SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

21 outubro 2016

Lição 4 - A provisão de Deus no monte do sacrifício III


exto: Gênesis 22.1-3 - Introdução: A declaração de Abraão se cumpriu plenamente quando Cristo morreu na cruz para perdão dos nossos pecados.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL
QUARTO TRIMESTRE DE 2016
ADULTOS - O DEUS DE TODA PROVISÃO - Esperança e sabedoria divina para a Igreja em meio às crises
COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL
COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS
ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 ERMELINO MATARAZZO, SÃO PAULO/SP


Lição 04 – A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO
Texto: Gênesis 22.1-3

Introdução: A declaração de Abraão se cumpriu plenamente quando Cristo morreu na cruz para perdão dos nossos pecados.

I – FÉ PARA SUBIR O MONTE DO SACRIFÍCIO
1. Abraão é provado
1.1. Abraão faz parte dos heróis da galeria da fé (Hb 11.8-10)
. Herói da fé também é provado
1.2. Abraão é conhecido como o pai da fé (Rm 4.11,16)
1.3. Deus via em Abraão qualidades que eram superiores às suas fraquezas
1.4. Abraão precisava aprender a depender de Deus
1.5 Quando passamos por frustrações e amarguras, avaliamos melhor a nossa decisão para com Deus.
2. No limite da capacidade humana
2.1. Muitas vezes Deus nos prova até o limite (1Co 10. 13)
2.2. Abraão foi provado ao máximo na sua capacidade:
. Espiritual
. Emocional
3. Um pedido difícil (Gn 22.2)
3.1. O Pedido de Deus parecia ser
. Ilógico
. Impróprio
. Irracional
. Impossível de ser aceito
3.2. Deus havia pedido em holocausto o único filho de Abraão (Gn 22.16)

II – PROVAÇÃO NO MONTE DO SACRIFÍCIO
1. Amor, obediência e fé no monte do sacrifício
1.1. Deus queria saber se Abraão O amava (mais do que a Isaque)
. Deus tem de estar em primeiro lugar em nossos corações
1.2. Deus queria saber se Abraão O obedecia. (Gn 22.12)
. Obedeceu mesmo sem saber o por quê de tal pedido
1.3. Deus queria provar a fé de Abraão (Hb 11.17)
. Confiou plenamente em Deus
2. O clímax da prova
2.1. Abraão sobe com seu filho ao monte do sacrifício (Gn 22-4-6)
2.2. Isaque pergunta: Onde está o cordeiro ? (Gn 22.7)
2.3. Abraão responde: Deus proverá (Gn 22.8)
3. O momento decisivo da prova
3.1. O caminho da obediência pode ser difícil, mas, não é impossível, por que Deus age no momento certo.
3.2. Abraão conhecia a fidelidade de Deus por isso não se desesperou
3.3. Isaque era um menino obediente e de fé
3.4. No momento do sacrifício veio a intervenção divina na terra de Moriá (Gn 22.11-12)

III - JESUS, O CORDEIRO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO (Jo 8.56)
1. O sacrifício do Cordeiro de Deus (Jo 1.29)
1.1. Deus entregou o seu cordeiro, Jesus Cristo, para morrer por nós (Rm 5.8)
1.2. O sacrifício de Jesus foi necessário para o perdão dos nossos pecados. (1Jo 4.10)
2. A reconciliação mediante o sacrifício do Cordeiro
2.1. Jesus nos reconciliou com Deus (Ef 2.16)
2.2. Jesus é o autor e consumador da nossa fé (Hb 12.2)
2.3. Temos um Criador que nos ama e que não negou dar o seu Unigênito para que tivéssemos a
vida eterna. (Jo 3.16)
3. A justificação mediante o Cordeiro (At 13.39)
3.1. Jesus na Cruz
. Assumiu o castigo que era nosso
. Tomou sobre si a nossa condenação (Rm 8.1)
. Nos justificou perante o Pai (Rm 3.24)
3.2. Agora temos paz com Deus (Rm 5.1)

Conclusão: Aprendemos com Abraão que é perfeitamente possível viver uma vida em consonância com as exigências divinas.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS