a CRISTO (Ap 11.6,7; 13.7, 15-18; ver Dn 7.8, 24,25). Exigirá adoração, certamente sediada num grande templo que será usado como centro de seus pronunciamentos (cf. Dn 7.8, 25; 8.4; 11.31, 36). O homem aspira tornar-se divino desde a criação (ver 2.8; Ap 13.8,12; ver também o estudo A GRANDE TRIBULAÇÃO).
(3) O “homem do pecado’’ fará mediante poder satânico, grandes sinais, maravilhas e milagres a fim de propagar o engano (2.9).
“Prodígios de mentira” significa que seus milagres são sobrenaturais, parecendo autênticos, para enganar as pessoas e levá-los a crer na mentira. (a) Tais demostrações possivelmente serão vistas no mundo inteiro, pela televisão. Milhões de pessoas ficarão impressionadas, enganadas por esse líder altamente convincente, por não darem a devida importância à Palavra de DEUS nem ter amor às suas verdades (2.9-12). (b) Tanto as palavras de Paulo (2.9), quanto as de JESUS (Mt 24.24) devem despertar os crentes para o fato de que nem todo milagre provém de DEUS. Aparentes “manifestações do ESPÍRITO” (1Co 12.7-10) ou fênomenos supostamente vindos da parte de DEUS devem ser provados à base da obediência a CRISTO e às Escrituras, por parte da pessoa atuante.

A DERROTA DO ANTICRISTO. No fim da tribulação, Satanás congregará muitas nações no Armagedom, sob o comando do Anticristo, e guerrearão contra DEUS e o seu povo numa batalha que envolverá o mundo inteiro (ver Dn 11.45; Ap 16.16).
Quando isso ocorrer, CRISTO voltará e intervirá de modo sobrenatural, destruindo o Anticristo, seus exércitos e todos os que não obedecem ao evangelho (ver Ap 19.15-21). A seguir, CRISTO prenderá Satanás e estabelecerá seu reino na terra (20.1-6).
 
A GRANDE TRIBULAÇÃO BEP -  CPAD
Mt 24.21. “Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.”

