SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

25 junho 2017

Bíblia é considerada livro “homofóbico” e proibida nas escolas do Canadá



A Escola Cristã Cornerstone não poderá mais ensinar sobre a Bíblia, porque o livro foi considerado "homofóbico" e "ofensivo" pelas autoridades do Canadá.

A academia Cristã Cornerstone, em Alberta (Canadá), está sendo convidada a parar de ensinar sobre as passagens da Bíblia que pode que podem ser consideradas "ofensivas".
A presidente da Divisão Escolar 'Battle River' (BRSD), Lauri Skori, disse à diretora da Cornerstone, Deanna Margel, que "qualquer Escritura que possa ser considerada ofensiva a indivíduos particulares não deve ser lida ou estudada na escola".
Skori disse que seria inadequado para a escola, compartilhar "qualquer ensinamento que possa condenar a orientação sexual de alguém".
Já a diretora da escola respondeu que tal proibição fere não só a liberdade religiosa, mas também a liberdade de expressão da instituição cristã.
"Estamos falando de liberdade de religião, mas também estamos falando de liberdade de expressão", disse Margel. "Precisamos de cada uma das palavras [da Bíblia] para nos desafiar, para nos chamar a uma maior compreensão sobre a vida. Isso é muito importante".
No dia 15 de junho, a escola e o conselho se reuniram para discutir o assunto. O jornal 'National Post' informou que 50 representantes da Cornerstone estiveram presentes na reunião.
Skori acusou a Cornerstone de transformar a "discussão em um espetáculo público".
Ela também disse que a Cornerstone "quebrou a confiança" da Divisão Escolar e estava tentando "criar controvérsia" chamando a atenção para a questão.
"As ações da sociedade não só prejudicaram nosso relacionamento, mas colocaram nossos filhos, nossa equipe, nossa escola e nossa divisão escolar em perigo", disse Skori.
A Cornerstone atualmente recebe financiamento do governo canadense e está listado como uma "escola alternativa".
Eles estão sob um acordo com a divisão escolar que protege seu direito de ensinar seus princípios básicos. Mas Skori tem pressionado a Cornerstone a negar seus valores há algum tempo.
No início deste ano, ela fez a Cornerstone remover uma passagem de 1 Coríntios 6:9-10 de seu site.
A passagem dizia: "Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus".
Ela até disse à Cornerstone para remover uma Escritura sobre a imortalidade escrita em uma parede na escola.
A Cornerstone procurou os advogados do Centro de Justiça para a Liberdade Constitucional (JCCF).
O presidente da JCCF, John Carpay, enviou ao à Divisão Escolar uma carta de oito páginas, apontando problemas com a proibição "injustificada e irreal" sobre o ensino da Bíblia e outra linguagem importante para a identidade da Cornerstone.
Oito horas depois que Carpay enviou sua carta, a Divisão respondeu via email, afirmando que manteria sua posição, de acordo com Margel.
Carpay disse que a escola deve ter permissão para ensinar os valores cristãos aos seus estudantes.
"Os curadores gozam do direito legal de enviar seus próprios filhos a várias escolas que se alinham com as crenças e convicções dos pais", disse Carpay em um comunicado. "Mas esses curadores não têm o direito de impor sua própria ideologia em escolas com as quais eles não concordam".
Carpay também disse que esta questão é uma que se relaciona com todas as escolas no Canadá.
"O dever de neutralidade do governo, exigido pelo Supremo Tribunal do Canadá, significa que um conselho escolar não pode determinar se os versículos da Torá, do Corão, do Novo Testamento ou do Guru Granth Sahib são aceitáveis", afirmou
Fonte:(Guiame via Gospel Geral)
http://www.pointrhema.com.br