SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

21 outubro 2016

Lição 4 - A provisão de Deus no monte do sacrifício III


exto: Gênesis 22.1-3 - Introdução: A declaração de Abraão se cumpriu plenamente quando Cristo morreu na cruz para perdão dos nossos pecados.

PORTAL ESCOLA DOMINICAL
QUARTO TRIMESTRE DE 2016
ADULTOS - O DEUS DE TODA PROVISÃO - Esperança e sabedoria divina para a Igreja em meio às crises
COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL
COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS
ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 ERMELINO MATARAZZO, SÃO PAULO/SP


Lição 04 – A PROVISÃO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO
Texto: Gênesis 22.1-3

Introdução: A declaração de Abraão se cumpriu plenamente quando Cristo morreu na cruz para perdão dos nossos pecados.

I – FÉ PARA SUBIR O MONTE DO SACRIFÍCIO
1. Abraão é provado
1.1. Abraão faz parte dos heróis da galeria da fé (Hb 11.8-10)
. Herói da fé também é provado
1.2. Abraão é conhecido como o pai da fé (Rm 4.11,16)
1.3. Deus via em Abraão qualidades que eram superiores às suas fraquezas
1.4. Abraão precisava aprender a depender de Deus
1.5 Quando passamos por frustrações e amarguras, avaliamos melhor a nossa decisão para com Deus.
2. No limite da capacidade humana
2.1. Muitas vezes Deus nos prova até o limite (1Co 10. 13)
2.2. Abraão foi provado ao máximo na sua capacidade:
. Espiritual
. Emocional
3. Um pedido difícil (Gn 22.2)
3.1. O Pedido de Deus parecia ser
. Ilógico
. Impróprio
. Irracional
. Impossível de ser aceito
3.2. Deus havia pedido em holocausto o único filho de Abraão (Gn 22.16)

II – PROVAÇÃO NO MONTE DO SACRIFÍCIO
1. Amor, obediência e fé no monte do sacrifício
1.1. Deus queria saber se Abraão O amava (mais do que a Isaque)
. Deus tem de estar em primeiro lugar em nossos corações
1.2. Deus queria saber se Abraão O obedecia. (Gn 22.12)
. Obedeceu mesmo sem saber o por quê de tal pedido
1.3. Deus queria provar a fé de Abraão (Hb 11.17)
. Confiou plenamente em Deus
2. O clímax da prova
2.1. Abraão sobe com seu filho ao monte do sacrifício (Gn 22-4-6)
2.2. Isaque pergunta: Onde está o cordeiro ? (Gn 22.7)
2.3. Abraão responde: Deus proverá (Gn 22.8)
3. O momento decisivo da prova
3.1. O caminho da obediência pode ser difícil, mas, não é impossível, por que Deus age no momento certo.
3.2. Abraão conhecia a fidelidade de Deus por isso não se desesperou
3.3. Isaque era um menino obediente e de fé
3.4. No momento do sacrifício veio a intervenção divina na terra de Moriá (Gn 22.11-12)

III - JESUS, O CORDEIRO DE DEUS NO MONTE DO SACRIFÍCIO (Jo 8.56)
1. O sacrifício do Cordeiro de Deus (Jo 1.29)
1.1. Deus entregou o seu cordeiro, Jesus Cristo, para morrer por nós (Rm 5.8)
1.2. O sacrifício de Jesus foi necessário para o perdão dos nossos pecados. (1Jo 4.10)
2. A reconciliação mediante o sacrifício do Cordeiro
2.1. Jesus nos reconciliou com Deus (Ef 2.16)
2.2. Jesus é o autor e consumador da nossa fé (Hb 12.2)
2.3. Temos um Criador que nos ama e que não negou dar o seu Unigênito para que tivéssemos a
vida eterna. (Jo 3.16)
3. A justificação mediante o Cordeiro (At 13.39)
3.1. Jesus na Cruz
. Assumiu o castigo que era nosso
. Tomou sobre si a nossa condenação (Rm 8.1)
. Nos justificou perante o Pai (Rm 3.24)
3.2. Agora temos paz com Deus (Rm 5.1)

Conclusão: Aprendemos com Abraão que é perfeitamente possível viver uma vida em consonância com as exigências divinas.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS VISITADAS