SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Google+ Followers

Marcadores

Aborto ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL Adolecentes Cristão ADOLESCENTES ADPB ADULTÉRIO ADULTOS Agradecimento Aniversario Apologética Cristã Arqueologia As Inquisições Assembleia de Deus Barack Obama Batismos Bíblia Brasil Casamento CGADB Ciência Círculo de Oração CLASSE BERÇARIO CLASSE BERÇÁRIO CLASSE DOS DISCIPULADOS CLASSE DOS DISCIPULANDO CLASSE DOS DISCIPULANDOS CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL CLASSE MATERNAL Congresso CPAD Cruzada Curiosidades Cursos Departamento Infantil Depressão Desaparecido DESENHOS BIBLICOS Desfiles Dia do Pastor Discipulado Divórcio EBD EBO Escatologia Estudantes Estudos Eventos FALECIMENTO Família Filmes Galeria de Fotos Gospel Gratidão a Deus Hinos Antigos História Homenagens Homilética Homoxesualismo Ideologia de Gênero Idolatria Inquisição Islamismo Israel LIção de Vida Louvor Luto Maçonaria Mães Mensagens Ministério Missões MODISMOS Mundo Mundo Cristão MUSICAS EVANGÉLICAS Namoro Cristão Noivados Notícias Obreiros ONU Oração Pneumatologia política PRIMARIOS Psicopedagogia Pureza sexual Realidade Social Reforma Protestante RELIGIÕES Retiro Revista Central Gospel REVISTA CLASSE PRIMARIOS REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA REVISTA CLASSE JUNIORES REVISTA DA CLASSE JOVENS. REVISTA DA CLASSE ADULTOS REVISTA DA CLASSE JUVENIS Revista Maternal Santa Ceia Saúde Seminário Sexualidade Subsídios Subsídios EBD Subsídios EBD Videos Templos Teologia Testemunho TRANSGÊNEROS Utilidade publica UTILIDADE PÚBLICA Vida de Adolecente videos Virgilha

22 julho 2017

Lição 4 - O Senhor e Salvador Jesus Cristo V





SUPERINTENDENCIA DAS EBD'S DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS EM PERNAMBUCO
PORTAL ESCOLA DOMINICAL
TERCEIRO TRIMESTRE DE 2017
Adultos - A RAZÃO DA NOSSA FÉ: assim cremos, assim vivemos
COMENTARISTA: ESEQUIAS SOARES DA SILVA
COMENTÁRIO: SUPERINTENDÊNCIA DAS EBD'S DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS EM PERNAMBUCO

LIÇÃO Nº 4 – O SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO

INTRODUÇÃO
Nesta lição trataremos de uma das mais importantes doutrina da Teologia Sistemática – a Cristologia – doutrina de Cristo; destacaremos à luz da Bíblia quais os títulos que foram dados a Jesus nas Escrituras; falaremos a respeito de algumas heresias que surgiram durante a história da igreja que interpretaram de forma equivocada a pessoa de Jesus Cristo;e, por fim, pontuaremos que Jesus possui em si duas naturezas: divina e humana.
I – CRISTOLOGIA: ESTUDO SOBRE CRISTO
1.1 O que é a Cristologia. “Do grego “christhos”, ungido + “logia”, estudo, é o estudo sistemático e ordenado que tem como objeto a vida e obra de Cristo. É uma das disciplinas da Teologia Sistemática” (ANDRADE, 2006, p. 123).
1.2 Sua importância. Nos primeiros séculos da igreja cristã, uma das disciplinas que esteve no centro das discussões foi a Cristologia, o que foi de grande importância na tradição cristã, pois está inteiramente ligadas às demais doutrinas, tais como: (a) a doutrina de Deus – já que Jesus é a revelação especial da divindade; (b) a doutrina da Bíblia – pois é por meio dela que conheço a Cristo; e, (c) a doutrina da salvação – pois somente poderá ser salvo aquele que crê no Unigênito Filho de Deus (Jo 3.16). Logo, uma seita é identificada, em geral, por aquilo que ela prega a respeito de vários assuntos, sendo o principal deles Jesus Cristo, pois Ele é o fundamento do Cristianismo (Mt 16.16-18; 1 Co 3.11).
II - O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA PESSOA DE JESUS
Diversos títulos são dados a pessoa de Jesus nas Escrituras. Vejamos:
2.1 Cristo. O adjetivo Cristo do hebraico “messiah”, do grego “christhos” significa: “ungido” (ANDRADE, 2006, p.122). As profecias do AT revelaram, com muitos séculos de antecedência, que Deus enviaria um Redentor, o Ungido de Deus (Sl 2.2; 45.7; 89.20; Is 61.1; Dn 9.5,26). Tanto judeus quanto samaritanos ansiavam por sua vinda ((Jo 1.41; 4.25).
Alguns homens na Antiga Aliança quando separados para a vocação de sacerdote, rei e profeta eram ungidos com óleo como símbolo da capacitação do Espírito para o exercício da função (Lv 4.3-5; 1 Sm 10.13; 1 Rs 19.16). No entanto, a promessa de Deus anunciava a vinda de alguém que ocuparia as três funções (Dt 18.15; Sl 110.4; Zc 6.13; Sl 110.2; 2 Sm 7.4-17). Cristo é um título oficial de Jesus, que designa-o como Salvador do mundo, destacando-lhe em especial a divindade (Mt 16.16). Evoca-lhe ainda o tríplice ofício: profeta (Mt 21.11; Lc 7.15; 24.19); sacerdote (Sl 110.4; Hb 2.17;7.26-28); e, rei (Mt 2.2; Lc 1.32,33; Ap 19.16). É bom destacar que o título de Messias ou Cristo dado a Jesus não foi uma invenção dos seus discípulos, senão que foi: (a) conferido pelo próprio Pai (Mt 16.16,18; At 2.36); (b) revelado pelo Espírito (Lc 2.26); (c) respeitado pelos anjos e demônios (Lc 4.41; Hb 1.6); (d) declarado por Jesus (Lc 4.16-21; Jo 4.25,26); e, (e) pelos apóstolos (At 3.6,18,20; 4.10; Rm 1.4; 1 Co 1.23). Paulo, em especial, usava também a expressão “Cristo Jesus” (o título primeiro que o nome) para resaltar a sua messianidade (Rm 6.23; 8.39; 2 Tm 1.2). Na Bíblia, há mais de trezentas profecias a respeito do Messias. Abaixo destacaremos algumas e o seu cumprimento em Jesus:
Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.
COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROF. PAULO AVELINO