SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (73) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (153) CLASSE MATERNAL (104) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (506) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (285) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (10) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (148) MODISMOS (2) Mundo (610) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (230) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (111) REVISTA CLASSE JUNIORES (243) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (189) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (401) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (597) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

23 junho 2011

2º CONJOSERT: PATOS - PB (Congresso de jovens sertanejo)




 
Logomarca - 2º Conjosert
O 2º Conjosert (Congresso de jovens sertanejo) acontecerá na cidade de Patos - PB, nos dias 30/06 e 01, 02/07, com abertura no dia 30 (quinta - feira) à noite.

Ginásio O Rivaldão - BR 361 - Rua Pedro Firmino.
O evento será realizado no Ginásio O Rivaldão, situado a margem da BR - 361, Rua Pedro Firmino, próximo ao Rio Espinharas. Os cultos dos dias 01 e 02 (sexta e sábado) acontecerão nos turnos: manhã, tarde e noite, onde teremos alojamentos masculino (PREMEM) e feminino (UEPB) e refeições na AABB, todos localizados próximo ao Rivaldão.
Mapa para localização do Ginásio, alojamentos e local para refeições
   
Pastor José Carlos de Lima
 Como preletores, teremos o Pastor José Carlos de Lima, Pastor presidente da Assembléia de Deus na Paraíba. Também o Pastor Cláudio Gama, vindo do Rio de Janeiro, o Pastor João Filho, Gerente do Programa Estadual de Políticas sobre as Dorgas, vindo de Campina Grande - PB, onde o mesmo trará uma palestra sobre as dorgas; a Missionária Celimárcia Oliveira, da Assembléia de Deus em Patos - PB, que está chegando da Bolívia nesta sexta (24/06/2011), e também o irmão Diego Rafael, jovem, Coordenador de mocidade em Mangabeira I, João Pessoa - PB, dentre outros pregadores de nossa região. 
Pastor Cláudio Gama - Rio de Janeiro
 
Missionária Celimárcia Oliveira
  
Pastor João Filho

 
Cantora Eliane Silva - Minas Geais
Como cantores, estarão conosco a cantora Eliane Silva, da Assembléia de Deus em Minas Gerais, e o cantor Esteves Jacinto, dentre os cantores de nossa região.
  
Cantor Esteves Jacinto

Camiseta do 2º Conjosert
As camisetas do 2º Conjosert (foto acima) já estão à venda, para todos os tamanhos (Camisetas e Baby look), com valor 15,00 R$. Pedidos através da irmã Priscila, filha do Pastor Paulo, pelo telefone: (83) 9988 - 9002, ou e-mail: pris_oz@hotmail.com.
Não deixe de comprar a sua, adquira já!
Pedimos a todas as caravanas que confirmem a sua presença no 2º Conjosert, através do telefone acima citado.
Cartaz de divulgação do 2º Conjosert

Pedimos aos veículos de comunicação parceiros, que divulguem esta matéria. Obrigado, fiquem na paz do Senhor!
fonte SEMAD-PB / PATOS

