31 maio 2018

Betel Jovens – 2º Trimestre de 2018 – 03/06/2018 – Lição 10: A oração de um adorador



Este post é assinado por Jesrrael Fonseca Santos

TEXTO DE REFERÊNCIA

7 – Naquela mesma noite Deus apareceu a Salomão, e disse-lhe: Pede o que queres que eu te dê.
8 – E Salomão disse a Deus: Tu usaste de grande benignidade com meu pai Davi, e a mim me fizeste rei em seu lugar.

9 – Agora, pois, ó Senhor Deus, confirme-se a tua palavra, dada a meu pai Davi; porque tu me fizeste reinar sobre um povo numeroso como o pó da terra.
10 – Dá-me, pois, agora, sabedoria e conhecimento, para que possa sair e entrar perante este povo; pois quem poderia julgar a este tão grande povo?
11 – Então Deus disse a Salomão: Porquanto houve isto no teu coração, e não pediste riquezas, bens, ou honra, nem a morte dos que te odeiam, nem tampouco pediste muitos dias de vida, mas pediste para ti sabedoria e conhecimento, para poderes julgar a meu povo, sobre o qual te constituí rei,
12 – Sabedoria e conhecimento te são dados; e te darei riquezas, bens e honra, quais não teve nenhum rei antes de ti, e nem depois de ti haverá.
2 Crônicas 1. 7 – 12

VERSÍCULO DO DIA

Dá-me, pois, agora, sabedoria e conhecimento, para que possa sair e entrar perante este povo; pois quem poderia julgar a este tão grande povo?
2 Crônicas 1.10

OBJETIVOS DA LIÇÃO

Ao término do estudo bíblico, o aluno deverá:
  • Compreender o poder da oração;
  • Entender o quanto é importante saber conduzir uma oração
  • Descobrir o quanto foi fundamental a oração de Salomão para conduzir seu reino.

INTRODUÇÃO

A oração é muito parecida com conversar com alguém de maneira muito pessoal e privada. Nós nos comunicamos com as pessoas todos os dias conversando com elas, mas e Deus? Ele conhece todos os nossos pensamentos e intenções do coração de qualquer maneira. Já que Ele conhece nossos pensamentos, por que orar a Deus?
Primeiramente, oramos por que é uma orientação do próprio Cristo:
E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
João 14:13,14
Ou seja, quando oramos estamos falando com Deus e derramando nossos corações para ele. Você está dizendo a Ele todos os seus medos, preocupações, ansiedades e preocupações e não retém nada. É pedir coisas que não podemos fazer por nós mesmos e pedir a ajuda Dele em coisas que não podemos afetar. Na oração estamos falando diretamente com o próprio Deus.

1 – CONHECIDO DE DEUS

A oração, proveniente da palavra latim ORARE é a comunicação e o fruto consciente do relacionamento com Deus durante os quais a pessoa louva, agradece, intercede pela vida de outro, pede bênçãos ao nosso Senhor e através dela pode desfrutar da presença de Deus
O propósito da oração não é alterar a vontade de Deus (embora Deus possa agir com sua vontade permissiva face a um clamor sincero), mas o de obter, para si mesmo e/ou para os outros, bênçãos e graças que Deus já concedeu por intermédio de Jesus Cristo na cruz.

1.1 – O rei Salomão

Salomão foi rei de Israel entre os anos 970 e 930 a. C. A sua grande obra foi a edificação do primeiro Templo de Jerusalém.
Salomão, cujo nome vem do hebraico “Shalom” (paz), era filho de Batseba e Davi, que reinou durante quarenta anos, as doze tribos que formavam o povo hebreu e que se reuniram na região da Palestina. Depois de sua morte, seu filho Salomão subiu ao trono quando tinha 20 anos, ungido rei pelo sumo-sacerdote. Apesar de sua juventude, era um sábio conhecido e respeitado em todo o reino. Diz a Bíblia que “seu coração era cheio de sabedoria”. Deus concedeu a Salomão sabedoria e inteligência extraordinárias.
Salomão herdou de seu pai um extenso reino que ia do Rio Eufrates, até a fronteira egípcia. Jerusalém, situada na montanha central do país, que havia sido conquistada por Davi, era a capital de seu reino. Salomão criou uma administração unitária. Na desértica região do Neguev organizou a exploração de uma mina de cobre (suas ruínas foram encontradas por arqueólogos). Na margem do Mar Morto, explorava a existência de sal. Promoveu o comércio de cavalos entre Cilícia e o Egito, introduziu no exército os carros puxados a cavalos e estabeleceu uma rede de transportes.
No golfo de Akaba, Salomão construiu o porto Asion-Gueber, próximo de Elat, para comerciar com a Arábia, Etiópia e mesmo com a Índia, que segundo alguns historiadores, o nome bíblico Ofir, corresponde àquele país asiático. Alguns arqueólogos encontraram ruínas do porto de Salomão na costa do golfo de Akaba, conforme diz a Bíblia, que dá a Israel de hoje o acesso marítimo à África e à Ásia.
Pouco a pouco a riqueza de Salomão aumentou. Tinha um enorme palácio em Jerusalém e residência de verão nas montanhas do Líbano. Seu trono era de marfim, revestido de ouro puríssimo. “Todos os copos de Salomão eram dourados” diz a Bíblia. De acordo com os costumes da época, mas também por conveniência política, Salomão desposou filhas de príncipes moabitas, edomitas, hititas e de outros povos que carcavam Judá e Israel. Ao todo, diz a Bíblia, teve 700 mulheres princesas e 300 concubinas.
Por Jesrrael Fonseca Santos
Para continuar lendo CLIQUE AQUI
É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.
vantagens
Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:
  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.
CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…
Deus lhe abençoe ricamente!!! http://ebdcomentada.gdigital.com.br/
Equipe EBD Comentada

Wikipedia

Resultados da pesquisa