SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

22 junho 2016

Dinâmica da Lição 13: O cultivo das relações interpessoais (Adultos)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O cultivo das relações interpessoais.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilize a dinâmica “Revisão da Lição Maravilhosa Graça” e“Construindo pontes nos relacionamentos”.



Dinâmica: Revisão da Lição Maravilhosa Graça

Aproveite a última lição do trimestre para saber se os alunos compreenderam algumas ideias importantes da Epístola aos Romanos. Esta atividade vai dar a oportunidade de saber se seus alunos realmente compreenderam essas ideias. Caso perceba que eles estão com dificuldades, reforce as ideias. Aproveite também para perguntar o que mais gostaram e o porque.
Objetivo:
Revisão do trimestre.
Material didático:
Folhas e caneta.
Atividade didática:
Sente-se com seus alunos em círculo e faça um comentário geral a respeito de toda a Epístola aos Romanos. Depois, peça que os alunos formem grupos. Distribua as folhas e as canetas. Solicite que os componentes dos grupos coloquem os nomes nas folhas. Estabeleça um tempo de no máximo 10 minutos para que os alunos enumerem corretamente e leiam as referências. Recolha as folhas e corrija os exercícios. O grupo que tiver mais acertos será o vencedor.
1) A recompensa pelo pecado é a morte. Jesus morreu em nosso lugar.
2) Deus removeu a punição do pecado mediante o sacrifício de Jesus Cristo na cruz do Calvário.
3) Deus escolhe pessoas para propósitos específicos.
4) Deus vai nos dar um novo corpo no céu, não mais sujeito ao pecado e à morte.
5) Mediante a fé no sacrifício de Jesus Cristo, fomos declarados "sem culpa".
6) O Espírito Santo que passa habitar em nós depois da conversão nos ajuda a ser parecidos com Jesus.
7) Somente ela destrói o domínio do pecado
(  ) Graça - Romanos 6.1.2
(  ) Santificação - Romanos 5.2; 15.16
(   ) Justificação - Romanos 4.25; 5.18
(   ) Glorificação - Romanos 8.18,19
(   ) Eleição - Romanos 9.10-13
(   ) Expiação - Romanos 3.25
(   ) Redenção - Romanos 3.24; 8.23

GABARITO
(7) Graça
( 6) Santificação
( 5 ) Justificação
( 4 ) Glorificação
( 3 ) Eleição
( 2 ) Expiação
( 1 ) Redenção

Fonte: Revista Ensinador Cristão Nº 66
Adaptado por Roberto José


Dinâmica: Construindo pontes nos relacionamentos
Objetivo:
Trabalhar Relacionamentos e conflitos no trabalho.
Material didático:
Folha de papel A4 ou ofício,
Lápis ou caneta
Quadro de giz ou cartolina
Giz ou pincel atômico
História: O Construtor de Pontes.
Atividade didática:
Explique ao grupo que será feito uma atividade para autoanálise e avaliação de como estamos nos relacionando no trabalho. Distribua uma folha de papel A4 e peça para cada aluno dividir ao meio com uma caneta no sentido vertical. Após todos terem dividido as folhas pedir para que. Do lado esquerdo coloque a característica de uma pessoa que você teria dificuldade em se relacionar no ambiente de trabalho, por exemplo: falso, mentiroso, metido, entrão, bajulador etc. Do lado direito algo que não conseguem aceitar em si próprios, por exemplo: ser estourado, briguento, ansioso, impaciente, precipitado etc. Quando tiverem terminado, pedir para que abaixo da característica da pessoa que tem dificuldade para se relacionar, escrevam em poucas linhas os motivos que levam a essa dificuldade. Agora,  abaixo da característica que não aceitam em si mesmos, expliquem o motivo da não aceitação e que efeitos essa característica pode acarretar nos seus relacionamentos de trabalho. Quando todos tiverem terminado, pedir para deixarem de lado a folha e escutar história: O Construtor de Pontes.

História: O Construtor de Pontes
Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado. Mas agora tudo havia mudado.
O que começou com um pequeno mal entendido, finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio. Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta:
- Estou procurando trabalho, disse o homem que era carpinteiro.
- Talvez você tenha algum serviço para mim.
- Claro! disse o fazendeiro. - Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade é do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta. O carpinteiro disse, então: - Acho que entendo a situação. Mostre-me onde estão o martelo e os pregos.
O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade. O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.
Quando o fazendeiro voltou, não acreditou no que viu: em vez da cerca, uma ponte havia sido construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou: - Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei. Mas, as surpresas não pararam neste momento. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão correndo, se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio. O irmão mais novo então falou: - Você, realmente, foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse! De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte. O carpinteiro que fez o trabalho aprontou-se, então para partir levando sua caixa de ferramentas. - Espere, fique conosco! Disse o fazendeiro. - Tenho outros trabalhos para você. E o carpinteiro respondeu: - Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...

Autor: desconhecido

Discussão em classe.
Pergunte ao grupo:
-O que entenderam da história?
-O que costuma romper com as relações interpessoais?
- Podemos dizer que os principais problemas de relacionamentos são gerados por pequenas coisas ou coisas sem importância?
-Que lições podemos extrair da história? (Listar as respostas no quadro ou cartolina).
Depois de esgotada a discussão sobre os pontos acima, peça para que cada um retome sua folha e analise:
-No tópico: A importância das relações interpessoais. Procure mostrar que essa é uma relação de compartilhamentos de dores, alegrias, dissabores, confidências, bem como relações de amizade e respeito. Por isso, este tipo de relacionamento é tão importante na vida social do cristão. As relações interpessoais não seriam as mesmas se não houvesse o desenvolvimento de amizades entre as pessoas.
-No tópico As ameaças às relações interpessoais. Busque com os alunos alternativas de como solucioná-lo. Portanto busque uma forma de transformar essa característica em algo produtivo e melhor.
Concluir com o grupo que tudo seria mais fácil se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos e colegas do trabalho. Conversar, gostar, amar as pessoas com as quais temos afinidade é fácil. Mas como fazer com pessoas difíceis e com nossas próprias dificuldades? Como lidar com nossos desafetos? Como estender nossa mão amiga para ajudar a quem precisa em nossa convivência no sai a dia? Agindo assim poderíamos não mudar o mundo, entretanto, podemos e temos a autonomia de fazer do nosso mundo, nossa vida interior um lugar de paz e comunhão onde Cristo será glorificado.
Podemos começar agora!



Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!

Por Roberto José
http://www.ensinadorcristao.com.br  todos os direitos reservados.