SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

21 fevereiro 2012

II EBJ da AD Coremas - de 19 à 21/02/2012

2° Dia - A Armadura e a Unção de Deus

MARAVILHOSO. Excepcionalmente MARAVILHOSO. 

Pr. Eliezer/Serraria-PB
É o termo adequado para qualificar o segundo dia da nossa Escola Bíblica de Jovens. Deus falou com a Sua Igreja. Deus se revelou em meio ao Seu Povo. Está escrito que Ele declara ao homem qual é o Seu pensamento (Amós 4:13). "Bramiu o leão, quem não temerá? Falou o Senhor JEOVÁ, quem não profetizará? (Amós 3:8).

Recebemos vários pastores que cooperaram conosco neste segundo dia de escola bíblica: o amado pastor Isaque mais dois diáconos que o acompanharam da cidade de Marizópolis-PB; o amado pastor Joselito e representação da Mocidade de Olho D'Água-PB; o amado pastor Eliezer e família da cidade de Serraria-PB; a amada cantora Monique e esposo e os amados irmãos da Revelação de Deus, Batista, Filadélfia e Deus é Amor. 

Pr. Joselito/Olho D'Água-PB
No período da tarde, o pastor Isaque abriu o ministério da Palavra com Chave de Ouro, trazendo para todos os presentes a admoestação sobre "o não entrar nas veredas dos ímpios" e sobre "as blandícias dos pecadores" (Provérbios 4:14 e 1:10). Em seguida, o pastor Joselito, pela Palavra, mostrava todas as peças de compõem a "Armadura de Deus" para enfrentarmos as astutas ciladas do diabo (Efésios 6:10-18). Intercalando o Ministério da Palavra, cantaram seus louvores os irmãos Jefferson Viana, Eliabe Feitoza, Micalea Canuto, Monique e a Mocidade da Igreja. Foi uma verdadeira Festa ao Senhor no Deserto [mundo dominado pelo Carnaval] (Êxodo 5:1).

Pr. Isaque/Marizópolis-PB
No período da noite todos os irmãos já mecionados continuaram conosco e, desta feita, a Palavra ficou com o pastor Eliezer. "Para quê você foi Ungido(a)?" Foi este, basicamente, o tema da Pregação do pastor Eliezer. Segundo o  nosso irmão Eliezer, é imprescindível que os vencedores gerados pela Palavra de Deus não só saibam responder a esta pergunta, como também devem refletir com base na mesma, sempre e sempre, a fim de autoavaliar-se perante Deus. Deus falou poderosamente para o Seu povo, através de Seu Santo Espírito.

Um grupo de moças interpretou a música A VOLTA DO REI, de Lauriete, através do famoso e tradicional "hino gesticulado". 

Entramos na reta final da nossa II EBJ, crendo que o Deus das Surpresas (Efésios 3:20) continuará fazendo MARAVILHAS em nosso meio. Não é à toa que servimos Aquele que é MARAVILHOSO, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz (Isaías 9:6).

GALERIA DE FOTOS 
Clique sobre o slide



1º Dia - Abertura e Expectativas


Teve início na tarde deste Domingo, dia 19/02/2012, às 14:00h, a II Escola Bíblica de Jovens da Assembleia de Deus de Coremas. A Programação da II EBJ se estenderá até a próxima terça-feira, dia 21/02/2012. Os trabalhos estão sendo distribuídos nos turnos tarde (14:00h) e noite (19:00h), para toda a igreja e demais visitantes. 

Sob o tema "GERANDO VENCEDORES PELA PALAVRA DE DEUS", que está baseado no texto da Epístola de I João 2:12-17, a II EBJ objetiva fortalecer a fé e a convicção dos Jovens e de todos aqueles que entregaram suas vidas ao Senhor Jesus por meio da pregação da fé Romanos 10:17. Trata-se a II EBJ de uma programação singela, através da qual ofertamos ao Senhor Jesus o nosso louvor, as nossas orações, a nossa adoração, a nossa reverência e as nossas ações de graças.

Um grupo de jovens da Igreja apresentou uma interpretação da músicaMarcas de Dorda cantora gospel Shirley Carvalhaes. A música retrata o período da morte e ressurreição de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo lá em Jerusalém, eventos os quais são o Pilar da Fé Cristã e a Razão de Ser da Igreja de Cristo aqui na Terra. I Coríntios 15:12-19.

