SEJÁ VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR

Marcadores

Aborto (11) ACONSELHAMENTO PRÉ-MATRIMÓNIAL (5) Adolecentes Cristão (2) ADPB (1) ADULTÉRIO (2) Agradecimento (1) Aniversario (10) Apologética Cristã (10) Arqueologia (1) As Inquisições (1) Assembleia de Deus (5) Barack Obama (2) Batismos (29) Bíblia (3) Brasil (48) Casamento (25) CGADB (19) Ciência (6) Círculo de Oração (5) CLASSE BERÇÁRIO (26) CLASSE DOS DISCIPULANDOS (55) CLASSE JOVENS E ADULTOS CENTRAL GOSPEL (71) CLASSE JOVENS E ADULTOS BETEL (146) CLASSE MATERNAL (103) Congresso (49) CPAD (6) Cruzada (3) Curiosidades (3) Cursos (3) Departamento Infantil (5) Depressão (2) Desaparecido (4) DESENHOS BIBLICOS (1) Desfiles (3) Dia do Pastor (4) Discipulado (64) Divórcio (4) EBD (20) EBO (21) Escatologia (2) Estudantes (2) Estudos (505) Eventos (118) FALECIMENTO (5) Família (16) Filmes (18) Galeria de Fotos (12) Gospel (284) Gratidão a Deus (1) Hinos Antigos (3) História (4) Homenagens (3) Homilética (4) Homoxesualismo (3) Ideologia de Gênero (12) Idolatria (3) Inquisição (2) Islamismo (9) Israel (18) JARDIM DA INFANCIA (7) LIção de Vida (2) Louvor (1) Luto (42) Maçonaria (3) Mães (3) Mensagens (56) Ministério (34) Missões (147) MODISMOS (2) Mundo (608) Mundo Cristão (178) MUSICAS EVANGÉLICAS (3) Namoro Cristão (8) Noivados (1) Notícias (3155) Obreiros (9) ONU (4) Oração (1) Pneumatologia (1) política (121) Psicopedagogia (3) Pureza sexual (8) Realidade Social (17) Reforma Protestante (4) RELIGIÕES (3) Retiro (4) REVISTA BETEL JOVENS (1) Revista Central Gospel (1) REVISTA CLASSE PRIMARIOS (229) REVISTA CLASSE DOS PRE-ADOLESCENTES (267) REVISTA CLASSE DOS ADOLESCENTES (280) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFANCIA (111) REVISTA CLASSE JARDIM DA INFÂNCIA (110) REVISTA CLASSE JUNIORES (242) REVISTA DA CLASSE JOVENS CPAD. (185) REVISTA DA CLASSE JOVENS. (319) REVISTA DA CLASSE ADULTOS (872) REVISTA DA CLASSE JOVENS E ADULTOS (391) REVISTA DA CLASSE JUVENIS (262) Revista Maternal (63) Santa Ceia (3) Saúde (45) Seminário (4) Sexualidade (7) Subsídios (1507) Subsídios EBD (1900) Subsídios EBD Videos (592) Templos (3) Teologia (5) Testemunho (1) TRANSGÊNEROS (2) Utilidade publica (1) UTILIDADE PÚBLICA (2) Vida de Adolecente (5) videos (106) Virgilha (1)

19 junho 2011

Veja as imagens do último adeus ao pastor Pedro Alves dos Santos


MARIGLEIDE MOURA
Divulgação
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Obreiro morreu vítima de infarto
Veja as imagens do último adeus ao pastor Pedro Alves dos Santos, sepultado na tarde deste sábado, 18.
O pastor Pedro morreu no começo da noite, 17 de junho. Ele era o dirigente da Assembleia de Deus em Taquarana, município situado a 111km da capital alagoana. Segundo o Pb. Agrimeron, seu sobrinho, o pastor, de 68 anos, foi vítima de um infarto do miocárdio em sua residência, conduzido ao hospital da cidade, mas não resistiu e faleceu a caminho.
Há 23 anos na direção da AD em Taquarana-AL, era conhecido por ser um grande evangelizador. A celebração e o sepultamento começou às 15 horas, em Taquarana. O celebrante foi o pastor Orisvaldo Nunes, vice-presidente da AD em Alagoas.
Por motivo superior, o pastor José Antonio dos Santos, presidente da igreja em Alagoas, não pode comparecer ao velório e sepultamento do pastor Pedro Alves dos Santos. Contudo, o pastor Neco enviou à cidade, o vice-presidente da Comadal, pastor Orisvaldo Nunes. O pastor Neco e sua família enviam saudações à família enlutada.
Congregações
Galeria de imagens
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro Alves
Velório e sepultamento do pastor Pedro AlvesAD ALAGOAS

Grande Batismo do Centenário leva centenas de pessoas à ilha de Outeiro


Grande Batismo do Centenário leva centenas de pessoas à ilha de Outeiro
A Assembleia de Deus chega aos 100 anos de história mantendo seu poder de agregar pessoas em torno de sua fé. Prova disso foi vista neste domingo (19), durante a celebração do “Batismo em Águas”, cerimônia que integra a programação do Centenário da igreja em Belém. Na celebração, cerca de 1.800 fiéis foram batizados, passando a ser oficialmente membros da igreja. Para realizar a cerimônia de batismo desse número expressivo de pessoas, o local escolhido foi a Praia Grande, no distrito de Outeiro. A programação trouxe ainda um trio elétrico, com muita música cristã para animar os fiéis na manhã de sol.
“O batismo é um testemunho público de fé. Simboliza o sepultamento dos pecados, quando a pessoa desce às águas, para ressurgir com Cristo para uma nova vida”, explica o pastor Ivanildo Ferreira, coordenador da Assembleia de Deus no bairro da Condor, em Belém, de onde cerca de 200 fiéis foram batizados na celebração de ontem.
A cerimônia é inspirada no relato bíblico do batismo de Jesus Cristo, realizada por João Batista nas águas do Rio Jordão, na antiga Judéia. Nela, a pessoa batizada é mergulhada totalmente na água pelo pastor, após reafirmar os seus votos na crença de que Jesus Cristo é o salvador de sua alma.
Para os fiéis batizados, a data costuma marcar o início de uma nova vida. Por isso, as reações são diversas: vão da alegria à emoção, passando por outras reações como o “falar em línguas estranhas”, que para a Assembleia de Deus é uma manifestação da presença do Espírito Santo naquela pessoa. Por todos esses motivos, as cerimônias de batismo são muito especiais para os cristãos da Assembleia de Deus. Elas costumam ser realizadas semanalmente em vários templos da igreja, mas o Batismo do Centenário é ainda mais especial para todos. “É um momento marcante. Chegamos aos 100 anos batizando esse grande número de pessoas e isso ficará marcado na história da Assembleia de Deus”, afirma o pastor Ivanildo Ferreira.
Relatos de fé - Histórias de pessoas sem rumo na vida, que encontram a graça de Deus já na terceira idade e que buscam em Jesus um sentido. Os depoimentos colhidos na manhã deste domingo são diversos. Como o de Noberto Ferreira de Brito, 57 anos, morador de Belém. "Aceitei Jesus hoje. Eu era de outra religião (católica) e quando entrei na Assembleia senti o Espírito Santo, o chamado de Deus. Então hoje vim me batizar".
O mesmo aconteceu com Dorivaldo do Espírito Santo Maio, 38 anos, que também mora na capital paraense. "Jesus tocou no meu coração. Senti o chamado dele e estou muito feliz por ter essa chance. Eu vivia num mundo de atribulação, não consegui emprego fixo, com meu espírito sem rumo. Estou muito emocionado mesmo de estar aqui hoje". Já para a jovem belenense Jéssica Souza de 22 anos, o batismo veio concretizar uma grande conquista. “Jesus libertou minha família, visto que meu irmão era viciado desde os 9 anos de idade. Eu já era evangélica, mas não tinha me batizado, cheguei até me afastar um pouco. Mas hoje eu voltei e Ele me aceitou”.
E quem também se batizou foi a senhora Maria de Jesus, de 91 anos – a pessoa mais idosa a se batizar na Igreja. “Já frequento a Assembleia de Deus desde 1982, quando aceitei Jesus. Vim me batizar para poder participar da Ceia, era algo que me faltava”.
Foto: Marcelo Lelis 
 FONTE DIARIO DO PARÁ E PIANCÓ GOSPEL NEWS