A “histórica” resolução gay que nunca foi o que pareceu

GENEBRA, Suíça, 23 de junho de 2011 (C-FAM/Notícias Pró-Família) — “Direitos gays chegaram à ONU a partir de hoje”, proclamou uma elevada autoridade dos EUA durante uma reunião de apresentação de resumo dos fatos. A chefa dela, Hillary Clinton, chamou a aprovação da resolução como um “momento histórico” para indivíduos LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros).
A referência delas era a uma resolução de caráter não obrigatório aprovada na sexta-feira passada por uma votação de 23 a 19 no Conselho de Direitos Humanos da ONU, o qual tem uma representação de menos que um quarto de todos os países membros da ONU. A resolução expressa “sérias preocupações” com os atos de violência e discriminação contra indivíduos com base na sua orientação sexual e identidade de gênero.
As declarações esbaforidas de que houve uma vitória histórica para os “direitos gays” foram feitas pelo governo dos EUA, pelos governos ocidentais, pelos meios de comunicação e pelos ativistas homossexuais. Tais declarações mascararam a verdade feia. O que realmente aconteceu foi que o rascunho de uma importante resolução que havia sido apresentada pela África do Sul passou por uma deformação até se transformar numa débil resolução adotada que meramente solicitava que um estudo fosse comissionado pelo Alto Comissário de Direitos Humanos da ONU.
A resolução realmente não mencionou indivíduos LGBT. Não fez nenhuma convocação em favor da aceitação de uma nova categoria de direitos humanos para a orientação sexual ou identidade de gênero, mas teve como foco apenas as “leis e práticas discriminatórias” e atos de violência.
As subsequentes afirmações sem base de uma vitória dos “direitos gays” eram de se prever para um movimento que tem como base termos enganadores e graves declarações inexatas acerca do direito internacional. O modo como os EUA e seus aliados lidaram com a questão da orientação sexual representa uma vulgaridade repetitiva para os observadores internacionais com relação ao projeto de direitos humanos positivista liberal.
Esse modo de agir começou quando, de modo deliberado, eles fizeram declarações distorcidas sobre o direito internacional na área de direitos humanos. Nesse caso, a Declaração Universal de Direitos Humanos foi reinterpretada para incluir os conceitos novos e não definidos de “orientação sexual” e “identidade de gênero”, uma iniciativa lançada por especialistas da ONU em 2006 com os Princípios de Yogyakarta. As questões muito separadas de atos sexuais versus inclinações ou pensamentos sexuais foram então deliberadamente integradas no conceito de orientação sexual. Ao fazer isso, os ativistas criaram um problema onde não existia nenhum problema — isto é, quando afirmaram que havia uma lacuna de proteção no direito internacional de direitos humanos com base na orientação sexual.
A Declaração Universal de Direitos Humanos e as leis criminais nacionais que protegem as pessoas contra violência já se aplicam a todas as pessoas, independente de sua situação. Não existe lei criminal em nenhum país que permite abuso com base na orientação sexual de uma vítima. Portanto, é ilusória a afirmação de que são necessárias novas leis contra discriminação para proteger indivíduos contra a violência. O maior patrocinador da resolução da ONU sem perceber revelou essa realidade em sua declaração antes da votação na semana passada: “Na África do Sul a não discriminação na base da orientação sexual é constitucionalmente garantida, mas ainda temos desafios relacionados a atos de violência contra indivíduos por causa de sua orientação sexual ou identidade de gênero”.
O arcebispo Silvano Tomasi de forma adequada colocou as questões em contexto em seu discurso de março no Conselho de Direitos Humanos da ONU:
Para os propósitos do direito na área de direitos humanos, há uma diferença crucial entre sentimentos e pensamentos, por um lado, e conduta, de outro. O Estado nunca deve punir um indivíduo, ou privar um individuo de desfrutar qualquer direito humano, com base apenas nos sentimentos e pensamentos desse indivíduo, inclusive pensamentos e sentimentos sexuais. Mas o Estado pode, e deve, regulamentar condutas, inclusive várias condutas sexuais.
Artigos relacionados:
fonte NOTICÍAS PRÓ- FAMÍLIA

Assembleia de Deus inaugura mais um templo na capital alagoana


LÍLIAN TOURINHO

Editora-geral
Divulgação
Inauguração de templo assembleiano em Gama Lins
Inauguração de templo assembleiano em Gama Lins
Trata-se da congregação em Gama Lins 1
Durante a semana do centenário, a Assembleia de Deus alagoana deu prosseguimento às obras de reforma e construção de igrejas no Estado. Um exemplo foi a inauguração do templo no Conjunto Gama Lins, no Tabuleiro do Martins, em Maceió.
Para a cerimônia, esteve presente o pastor-presidente José Antonio dos Santos, que foi acompanhado de seu filho, o deputado estadual Jota Cavalcante. Destaque também para a presença de vários pastores do interior e da capital, como Amaro Antonio (AD São Luiz do Quitunde) e Pedro dos Santos. No louvor, a apresentação da Banda de Música da AD do Vergel do Lago.
Segundo o dirigente da congregação de Gama Lins 1, Pr. Edson, a alegria era imensa. "Foi um momento de muita alegria. Em clima de centenário, a igreja em Gama Lins glorificava a Deus pela vitória", disse o dirigente emocionado ao lembrar das grandes lutas que passou.
Congregações

fonte PORTAL AD ALAGOAS

LIÇÃO 05 - A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL / SUBSÍDIOS / CLASSE ADULTOS

Apresentado pelo Comentarista das Revistas Lições Bíblicas Adultos da CPAD, pastor Osiel Gomes