Estavam presentes conosco alguns irmãos da Assembleia de Deus da cidade de Umbuzeiro-PB, campo o qual o pastor José Carlos pastoreava antes de chegar a Coremas. Também estiveram conosco alguns irmãos das igrejas locais Filadélfia Pentecostal, Revelação de Deus, Batista e Deus é Amor.

Ainda nos restam dois dias de programação da II EBJ da AD Coremas e você é o nosso convidado especial para conhecer o Senhor Jesus segundo as Escrituras (João 7:38) e assim também fazer parte desta Graça que nos foi oferecida em Cristo Jesus. (I Pedro 1:13)

GALERIA DE FOTOS (by: Rebeca)
clique sobre o slide

FONTE AD COREMAS

Ao ouvir “Ressuscita-me” de Aline Barros, Xuxa chora em rede nacional




A apresentadora Xuxa chorou bastante enquanto observava a amiga e cantora, Aline Barros, louvar ao Senhor com a músicaRessuscita-me, durante a gravação do programa TV Xuxa, da Rede Globo, que foi ao ar no último sábado (11).
No momento do louvor, Aline Barros segurou a mão da Xuxa e a abraçou. A apresentadora não se conteve e chorou. A cantora também se emocionou e seguiu firme dizendo algo a apresentadora.
Vários vídeos foram postados no You Tube e um deles, já alcançou milhões de acesso no mundo todo. Inclusive, foi um dos temas mais comentados e compartilhados nas redes sociais.
Aline Barros virá à Paraíba no dia 23 de março. Ela e o cantor PG e banda farão um show no Forrock, localizado às margens da BR 230, a partir das 19H30. O Canta João Pessoa é uma realização da CPAD 96,1 FM.  FONTE ADPB

Assembleia de Deus realiza 8º Fórum de Missões do Nordeste




A Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Brasil é fruto de um trabalho missionário. Uma história centenária de muitos desafios deve-se ao fato da obediência ao IDE de Jesus por dois jovens suecos vindos dos Estados Unidos, Daniel Berg e Gunnar Vingren.
Por ser uma denominação séria e que tem compromisso com a Palavra de Deus, as Assembleias de Deus do Nordeste realizam mais um fórum para tratar sobre os caminhos da Missão, a qual foi fundada em 1911 em Belém do Pará.
O 8º Fórum de Missões do Nordeste vai trabalhar as devidas palestras na óptica do seguinte tema: Os caminhos da Missão: Espiritualidade, Administração e Desafios do Mundo Atual.
O Fórum de Missões, que vai acontecer entre os dias 07 a 10 de março no templo sede da AD em Aracajú (SE), apresenta uma programação voltada a todos os agentes de missões do Nordeste.
O presidente do Fórum e também secretário executivo de Missões da AD na Paraíba, Pr. Eduardo Leandro, afirma que o Fórum de Missões é um movimento missionário das Assembleias de Deus do Nordeste. “Nosso objetivo é discutirmos temas relevantes no contexto brasileiro e mundial no que diz respeito aos desafios do trabalho missionário das Assembleias de Deus”, enfatiza Pr. Eduardo.
Já para o Pr. Virgínio de Carvalho Neto, presidente da AD em Sergipe, é muito importante para a igreja nordestina e principalmente sergipana receber a 8ª edição do Fórum de Missões do Nordeste.“A Assembleia de Deus em Sergipe é fruto de Missões, o ministério que Deus me confiou é missionário, por isso nos alegramos em receber esse movimento missionário em nossa igreja”, frisou o Pr. Virgínio.
As inscrições para participar do Fórum de Missões do Nordeste estão nos seguintes sites: www.semadema.com.br ou www.adsergipe.org.br
Ramon Nascimento
ramon@adpb.com.br
 FONTE ADPB

SEMAD-PB abre inscrições para o Curso de Capacitação Missiológica




A Secretaria de Missões da Assembleia de Deus na Paraíba está com as matrículas abertas para o CCM (Curso de Capacitação Missiológica), que tem como objetivo capacitar os agentes de Missões e membros da igreja na tarefa de conscientizar a igreja de Cristo na obrigação missionária que lhe foi imposta no IDE de Jesus.
 A SEMAD alerta aos interessados que o CCM é apenas um curso de conscientização e não de preparo missionário.
 Além de ser um curso gratuito, serão oferecidas 8 disciplinas: O que é Missões?, Missões no Antigo Testamento, Missões no Novo Testamento, História de Missões, Antropologia Missionária, Igreja Local e Missões, Evangelismo e Discipulado.
 No CCM estão sendo oferecidas 25 vagas para cada dia, sendo a quinta à noite ou aos sábados.
 Mais informações na Secretaria de Missões do templo central da Assembleia de Deus na Paraíba. Localizado à Av. Coelho Lisboa, 553 – Jaguaribe, João Pessoa – PB. Telefone: (83) 2106-1457
Ramon Nascimento
ramon@adpb.com.br

Ainda resta um fio de esperança – Uma mensagem do Pr. Samuel Câmara




O que fazer quando a esperança se esvai? Esta será a indagação básica de muitas almas aflitas e esgotadas, principalmente após a folia de Momo, quando os excessos de todo tipo cobrarem o seu implacável preço.

