SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

02 setembro 2016

Dinâmica da Lição 10: Relacionando-se com a sociedade (Discipulando 3º Ciclo)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:

1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Relacionando-se com a sociedade.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar algumas sugestões apresentadas aqui.
- Durante a aula veja qual o melhor momento para aplicar as dinâmicas “Eu sou Sal e Eu sou Luz”



Dinâmica: Eu sou Sal

Objetivo:
Promover reflexão sobre o caráter do cristão como “sal da terra”.
Material Didático:
03 copos transparentes com água
02 saquinhos com sal
01 colher de chá
sal
Atividade Didática:
- Expliquem que o sal representa o caráter cristão e o copo com água está representando o mundo.
- coloque 03 copos com água sobre uma mesa.
- Coloque:
01 saquinho de sal dentro do primeiro copo – sem retirar a embalagem(situação 01);
01 saquinho de sal ao lado do segundo copo( situação 02);
01 colher de sal dentro do terceiro copo e misture( situação 03).
- Questione: Qual situação melhor representa o caráter do cristão autêntico no mundo?
- Reflita com seus alunos sobre cada uma das situações
Para as situações 01 explique que o sal, apesar de estar dentro da água, não pôde fazer ser efeito, pois estava isolado da água pelo saquinho. Representa o cristão que apesar de estar no mundo não consegue influenciar o mundo com o seu caráter, pois existe algo que atrapalha.
Para as situações 02 explique que o sal não pôde fazer ser efeito, pois estava separado da água. Representa o cristão que se separa do mundo de forma bastante radical, sem querer nenhum contato com ele, nem mesmo para influenciá-lo através do seu caráter.
Para as situações 03 explique que o sal dentro da água representa o cristão que está no mundo e consegue mudar o estado do mundo com o seu caráter. Diga que água mudou em seu estado original pois ela agora mudou de sabor por causa da influência do sal.

Palavra de Reflexão:
Cristo disse: “Vois sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens” (Mt 5.13). O que Jesus fez antes de tudo, foi mostrar-lhes que antes mesmo que eles saíssem para pregar teriam de demonstrar bom caráter e também, boas obras com palavras e ações dando a todos testemunhos de que seriam pessoas diferentes
1. A função do sal (v.13)
No mundo antigo, o sal era algo de muito valor. O sal tem, pelo menos, três características:
a. Sal é tempero que dá sabor à comida – essa é a característica mais conhecida. Já pensou comida sem sal? É tão insípida, como o próprio Jó reconheceu ( Jó 6.6)! A influência do crente no mundo deve ser como o sal para a comida – a presença do crente dá um novo sabor ao ambiente no escritório, na faculdade, na fábrica, etc. Será que a nossa presença tem essa influência positiva? Infelizmente, muitas pessoas consideram que o crente tira o sabor da vida.
b. Sal é preservador – evita a putrefação – no mundo antigo o sal era o preservador mais comum. Antes da invenção da geladeira, o sal era usado para preservar a carne e o peixe do apodrecimento. Até hoje é usado na tão conhecida carne-de-sol do Nordeste. Assim, se o crente vai ser “o sal da terra”, deve ter uma influência antisséptica no mundo. A presença do crente deve evitar o progresso do mal, derrotando a podridão ao seu redor.
Jamais devemos deixar de darmos sabor, se isso vier a acontecer, a podridão deste mundo nos atingirá e nos fará apodrecer espiritualmente. Perderemos o sentido verdadeiro de servos de Deus, e passaremos a servir este mundo tenebroso.
c. Sal é ligado à pureza – não há dúvida que sua brancura brilhante fez essa ligação fácil. Os romanos diziam que o sal era a coisa mais pura de todas as coisas, porque veio das coisas mais puras, o sol e o mar. Se o crente vai ser “o sal da terra”, tem de ser um exemplo de pureza. Uma das características da sociedade em que vivemos é o rebaixamento dos padrões de pureza. Não há mais restrições na área moral – sexo antes de casamento é normal, e infidelidade no casamento é comum. Os filmes com cenas de sexo explícito na TV e no cinema, as piadas sujas na fábrica e no escritório são áreas nas quais o crente tem de demonstrar sua pureza. Quando o crente está presente, os colegas param de contar as piadas duvidosas, a TV é desligada. Em outras palavras, o crente deve ser mais corajoso na condenação do mal. “Às vezes, os padrões de uma comunidade afrouxam-se por falta de um explícito protesto cristão”.



Dinâmica: Eu sou Luz

Objetivo:
Mostrar que o cristão precisa dar um bom testemunho de vida na sociedade em que está inserido.
Material Didático:
- 1 vela (de uns 5 cm de preferência);
- 1 copo (de vidro);
- Um prato (ou uma tigela);
- Uns 2 a 3 dedos de água com anilina vermelha (dissolvida na água);
- Fósforo
- A Bíblia na leitura aberta em: Mateus 5. 13-16.
Atividade Didática:
No centro do prato coloque a vela acesa, diga que a vela simboliza nós e que cada um de nós temos a nossa luz a luz de Cristo em nossa vida. Ainda no prato despeje 1 à 2 dedinhos de água com anilina vermelha, e diga que essa água simboliza o mal que esta em todo o momento nos cercando.
 - Vejam que mesmo com todo esse mal ao nosso redor ele não consegue apagar a nossa luz, pois a nossa luz está acima dele. Assim deve ser a nossa vida cristã.
 Logo após essa explicação, coloque o copo sobre a vela e peça que observem.
- O que aconteceu com a vela?" (Ela vai apagar).
 - E a água que estava ao seu redor o que houve?" (Ela terá entrado para dentro do copo).
Explicação:
As pessoas que não dão um bom testemunho de vida são comparadas como lâmpadas desligadas, sem energia, estão apagadas não tem luz e lâmpada apagada é inútil, pois não desempenham o seu papel, por este motivo Jesus observa os que estão nele são luz e brilham no mundo, são úteis, abençoam, convencem, tem poder e o brilho e a energia que vem do Espírito Santo de Deus. Jesus disse: “vós sois a luz do mundo”; nossa responsabilidade é muito grande, luz se destaca é vista ao longe e não tem como se esconder.



Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!


Fonte: dinamicanacatequese.blogspot.com.br
Adaptada por Roberto José.