Começando com 24.15, JESUS trata de sinais especiais que ocorrerão durante a grande tribulação (as expressões “grande aflição”, de 24.21, e “grande tribulação”, de Ap 7.14, são idênticas no grego). Tais sinais indicam que o fim dos tempos está muito próximo (24.15-29). São sinais conducentes à, e indicadores da volta de CRISTO à terra, depois da tribulação (24.30,31; cf. Ap 19.11–20.4). O maior desses sinais é “a abominação da desolação” (24.15), um fato específico e visível, que adverte os fiéis vivos durante a grande tribulação de que a vinda de CRISTO à terra está prestes a ocorrer. Esse sinal-evento, visível, relaciona-se primeiramente com a profanação do templo judaico daqueles dias em Jerusalém, pelo Anticristo (ver Dn 9.27; 1Jo 2.18; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO). O Anticristo, também chamado o
homem do pecado, colocará uma imagem dele mesmo no templo de DEUS, declarando ser ele mesmo DEUS (2Ts 2.3,4; Ap 13.14,15). Seguem-se fatos salientes a respeito desse evento crítico.
(1) A “abominação da desolação” marcará o início da etapa final da tribulação, que culmina com a volta de CRISTO à terra e o julgamento dos ímpios em Armagedom (24.21,29,30; ver Dn 9.27; Ap 19.11-21).
(2) Se os santos da tribulação atentarem para o fator tempo desse evento (“Quando, pois, virdes”, 24.15), poderão saber com bastante aproximação quando terminará a tribulação, época em que CRISTO voltará à terra (ver 24.33). O decurso de tempo entre esse evento e o fim dos tempos é mencionado quatro vezes nas Escrituras como sendo três anos e meio ou 1260 dias (ver Dn 9.25-27; Ap 11.1,2; 12.6; 13.5-7).
Por causa da grande expectativa da volta de CRISTO (24.33), os santos daqueles dias devem acautelar-se quanto a informes afirmando que CRISTO já voltou. Tais informes serão falsos (24.23-26). A “vinda do Filho do homem” depois da tribulação será visível e conhecida de todos os que viverem no mundo (24.27-30; Ap 1.7).
Outro sinal que ocorrerá, então, será o dos falsos profetas que, a serviço de Satanás, farão “grandes sinais e prodígios” (24.24).
(1) JESUS admoesta a todos os crentes a estarem especialmente alerta para discernir esses profetas, mestres e pregadores, que se declaram cristãos sendo falsos, porém apesar disso, operam milagres, curas, sinais e maravilhas e que demonstram ter grande sucesso nos seus ministérios. Ao mesmo tempo, torcerão e rejeitarão a verdade da Palavra de DEUS (ver 7.22 ; Gl 1.9; ver o estudo OPERÍODO DO ANTICRISTO).
(2) Noutra parte, as Escrituras admoestam os crentes a sempre testarem o espírito que atua nos mestres, líderes e pregadores (ver 1Jo 4.1). DEUS permite o engano acompanhado de milagres, a fim de testar os crentes no tocante ao seu amor por Ele e sua lealdade às Sagradas Escrituras (Dt 13.3). Serão dias difíceis, pois JESUS declara em 24.24, que naqueles últimos tempos o engano religioso será tão generalizado que será difícil até mesmo para “os escolhidos” (i.e., os crentes dedicados) discernirem entre a verdade e o erro (ver 1Tm 4.16; Tg 1.21)
(3) Quem entre o povo de DEUS não amar a verdade será enganado. Não terá mais oportunidade de crer na verdade do evangelho, depois do surgimento do Anticristo (ver 2Ts 2.11).
Finalmente, a “grande tribulação” será um período específico de terrível sofrimento e tribulação para todos que viverem na terra. Observe:
(1) Será de âmbito mundial (ver Ap 3.10). (2) Será o pior tempo de aflição e angústia que já ocorreu na história da humanidade (Dn 12.1; Mt 24.21). (3) Será um tempo terrível de sofrimento para os judeus (Jr 30.5-7). (4) O período será controlado pelo “homem do pecado” (i.e., o Anticristo; cf. Dn 9.27; Ap 13.12; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO). (5) Os fiéis da igreja de CRISTO recebem a promessa de livramento e “escape” dos tempos da tribulação (ver Lc 21.36; 1Ts 5.8-10; Ap 3.10). (6) Durante o período da tribulação, muitos entre os judeus e gentios crerão em JESUS CRISTO e serão salvos (Dt 4.30,31; Os 5.15; Ap 7.9-17; 14.6,7). (7) Será um tempo de grande sofrimento e de perseguição pavorosa para todos quantos permanecerem fiéis a DEUS (Ap 12.17; 13.15). (8) Será um tempo de ira de DEUS e de juízo seu contra os
ímpios (1Ts 5.1-11; Ap 6.16,17). (9) A declaração de JESUS de que aqueles dias serão abreviados (24.22) não pressupõe a redução dos três anos e meio, ou 1260 dias preditos. Pelo contrário, parece indicar que o período é tão terrível que se não fosse de curta duração a totalidade da raça humana seria destruída. (10) A grande tribulação terminará quando vier JESUS CRISTO em glória, com sua noiva (Ap 19.7,8,14), para efetuar o livramento dos fiéis remanescentes e o juízo e destruição dos ímpios (Ez 20.34-38; Mt 24.29-31; Lc 19.11-27; Ap 19.11-21). (11) Não devemos confundir essa fase da vinda de JESUS, no fim da grande tribulação, com a sua descida imprevista do céu, em 24.42-44, a qual ocorrerá num momento diferente do da sua volta final, no fim da tribulação. (12) O trecho principal das Escrituras que descreve a totalidade da tribulação de sete anos de duração é encontrado em Ap 6–18.
 
Lição 8 - Vem O Fim, O Fim Vem - A Grande Tribulação - 2004
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
 
NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
 
 
Texto Áureo: “Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais” (Mt 24.21).
 
Verdade Prática: Só há um meio de se escapar da Grande Tribulação: manter-se fiel a Nosso Senhor JESUS CRISTO, aguardando fielmente o seu retorno.
 
Segunda Mt 24.21 A Grande Tribulação será um fato, não uma possibilidade
 21 Pois haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem haverá
jamais. Veja A Grande Tribulação

Terça Lc 21.23 A Grande Tribulação será um período de ira
 23 Mas ai das grávidas, e das que criarem naqueles dias! Haverá grande aperto na terra, e ira sobre este povo.
Veja A Grande Tribulação

Quarta Ap 3.10 A Grande Tribulação não alcançará os crentes
 10Visto que guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da tribulação que
há de vir sobre todo o mundo, para provar os que habitam sobre a terra.
3.10 A HORA DA TENTAÇÃO. A promessa de CRISTO, no sentido de livrar os fiéis de Filadélfia da hora da tentação, é idêntica à promessa bíblica aos tessalonicenses, de que seriam preservados da "ira futura" (1 Ts 1.10). Esta promessa é válida para todos os fiéis de DEUS, em todas as eras (vv. 13,22). Essa hora inclui o tempo divinamente determinado para provação, ira e tribulação que sobrevirá a "todo o mundo" nos últimos anos desta era, imediatamente antes do estabelecimento do reino de CRISTO na terra (5.10; 6.19; 20.4). A
respeito desse tempo, a Bíblia revela as seguintes verdades: (1) Esse tempo de tribulação envolve a ira de DEUS sobre os ímpios (6.18; Dt 4.26-31; Is 13.6-13; 17.4-11; Jr 30.4-11; Ez 20.33-38; Dn 9.27; 12.1; Zc 14.1-4; Mt 24.9-31; 1 Ts 5.2 *; ver o estudo A GRANDE TRIBULAÇÃO). (2) Esse período de provação também inclui a ira de Satanás contra os fiéis, i.e., contra os que aceitarem a CRISTO durante esse período terrível. Para eles, haverá fome, sede, exposição às intempéries (7.16) e muito sofrimento e lágrimas (7.9-17; Dn 12.10; Mt 24.15-21). Experimentarão de modo indireto as catástrofes naturais da guerra, da fome e da morte. Serão perseguidos, torturados e muitos sofrerão o martírio (6.11; 13.7; 14.13). Sofrerão as assolações de Satanás e das forças demoníacas (9.3-5; 12.12), violência de homens ímpios e perseguição da parte do Anticristo (6.9; 12.17; 13.15-17). Perderão suas casas e terão de fugir, aterrorizados (Mt 24.15-20). Será um período terrivelmente calamitoso para quem tiver família e filhos (Mt 24.19); será tão terrível, que os santos que morrerem são tidos por bem-aventurados, porque descansam da sua lida e ficam livres da perseguição (14.13). (3) Quanto aos vencedores anteriores àquele tempo (ver 2.7 *; Lc 21.36 *), DEUS os preservará da tribulação, através do arrebatamento, quando os fiéis encontrarão o Senhor nos ares, antes de DEUS derramar a sua ira (ver Jo 14.3). Esse livramento é uma recompensa àqueles que perseverarem em guardar a Palavra de DEUS, mantendo a fé verdadeira. (4) Os crentes de nossos dias, que esperam escapar dessas coisas que estão para vir sobre o mundo, só o conseguirão mediante a fidelidade a CRISTO e sua Palavra e a vigilância constante na oração (ver Lc 21.36 *), para não serem enganados (ver Mt 24.5 *)

Quinta Ez 30.3 A Grande Tribulação será o Dia do Senhor
3 Pois está perto o dia, sim, está perto o dia do Senhor - dia de nuvens, o tempo da destruição dos gentios.
30.3 O DIA DO SENHOR. A ruína do Egito prenuncia o iminente Dia do Senhor , quando, então, DEUS submeterá a juízo todas as nações ímpias do mundo (ver 1 Ts 5.2,4 *).

Sexta Jr 30.7 A Grande Tribulação será a angustia de Jacó
7 Ah! porque aquele dia será tão grande que não há outro semelhante! Será tempo de angústia para Jacó,
mas ele será livrado dela .
30.7 TEMPO DE ANGÚSTIA PARA JACÓ. Os versículos que se seguem a esta frase revelam que Jeremias está a falar da tribulação futura do povo judeu (cf. Is 2.12-21; Ez 30.3; Dn 9.27; Jl 1.15; Zc 14.1-8,12-15; Mt 24.21). No meio dessa grande angústia, um remanescente de Israel será salvo; será liberto dos seus opressores (v. 8) para servir a DEUS (v. 9). A angústia de Jacó terminará por ocasião da vinda de CRISTO para estabelecer o seu reino na terra (Ap 19.11-21; 20.4-6).

Sábado Mt 24.29 A Grande Tribulação será seguida de fatos extraordinários
 29 Logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua luz, as estrelas cairão do
firmamento e os corpos celestes serão abalados.
24.29 O SOL ESCURECERÁ. Imediatamente após a tribulação haverá sinais cósmicos assombrosos que precederão o aparecimento imediato de CRISTO (v. 30). A volta de CRISTO à terra com poder e grande glória não surpreenderá nenhum santo, da tribulação, atento à Palavra de DEUS e aos sinais cósmicos relacionados com o sol, a lua, as estrelas e o abalamento das potências dos céus (cf. Is 13.6-13).
 
Leitura bíblica Em Classe: APOCALIPSE 6.1-8 1 Vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos, e ouvi um dos quatro seres viventes dizer, como se fosse voz de trovão: Vem! 2 Olhei, e vi um cavalo branco. O seu cavaleiro tinha um arco, e foi-lhe dada uma coroa, e ele saiu vencendo, e para vencer. 3 Quando o Cordeiro abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizer: Vem! 4 Então saiu outro cavalo, vermelho. Ao seu cavaleiro foi dado tirar a paz da terra para que os homens se
matassem uns aos outros. Também lhe foi dada uma grande espada. 5 Quando o Cordeiro abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizer: Vem! Olhei, e vi um cavalo preto. O seu cavaleiro tinha uma balança na mão. 6 E ouvi uma como que voz no meio dos quatro seres viventes, que dizia: Uma medida de trigo por um
denário, e três medidas de cevada por um denário, e não danifiques o azeite e o vinho. 7 Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente, que dizia: Vem! 8 Olhei, e vi um cavalo amarelo. O seu cavaleiro chamava-se Morte, e o Inferno o seguia. Foi-lhes dado poder sobre a quarta parte da terra para matar com a espada, com a fome, com a peste e com as feras da terra.
 
Objetivos: Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a:
1- Definir o significado de Grande Tribulação.
2- Descrever as quatro fases da Grande Tribulação.
3- Apontar os objetivos da Grande Tribulação.
 
INTRODUÇÃO

A “grande tribulação” será um período específico de terrível sofrimento e tribulação para todos que viverem na terra. Observe:
 