O escritor John Castleberry conta o que aconteceu com um desalentado homem, que buscou todos os tipos de prazeres em inúmeros Pubs londrinos, mas que, por fim, cansado e exaurido, dirigiu-se a uma elevada torre a fim de suicidar-se. Contudo, um pouco antes, deteve-se em uma praça para observar uma exposição de quadros de pintores célebres.

A atenção daquele homem foi providencialmente despertada para o famoso quadro do pintor Watt, denominado “A esperança”, que mostrava uma jovem com os olhos vendados sentada numa esfera escura, que representava o universo, a dedilhar uma harpa que continha apenas uma corda inteira, ou seja, “um fio de esperança”; as demais tinham arrebentado. Tal observação foi suficiente para que ele refletisse que ainda lhe restava um lar e um inocente filhinho por quem lutar. Mudando de ideia e com um novo ânimo de viver, sentia que agora tinha o seu fio de esperança.

Isso ilustra que toda pessoa precisa de esperança, mesmo que seja “um fio”, senão entra fatalmente numa espiral de depressão e desespero. Principalmente num mundo marcado por encantos fúteis e desencantos escarnecedores, a esperança é um artigo não somente valioso, mas também imprescindível.

Há desencantos de toda ordem na vida. Desencanto com a economia, quando esta é embalada pela busca desenfreada do lucro, pela mais valia da especulação do capital, mas em detrimento do valor do trabalhador e do seu trabalho. Desencanto com as artes, que em geral beiram a fronteira da loucura e se inspiram na fonte da futilidade. Desencanto com o mau uso da ciência, quando é transformada no grande vilão da deterioração ambiental. Desencanto com as lideranças, principalmente a política, com suas infindáveis e não cumpridas promessas. Desencanto com a religião, quando não oferece respostas e, em vez disso, gera escândalos e guerras. Enfim, sobra o desencanto com a própria vida, pela inexistência de um fio de esperança.

Há pessoas com problemas antigos, alguns peculiarmente difíceis; outros têm sido enganados no tocante aos seus verdadeiros problemas, gastando a poupança de uma vida toda e recebendo em troca apenas paliativos.

Alguns tiveram a esperança repetidamente despedaçada, vivendo assaltados pelo medo; porque tentaram e falharam, vivem deprimidos e derrotados. Outros desistiram de tentar, acalentando tendências suicidas, pois sofreram experiências abaladoras e deixaram de crer na possibilidade da esperança.

Mas de que esperança precisamos e o que devemos fazer para obtê-la? Ou será que existe algum fio de esperança, algo no qual possamos colocar a nossa confiança?

A esperança de que precisamos tem que abranger uma dimensão que não somente aponte soluções para o futuro, mas também apresente respostas à vida presente. Por isso ela não deve encerrar o sentido de incerteza que se aderiu ao nosso vocábulo português, quando dizemos cautelosamente: “Espero que assim seja”.

Esperança, no conceito bíblico, não tem esse sentido, pois, ao contrário, sempre significa uma expectação confiante. Quando Paulo escreveu a Tito acerca da “bendita esperança” do evangelho, por exemplo, ele o exortava a que dirigisse o olhar para adiante, para a “feliz expectativa” da “manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2.13).

O apóstolo não embalava a menor ideia de incerteza no tocante a esse fato, mas falava com absoluta convicção do poder de Jesus de mudar a nossa vida, perdoar os nossos pecados e nos fazer participantes dessa mesma esperança.

O evangelho exibe uma dupla esperança: no futuro, vinculado ao retorno de Cristo, à ressurreição do corpo e ao aniquilamento do pecado, da dor e de todos os outros tipos de males do mundo. Isso inclui a esperança da perfeição final por causa da presença gloriosa de Cristo. Mas não promete que só comeremos do “bolo” quando esse tempo chegar; na verdade, podemos começar a “cortar as fatias” aqui e agora.