Reconstituição da chegada dos pioneiros inicia comemorações no dia do Centenário


Reconstituição da chegada dos pioneiros inicia comemorações no dia do Centenário
Na reconstituição da chegada dos fundadores da Assembléia de Deus, em Belém, momento que antecedeu a grande carreata do Centenário no último sábado (18), os suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg foram representados pelo pastor Kleber Almeida e o ator Daniel Vieira, líder do teatro da Missão.
A embarcação “Saint Clement” saiu do Píer do Ver-o-Rio até a Escadinha do Cais, e dentro dela vários membros da Igreja, todos vestidos com roupas da época. A importância dessa encenação vai além dos muros da Igreja; revive um tempo em que Belém já estava esquecida pelo resto da nação. “Estou revivendo o chamado de Deus e o momento é grande e novo para a nação e para o mundo, onde a chama pentecostal chega a um continente sofrido e sem esperança”, comentou pastor Kleber.
Ele contou que na época da chegada dos pioneiros, a febre amarela e a lepra tomavam conta da população de Belém. “Belém vivia a miséria pós auge da borracha. Então viver esse momento aqui, hoje, me faz lembrar que Deus sempre olha por nós e por essa nação, mesmo para os que vivem sem esperança, sem amor e sem vontade de viver”, completou.
Para o ator Daniel Vieira que interpreta Gunnar Vingren o momento é de honra e de emocionante surpresa. “Nunca imaginei que estaria hoje aqui no Centenário da minha Igreja desempenhando papel tão importante. Gunnar era um grande pastor. É uma honra saber que Deus me escolheu para representar um homem tão fantástico e perceber que a história não acabou. É hora de surgir mais Gunnars e mais Daniéis”, confessou emocionado. Para os milhares de evangélicos que assistiram à encenação, a emoção não é diferente. “Vim de Miquelândia, cidadezinha de Goiás e estou sem palavras para descrever o que sinto. Esta cidade é maravilhosa e viver tudo isso está além das minhas expectativas”, enfatizou Cremilda Emília, 49 anos.
Para o paulista André Alcebides, 73 anos, que veio sozinho participar do Centenário, o momento nunca foi tão grande e significativo. “Há 25 anos sou evangélico e já participei de vários eventos, mas como este não vi igual. É gratificante perceber o quanto a Igreja esta crescendo e mostrando sua importância”. Mesmo para quem é de Belém o momento vai ficar marcado pra sempre. Lêda Franco, 51 anos, conta que a sensação que sentiu não tem explicação. “Fazer parte de uma igreja como essa, que consegue mover o mundo inteiro só nos enche de alegria. O Centenário ganhou uma dimensão impressionante e eu estou agradecida de fazer parte desse momento”, disse.
Fotos: Tarso Sarraf  FONTE  AD BELÉM  E PIANCO GOSPEL NEWS

Tempos duros, vencidos pelas transformações


Tempos duros, vencidos pelas transformações (Foto: )
Perseguições, ameaças, retaliações e até agressões físicas. Não foram fáceis os primeiros tempos entre a chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren e o estabelecimento da igreja Assembleia de Deus.
Os dois acreditavam que as igrejas evangélicas passavam por transformações. Quando chegaram a Belém, foram acolhidos por Raimundo Nobre e pelo primo dele, Adriano Nobre, presbiteriano que comandava a companhia “Porto of Pará”, para onde levou Berg.
De família dona de seringais, Adriano convidou os dois missionários a passar uma temporada no Marajó. Lá conheceram Adrião Nobre, irmão de Adriano, com quem passaram a dividir um quarto. Passaram a pregar o evangelho a gente simples.
Quando voltaram a Belém, foram ganhando fama. Igrejas e famílias os convidavam para pregar. O próprio porão da Igreja Batista passou a ser usado com esse fim. Sentados no chão, os fiéis oravam por horas e horas.
Entre esses fiéis estava a professora Celina Martins Albuquerque, 34 anos. Acamada em virtude de um possível câncer nos lábios, recebeu os missionários, que passaram noites seguidas em oração. Curada, Celina quis ser batizada no Espírito Santo. Na madrugada do dia 8 de junho de 1911, em jejum, curada e batizada, Celina começou a se expressar em línguas estranhas. Foi a primeira a ser batizada na nova doutrina.
O fato, no entanto, não foi recebido sem ressalvas. Berg e Vingren haviam iniciado um movimento de oração, cura e batismo que começou a dividir opiniões na Igreja Batista. Enquanto uns apoiavam a nova doutrina, outros os acusavam de seguidores do espiritismo. A liderança local da igreja começou a se sentir incomodada com a atuação dos missionários, principalmente porque os cultos no porão cresciam a cada dia. Acabaram sendo excluídos da igreja.
Sem lugar para morar, foram acolhidos na casa da família Albuquerque, na rua Siqueira Mendes, Cidade Velha. Foi naquela casa que nasceu a Assembleia de Deus.
Nascidos sob signo da perseguição
A Assembleia de Deus nasceu sob o signo da perseguição. Uma verdadeira campanha de difamação foi montada contra os seguidores da nova igreja. Uma das armas utilizadas foi a imprensa. Os jornais difundiam a ideia de que os novos crentes constituíam uma seita perigosa.
INTOLERÂNCIA
Cultos eram apedrejados e cancelados por motivos de segurança. Casas eram destelhadas, bíblias queimadas, pregadores apedrejados e ameaçados.
Uma das historias dos primeiros tempos é de que, em Soure, alguém praguejou contra os missionários, torcendo para que uma onça os devorasse. O próprio foi devorado no quintal de casa. (Diário do Pará)E PIANCO GOSPEL NEWS

LIÇÃO 09 - A MORDOMIA DO TRABALHO / SLIDES / CLASSE ADULTOS

BAIXAR OS SLIDES