(1) Será de âmbito mundial (ver Ap 3.10 ).
(2) Será o pior tempo de aflição e angústia que já ocorreu na história da humanidade (Dn 12.1; Mt 24.21).
(3) Será um tempo terrível de sofrimento para os Judeus (Jr 30.5-7).
(4) O período será controlado pelo “homem do pecado” (i.e., o Anticristo ; cf. Dn 9.27; Ap 13.12; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO).
(5) Os fiéis da igreja de CRISTO recebem a promessa de livramento e “escape” dos tempos da tribulação (ver Lc 21.36 *; 1Ts 5.8-10; Ap 3.10 *).
(6) Durante o período da tribulação, muitos entre os Judeus e gentios crerão em JESUS CRISTO e serão salvos (Dt 4.30,31; Os 5.15; Ap 7.9-17; 14.6,7).
(7) Será um tempo de grande sofrimento e de perseguição pavorosa para todos quantos permanecerem fiéis a DEUS (Ap 12.17; 13.15).
(8) Será um tempo de ira de DEUS e de juízo seu contra os ímpios (1Ts 5.1-11; Ap 6.16,17).
(9) A declaração de JESUS de que aqueles dias serão abreviados (24.22) não pressupõe a redução dos três anos e meio, ou 1260 dias preditos. Pelo contrário, parece indicar que o período é tão terrível que se não fosse de curta duração a totalidade da raça humana seria destruída.
(10) A grande tribulação terminará quando vier JESUS CRISTO em glória, com sua noiva (Ap 19.7,8,14), para efetuar o livramento dos fiéis remanescentes e o juízo e destruição dos ímpios (Ez 20.34-38; Mt 24.29-31; Lc 19.11-27; Ap 19.11-21).
(11) Não devemos confundir essa fase da vinda de JESUS, no fim da grande tribulação, com a sua descida imprevista do céu, em 24.42-44 (ver *s sobre estes versículos, que tratam da vinda de JESUS, na sua fase do arrebatamento dos crentes), a qual ocorrerá num momento diferente do da sua volta final, no fim da tribulação.

I. O QUE É A GRANDE TRIBULAÇÃO
 
A Grande Tribulação é o período de maior angústia da história humana, em que os ímpios serão obrigados a reconhecer quão terrível é cair nas mãos do DEUS vivo. Na língua hebraica, a palavra angústia é particularmente forte: tsará, que significa, ainda, necessidade e esposa rival. Evoca este termo as contendas que havia, por exemplo, entre Penina e Ana, que levaram esta a uma aflição quase que indescritível (1 Sm 1.15). A Grande Tribulação recebe, outrossim, as seguintes denominações na Bíblia Sagrada:
a) Dia do Senhor.
(Sf 1.14).
b) Dia da Angústia de Jacó.
(Jr 30.7).
c) Ira do Cordeiro.
(Ap 6.15-17).

II. QUANDO TERÁ INÍCIO A GRANDE TRIBULAÇÃO
 
A Bíblia é clara a respeito da Grande Tribulação, que terá início:
1. Após o arrebatamento da Igreja.
(Ap 3.10) - (1 Ts 1.10; 5.9; Lc 21.35,36).
2. Na metade da 70a Semana de Daniel.
A 70a Semana de Daniel pode ser dividida em duas metades distintas.
a) A primeira metade da semana será marcada pelo reinado absoluto do Anticristo  que, assentado no SANTO Templo em Jerusalém Dn 9.27
b) A Segunda metade será ocupada pela Grande Tribulação propriamente dita: (1 Ts 5.3).

III. QUAL O OBJETIVO DA GRANDE TRIBULAÇÃO
 
A Grande Tribulação será deflagrada, visando a aplicação dos juízos divinos sobre a terra e a reconciliação de Israel com o seu verdadeiro Messias. Ela também possui como objetivos:
1. Levar os homens a se arrependerem de seus pecados.
(Ap 16.11).
2. Destruir o império do Anticristo .
(Ap 16.10).
3. Desestabilizar o atual sistema mundial.
(Dn 2.34,35)
4. Implantar o reino de Nosso Senhor JESUS CRISTO.
(Dn 2.44).
 
 


IV. QUEM PASSARÁ PELA GRANDE TRIBULAÇÃO
 
Há dois grupos distintos que passarão pela Grande Tribulação:
1. Os judeus que não tiverem aceitado a CRISTO.
(Jr 30.1-7). Apocalipse 12.1-7.
2. Os gentios.
(Ap 7.9,13,14)
 
 
 