Há a esperança de uma vida nova e abundante, agora mesmo, como disse Jesus: “Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância” (Jo 10.10). Uma vida plena metaforizada na imagem de uma fonte jorrando eternamente: “Aquele que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” (Jo 4.14).

Quem beber das águas barrentas do Carnaval e seus prazeres carnais jamais satisfará a sua sede de sentido de vida. Porém, ainda resta um inquebrantável “fio de esperança”, ele está em Jesus, que ama você, morreu e ressuscitou para lhe dar, aqui e agora, a verdadeira alegria e a vida eterna.

Pr. Samuel Câmara
Pastor da Assembleia de Deus em Belém /  PA
FONTE AD PB

Como identificar seitas e heresias (3ª parte)

Pr. Elienai CabralPR, ELIENAI CABRAL





Vejamos agora alguns sinais que identificam heresias ou seitas:

1) IMATURIDADE ESPIRITUAL – Apóstolo Pedro fez uma distinção entre uma criança e um adulto na fé cristã. Ele indica o tipo de tratamento que se deve dar “a meninos recém-nascidos” (1Pd 2.2). O recém-nascido na fé requer cuidado diferenciado porque é mais vulnerável nessa “infância espiritual”. Um crente imaturo é mais facilmente vulnerável à subversão das heresias. Os ventos de doutrina sopram e movem facilmente as emoções dessas pessoas, que se deixam induzir pelo engano de homens fraudulentos (Ef 4.14).

2) SUBVERSÃO ESPIRITUAL – Sem dúvida, os crentes imaturos são mais facilmente atraídos para as seitas porque, geralmente, seus líderes trabalham com eficiência a propaganda de suas idéias e podem subverter as pessoas. Os líderes de movimentos heréticos são persuasivos acerca de suas idéias e são capazes de torcer a regra básica e fundamental acerca das Escrituras como autoridade única e máxima para a vida do cristão. Subvertem as mentes pobres de conhecimento bíblico com revelações extrabíblicas para justificar suas idéias heréticas.

Paulo havia percebido que na igreja da Galácia um grupo de crentes estava facilmente mudando de pensamento e aceitando outro evangelho (Gl 1.6-9). Paulo percebeu na igreja de Corinto uma certa vulnerabilidade doutrinária acerca das coisas espirituais, pois, à despeito da abundância dos dons espirituais naquela igreja, havia divisões e facções (2Co 11.13-15).

3) SOBERBA INTELECTUAL – Não muito diferente de nossos dias, as igrejas do Novo Testamento sofriam com os “intelectuais teológicos” que entendiam ser eles as pessoas que deviam ser ouvidas dentro da igreja. Esses pretensos intelectuais achavam também que por ostentarem maiores conhecimentos eram mais espirituais que os demais. Paulo enfrentou esse tipo de crentes na igreja em Corinto (2Co 11.3-4).

Muitas heresias têm surgido da soberba intelectual de pessoas que resolvem interpretar a Bíblia de acordo com suas idéias particulares e conveniências. O orgulho intelectual de pretensos teólogos induz à arrogância e à apostasia. As heresias surgem da idéia de que podem explicar todas as coisas com argumentos meramente intelectuais. Porém, o Evangelho precisa ser crido “com santidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria humana, mas na graça divina” (2Co 1.12). FONTE CPAD NEWS

Como identificar seitas e heresias (2ª parte)


Pr. Elienai CabralPR. ELIENAI CABRAL


Como prometido no último artigo, e seguindo a sequência do nosso estudo sobre como identificar seitas e heresias, conceituemos agora o que é “Doutrina”.

c) DOUTRINA – No latim, a palavra doutrina é “doctrina” e significa “ensino”. Segundo o Dicionário Aurélio, “doutrina é o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso”. No Antigo Testamento, a palavra doutrina ocorre como tradução do hebraico “Ieqah”, que significa “o que é recebido” (Dt 32.2; Jó 11.4; Pv 4.2 e Is 29.24).

No Novo Testamento, dois termos da língua grega representam a palavra doutrina. Um termo é “didaskalia” e o outro, “didachê”. Ambos os termos referem-se ao ensino como instrução dada àqueles que recebiam de bom grado a mensagem do cristianismo.

A Bíblia especifica três formas de doutrina:
a) Doutrina de Deus (At 2.41-42;13.12 e Tt 2.10)
b) Doutrina de demônios (1Tm 4.1)
c) Doutrina de homens (Mt 15.9 e Cl 2.22)

II – RAMIFICAÇÕES

Alguns ramos do protestantismo são advindos do período do seu surgimento na Idade Media com Martinho Lutero e João Calvino, ou João Wesley e outros. Entretanto, as diferenças de opiniões desses grupos sobre doutrina cristã não afetaram a essência do ensino básico do cristianismo. Portanto, não se constituem em seitas ou heresias. Porém, toda discordância doutrinaria (ou teológica), quando rompe com os fundamentos principais da doutrina cristã, é identificada como heresia ou seita.

“Uma seita pode assumir muitas formas, mas basicamente é algum movimento religioso que distorce ou desvirtua a fé ortodoxa até ao ponto em que a verdade é transformada em mentira. É impossível definir uma seita, a menos que se o faça em comparação com o padrão absoluto do ensino das Santas Escrituras”, escreveu Dave Breese.

No próximo artigo, veremos alguns sinais que nos apontam para heresias ou seitas.
FONTE CPAD NEWS

Como identificar seitas e heresias (1ª parte)


Pr. Elienai CabralPR. ELIENAI CABRAL


A Palavra de Deus afirma: “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte”, Pv 14.12. Um dos primeiros títulos dados à igreja emergente do primeiro século era “os do Caminho” (At 19.9,23; 24.22). Os adeptos do “Caminho” eram os convertidos ao cristianismo e, como não havia um titulo oficial ou nome dado a esses cristãos, propagou-se o título “Caminho”, porque os apóstolos e pregadores da época denominavam seus ensinos como “os santos e retos caminhos do Senhor”. Especialmente dentro do judaísmo, o “Caminho” era tratado como seita, mas, na verdade, era o único e verdadeiro caminho que o próprio Deus abriu na Terra para direcionar o homem pecador à salvação.

Todos querem o caminho da felicidade. Ao longo da historia da humanidade, muitos caminhos falsos foram construídos através das religiões e seitas surgidas. Para redirecionar o homem, Deus enviou seu Filho Jesus como o verdadeiro caminho que conduz à vida eterna (Jo 14.6). Por causa do pecado, o homem perdeu a direção. O sentido da palavra “pecado” (no grego, “hamartia”) significa “errar o alvo”, “perder o rumo”, “tomar outra direção”. O apóstolo Paulo declarou: “Por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte; assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram”, Rm 5.12. O homem não pode negar a relação do seu espírito com Deus, por isso, mesmo tendo pecado, tem necessidade de Deus.

Lamentavelmente, na busca de satisfazer essa necessidade espiritual, o arquiinimigo de Deus e do homem, o Diabo, tem aberto vários outros caminhos de engano, pelos quais o homem tem caminhado.

I – EXPLICANDO E DEFININDO TERMOS

a) SEITA – Do latim “secta”, o termo significa “doutrina ou sistema que diverge da opinião geral e é seguido por muitos”. Do termo “secta” designou-se na língua portuguesa a palavra seita, que também significa facção, partido. Daí que seita representa uma forma sectária de pensar que vai além do sistema existente.

Toda seita advém de alguma religião ou doutrina. As seitas discordam do ensino básico de uma religião. No contexto histórico do judaísmo, surgiram grupos religiosos distintos e antagônicos, os quais, nos dias de Jesus na Terra, eram conhecidos como a seita dos fariseus, dos saduceus, dos essênios e dos zelotes. Esses grupos se diziam fiéis ao judaísmo, mas discordavam em pontos doutrinários, por isso eram contundentes e até radicais.

b) HERESIA – Esse termo deriva da palavra grega “hairesis” e o seu significado é escolha, seleção, preferência, partido tomado, corrente de pensamento, divisão. No latim, “hairesis” passou a significar “secta”. Portanto, há uma relação muito próxima de significado entre os termos seita e heresia. No Novo Testamento, o cristianismo era rejeitado pelos judeus e tratado como heresia ou seita (1Co 11.19; Gl 5.20 e 2Pd 2.1-2).

Ao longo da historia da Igreja, especialmente nos primeiros séculos, quando as doutrinas básicas do cristianismo começaram a ser organizadas e sistematizadas nos grandes concílios, começaram a surgir, também, as facções teológicas. Algumas das cartas e epístolas do Novo Testamento demonstram a preocupação dos seus escritores com as idéias e conceitos influenciados pelos filósofos da época (1Tm 4.1-5 e 2Pd 2.1-3).

No próximo artigo desta série, conceituaremos “Doutrina”.
FONTE CPAD NEWS



Exercitando a Disciplina Mental - Parte 1

DRA. ELAINE CRUZ
Elaine Cruzo




Como a cidade com seus muros derrubados, assim é quem não sabe dominar-se. Pv 25.28
Nos tempos antigos o muro de uma cidade era a sua maior defesa. Sem muro a cidade estava à disposição dos seus inimigos – até hoje nos sentimos seguros por causa das grades e trancas de nossas residências.

Autocontrole ou Domínio próprio é o muro de defesa que se opõe aos desejos que fazem guerra contra a alma. Sem autocontrole a pessoa se torna presa fácil para qualquer espécie de invasor. Portanto, uma boa definição para domínio próprio pode ser: o governo dos próprios desejos; a habilidade de evitar excessos e viver dentro de limites saudáveis. 

O domínio próprio está muito relacionado com uma decisão interior de fazer o que muitas vezes não se tem vontade. Por exemplo: as pessoas raramente sentem-se motivadas a estudar a Palavra de Deus com regularidade. Existem tantas outras coisas mais fáceis de fazer – mentalmente falando – como assistir TV, ler uma revista ou jornal, ler um bom livro, bater um bom papo, navegar na internet, etc. Assim sendo, para o exercício do domínio próprio, é necessário uma decisão pessoal interna e uma postura externa – “vou levantar, pegar a bíblia, um caderno de anotações, vou sentar na sala e vou estudá-la”.

A verdade é que esta determinação auto imposta não soa muito espiritual para muitos crentes que acreditam que acreditam que quase tudo na vida cristã tem um tom romântico, mas foi exatamente sobre fazer o que não se quer que Paulo escreveu em 1Co 9.27:

Esmurro o meu corpo e faço dele o meu escravo... para que eu mesmo não venha a ser reprovado. 

Domínio próprio deve ser alvo da nossa atenção porque estamos literalmente numa guerra quando pensamos nos desejos que tentam nos subjugar. E o que torna estes desejos pecaminosos tão perigosos é que eles moram dentro da nossa mente, e nem sempre têm uma aparência ruim. Contudo, Tiago descreve estes desejos como sendo fortes para nos arrastar e seduzir, Pedro diz que os desejos guerreiam contra nossa alma, e Paulo afirma que os desejos podem ser enganosos:

Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo por este arrastado e seduzido. Tg 1.14

...abstenha-se dos desejos carnais que guerreiam contra a alma. 1Pe 2.11

Vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos. Ef 4.22


Os tradutores da bíblia usaram a expressão “domínio próprio” para traduzir duas diferentes palavras do original bíblico.

A primeira está na lista do Fruto do Espírito: moderação/temperança - em relação ao ataque dos desejos, instintos e apetites. O significado é de força interior – frutificar um caráter que capacite as pessoas a controlarem suas paixões, moderando e freando seus desejos.

A segunda palavra traduzida por “domínio próprio” denota mente sólida/ julgamento sólido – que advém de conceitos e valores internalizados e pré estabelecidos.

Os significados se completam. Um julgamento sólido, seguro, nos capacita a ver o que e como algo deve ser feito; assim como a força interior providencia a vontade de fazer a coisa correta. Isso nos traz uma definição final:

Domínio próprio é o exercício da força interior sob orientação de um julgamento sólido que nos capacita a fazer, pensar, e falar coisas que irão agradar a Deus. 

1. Domínio do Corpo 
Deus nos criou com senso de prazer. Não há dúvidas que foi intenção de Deus que nós tivéssemos prazer físico na nossa existência as com coisas que ele mesmo providenciaria para nós.

Então o Senhor Deus fez nascer do solo todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento – Gn 2.9 

Deus nos provê tudo que precisamos para nossa satisfação. 1Tm 6.17

Com o pecado, nossos desejos se corromperam, e as coisas que Deus pretendia que fossem úteis para nosso deleite, acabam tendo a tendência de dominar as nossas vidas. Assim sendo, o domínio próprio do corpo deve ser focado em três áreas principais de tentação física:

• Glutonaria - Deus nos dá graciosamente comida e bebida – temos prazer no comer e beber. Só que nós nos deixamos dominar, surgindo a glutonaria e bebedice. Nós supervalorizamos a comida – alguns literalmente vivem para comer – e o prazer passa a dominar a suas vidas. Com a bebida é a mesma coisa – começa como prazer e passa para o vício. A bíblia nos orienta a comer e beber para a glória de Deus - 1Co 10.31 

• Preguiça ou falta de descanso/desleixo com o corpo - Deus deu, para nosso deleite, o descanso – da qual muitos exageram e se entregam à preguiça. Alguns abusam do seu corpo não dando a ele quase nenhum descanso; outros, não se cuidam, não dão ao corpo nenhum exercício sequer. Outros acham que nasceram para descansar e devem ir ter com as formigas, pois são totalmente preguiçosos. O nosso corpo continua sendo o templo do Espírito Santo – tratar mal o corpo é pecado.

• Imoralidade sexual - O padrão estabelecido por Deus é muito simples e claro: Absoluta abstinência fora do casamento e total fidelidade dentro do casamento. Qualquer outro caminho ou justificativa resultará em imoralidade. Esta é uma área que merece toda nossa atenção, porque não existem limites para vícios e pornografia quando se fala de sexo.

Parte 2 - Domínio do Pensamento (próximo artigo)
fonte CPAD NEWS

Pelo menos cinco crianças morrem de fome por minuto, diz ONG



Relatório adverte que cerca de 500 milhões de crianças correm risco de sequelas permanentes no organismo nos próximos 15 anos



Pelo menos cinco crianças morrem de fome por minuto, diz ONG
A organização não governamental (ONG) Salvem as Crianças divulgou esta semana relatório informando que a cada minuto morrem cinco crianças no mundo em decorrência da desnutrição crônica. O documento adverte que cerca de 500 milhões de crianças correm risco de sequelas permanentes no organismo nos próximos 15 anos.

De acordo com a ONG, a morte de 2 milhões de crianças por ano poderia ser prevenida se a desnutrição fosse combatida. O documento informa ainda que embora a fome tenha sido reduzida nas últimas duas décadas, pelo menos seis países são mais afetados – cinco estão na África e o sexto é a Coreia do Norte.

Pelos dados da organização, os países africanos - Congo, Burundi, Comores, Suazilândia e Costa do Marfim - têm os piores dados referentes à fome no mundo desde 1990. Situação oposta ocorre no Kwait, na Turquia, Malásia e no México, que conseguiram avançar e registrar melhorias. Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.


Fonte: Agência Brasil

Russell Shedd – A ira de Deus dos céus é revelada (#CC2012)

A ORIGEM DO CARNAVAL NO BRASIL



A ORIGEM DO CARNAVAL NO BRASIL
Sheron Menezes é a rainha da bateria da Portela; veja mais fotos do desfile
É provável que a anos antes de Cristo, homens, mulheres e crianças se reuniam no verão com rostos mascarados e os corpos pintados segundo a lenda para espantar os demônios da má colheita. Como disse anteriormente As origens do carnaval têm sido buscadas nas mais antigas celebrações da humanidade, tais como as Festas Egípcias que homenageavam a deusa Isis e ao Touro Apis.Os gregos também festejavam com grandiosidade nas festas Lupercais e Saturnais a celebração da volta da primavera, que simbolizava o Renascer da Natureza. Na Europa, os mais famosos carnavais foram ou são: os de Paris, Veneza, Munique e Roma, seguidos de Nápoles, Florença e Nice.
O CARNAVAL CHEGA AO BRASIL VARONIL
No Brasil, o carnaval é festejado tradicionalmente no sábado, domingo, segunda e terça-feira anteriores aos quarentas dias que vão da quarta-feira de cinzas ao domingo de Páscoa. Na Bahia, é comemorado também na quinta-feira da terceira semana da Quaresma.Esta festa deu origem a várias outras em estados do Nordeste, todas com características baianas, com a presença indispensável dos Trios Elétricos e são realizados no decorrer do ano; em Fortaleza realiza-se o Fortal; em Natal, o Carnatal; em João Pessoa, a Micaroa; em Campina Grande, a Micarande; em Maceió, o Carnatal Fest; em Caruaru, o Micarú; no Recife, o Recifolia.

O carnaval promove a ORGIA SEXUAL
O povo da terra do pau Brasil é na verdade muito festeiro; E no carnaval a festança se destaca com toda a sua força, Brasil todo participa dessa festa, exceto, os cristãos que são autenticamente cristãos.

