29 julho 2019

ATUALIDADE GOSPEL - Animador explica mensagem subliminar em “O Rei Leão”

Primeira versão do filme trazia uma referência a equipe de animação e efeitos especiais.



No ano de 1994, a Disney lançou o que seria um dos filmes de animação mais lucrativo de todos os tempos, “O Rei Leão”. Naquela época, um pregador chamado Josue Yrion denunciava o que seria um plano da multinacional do entretenimento de “corromper as crianças”.

Entre as famosas ministrações do pastor, a denúncia de que o filme recém-lançado trazia uma mensagem subliminar de conotação sexual espalhou-se, gerando críticas à empresa. O tema agora volta a tona com o lançamento de uma nova versão do longa.


A polêmica ocorre em uma cena do filme em que o personagem Simba aparece à noite, vendo estrelas com Pumba e Timão.

Quando folhas e poeira sobem no momento em que ele se deita no chão, formando uma palavra, que segundo Yrion era “sex” (sexo).


“Mensagem subliminar” em Rei Leão. (Foto: Reprodução)

No entanto, o animador gráfico Tim Sito veio a público explicar que havia sim algumas letras escondidas, que formava a sigla “SFX”, uma menção à própria equipe de animação e efeitos especiais.

Ao site Screen Rant, ele disse que era uma mensagem sutil.
Devido as críticas geradas pela interpretação errada da mensagem, a Disney acabou alterando a cena, perdendo as letras em 2002 e 2003, em duas edições feitas para Imax e DVD.

O mal-entendido teria se dado pela troca da letra “F” na sigla, pela letra “E”.

Michel Caceres

Fonte: Gospel Prime 
marcosandreclubdateologia.blogspot.com

Lição 2, Despertamento Espiritual, Um Milagre

Revista Adulto, CPAD, 3° trimestre 2020 Tema: Os Princípios Divinos em Tempo de Crise -  A reconstrução de Jerusalém e o avivamento e...

Wikipedia

Resultados da pesquisa