 
V. AS FASES DA GRANDE TRIBULAÇÃO
 
A grande Tribulação. - Os eventos que ocorrerão na semana de número 70 de Daniel são descritos em Apocalipse. Será um período de 7 anos, divido em duas partes de 3 anos e meio cada. Na primeira metade, Satanás trará alguns males, representado pelos selos. Enganará os moradores da terra, trazendo relativa paz e tranqüilidade; resolverá os problemas políticos e econômicos, mas, ao tentar receber adoração dos judeus, dentro do templo reconstruído em Jerusalém, no lugar santíssimo, será rompida a aliança entre ele e Israel. Após isso, sobrevirá sobre a terra os juízos de DEUS, chamados de trombetas e taças. Aparentemente, estes dois últimos acontecerão simultaneamente. Alguns destes juízos serão catástrofes naturais (terremotos, maremotos, pragas, poluições, quedas de asteróides, etc.), mas haverá também juízos sobrenaturais.
Os Selos
 
  1. Primeiro Cavaleiro . branco . O anticristo se apresenta. Paz
  2. Segundo Cavaleiro . vermelho . Guerra generalizada.
  3. Terceiro Cavaleiro . preto . Escassez de alimento.
  4. Quarto Cavaleiro . amarelo . Mortalidade mundial.
  5. Os santos são martirizados.
  6. Cataclismos no céu e na terra .
  7. A abertura das trombetas
As Trombetas
  1. A terça parte da terra consumida pelo fogo.
  2. A terça parte da do mar é destruído
  3. A terça parte da água potável se torna imprópria.
  4. O sol perde um terço da sua luminosidade.
  5. Primeiro ai . Gafanhotos do abismo
  6. Segundo ai . A terça parte dos homens são mortos.
  7. Terceiro ai . A abertura da Taças.
As Taças
  1. Tumores e pestes generalizadas.
  2. Morte de toda a vida marinha.
  3. Total perda das águas potáveis.
  4. Irradiação solar se agrava profundamente, provocando a morte dos homens.
  5. O Anticristo é imobilizado.
  6. Batalha do Armagedom.
  7. Babilônia é destruída.
 

VI. HAVERÁ SALVAÇÃO DURANTE A GRANDE TRIBULAÇÃOQuando se estuda a Grande Tribulação, a pergunta é inevitável: haverá salvação neste período? O livro do Apocalipse mostra dois grupos distintos de salvos: os israelitas e os gentios (Ap 7.4-14). Isto significa que, apesar da oposição do Anticristo , a Bíblia continuará a ser divulgada em escala mundial; evidentemente com a perseguição do anticristo que procurará queimar todas as bíblias que existem em sua época, como já tentou fazer antes através de um de seus representantes, porém na casa deste hoje funciona uma gráfica de fabricação de bíblias.  Enganam-se, portanto, os que afirmam que, após o arrebatamento da Igreja, as Sagradas Escrituras perderão a sua inspiração sobrenatural e única. Tal ensinamento não conta com qualquer respaldo bíblico. Afirma o profeta Isaías: “Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de nosso DEUS subsiste eternamente” (Is 40.8).
As Escrituras são claríssimas ao afirmar que a salvação na Grande Tribulação exigirá o martírio, ou seja, para que alguém seja salvo, além de crer em JESUS com toda esta dificuldade de ordem espiritual, terá de morrer por causa do testemunho de JESUS e do amor pela Palavra de DEUS. Na Grande Tribulação, a salvação dependerá do derramamento do próprio sangue, além da fé no poder do sangue de JESUS.
CONCLUSÃO
 
O maior Juízo que o homem já experimentou vindo da parte de DEUS foi o dilúvio, agora DEUS trará algo mais terrível e duradouro, que abaterá até o mais astucioso de seus inimigos, Satanás.
Se no dilúvio a terra passou pelo juízo de DEUS por quarenta dias e quarenta noites, com chuva dos céus, agora o período dera muito maior, pois a ira de DEUS sobre os infiéis da terra durará 7 longos anos, onde os homens procurarão se esconder da presença de DEUS, enclausurando-se em cavernas e desejando ardentemente que a morte os alcance, ao contrário da época do dilúvio em que os homens clamavam pela vida.
Escape desta hora, é só aceitar e continuar confiando e sendo fiel a JESUS CRISTO, nosso Senhor e Salvador.
 
