SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

18 outubro 2019

ESCOLA DOMINICAL BETEL - Lição 3


Único Deus transcendente e eterno
20 de Outubro de 2019


Texto Áureo
"Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.", At 17.28

Verdade Aplicada
Cremos no Único Deus Verdadeiro, que existe independente de Sua criação e que é a Causa primeira"

TEXTOS DE REFERÊNCIA

At 17.23-25
23 - Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu vos anuncio.
24 - O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;
25 - Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas;

Introdução
Na apologética são considerados vários argumentos em relação à existência de Deus. A presente lição abordará o argumento conhecido como: cosmológico ou de criação ou, ainda, da causalidade.

1. A matéria e a mente são eternas?
O conceito do eterno é uma necessidade da razão. Assim, os homens podem escolher entre várias teorias a respeito do eterno, porém, não lhes é possível despojar-se do conceito de eternidade.
A sucessão de acontecimentos provoca a elaboração da noção de tempo, e a noção de tempo infinito faz pressupor a eternidade.

1.1. No Universo, todo objeto que é conhecido, teve princípio em algum tempo
O progresso cientifico estabeleceu, de modo convincente, que tudo aquilo que os sentidos humanos percebem teve um princípio, e é de natureza composta, derivada ou dependente. A ciência afirma que houve um período em que a terra, o mar e a atmosfera, misturados entre si, formavam uma massa nebulosa; afirma também que houve um tempo em que o planeta Terra não tinha existência própria, e o sol e as estrelas ainda não estavam divididos em sistemas.

1.2. Toda matéria encontrada na terra mantém suas propriedades moleculares
Os cientistas concluíram, há muito tempo, que a natureza em todo seu comportamento, desde quando teve seu começo, nunca produziu a mais leve diferença nas propriedades das moléculas. Portanto, não se pode admitir a existência de uma evolução, visto que não há um ser sequer com suas moléculas modificadas. Por outro lado, a afinidade que há entre cada molécula e todas as outras de sua espécie lhe imprime um caráter de um artigo manufaturado, e exclui a ideia de que ela é eterna e de que tem existência própria.

1.3. Se todas as coisas tiveram um princípio, houve um criador chamado Deus
Tudo que é conhecido pela ciência não é eterno, ou seja, teve um começo ou uma evolução, conforme ela admite. Portanto, há um Deus, que existe por Si mesmo e Eterno, que criou todas as coisas. Pode-se crer em um Deus que existe por Si mesmo ou num mundo capaz de existir por si só, e, necessariamente, tem que crer em um ou no outro. É mais racional e lógico, segundo os argumentos nos itens anteriores, crer em um Deus que não teve princípio e não terá fim. Deus, sim, é Eterno.

2. Existe Infinita Regressão de Causa?
“Todo efeito tem uma causa. Não pode haver uma regressão infinita de causas finitas. Portanto, deve existir uma causa não causada ou um ser necessário”. Este é o argumento cosmológico (argumento pela causa de Tomás de Aquino). Este argumento diz, de uma forma mais fácil de entender, que tudo o que veio a existir possui uma causa. Ora, se o Universo veio a existir, nem sempre existiu, logo ele possui uma causa. De fato, cada ente possui uma causa, que também possui uma causa e assim por diante. Entretanto, não é possível recuar infinitamente numa série de causas, pois assim o Universo nem poderia começar a existir. Sendo impossível a regressão infinita, deve haver uma causa primeira, que é necessariamente não causada.

2.1. Se existe uma causa, tem que haver obrigatoriamente, um causador
Uma causa não pode causar a si mesmo. O inexistente não pode passar a existir por si só. Tudo que é causado, portanto, é causado por alguma outra coisa. Só um Deus Poderoso seria capaz de ser a causa primária da existência de tudo.


2.2. Um efeito nunca pode conter um elemento superior à sua causa
Uma coisa não pode mover-se a si própria; é preciso uma força ou um agente externo. No caso dos veículos, o petróleo (elemento externo) faz a combustão no motor, e esse, por sua vez, movimenta o carro. Ou seja, a força do motor é superior ao estado estático do veículo, sendo assim, o motor é capaz de movimentá-lo. Uma regressão infinita de forças é sem sentido. Como em uma engrenagem, onde a peça dentada, que move a peça seguinte, tem que ter mais força do que a peça movida; ou seja, a força deve ser maior à medida que se faz a regressão nas peças de engrenagem. Portanto, deve haver um ser que é mais forte, que existia no começo de tudo, e é fonte primária de todo movimento: Deus.

2.3. Quem é o causador de todas as causas?
Nada do que existe hoje existiria, visto que do nada, nada surge. No entanto, um mundo surgiu, apareceu, existe, Surgiu por quê? Surgiu por quem? Com qual propósito? Ao invés de evoluir, está deteriorando, acabando? Só há uma resposta: Há um Deus Todo-Poderoso, Criador e Causador de todas as coisas.

3. Existe uma grande primeira causa
A convicção de uma grande e primeira causa, digna de ser chamada de Deus e adorada como tal, é a explicação mais racional.

3.1. A primeira causa deve ser viva e inteligente
A existência da vida e da mente, e o sentido moral, apontam, de maneira inequívoca, para um Autor Vivo, Inteligente e Moral. Os fatos que se comprovam é que a espécie humana é a expressão visível de um Ser Inteligente, dotado de Razão, Moral e Sentimentos, que não pode ter vindo de matéria inferiores, pois elas (as matérias inferiores) não possuem estas qualificações

3.2. A primeira causa deve ser livre
A primeira causa deve ser livre, pois não pode ela mesma ter sido causada; seria absurdo buscá-la entre os efeitos. A primeira causa, na verdade, deve estar em todo Universo; porém ao mesmo tempo, deve encontrar-se fora do Universo, deve ser anterior a ele, e estar sobre ele.

3.3. A primeira causa deve ser perfeita
Observa-se no Universo a existência de uma pirâmide de seres, desde o menor dos seres vivos até o ser humano, em grau sempre crescente de perfeição. Deve existir um ser final que é absolutamente perfeito, a fonte de toda perfeição. Esse ser é Deus.

CONCLUSÃO
“Disse o néscio no seu coração: Não há Deus” (Sl 14.1). A expressão “néscio” não limita a aplicação do verso apenas ao ateu, literalmente, mas, também, àqueles que vivem como se Deus não existisse, que resolveram desconsiderar a realidade de Deus e Seu governo. Que a presente lição nos capacite a responder aos que nos pedem “a razão da esperança que há” (1Pe 3.15) em nós, como, também, despertar-nos para um relacionamento com Deus contínuo e progressivo.

QUESTIONÁRIO

1. Conforme afirmam os cientista, o que, desde seu começo, nunca produziu a mais leve diferença nas suas propriedades?
2. O que é mais racional e lógico acreditar em relação a existência de Deus?
3. Segundo Tomás de Aquino, todo efeito tem uma?
4. Qual a fonte primária de todo movimento?
5. Para o que a existência da vida e da mente, e o sentido moral, apontam?

Fonte: Revista Betel  https://marcosandreclubdateologia.blogspot.com/

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes