SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (71) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (145) CLASSE MATERNAL (103) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (505) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (284) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (9) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (147) MODISMOS (2) Mundo (605) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (229) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (110) REVISTA CLASSE JUNIORES (242) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (184) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (386) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (589) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

01 abril 2011

Estudo Bíblico para Casais na AD São José da Lagoa Tapada



sexta-feira, 1 de abril de 2011




A Assembleia de Deus na cidade de São José da Lagoa Tapada que é pastoreada pelo Pr. Ronaldo Inácio realizou no último sábado (26 de março) um Estudo Bíblico para Casais, tendo como tema central “a família”.

O Estudo Bíblico para Casais foi ministrado pelo Pastor Moisés Carloto que é o Segundo Secretário Adjunto da SEMAD-PB (Secretaria de Missões da Assembleia de Deus na Paraíba). A igreja estava superlotada, inclusive com a presença de várias pessoas que não eram evangélicas ainda. Compareceu ao evento o ministrante Pastor Moisés Carloto e a esposa irmã Neli Carloto; o irmão Joabe e a esposa Jeane, o irmão Joabe é filho do Pastor Ronaldo Inácio e coopera atualmente na SEMAD-PB.


O Estudo foi iniciado pelo Pastor Ronaldo Inácio com uma oração a Deus, em seguida o Presbítero Paulo Cavaco louvou ao Senhor com os hinos da Harpa Cristã e em seguida os Conjuntos Voz de Jerezim (Senhoras) e Varões Ungidos de Sião (Senhores) cantaram belas melodias celestiais.

A ministração do Estudo Bíblico foi iniciada pelo Pastor Moisés Carloto lendo a Palavra de Deus no livro de Gênesis 5.1-2.

Durante o estudo o Pastor Moisés Carloto abordou vários assuntos, dentre eles vale destacar: a mídia tem contribuído com as suas más influências para a destruição da família; a sociedade por não conhecer a soberania de Deus e a sua palavra tem caminhado para a destruição; Deus instituiu a família; Deus instituiu o casamento; o ensinamento da Palavra de Deus é o firme fundamento que prepara uma família saudável e firme; etc.


O Pastor Moisés concluiu o estudo trazendo uma palavra da parte de Deus para os casais e orou pelos mesmos. Cujo estudo foi finalizado com uma oração pelo Diácono Leomar Fernandes. Louvamos a Deus pela vida do Pastor Ronaldo Inácio e de sua espos, a irmã Telma, e de todo o ministério da Assembleia de Deus na cidade de São José da Lagoa Tapada que tem contribuído para verdadeiro ensinamento da Palavra de Deus e aperfeiçoamento dos santos em tal cidade.

Para ver a cobertura fotográfica deste evento, clique AQUI ou acesse o link abaixo.

 

Cristãos paquistaneses sofrem após pastor queimar Alcorão nos EUA


Igrejas são atacadas e cristãos assassinados em represália

Cristãos paquistaneses sofrem após pastor queimar Alcorão nos EUA
O polemico pastor Terry Jones causou uma crise diplomática no ano passado com seus planos de queimar um Alcorão em sua igreja no aniversário do atentado de 11 de setembro.

 Após os protestos de líderes políticos e religiosos em todo o mundo, o pastor desistiu no último minuto e prometeu que não iria mais queimar o livro.

No entanto, o Terry Jones realizou uma simulação de julgamento com sentença de “execução” de um Corão em sua pequena igreja, em Gainesville, Flórida, no mês passado.  O Corão foi julgado "culpado" e incendiado por membros da igreja do pastor Wayne Sapp, sob supervisão de Jones.

O ato gerou protestos por muçulmanos no Paquistão, em que eles queimaram a bandeira americana e gritaram slogans contra os EUA.

Na semana passada, uma igreja no Paquistão, em Wah Cantt, foi atacada por um grupo de muçulmanos que tentaram quebrar a porta da frente e atearam fogo no edifício, depois fugiram do local, segundo Spero News.

O pastor da igreja, Yousaf, disse: "Esta é uma reação à ‘profanação’ do Corão que aconteceu na Flórida. Embora a Igreja ter condenado oficialmente o incidente, e também termos exibido um banner fora da igreja condenando o incidente, ainda assim as pessoas inocentes estão enfrentando as consequências."

Wah Cantt é localizada perto de uma fábrica de munição que fica dentro de uma área com forte presença militar e barreiras nos pontos de entrada.

O ataque levantou dúvidas sobre a segurança dos cristãos no Paquistão, que estão temendo por suas vidas após os recentes assassinatos de Punjab, o governador Salman Taseer e ministro das Minorias Shahbaz Bhatti.

Taseer foi morto por seu próprio guarda-costas, fazendo com que muitos cristãos no Paquistão questionassem a integridade da polícia.

Segundo Spero News, igrejas na área de Wah Cantt foram aconselhadas pela polícia a instalar câmeras de segurança e contratar seguranças cristãos.

O Bispo de Islamabad e Rawalpindi, Rufin Anthony, pediu à polícia que prendam os agressores.

"Condenamos o ataque. Tínhamos condenado oficialmente a atitude de Terry Jones na Flórida. Somos cristãos paquistaneses, e não americanos ", disse ele.

Nasir Saeed, o coordenador do Centro de Assistência Jurídica de Resolução no Reino Unido, uma instituição de caridade que presta apoio jurídico gratuito para os cristãos no Paquistão, concordou que o ataque na igreja foi uma conseqüência direta das ações de Terry Jones.

"Todas as ações do Ocidente que são contra o Islã - ou mesmo interpretadas dessa forma - inevitavelmente levam as pessoas inocentes a pagarem as piores conseqüências possíveis, especialmente os cristãos, que vivem em países de maioria muçulmana", disse ele.

"Tememos que esse sentimento de vingança para com os cristãos no Paquistão possa agora aumentar e levar à mortes e destruição de nossos lugares de culto", desabafa.

Ele conclamou o governo paquistanês a tomar medidas para parar a matança de cristãos e os ataques a suas igrejas.

"Instamos o governo do Paquistão a tomar as medidas adequadas e assegurar que as igrejas e outros lugares de culto estejam protegidos", diz.

Esta já é a segunda igreja a ser atacada em questão de semanas. Dois cristãos foram mortos no mês passado quando um grupo de jovens muçulmanos abriram fogo contra uma congregação durante uma reunião de oração em uma igreja do Exército de Salvação, em Hoor Camp.

As vítimas foram um pai de quatro crianças, de 47 anos de idade, e um jovem recém-casado de 21 anos.


Fonte: Christian Today / Redação CPAD News

Militares evangélicos se reúnem para discutir valores cristãos


Grupo discutirá e planejará ações para unir os militares em torno de valores cristãos

Militares evangélicos se reúnem para discutir valores cristãos
Militares cristãos engajados em movimentos evangelísticos irão se reunir no próximo dia 9 de abril (sábado), na capital paulista, para discutir e planejar ações conjuntas,com o objetivo de unir os militares do Brasil em torno de valores cristãos. Na ocasião, a diretoria da Associação PMs de Cristo de São Paulo irá recepcionar em sua sede as lideranças da União dos Militares Cristãos Evangélicos do Brasil (Umceb). O encontro terá início às 8h30 com um café da manhã e seguirá até as 11h30.

Na pauta do encontro estará o XV Congresso da Umceb, que ocorrerá de 29 de setembro a 2 de outubro, em Belém do Pará. Ambas as entidades atuam de forma interdenominacional e buscam difundir nas corporações as boas-novas do Evangelho: “Nossa missão é levar a Palavra de vida e esperança ao policial militar, oferecendo suporte espiritual. Diante disso, temos a necessidade de capacitar líderes, para que haja uma padronização nas ações evangelísticas nas mais diferentes regiões. Queremos fortalecer nosso movimento para alcançar efetivamente o militar do Brasil”, destaca o presidente da PMs de Cristo, capitão Joel Rocha.

Da diretoria da Umceb estarão presentes na reunião o presidente pastor Emilson Carlos de Souza, coronel da PM de Santa Catarina; o vice-presidente Raimundo de Souza Oliveira, tenente-coronel da PM do Pará; o secretário pastor Orlando Rodrigues de Camargo, coronel da PM de SP; o tesoureiro pastor Jurildo Mello, tenente-coronel da PM de Santa Catarina e o secretário-executivo presbítero Arlindo José Rotta, sargento da PM de Santa Catarina.

O grupo será recepcionado pela diretoria da PMs de Cristo: o presidente capitão Joel Rocha; o vice-presidente tenente-coronel Alexandre Marcondes Terra; a 1ª secretária subtenente Izabel Tereza Martins Evangelista Ribeiro; a 2ª secretária soldado Isabel Barnabé dos Santos Costa; o 1º tesoureiro sargento Antonio Arivan Maciel de Araújo, a 2ª tesoureira tenente Celma Moreno do Nascimento Coelho e o capelão geral tenente Fábio Pereira de Aguiar. A sede do PMs de Cristo fica na rua Pedro Vicente, 148-a-, na Ponte Pequena. Informações na associação pelo telefone 11 2203-7777 ou 2991-9059.

Saiba mais

Da união de vários grupos de militares evangélicos que, em 1985, foi criada a Umceb. No início dos anos 1990, todos os Estados do Brasil já tinham grupos de militares cristãos que se encontravam ocasionalmente para reuniões de oração. Atualmente, a maioria das associações do gênero são filiadas à Umceb, dentre elas a Associação PMs de Cristo do Estado de São Paulo.

A associação paulista nasceu de um pequeno grupo de 72 policiais militares de várias denominações evangélicas, que sentiram o chamado de Deus e resolveram organizar, em 25 de junho de 1992, a União dos Evangélicos da Polícia Militar do Estado de São Paulo – UEPMESP; com o objetivo de reunir os policiais militares cristãos, que até então estavam dispersos nos quartéis sem representatividade, para exercerem um trabalho em conjunto para difundir o Evangelho de Jesus Cristo, reconstruindo desta forma os muros de proteção da Família Policial Militar.

Em 1996, a UEPMESP, por determinação governamental, passou a denominar-se APMESP – Associação dos Policias Militares Evangélicos do Estado de São Paulo. Hoje, carinhosamente, é chamada de “PMs de Cristo”. Trata-se de uma entidade civil, sem fins lucrativos, que congrega todos os policiais militares e funcionários civis cristãos do Estado de São Paulo. A APMESP é filiada a UMCEB – União de Militares Cristãos Evangélicos do Brasil, a qual é filiada a AMCF – Association of Military Christian Fellowships.

 fonte cpad news

Igrejas se reúnem em oração por Burkina Fasso


País africano decreta toque de recolher após motim militar

Igrejas se reúnem em oração por Burkina Fasso
Todas as igrejas evangélicas de Burkina Fasso, no Oeste da África, estão reunidas em oração pela paz no país. A informação é da missionária Cristiane Pereira. Ela está no Brasil, mas preocupada com a colega de campo que está naquela nação, Maria Ilza Lopes. 

As autoridades de Burkina Fasso decretaram nesta quarta-feira (30) o toque de recolher vigente para todo o território, entre as 21h e às 6h, como consequência de um motim organizado pelas forças armadas, que gerou atos de violência na capital, Ouagadougou, e em outras localidades.

"Para prevenir qualquer perturbação da ordem pública, a liberdade de circulação, de reuniões e de manifestações estão restringidas das 21h às 6h", menciona um comunicado divulgado pela rádio televisão nacional (RTB). O comunicado está assinado pelo chefe do Estado-Maior das forças armadas, o general Dominique Dienderé, cuja residência foi saqueada na noite de terça-feira pelos soldados do motim.

Os mesmos soldados saquearam a residência do prefeito de Ouagadougou, Simon Compaoré, que ficou ferido gravemente nos incidentes e se encontra hospitalizado em uma clínica na capital. Anteriormente, o grupo protagonizou atos de vandalismo saqueando e roubando várias lojas em Ouagadougou e atacaram também a sede do Palácio de Justiça na localidade de Fada N'gourma.

Os militares do motim protestam pela pena de 15 meses de prisão de um suboficial e quatro soldados envolvidos em um escândalo sexual. O chefe do Estado, Blaise Compaoré, anunciou nesta quarta-feira em mensagem à nação uma série de reuniões com os altos comandantes do Exército, os responsáveis religiosos e a sociedade civil para conseguir uma saída à crise que atinge o país.

“Ontem (31), falei por msn com uma funcionária da embaixada do Brasil em Burkina. Ela informou que hoje (1º) vão reunir todos os brasileiros para refletirem e se prepararem, caso as manifestações se tornem mais graves. Porém há muita esperança de que o governo controle a situação e tudo volte ao normal. Esta é a nossa oração e a de todas as igrejas de Burkina que se uniram para orar pela paz “, disse a missionária.



Fonte: JMM
 

Tradutores da Bíblia vão receber kits tecnológicos


Material vai oferecer aos tradutores da Bíblia mais segurança nas viagens

Tradutores da Bíblia vão receber kits tecnológicos
Wycliffe Associates, uma organização internacional que envolve as pessoas na aceleração dos esforços de tradução da Bíblia, trabalha para dar aos tradutores da Bíblia mais segurança nas viagens e fornecendo Kits para acelerar as traduções.

Contendo um pequeno computador portátil, um terminal de comunicação via satélite, painel solar, bateria e fonte de alimentação, os kits permitem que os tradutores da Bíblia se comuniquem com os consultores da tradução através de uma conexão via satélite, mesmo em locais remotos.

"Esta tecnologia do satélite é uma opção mais segura e eficaz, especialmente em regiões perigosas do mundo", disse Bruce Smith, presidente e CEO da Wycliffe Associates. 

Os tradutores, que trabalham em regiões remotas e perigosas, devido à violência civil ou difícil de navegar, colocam em risco suas vidas para trabalhar na tradução. "Acredito que esta nova tecnologia é uma necessidade, especialmente em lugares onde há violência, e guerras que dificulta os esforços de tradução. A tecnologia pode salvar e mudar vidas".

Wycliffe Associates identificou cerca de 300 locais no mundo onde os kits de aceleração na tradução podem ser usados para melhorar os esforços de tradução da Bíblia, ajudando a reduzir as ameaças à segurança do pessoal.

Esses locais incluem a Nigéria, onde há complexidade religiosa, corrupção, e as barreiras linguísticas tornam a viagem difícil e perigosa. Em Papua Nova Guiné, onde o terreno inclui montanhas e florestas apresenta inúmeros desafios aos centros de tradução alcance para cursos de treinamento e tradução de verificação. 

Recentemente, Smith e uma equipe de voluntários da Wycliffe Associates doaram kits para 24 equipes de tradução nacionais em locais remotos, na Nigéria. Essa tradução vai beneficiar mais de 4,3 milhões de pessoas.

Wycliffe Associates está levantando fundos para fornecer às equipes de tradução da Bíblia com os Kits Tradução de Aceleração. O custo de cada kit é de aproximadamente US$ 3.500.

Fonte: Christian Telegraph 

Jordânia busca repatriação de relíquias cristãs


Livros feitos de chumbo parecem ser os mais antigos da história cristã, quase 2 mil anos

Jordânia busca repatriação de relíquias cristãs
Livros feitos de metal parecem ser dos primórdios do cristianismo e estão em posse de beduíno israelense. O governo da Jordânia tenta repatriar livros feitos de chumbo que, segundo suspeitas de especialistas, parecem ser os mais antigos da história cristã, tendo sobrevivido quase 2 mil anos em uma caverna do país do Oriente Médio.

As relíquias, que estão atualmente em Israel, poderiam trazer à luz novos dados para nosso entendimento sobre o nascimento do cristianismo e sobre a crucificação e a ressurreição de Jesus Cristo.

O conjunto de cerca de 70 livros - cada um com entre 5 e 15 "folhas" de chumbo presas por aros de chumbo - foi aparentemente descoberto em um vale remoto e árido no norte da Jordânia, entre 2005 e 2007.

Uma enchente expôs dois nichos dentro da caverna, um deles marcado com um menorá, candelabro que é símbolo do judaísmo. Um beduíno jordaniano abriu os nichos e o que encontrou ali dentro parece ser uma extremamente rara relíquia dos primórdios do cristianismo.

Essa é a visão do governo da Jordânia, que alega que os livros foram contrabandeados para Israel por outro beduíno. O beduíno israelense que atualmente guarda os livros nega tê-los contrabandeado e alega que as antiguidades são peças que sua família possui há cem anos.

O governo jordaniano disse que fará "todos os esforços, em todos os níveis" para repatriar as relíquias.

Valor histórico
O diretor do Departamento de Antiguidades da Jordânia, Ziad Al-Saad, diz que os livros parecem ter sido feitos por seguidores de Jesus nas décadas seguintes a sua crucificação. "Talvez eles sejam mais significativos que os pergaminhos do Mar Morto (relíquias descobertas nos anos 1940 que contêm textos bíblicos)", disse Saad.

"Talvez eles precisem de mais interpretação e conferência de autenticidade, mas a informação inicial é muito animadora. Parece que estamos diante de uma descoberta importante e significativa, talvez a mais importante da história da arqueologia."

Ante alegações tão fortes, quais são as provas?

As "folhas" dos livros - a maioria delas do tamanho de um cartão de crédito - contêm textos escritos em hebraico antigo, a maior parte em código. Se as relíquias forem de fato de origens cristãs, em vez de judaicas, são de grande significado.

Um dos poucos a ter visto a coleção é David Elkington, acadêmico que estuda arqueologia religiosa e líder de uma equipe britânica empenhada em levar os livros a um museu na Jordânia.

Elkington alega que os livros podem ser "a maior descoberta da história cristã". "É de tirar o fôlego a ideia que tenhamos contato com objetos que podem ter sido portados pelos primeiros santos da Igreja".

O acadêmico diz que as relíquias contêm sinais que seriam interpretados, pelos cristãos da época, como imagens de Jesus e de Deus e da "chegada do messias".

Na "capa" de um dos livros "vemos o menorá de sete ramificações, o que os judeus eram proibidos de representar porque ele residia no local mais sagrado do templo, na presença de Deus", explica Elkington. "Assim, temos a vinda do messias para obter a legitimidade de Deus".

Imagens

Para Philip Davies, professor emérito de estudos do Velho Testamento da Universidade de Sheffield, afirma que a prova mais contundente da origem cristã das relíquias está em um mapa feito da cidade sagrada de Jerusalém.

"Há uma cruz em primeiro plano e, atrás dela, está o que seria a tumba (de Jesus), um pequeno edifício com uma abertura e as muralhas da cidade. Outras muralhas representadas em outras páginas dos livros quase certamente se referem a Jerusalém", diz Davies, que afirma ter ficado "estupefato" com as imagens, "claramente cristãs".

A cruz é o que mais chama a atenção dos especialistas, feita no formato de um T maiúsculo, como eram as cruzes que os romanos usavam para crucificações. "É uma crucificação ocorrida fora dos muros da cidade", diz Davies.

Margaret Barker, especialista em história do Novo Testamento, ressalta que o local onde acredita-se que as relíquias tenham sido encontradas denota sua origem cristã - e não puramente judaica.

"Sabemos que, em duas ocasiões, grupos de refugiados dos distúrbios em Jerusalém rumaram a leste, atravessaram a Jordânia perto de Jericó e foram para perto de onde esses livros parecem ter sido achados".

Ela acrescenta que outra prova da "proveniência cristã" é que as relíquias são em formato de livros, e não de pergaminhos. "Os cristãos eram particularmente associados com a escrita na forma de livros e guardavam os livros como parte da secreta tradição do início do cristianismo."

Fonte: BBC Brasil

Missionários realizam 1º culto em sinais

Missionários realizam 1º culto em sinais

Igreja é pioneira neste trabalho em função da implantação, pelos próprios missionários, do Projeto Surdos do Senegal

Missionários realizam 1º culto em sinais
O casal Walter e Alzira Freire, missionários de Missões Mundiais da CBB em Dacar, no Senegal, realizou pela primeira vez no país, um culto com tradução na linguagem de sinais. A igreja é pioneira neste trabalho em função da implantação, pelos próprios missionários, do Projeto Surdos do Senegal, que trabalha com crianças, jovens e adultos que muito sofrem com a segregação e a falta de oportunidades. Ali, os surdos têm sido amparados pela igreja com bolsa escolar e outros atendimentos.

No culto, os missionários oraram pelos 9 voluntários que estão em fase final de preparação e desafiaram os demais presentes a engajarem-se no projeto. No final da programação, Walter Freire foi procurado por vários outros irmãos desejosos em participar do treinamento. “Era visível a alegria da igreja com esta vitória. As portas começam a se abrir para os surdos do Senegal entenderem a mensagem do Evangelho. Estou feliz com esta etapa vencida. Deus é fiel!”, disse o missionário.

Walter e Alzira Freira estão há sete anos no Senegal. Compartilhar o amor de Deus através da ação social, especialmente entre os desfavorecidos, num país com tantas carências, tem aberto as portas à pregação do Evangelho. Para aumentar ainda mais as oportunidades de compartilhar a mensagem de salvação de Jesus, o Projeto Surdos do Senegal precisa construir um Centro de Apoio ao Surdo, com espaço profissionalizante para aulas de informática, marcenaria, mecânica, preparo de professores, além de atendimento fonoaudiólogo. O objetivo é preparar os surdos para o mercado de trabalho e promover sua inclusão social.

Fonte: JMM

SINAIS DA SEGUNGA VINDA DE JESUS




INTRODUÇÃO
Diante da declaração de Jesus sobre a queda de Jerusalém e a destruição do seu majestoso templo (Mt 24.1,2), os discípulos fizeram lhe a pergunta chave que originou o grande discurso profético “Dize nos quando serão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?” O texto de Mateus 24, principalmente os primeiros 14 versículos é uma profecia com abrangência histórica e escatológica. Em primeiro lugar diz respeito a Israel e depois, refere se a Igreja.
I. PREDIÇÕES DE CARATER PARTICULAR (Mt 24.1-3)
Jesus, ao proferir seu discurso publico no pátio do grande templo de Jerusalém, aproveita a ocasião para predizer sobre o futuro da cidade e de seu templo. Ele prediz a destruição antecipando o final dos tempos. Alguns fatos proféticos seriam presenciados e vividos por aquela geração, mas seriam ao tempo indícios de fatos escatológicos inevitáveis.
1. A destruição de Jerusalém e do templo (vv. 1,2). Um pouco antes dessa predição os discípulos quiseram impressionar Jesus chamando lhe a atenção para a esplendida e forte estrutura do templo que era o orgulho de todo Israelita. Para fortalecer seu discurso, Jesus então predisse à destruição de tudo aquilo ainda naquela geração.
2. Predições feitas num monte escatológico (v.3). É interessante destacar o monte das Oliveiras não só como um monte com historias de vitórias e derrotas, de guerras físicas e espirituais, mas um monte no qual acontecera o evento mais importante da escatologia cristã: Jesus Cristo descerá visivelmente sobre ele. A pergunta “Quando sucederão estas coisas” resultou da predição de Jesus sobre o templo e a cidade. Na seqüência os discípulos queriam saber ainda sobre a vinda de Cristo e disseram: ”Que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo”. A expressão “tua vinda” é uma referencia a segunda vinda pessoal de Cristo, especialmente sobre aquele mesmo monte onde estavam conversando.
II. PREDIÇÕES SOBRE FALSOS ALARMES ESCATOLOGICOS (Mt 24.4-6)
Mateus 24.4 é uma admoestação contra os falsos sinais que seriam alardeados como se fosse os reais e verdadeiros. Diz o texto: “Acautelai-vos, ninguém vos engane”. Indiscutivelmente, essa pessoa, alem de presunçosa e não conhecedora das Escrituras, e falso profeta. Quais seriam os falsos alarmes ou sinais pelos quais não podemos nos deixar enganar?
1. Falsos cristos (v.5). Em mais dois mil anos de historia do cristianismo, centenas de falsos cristos (ou messias) têm aparecido e enganado a muita gente.
2. Guerras não determinantes (v.6). São falsas guerras todas aquelas que não podem se determinadas como sinais evidentes da volta do Senhor Jesus. Eles confundem porque não tem as características que determinam um sinal escatológico. Pequenas e grandes guerras têm marcado com sangue o nosso planeta. Jesus previu este tipo de problemas, e orientou nos: “E certamente ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; vede, não vos assusteis porque, é necessário que isto aconteça, mas ainda não é o fim”.
III. PREDIÇÕES DE SINAIS CONCRETOS (Mt 24.7)Não há evidencia doutrinaria para se afirmar que determinados acontecimentos da atualidade sejam sinais precisos da volta de Jesus. Entretanto, o modo como o Senhor indicou os nos abre um campo de compreensão mais amplo. Entendemos que estes sinais indicam “o começo do fim” ou “o principio de dores” (Mt 24.8).
1. A simultaneidade dos sinais. Há certa simultaneidade dos acontecimentos que envolvem “conflitos bélicos entre nações, fomes, pestes e terremotos”.
2. “nação contra nação, e reino contra reino”. Tivemos duas grandes guerras mundiais. A primeira aconteceu de 1914 a 1918, e a segunda de 1939 a 1945. A destruição provocada por estas guerras mundiais é incalculável.
3. “haverá fome, pestes e terremotos” (Lc 21.11). Sinais como “fomes, pestes e terremotos” são fatos marcantes em nossos dias. A contaminação ambiental provocada pelo desregramento ecológico, tem envenenado os três mais importantes espaços vitais da humanidade, que são: ar, as águas e a terra. As proliferações das doenças aumentam cada vez mais o índice da mortalidade. Misteriosas pestes desafiam a ciência assolando a humanidade. A fome traz para o panorama mundial um espectro de terror.
IV. PREDIÇOES DE SINAIS ATUAIS ( Mt 24.8-13)1. O principio de dores (v.8). O texto refere se metaforicamente as dores de parto de uma mulher que está para dar à luz uma criança. São as primeiras dores decorrentes das contrações que anunciam a hora do parto. Na verdade, Jesus estava declarando que os sinais envolvendo fomes, pestes e terremotos seriam apenas sinais precursores da vinda era messiânica, sonhada e desejada pelos judeus (1 Ts 5.3).
2. A angustia na terra (v.8; Lc 21.25). Essa angustia está embutida no “principio de dores” sentida pala humanidade e, especialmente pela Igreja de Cristo. E de fato, a perplexidade das criaturas diante dos sinais que se evidenciam na terra (Lc 21.25,26); uma neurose coletiva mundial que provoca o desespero (Rm 8.20,22); e o pressentimento da chegada do fim dessa agonia (Dn 12.4). Nesses tempos de globalização da economia mundial, percebe se a preocupação, quando apenas uma economia se descontrola e traz um desassossego total (2 Ts 2.7; Ap 13.16,17).
3. A ameaça de uma igreja mista (vv.10-13). Nestes versículos Jesus previu certos problemas que afetariam sua Igreja. Essa igreja mista aparece na malfadada tese do Ecumenismo. Indiscutivelmente é uma falsa unidade porque dilui princípios fundamentais de formação da Igreja segundo o padrão neotestamentário. Muitos cristãos haveriam de trair a Igreja e deserta lá por causa das seguições. A ação de “trair se uns aos outros” refere se aqueles que, para salvar a própria pele, entregariam seus irmãos às autoridades.
4. A multiplicação da iniqüidade (v.12). A palavra iniqüidade na língua original tem a idéia de coisas ilegais ou de liberdade sem lei que a controle. Quando Jesus declarou que a iniqüidade se multiplicaria estava antevendo a realidade de nossos dias. A tendência para a ilegalidade e sua pratica tem sido comum entre os cristãos. O aumento da iniqüidade, isto é, da violação dos princípios divinos, afetaria esse sentimento de relação com Cristo. O zelo e o desejo pela Casa de Deus perdem a sua força quando o coração é iníquo.

CONCLUSÃO

Os sinais da vinda de Jesus devem ser assuntos de interesse para todos os crentes despertados e ao mesmo tempo um grande alerta para os crentes descuidados e adormecidos espiritualmente. É, assim, posso entender que, apesar dos teólogos divergirem quanto a distinguir os primeiros 14 versículos de Mateus 24 como sendo dentro da era da graça ou da Igreja, o segredo para escapar, principalmente do período dos tempos dos gentios (que acontece a Grande Tribulação – Mt 24.14), é “perseverar ate o fim” (Mt 24.13).

Hermenêutica Pós-Moderna: Uma Breve Introdução aos Novos Rumos e Riscos na Interpretação Bíblica Contemporânea

A proposta do presente texto é contribuir, ainda que de forma breve e introdutória, para um melhor entendimento sobre o que é a hermenêuti...