A GRANDE TRIBULAÇÃO  - CPAD
Mt 24.21. “Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.”
Começando com 24.15, JESUS trata de sinais especiais que ocorrerão durante a grande tribulação (as expressões “grande aflição”, de 24.21, e “grande tribulação”, de Ap 7.14, são idênticas no grego). Tais sinais indicam que o fim dos tempos está muito próximo (24.15-29). São sinais conducentes à, e indicadores da volta de CRISTO à terra, depois da tribulação (24.30,31; cf. Ap 19.11–20.4).
O maior desses sinais é “a abominação da desolação” (24.15), um fato específico e visível, que adverte os fiéis vivos durante a grande tribulação de que a vinda de CRISTO à terra está prestes a ocorrer. Esse sinal-evento, visível, relaciona-se primeiramente com a profanação do templo judaico daqueles dias em Jerusalém, pelo Anticristo  (ver Dn 9.27 *; 1Jo 2.18; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO). O Anticristo , também
chamado o homem do pecado, colocará uma imagem dele mesmo no templo de DEUS, declarando ser ele mesmo DEUS (2Ts 2.3,4; Ap 13.14,15). Seguem-se fatos salientes a respeito desse evento crítico.
(1) A “abominação da desolação” marcará o início da etapa final da tribulação, que culmina com a volta de CRISTO à terra e o julgamento dos ímpios em Armagedom (24.21,29,30; ver Dn 9.27; Ap 19.11-21).
(2) Se os santos da tribulação atentarem para o fator tempo desse evento (“Quando, pois, virdes”, 24.15), poderão saber com bastante aproximação quando terminará a tribulação, época em que CRISTO voltará à terra (ver 24.33 *). O decurso de tempo entre esse evento e o fim dos tempos é mencionado quatro vezes nas Escrituras como sendo três anos e meio ou 1260 dias (ver Dn 9.25-27; Ap 11.1,2; 12.6; 13.5-7). Por causa da grande expectativa da volta de CRISTO (24.33), os santos daqueles dias devem acautelar-se quanto a informes afirmando que CRISTO já voltou. Tais informes serão falsos (24.23-26). A “vinda do Filho do homem” depois da tribulação será visível e conhecida de todos os que viverem no mundo (24.27-30; Ap 1.7). Outro sinal que ocorrerá, então, será o dos falsos profetas que, a serviço de Satanás, farão “grandes sinais e prodígios” (24.24).
(1) JESUS admoesta a todos os crentes a estarem especialmente alerta para discernir esses profetas, mestres e pregadores, que se declaram cristãos sendo falsos, porém apesar disso, operam milagres, curas, sinais e maravilhas e que demonstram ter grande sucesso nos seus ministérios. Ao mesmo tempo, torcerão e rejeitarão a verdade da Palavra de DEUS (ver 7.22 *; Gl 1.9 *; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO).
(2) Noutra parte, as Escrituras admoestam os crentes a sempre testarem o espírito que atua nos mestres, líderes e pregadores (ver 1Jo 4.1 *). DEUS permite o engano acompanhado de milagres, a fim de testar os crentes no tocante ao seu amor por Ele e sua lealdade às Sagradas Escrituras (Dt 13.3). Serão dias difíceis, pois JESUS declara em 24.24, que naqueles últimos tempos o engano religioso será tão generalizado que será difícil até mesmo para “os escolhidos” (i.e., os crentes dedicados) discernirem entre a verdade e o erro (ver 1Tm 4.16 *; Tg 1.21). (3) Quem entre o povo de DEUS não amar a verdade será enganado. Não terá mais oportunidade de crer na verdade do evangelho, depois do surgimento do Anticristo  (ver 2Ts 2.11 *). Finalmente, a “grande tribulação” será um período específico de terrível sofrimento e tribulação para todos que viverem na terra. Observe:
(1) Será de âmbito mundial (ver Ap 3.10 *). (2) Será o pior tempo de aflição e angústia que já ocorreu na história da humanidade (Dn 12.1; Mt 24.21). (3) Será um tempo terrível de sofrimento para os Judeus (Jr 30.5-7). (4) O período será controlado pelo “homem do pecado” (i.e., o Anticristo ; cf. Dn 9.27; Ap 13.12; ver o estudo O PERÍODO DO ANTICRISTO). (5) Os fiéis da igreja de CRISTO recebem a promessa de livramento e “escape” dos tempos da tribulação (ver Lc 21.36 *; 1Ts 5.8-10; Ap 3.10 *). (6) Durante o período da tribulação, muitos entre os Judeus e gentios crerão em JESUS CRISTO e serão salvos (Dt 4.30,31; Os 5.15; Ap 7.9-17; 14.6,7). (7) Será um tempo de grande sofrimento e de perseguição pavorosa para todos quantos permanecerem fiéis a DEUS (Ap 12.17; 13.15). (8) Será um tempo de ira de DEUS e de juízo seu contra os ímpios (1Ts 5.1-11; Ap 6.16,17). (9) A declaração de JESUS de que aqueles dias serão abreviados (24.22) não pressupõe a redução dos três anos e meio, ou 1260 dias preditos. Pelo contrário, parece indicar que o período é tão terrível que se não fosse de curta duração a totalidade da raça humana seria destruída. (10) A grande tribulação terminará quando vier JESUS CRISTO em glória, com sua noiva (Ap 19.7,8,14), para efetuar o livramento dos fiéis remanescentes e o juízo e destruição dos ímpios (Ez 20.34-38; Mt 24.29-31; Lc 19.11-27; Ap 19.11-21). (11) Não devemos confundir essa fase da vinda de JESUS, no fim da grande tribulação, com a sua descida imprevista do céu, em 24.42-44 (ver *s sobre estes versículos, que tratam da vinda de JESUS, na sua fase do arrebatamento dos crentes), a qual ocorrerá num momento diferente do da sua volta final, no fim da tribulação. (12) O trecho principal das Escrituras que descreve a totalidade da tribulação de sete anos de duração é encontrado em Ap 6–18.
 
 
SUGESTÃO DE LEITURA
Daniel e o Apocalipse, Dicionário de Referências Bíblicas e Respostas às Perguntas que os Católicos Costumam Fazer
SUGESTÃO DE LEITURA
Apocalipse Versículo por Versículo, Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica e Dicionário de Profecia Bíblica.
Referências Bibliográficas (outras estão acima)
Bíblia de estudo - Aplicação Pessoal.
Bíblia de Estudo Almeida. Revista e Atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2006.
Bíblia de Estudo Palavras-Chave Hebraico e Grego. Texto bíblico Almeida Revista e Corrigida.
Bíblia de Estudo Pentecostal. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida, com referências e algumas variantes. Revista e Corrigida, Edição de 1995, Flórida- EUA: CPAD, 1999.
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
Mateus - Série Cultura Bíblica - R.V.G Tasker
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
www.ebdweb.com.br - www.escoladominical.net - www.gospelbook.net - www.portalebd.org.br/
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/alianca.htm
Dicionário Vine antigo e novo testamentos - CPAD
Dicionário Bíblico Wycliffe - Charles F. Pfeiffer, Howard F. Vos, John Rea - CPAD
ESTUDOS PARA AJUDAR
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao7-vemofim-ofimvem-amanifestacaodoanticristo.htm
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao8-vemofim-ofimvem-agrandetribulacao.htm
VÍDEOS DA GRANDE TRIBULAÇÃO ('Lições de 2004)

https://www.youtube.com/playlist?list=PL9TsOz8buX1_pTgXgYKO02OzcqSCGghEj
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao8-ftc-1tr16-a-grande-tribulacao.htm

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 8

AULA EM 20 DE AGOSTO DE 2017 – LIÇÃO 8 (Revista: Editora Betel) Tema:  Jesus o missionário excelente Texto Áureo:   Jo 12.4...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS VISITADAS