SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

12 agosto 2016

Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político V

Nesta lição trataremos de alguns desafios específicos quando tentamos evangelizar universitários e pessoas que ocupam cargos políticos. Falaremos também de que é necessário anunciar o Evangelho de forma estratégica a fim de que a mensagem de Cristo
PORTAL ESCOLA DOMINICAL
TERCEIRO TRIMESTRE DE 2016
ADULTOS - O DESAFIO DA EVANGELIZAÇÃO - Obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as Boas Novas a toda criatura
COMENTARISTA: CLAUDIONOR CORREA DE ANDRADE
COMENTÁRIO: SUPERINTENDÊNCIA DAS EBD'S DAS ASSEMBLEIS DE DEUS EM RECIFE/PE

LIÇÃO 07 – O EVANGELHO NO MUNDO ACADÊMICO E POLÍTICO
(Dn 2.24-28)

INTRODUÇÃO
Nesta lição trataremos de alguns desafios específicos quando tentamos evangelizar universitários e pessoas que ocupam cargos políticos. Falaremos também de que é necessário anunciar o Evangelho de forma estratégica a fim de que a mensagem de Cristo possa alcançar o coração dos pecadores nestes lugares; e, por fim, destacaremos a pessoa do apóstolo Paulo como um missionário que cumpriu o seu chamado de evangelizar os povos, alcançando tanto leigos como intelectuais, tanto plebeus como reis e magistrados.

I - A UNIVERSIDADE NA BÍBLIA
Pode parecer sem sentido falar-se em universidade na Bíblia, mas, no nosso entender, há referências que indicam a existência de pessoas que tinham estudos de “nível superior” para sua época, mesmo que não houvessem instituições formais de ensino universitário nos moldes que a conhecemos. A evangelização nas universidades também deve ser uma prioridade máxima da igreja, pois do universo acadêmico saem os cientistas, educadores, formadores de opinião e boa parte dos governantes e legisladores. Vejamos alguns exemplos de personagens bíblicos que se destacaram em sua “vida universitária”:

1.1 Moisés. O líder do êxodo “foi instruído em toda a ciência dos egípcios, era poderoso em palavras e obras” (At 7.22).
Certamente, Moisés tinha obtido instrução de nível superior no Egito, conhecendo as letras, as artes, as ciências agrárias, a astronomia, a matemática e tudo o que era necessário para uma pessoa que, segundo historiadores, poderia ter sido ocupante do trono egípcio, como “filho da filha de Faraó” (Hb 11.24).
Para continuar a ler o artigo CLIQUE AQUI
COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROF. PAULO AVELINO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS VISITADAS