Uma Festa promiscua com o nome de CULTURA
Os prefeitos, governadores e até um futuro presidente da república ligados à Igreja evangélica, teriam imensa dificuldade para tomar uma posição contrária ao carnaval; isso é verdade, diante do anseio popular da maioria da população; na verdade, muitos dos que votam em candidatos evangélicos entram na folia. Se um evangélico alcançar a presidência da republica o carnaval não chegara ao fim, há não ser por uma intervenção divina. Participar do carnaval é apenas o que se segue a uma vida sem Deus no mundo.
Carnaval é um culto prestado a Satanás
"Então Jesus o ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao SENHOR, teu Deus, adorarás, e só a ELE darás culto. Com isto o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram. Mais um ano se inicia, e mais uma vez nosso País se prepara, para durante quatro dias cultuar Satanás, reafirmando a entrega do mundo ao maligno e afrontar ao único e verdadeiro DEUS." Mateus.4:10-11
Carnaval presta homenagem a Momo.
Momo era o deus da irreverência, o motivo pelo qual, foi expulso do Olimpo (local onde acreditava-se morar os deuses da mitologia Grega). Mas porque afirmar que essa entidade, era cultuado em Roma se a sua origem é Grega? Momo é uma das formas de Dionísio, o deus Baco, patrono do vinho e do seu cultivo(para os Romanos).
O princípio do reino de Ninrode foi Babel. Babel nos faz lembrar da torre, derrubada por DEUS, e o surgimento de várias línguas (Gênesis,11:1 à 9).  Mas após ser coroado, essa representação da entidade maligna, Momo, Baco, Dionísio, Saturno, deus sol(Ninrode, Tamus), recebe das mãos do prefeito da Cidade ou da autoridade máxima daquela Cidade, Estado ou País, as chaves da cidade. Este ato de entrega das chaves, no mundo espiritual tem uma repercussão devastadora, pois chave na Bíblia significa poder, autoridade, domínio, ligar, desligar e abrir e fechar. Isaias 22:22, Apocalipse, 1:18, 3:7, 9:1 e 20:1. Mateus, 16:19
Carnaval é uma ilusão de ótica e um atraso
A irracionalidade toma conta das pessoas nos dias de carnaval. A histeria coletiva é manipulada pela mídia que faz a cabeça dos desavisados, principalmente a Juventude. Mas o arrependimento vai se diluindo durante o ano e no carnaval seguinte, fazem tudo igual, mais uma vez. O sábio apóstolo Paulo de Tarso já dizia:- Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém. Não se trata de puritanismo piegas, mas de racionalidade. O carnaval só dá lucro para quem organiza, promove, vende produtos, para quem tem os trios-elétricos e para os políticos que levam o seu quinhão generoso.
Carnaval Promove a Carnalidade e a Liberação sexual precoces
O Brasil é tradicionalmente conhecido como o país do carnaval. Normalmente esta festa da carne, esta celebração pagã acontece no mês de fevereiro de cada ano. Em todas as cidades e principalmente nas capitais, milhares de pessoas se preparam para o tão sonhado acontecimento. Em algumas regiões semanas inteiras são dedicados aos foliões que se habilitam a percorrerem as principais avenidas atrás de um carro de som extravasando suas emoções e suas paixões carnais."O Senhor é longânimo, e grande em misericórdia, que perdoa a iniqüidade e a transgressão, que o culpado não tem por inocente, e visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos até à terceira e quarta geração". (Nm 14:18) "os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz". ( Rm 8.5-8,12-14)."Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna". ( Gl 6:8)

Pr. Alexandre visita Congregação dos Currais Velhos



O Pastor Alexandre Duarte da Costa fez uma visita a Congregação dos Currais Velho e participou de um culto evangelístico que teve a participação dos conjuntos da mocidade  e das Senhoras da referida congregação.
A Congregação dos Currais Velho é recém inaugurada e já conta com (2) dois conjuntos: Conjunto de Mocidade com quase (10) dez jovens e o Conjunto de Senhoras, também com quase dez (1) irmãs louvando a Deus.

Acompanhando o Pastor Alexandre estava o Presbítero Pedro Morais e o Presbítero Maciel, ambos da Congregação do Alto do Cruzeiro.
Durante o culto o Pastor Alexandre ministrou a Palavra de Deus e elogiou o empenho dos irmãos daquela congregação em fazer a Obra de Deus e a dedicação dos mesmos em caminharem para a igreja, pois os cultos são sempre cheios e muitas pessoas não crentes vão a congregação assistirem ao culto.

O dirigente da Congregação dos Currais Velho, o Presbítero José Ferreira, ficou muito feliz com a presença dos irmãos, agradeceu a visita e disse ser um prazer recebê-los naquela congregação.

Veja algumas fotos.

 
 
FONTE AD SOUSA

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes