SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

04 março 2016

Dinâmica da Lição 10: A Ressurreição de Jesus (Discipulando 1º Ciclo)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: A ressurreição de Jesus.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar algumas sugestões apresentadas aqui.
- Para concluir, utilize a dinâmica “Cristo Ressuscitou!”




Dinâmica: Cristo Ressuscitou!

Objetivo:
Evidenciar a grande importância da ressurreição de Cristo.
Atividade didática:
Antes da aula:
- Copie as sete explicações onde é mostrado o porquê da ressurreição de Jesus ser a base das várias doutrinas importantes. Em seguida imprima e recorte cada uma das sete explicações.
Durante a aula:
- Distribua entre os alunos os vários textos que lembrem das ocasiões em que Jesus fez questão de dizer a Seus discípulos que morreria, mas ressuscitaria ( ver Mt 12.40; 16.21; 17.22,23; Lc 9.22; Jo 2.19-21; 10.17,18). Peça que eles leiam cada um deles. Em seguida pergunte: Por que será que a ressurreição é tão importante para nós? Ouça as respostas atentamente.
- Em seguida reparta com os alunos cada uma das sete explicações descritas logo abaixo onde é mostrado o porquê da ressurreição de Jesus ser a base das várias doutrinas importantes. Solicite do aluno que leu fale o que entendeu do texto lido. Aqueles que não pegaram o papel também pode dará sua opinião sobre o assunto. É importante que a cada explicação o professor feche com uma palavra final.
A ressurreição de Jesus é a base de várias doutrinas importantes.
1. Pela ressurreição Jesus é declarado Filho de Deus em poder, Rm 1.3,4. Deus deu assim a sua confirmação, tanto a Jesus como seu Filho, como para a obra que ele havia realizado.
2. A ressurreição de Jesus prova que a morte de Jesus foi expiatória. Jesus era absolutamente sem pecado, Hb 4.15. Por isto a morte, que veio pelo pecado, jamais poderia vencê-lo. Mas Jesus tomou sobre si os nossos pecados, levando-os para a cruz, 1 Pe 2.24, por isso ele morreu. Quando ele rendeu o seu espírito, já havia feito a expiação pelos pecados, e assim ele entrou na morte, sem nenhum pecado. Desta maneira a morte não tinha nenhuma força para retê-lo, At 2.24, e por isto ressuscitou. Assim Jesus veio a ser a causa da eterna salvação, Hb 5.9.
3. A ressurreição é a base da nossa fé em Jesus Cristo, 1 Pe 1.21. O pecador vivia debaixo do pecado, Ef 2.1,2, sem recursos para se libertar. Deus provou pela ressurreição de Jesus, que ele havia cumprido as suas promessas de salvação, At 13.32,37,38. Quando assim o pecador crê em Deus, que o ressuscitou, recebe a salvação, Rm 10.9, experimenta a regeneração, 1 Pe 1.3, e é justificado, Rm 4.25.
4. A ressurreição de Jesus é também uma fonte de vitória para o crente. Quando ele recebe a salvação, experimenta o poder da morte de Cristo, 2 Co 5.14,15. Ele é liberto, Jo 8.36. Mas ele pode também pela fé participar do poder da ressurreição de Jesus, Fp 3.10, isto é, gozar da realidade, de que Cristo vive nele, G1 2.20; Cl 3.4; 1.27. “Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida”, Rm 5.10. Jesus disse: Eu vivo e vós vivereis, Jo 14.19.
5. A ressurreição é também a garantia de que Jesus continua como o nosso Representante e Sumo Sacerdote diante de Deus. “Quem nos condenará? pois é Cristo que morreu, ou antes ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”, Rm 8.34.
6. A ressurreição é uma garantia de que Jesus tem poder para curar os doentes. O poder da ressurreição vivificou o corpo de Jesus que estava morto, Rm 8.11. Pela ressurreição Jesus venceu a própria morte, 1 Co 15.54,57. Assim também ele pode vencer a doença, que leva o homem à morte. Graças a Deus, Mt 8.17.
7. A ressurreição de Jesus é também a garantia da nossa própria ressurreição, 2 Co 4.14; 1 Co 15.21,22. Pela ressurreição de Jesus foi quebrado o aguilhão da morte, 1 Co 15.55-57. Se crermos que Jesus morreu e ressuscitou, sabemos que assim também aos que em Cristo dormem, Deus os tornará a trazer com ele, 1 Ts 4.14. Isto acontecerá na segunda vinda de Jesus, quando os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro, e depois os que ficarem vivos, serão arrebatados, 1 Ts 4.16,17.

Encerre dizendo que a grandeza de Cristo foi mais de que uma vida, pois a sua grandeza verdadeiramente vem de poder dar a vida através da ressurreição. Um plano para redimir o homem é construído nestes fatos e devemos nos aproveitar disso enquanto vivemos. O plano é dado em Romanos 6:1-23: Deixamos morrer o velho homem, o sepultando com Cristo, voltando na novidade da vida para vivermos seguindo o Espírito para sermos os servos de Deus.


Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!


Por Escriba Digital.


Read more: http://euvoupraebd.blogspot.com/2016/02/dinamica-da-licao-10-ressurreicao-de.html#ixzz41v5uKTxy